Arquivo da tag: UPA

Mesmo fechada UPA de Itaguaí recebeu verbas milionárias em 2017

Emendas parlamentares e repasse do governo federal foram repassados à cidade em 2017

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itaguaí recebeu valores consideráveis em 2017. Com a emenda do parlamentar Alexandre Valle (PR) no valor de R$ 2 milhões que foram creditadas e comprovadas que chegaram ao município de Itaguaí e os recursos federais enviados pelo Ministério da Saúde no valor de R$ 3 milhões, o ano de 2017 contou com recursos para uma unidade de saúde que permanece fechada desde 2016. Tais valores repassados dariam para investir de forma considerável na saúde municipal, na própria UPA, caso fosse reaberta ou no hospital da cidade. O curioso é que para tais repasses continuarem a vir para Itaguaí, mesmo com a UPA sem uso, é uma clara demonstração que o município não comunicou ao Ministério da Saúde em Brasília o seu fechamento.

                                                               Emenda Parlamentar de R$ 2 milhões

 

                                                                Verbas de R$ 3 milhões destinadas a UPA

 

 

Mas não para por aí, somente com o atendimento de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar para atendimento a população, Itaguaí receberá em 2018 mais de R$ 16 milhões de reais do Ministério da Saúde. Com esses valores, é possível fazer um prognostico de que a cidade terá pelo menos R$ 25 milhões este ano, já que os repasses para o atendimento móvel emergencial (SAMU) ultrapassaram em 2017 os R$ 680 mil, mais os valores da UPA que apesar de fechada continuam a chegar, as verbas de menor complexidade e de alta complexidade que permanecem vindas do governo federal, as emendas parlamentares, além dos valores oriundos de impostos municipais que obrigatoriamente devem ser investidos.

 

 Emendas parlamentares

                              Saúde de Itaguaí R$2.500.000,00(dois milhões e meio de reais)

 

          R$1.500.000,00(um milhão e meio de reais),conforme o número da emenda acima.Este ainda não foi liberado.

 

         Nota de empenho de R$1.000.000,00(um milhão de reais conforme o número da emenda acima.Recurso já depositado na conta da PMI.

 

  Extrato da ordem bancária em favor da saúde da cidade Itaguaí. Abaixo:


 

 

 

R$190.000,00,para compra de VAN para transporte de pacientes

R$240.000,00,para compra de 3 ambulâncias do Tipo “A

R$160.000,00,para compra de 2 ambulâncias do Tipo “A R$25.000,00,para aquisição de 1 gabinete odontológico.

 

Atendimento de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar para atendimento a população

Valores superiores a R$ 6,5 milhões até maio deste ano. Prognóstico de pelo menos R$ 15 milhões até dezembro.

 

Verbas para o serviço de atendimento móvel SAMU valores superiores a  R$ 554 mil reais

Verbas para o serviço de atendimento móvel SAMU valores superiores a R$ 139 mil. Com a soma das últimas quatro imagens chegamos com verbas apenas para o SAMU, num total de quase R$ 700 mil reais apenas no ano de 2017. O que nos leva a crer que valores similares serão destinados também em 2018.

Com essas verbas para o SAMU, mais os valores para aquisições de ambulâncias, porque Itaguaí continua tendo veiculos de emergencias sucateados e/ou parados por problemas mecânicos?

Se foram destinados R$190.000,00,para compra de VAN para transporte de pacientes, porque pessoas que precisam fazer hemodiálise fora da cidade, na maioria das vezes ficam sem o transporte?

E por fim. Com verbas nesses valores, porque o hospital municipal tem problemas graves como falta de gaze, alcool e todos os insumos de uso continuo?

Pensando que a secretaria de saúde e a prefeitura de Itaguaí tivessem as respostas, nosso blog procurou a assessoria de imprensa do governo de Itaguaí. Mas, não tivemos sucesso.

Anúncios

Comissão especial das UPAS é instalada na ALERJ

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) instalou, nesta quinta-feira (08/03), uma Comissão Especial para acompanhar e discutir as condições das Unidades de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA), em função da crise econômica vivida no estado. Os deputados Zaqueu Teixeira (PDT) e Geraldo Pudim (MDB) serão, respectivamente, presidente e vice-presidente do grupo. A relatoria ficará com Gilberto Palmares (PT).“Diante da situação de penúria e tantas denúncias de falta de atendimento, é necessária a apuração do que acontece nas unidades. Vamos fazer visitas técnicas, conversar com funcionários e pacientes para tentar apontar caminhos para a melhoria dos serviços”, afirmou o presidente. Também esteve presente o deputado Wanderson Nogueira (PSol), que integrará o grupo.


                                                    Comissão Especial da ALERJ reunida

 

UPA Itaguaí

Entre as UPAS a serem investigadas possivelmente estará a de Itaguaí, fechada desde outubro de 2016 e que mesmo recebendo verbas de emendas parlamentares da bancada federal, com valores que ultrapassaram três milhões e meio de reais, a unidade permanece fechada. A UPA Itaguaí fazia cerca 120 mil atendimentos por mês em especial para casos de urgência.


  Funcionários da UPA Itaguaí realizaram protesto contra o fechamento da Unidade de Saúde em 2016

 


Deputado Alexandre Valle entrega cheque de 2 milhões para UPA de Itaguaí

 Verbas de R$ 900 mil mensais podem reabrir UPA de Itaguaí

Funcionários da UPA Itaguaí realizam protesto contra o fechamento da Unidade de Saúde

 

Deputado Alexandre Valle entrega cheque de 2 milhões para UPA de Itaguaí

O deputado federal Alexandre Valle (PR), entregou na manhã desta terça – feira, um cheque no valor de $2.000.000,00 (Dois Milhões de Reais)para UPA de Itaguaí. Este valor entregue nas mãos do Secretário de Saúde de Itaguaí,Dr.Carlos, é referente às emendas da Bancada Federal,que foram distribuídas pelas unidades de saúde do Estado do Rio de Janeiro. Com essa verba, é possível melhorar o atendimento aos pacientes da cidade, que contam com um hospital que está caindo aos pedaços.

Além dessas emendas,o deputado já destinou para Itaguaí,mais de R$10.000.000,00(Dez Milhões de Reais)de emendas individuais. Resta saber como os governos municipais fizeram uso de todo esse dinheiro.

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2016/06/29/deputado-alexandre-valle-consegue-liberacao-de-um-milhao-de-reais-para-ser-investido-no-hospital-de-itaguai/

Bandidos percorreram 111 km com ambulância roubada em UPA

Médico foi sequestrado para cuidar de ferimentos de traficante

Os bandidos fortemente armados que sequestraram um médico, na madrugada deste domingo, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, percorreram 111 km com a ambulância, de acordo com informações da 21ª DP (Bonsucesso).

Em depoimento, o médico relatou que os criminosos trafegaram com a ambulância por “bastante tempo” e após pararem em algum lugar que o profissional não soube informar, eles o obrigaram a destravar a maca para retirar o ferido do veículo, que foi recebido por outros homens. O baleado seria o traficante Thiago da Silva Folly, o TH.

“O médico que atuava como clínico geral e no plantão da UPA da Maré pouco esclareceu, apenas disse que o homem estava com ferimentos no braço, cotovelo e antebraço esquerdos, que estava ‘completamente caído’, tendo feito o atendimento básico”, conta o delegado Wellington Vieira, da 21ª DP, na leitura do depoimento.O profissonal de saúde também não conseguiu reconhecer quem seria o homem por fotografias.

No entanto, o médico disse ao delegado que o ferido entrava em choque por diversas vezes, em razão da grande quantidade de sangue por ele perdida, e que conseguiu estabilizar minimamente o paciente.

Segundo Vieira, o profissional seria removido para o Hospital Municipal Souza Aguiar ou para o Hospital Estadual Getúlio Vargas após o atendimento básico, mas os traficantes não permitiram e o obrigaram a entrar na ambulância e foram possivelmente em direção à Baixada pela Rodovia Washington Luiz.

O médico também relatou à polícia que, antes da sua saída da UPA para entrar na ambulância, dois homens fizeram perguntas sobre o quadro de TH, aparentando ser conhecedores da área médica.

Ação teria sido orquestrada para socorrer TH, chefe do tráfico da região

Segundo a polícia, “a operação de guerra” orquestrada pelos traficantes seria para socorrer Thiago da Silva Folly, o TH, chefe do tráfico na região. O profissional, cujo nome é mantido em sigilo para manter sua segurança, deve ser ouvido nesta segunda-feira na 21ª DP (Bonsucesso).

O caso ocorreu por volta de 2h30, após criminosos furarem uma blitz e trocarem tiros com policiais do Batalhão de Policiamento em Vias e Estradas (BPVE) na Avenida Brasil, na altura da Linha Amarela. Um policial militar acabou baleado e, após buscas, foi encontrado um fuzil FAL calibre 762 com luneta próximo a área onde houve o confronto. Na arma havia a inscrição “Tropa do TH”. Os militares envolvidos na ação prestaram depoimento.

De acordo com o delegado Wellington Vieira, da 21ª DP, a ambulância estava no Engenho Novo quando foi acionada para um socorro na Maré. Chegando na comunidade, o motorista, que prestou depoimento na delegacia neste domingo, foi rendido e o médico levado pelos criminosos.

O médico foi mantido sob o poder dos traficantes por pelo menos cinco horas e foi abandonado na Baixada Fluminense, onde o baleado teria sido atendido em uma clínica. Inicialmente o delegado havia informado que o médico seria da UPA da Maré, mas voltou atrás e disse que o mesmo pertence à unidade do Engenho Novo, bairro de onde foi acionada a ambulância.

“Ele disse que tinha muitos traficantes e foi obrigado a tirar o uniforme que usava. Um bandido vestiu e eles roubaram a ambulância. Segundo ele, eram muitos bandidos fortemente armados com fuzis e pistolas. O médico foi obrigado a entrar na ambulância e foi levado pelos bandidos”, disse o delegado, com base no depoimento do motorista.

“Considero isso uma operação de guerra. Eles não fariam isso se não fosse um traficante que não tivesse uma importância para o tráfico. Acredito ser o TH ou um grande aliado dele.” Vieira disse que os envolvidos identificados serão indiciados por roubo, sequestro e associação criminosa.

O Disque-Denúncia oferece R$ 2 mil por informações que levem o TH, ou Riqueza, como também é conhecido, à prisão. Segundo informações, ele faz parte da cúpula da facção TCP, que comanda o tráfico de drogas em 11 das 16 favelas do Complexo da Maré. Ele ganhou o posto após as prisões de Menor P e o seu irmão, Zangado.

Fonte: O Dia

Ônibus da viação Itaguaí é assaltado próximo a UPA

Ônibus fazia o trajeto rumo à Piranema, bairro do município

PLANTÃO BOCA NO TROMBONE ITAGUAÍ

Um Ônibus da viação Itaguaí conhecido como “Poeirinha” que faz a linha Itaguaí x Piranema foi assaltado nesta segunda – feira (19), por volta das 21h no bairro Ponte Preta em Itaguaí.

Segundo testemunhas, três indivíduos subiram no ponto da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) sentido Piranema, quando anunciaram o assalto.

Os bandidos levaram pertences dos passageiros e dinheiro do caixa do ônibus, descendo num ponto logo à frente.
A maioria das vítimas são moradores de Piranema já que o ônibus passa em várias ruas do bairro.

Ainda não se sabe se a polícia foi acionada pela empresa. Nosso blog aguarda um contato da Viação Itaguaí para maiores informações, visto que não encontramos meios para entrar em contato disponíveis.

Imagem de capa de José Saturnino de Oliveira Júnior

Funcionários da UPA Itaguaí realizam protesto contra o fechamento da Unidade de Saúde

Durante ato, os trabalhadores ficaram sabendo que estavam demitidos e que a unidade estava sendo lacrada

slide12

Os trabalhadores da Unidade de Pronto Atendimento de Itaguaí (UPA), realizaram na manhã desta quarta (26), uma passeata de protesto contra o fechamento do local de trabalho. Os motivos eram o fechamento da unidade de saúde, e os 3 meses de salários atrasados.

slide8

Os profissionais, começaram o ato saindo da UPA, e percorrendo o Centro da cidade, passando pelo Banco do Brasil (local onde o atual prefeito já trabalhou como gerente), e encerraram em frente a prefeitura de Itaguaí.

slide3

Em meio ao protesto que realizavam na cidade, os funcionários da Unidade receberam a notícia que estavam demitidos. A unidade foi lacrada e os meses de atrasos nos salários sequer foi conversado. O atual prefeito de Itaguaí Weslei Pereira, não tem mostrado interesse em conversar com a categoria. Weslei, se limita a dizer que o caixa da prefeitura está zerado, e que não há condições para pagar seus servidores, além de responsabilizar o governo do Estado pelos problemas.

slide15

A unidade fazia cerca 120 mil atendimentos por mês em especial para casos de urgência.

slide6

 

Resposta da prefeitura de Itaguaí

A prefeitura informou que todos os atendimentos da unidade serão transferidos temporariamente para o Hospital municipal São Francisco Xavier.

Em nota, o secretário municipal de Saúde, Edson Hara, afirmou que o governo do estado não realiza o repasse de verbas há meses, e a dívida já está em R$ 5,4 milhões.

slide1

 Imagens: Monique Vieira

UPA fechada e todos os servidores demitidos em Itaguaí

Em meio ao protesto que realizavam na cidade de Itaguaí, os funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), receberam a notícia que estavam demitidos. A unidade foi lacrada e os meses de atrasos nos salários sequer foi conversado. O atual prefeito de Itaguaí Weslei Pereira, não tem mostrado interesse em conversar com a categoria. Weslei, se limita a dizer que o caixa da prefeitura está zerado, e que não há condições para pagar seus servidores, além de responsabilizar o governo do Estado pelos problemas.

Breve mais informações…