Arquivo da tag: Tomografo

Câmara abre CPI para investigar empresa que teria recebido sem instalar o tomógrafo na cidade

Verba que teria sido gasta para o povo, ficou sem serviço para a cidade

Após o vereador Genildo Gandra (PDT) fazer uma indicação, o Presidente da Câmara, vereador Dr. Rubem Ribeiro (PTN) e vereadores assinaram um requerimento para abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncia de que uma empresa teria recebido pela instalação de um tomógrafo sem que o serviço fosse feito. A abertura da CPI se deu na 17ª sessão ordinária do dia 16 de maio, com todos os vereadores da Casa presentes. O requerimento de abertura da CPI teve a assinatura de 14 vereadores e foi aprovado por unanimidade.

A discussão que culminou com a abertura da CPI deu início com a indicação do vereador Genildo Gandra, solicitando que seja feita a instalação do tomógrafo que se encontra no Hospital Municipal São Francisco Xavier. Segundo ele, é de conhecimento de todos que o aparelho foi comprado pela prefeitura desde o ano passado.

— Acontece que esse aparelho, segundo informações, está mal armazenado e corre até o risco de sofrer danos. É um aparelho caro, e que faz uma falta muito grande para a nossa população que precisa fazer uma tomografia, e tem que se deslocar para o Rio de Janeiro já que o nosso município não oferece esse serviço, e nós temos esse aparelho parado. É um aparelho caro, mas que precisa de uma obra relativamente barata para ser feita a instalação — argumentou o vereador Genildo.

O vereador André Amorim (PR) contou que chegou ao seu conhecimento de que essa obra teria ficado orçada no valor de 600 mil reais.

— As informações não são oficiais, chegou como uma denúncia a mim, de que essa empresa já teria recebido o valor de 400 mil reais para começar essa obra, e ainda não teria começado. Queria deixar registrado o meu pedido para que a Comissão de Saúde dessa Casa possa averiguar essa informação. Porque se a empresa já recebeu 2/3 do valor da obra e sequer começou, se ela receber o valor total também não vai terminar, e provavelmente nem comece — disse o vereador André Amorim.

O vereador Willian Cézar (PSB) chamou a atenção para o fato de que, se a empresa já recebeu pelo serviço sem realiza-lo, está configurado improbidade administrativa.

— Inclusive teve um prefeito recentemente que foi cassado por causa disso. Pagou a obra da ponte em Mazomba antes de ela se iniciar. Serviço público não funciona assim, tem que se executar para receber — argumentou o vereador Willian.

O vereador Noel Pedrosa (PT do B) parabenizou o vereador Genildo pela indicação, e lembrou que no ano passado a Expo não foi realizada com o propósito de poupar gastos para a contratação de uma empresa para fazer um centro de imagem no Hospital Municipal São Francisco Xavier.

— Tal empresa, se eu não me engano, foi contratada no governo passado. E até agora tal obra não saiu. O aparelho, se não me engano, foi 700 mil reais, e tem outro aparelho, não só o tomógrafo. Tem lá também um aparelho de ultrassom — lembrou o vereador Noel.

O vereador Eliezer Lage Bento (PRTB) lembrou que no governo do prefeito Wesley Pereira (PSB) foi designado um funcionário específico só para cuidar da instalação do tomógrafo. Noel completou dizendo que, apesar de ele ter feito um excelente trabalho, o serviço não foi executado.

O presidente da Câmara, vereador Dr. Rubem Ribeiro, também parabenizou o vereador Genildo pela indicação, e acrescentou que a aquisição do tomógrafo pode ter mais tempo.

— Se não me engano, vereador Genildo, isso não tem um ano não, já vai para dois anos e alguns meses que temos esse tomógrafo. A informação que o vereador André teve, eu também tive. Já havia sido pago no ano passado aproximadamente 70% da obra, sem a realização da mesma. Talvez até seria necessário essa Casa pensar em abrir uma CPI para ser investigado o que houve com essa verba que foi paga para a construção e implantação da sala do tomógrafo, e não foi feito — argumentou o Presidente da Casa.

O vereador Genildo Gandra, autor da indicação, apoiou a ideia do Presidente de criar a CPI.

— Senhor presidente, acho que o senhor deu a saída do problema. Eu até proponho que essa CPI fosse montada agora pra gente ver o que está ocorrendo. O que chegou ao meu conhecimento é que essa obra seria uma obra muito barata, e se existe já uma firma que pegou essa obra, e já recebeu, é o momento mesmo de abrir uma CPI — concordou o vereador Genildo.

Indicação aprovada

A indicação do vereador Genildo Gandra para que seja feita a instalação do tomógrafo que se encontra no Hospital Municipal São Francisco Xavier foi aprovada por unanimidade pelo plenário.

 

Fonte: Câmara Municipal de Itaguaí

Tomógrafo parado em hospital de Itaguaí

Doenças sérias poderiam estar sendo diagnosticadas se o equipamento estivesse em uso

Em 31/08/2016 às 20:00

Um sonho que parecia ser real para os pacientes do único hospital de Itaguaí, esta encaixotado desde dezembro do ano passado. Discussões e debates foram construídos aos montes pela falta de um Tomógrafo na cidade. Quando finalmente o equipamento chegou, o governo de Weslei Pereira não tinha espaço para pôr em funcionamento.

O equipamento que foi adquirido através de uma contrapartida social da Marinha do Brasil, está no Hospital São Francisco Xavier (HMSFX), possui 16 canais, permitindo a realização de exames ambulatoriais e emergenciais de alta precisão. Seu uso auxiliaria os médicos no diagnóstico de problemas, como câncer de pulmão, apendicite, cálculo de vesícula, pedra nos rins e rompimento de baço, por exemplo. Com o tomógrafo em operação, o morador de Itaguaí não iria precisar esperar na fila do sistema estadual para a realização de exames. Cerca de 200 pacientes por mês podem ser atendidos com o equipamento. No entanto com ele parado e encaixotado, o sofrimento dos pacientes continua.

Em resposta, a prefeitura de Itaguaí alega que a empresa vencedora da licitação para a realização de uma obra no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX) foi a Wallgips Drywall. O Contrato foi assinado nesta segunda (29/8) entre Prefeitura e empresa. Agora, a Secretaria Municipal de Saúde vai receber o contrato e a ordem de serviço para que a instalação do tomógrafo seja emitida. 

Para o funcionamento do tomógrafo, a sala do hospital vai receber o aumento de carga elétrica e isolamento de radiação, por isso, a empresa vencedora precisava de um termo de referência para se candidatar à licitação, fato que exigiu cuidados específicos da Prefeitura.

ESTAMOS DE OLHO

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2015/12/03/itaguai-ganha-seu-primeiro-tomografo-computadorizado/

Itaguaí ganha seu primeiro tomógrafo computadorizado

Pacientes de Itaguaí poderão fazer exames com a chegada do equipamento

Depois de anos de espera, o cidadão Itaguaiense vai poder realizar um exame de alta resolução na cidade. A compra do tomógrafo é mais um esforço da Prefeitura em oferecer saúde de qualidade aos moradores. Nesta segunda-feira, o Hospital São Francisco Xavier (HMSFX) recebeu o equipamento que será instalado na unidade.

– É a concretização de um antigo sonho, permitindo ao morador a realização de exame de imagem de alta qualidade e com precisão, além de proporcionar melhores condições de trabalho aos profissionais de saúde. Hoje, 80% das nossas transferências são para exames que precisam de tomógrafo. A conquista do aparelho pelo município vai revolucionar o atendimento no hospital de forma que vamos oferecer em Itaguaí o mesmo serviço que é feito no Rio de Janeiro – destacou o prefeito.

A saúde de Itaguaí deu um importante passo na realização de exames gratuitos de alta resolução na rede pública com o pedido do prefeito Weslei Pereira de compra do primeiro tomógrafo do município. O aparelho, que funcionará no Hospital São Francisco Xavier (HMSFX), possui 16 canais, permitindo a realização de exames ambulatoriais e emergenciais de alta precisão.

O equipamento vai auxiliar os médicos no diagnóstico de problemas, como câncer de pulmão, apendicite, cálculo de vesícula, pedra nos rins e rompimento de baço, por exemplo. Com o tomógrafo em operação, o morador de Itaguaí não vai precisar esperar na fila do sistema estadual para a realização de exames. A expectativa é atender 200 pacientes por mês.

Para o secretário de Saúde, Paulo Cavallari, o município terá um ganho de grande dimensão tanto para os médicos quanto para os pacientes.

– O tomógrafo é uma forma de revolucionar o atendimento em Itaguaí, já que ele vai permitir que o médico possa dar rapidez ao diagnóstico, aumentando as chances de cura das doenças de forma significativa – disse Cavallari.

image

Tomógrafo vai ajudar a diagnosticar doenças com rapidez e, assim, salvar vidas

Para colocar o tomógrafo em funcionamento, o hospital fará uma obra de adequação. As intervenções ainda não foram realizadas por conta da complexidade exigida pela instalação do equipamento, que será instalado na empresa Toshiba S.A. Foi necessária a contratação de um físico nuclear com objetivo de prevenir possíveis problemas de radiação. O processo de licitação da obra está em andamento e assim que ele for concluído, o local vai ganhar uma placa de chumbo (barita) que evita a passagem de radiação. Também será implantada uma nova estrutura elétrica na sala, onde haverá a instalação de um aparelho de ar-condicionado específico para manter a temperatura e a umidade do ambiente. 

Foto: Italo Dornelles e Alexandra Pavan
Fonte: Prefeitura de Itaguaí