Arquivo da tag: submarino

Atual e futuro Presidente da República participam de cerimônia em Itaguaí, mas Charlinho nem dá as caras

O prefeito de Itaguaí sumiu de novo? Presidente Michel Temer (MDB) e o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) participaram da cerimônia de lançamento do submarino Riachuelo, no Complexo Naval de Itaguaí, nesta sexta-feira (14).

Segundo a Marinha, o submarino tem autonomia de mais de 70 dias e será usado no patrulhamento do litoral brasileiro, também chamado de Amazônia Azul. O submarino foi lançado ao mar nesta sexta.

Também participaram da cerimônia, o almirante de esquadra, Eduardo Bacellar, comandante da Marinha, os ministros Moreira Franco (Minas e Energia); general Joaquim Silva e Luna (Defesa); Raul Jungmann (Segurança Pública) e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Quem não deu as caras foi simplesmente o prefeito da cidade que hoje teve a presença de tanta gente importante. A principal autoridade da cidade anfitriã sequer deu satisfações aos presentes e a toda população de Itaguaí. Charlinho pelo visto tratou com pouco caso um dia tão importante na história do Brasil em uma cidade que ele ainda administra. Charlinho aliás é conhecido por ser pouco visto no local onde foi eleito. Eventos importantes tem sido marcado pelo sumiço do prefeito. Já na época de campanha até na feira livre da cidade, o atual gestor “escondidinho” era visto com bem mais frequência.

“O batismo do submarino Riachuelo inaugura uma nova fase de preparação. Ao longo dos próximos meses, serão realizados testes de porto e de cais, e em breve ele será um novo instrumento em uso do mar e estratégias nacionais de defesa”, disse o comandante da Marinha.

O presidente Michel Temer disse que o Riachuelo é fundamental para estratégias de defesa do Brasil e para desenvolvimento tecnológico. “O que está se revelando e que o dia 14 de dezembro de 2018 é data que ficará marcada em nossa história. O lançamento ao mar do primeiro submarino de fabricacao nacional é motivo de imenso orgulho para todos os brasileiros”, disse Temer.

O submarino faz parte do Programa de Desenvolvimento de Submarinos, Prosub, em andamento desde 2008. Segundo a Marinha, já foram investidos R$ 17,4 bilhões no programa, a previsão é que até 2029 sejam aplicados R$ 35 bilhões.

O Riachuelo é o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha.

Anúncios

Seções de submarino Riachuelo são transportadas para estaleiro em Itaguaí

Projeto visa também a construção de submarino brasileiro com propulsão nuclear

A Marinha do Brasil (MB) e a empresa Itaguaí Construções Navais (ICN) transferiram, neste final de semana, para o Estaleiro de Construção, na Ilha da Madeira, no Complexo Naval de Itaguaí, três seções unidas do S40 Riachuelo, o primeiro submarino convencional do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB). O programa prevê outras três unidades convencionais e o primeiro submarino brasileiro com propulsão nuclear.

O trajeto, de cerca de cinco quilômetros, foi percorrido em 11 horas, começando na Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), que também fica em Itaguaí. A operação logística exigiu um planejamento de meses e incluiu a retirada de trechos da rede elétrica.

Neste domingo, ocorreu a etapa mais complexa da operação, com interrupções pontuais do tráfego na BR-493, para dar passagem ao veículo especial (prancha móvel) de 320 rodas que transportou as 619 toneladas das três seções, com 39,86 metros de comprimento e 12,30 metros de altura.

As duas seções restantes do Riachuelo, pesando 487 toneladas e medindo 30 metros, serão, em breve, transferidas, separadamente, para o Estaleiro de Construção, onde o submarino entrará em montagem final, a fim de ser lançado ao mar no segundo semestre de 2018.

Fonte: Marinha do Brasil

Matéria de emissora de TV que fala das verbas públicas que Itaguaí recebeu causa polêmica

Atual prefeito foi citado se defendeu acusou ex governador e citou deputado federal da cidade / Alexandre Valle se pronunciou sobre o tema

 

A emissora de TV SBT ( Sistema Brasileiro de Televisão ), no programa SBT Rio, exibiu uma matéria intitulada “O que deu errado em Itaguaí?” nesta quarta (22/03).  A matéria fala sobre os quase R$ 20 bilhões que a cidade recebeu em obras do Porto Sudeste, a construção de submarino nuclear na Ilha da Madeira e o enriquecimento de 550% do atual prefeito Charlinho (PMDB), de 2008 pra cá. A reportagem também aponta que na contramão da fortuna que a cidade recebeu, serviços básicos à população não são atendidos e sobre o possível envolvimento da cidade na corrupção do presidente da Odebrecht Eike Batista.

 

Itaguaí, virou alvo da operação Lava Jato, após delação de um dos executivos da Odebrecht. A polícia Federal, está investigando tais obras que foram realizadas pela empresa do hoje presidiário Eike Batista e na época do governo do também presidiário Sérgio Cabral.

 

Veja a matéria:

http://www.sbt.com.br/tv/rio/sbtrio/sbtvideos/categoria/0/62743f53db920db69fcc47b356935e1b/O-que-deu-errado-em-Itaguai-parte-1.html

 

 

Prefeito de Itaguaí se defende e acusa ex governador Anthony Garotinho de ser o mentor da matéria e cita deputado federal Alexandre Valle (PR)

 

Resposta do prefeito Charlinho (PMDB)

“A emissora que virou porta voz do ex-governador Chequinho-Garotinho, do mesmo partido, o PR, do candidato que derrotei à Prefeitura, começou uma campanha difamatória contra mim. O SBT Rio diz que a culpa pela decadência econômica da cidade é minha. Todos sabem que Itaguaí saiu dos trilhos depois que eu deixei o governo e por isso o povo foi às urnas pedindo a minha volta. Vejam as repostas que minha assessoria mandou ao SBT e que não foram ao ar na íntegra:

1) A decadência de Itaguaí, a qual a série de reportagens da emissora se refere, se deu a partir do ano em que ele deixou a prefeitura, em 2012. Nesse período, assumiram a administração o prefeito Luciano Mota, afastado em 2014 por denúncias de corrupção, e seu vice Wesley Pereira, que deixou a cidade em 31 de dezembro de 2016 com três meses salários de servidores atrasados e dívidas com fornecedores e prestadores de serviço da ordem de R$ 200 milhões. Desde que assumiu, Charlinho, cuja capacidade como gestor a população mostrou reconhecer, vem buscando arrumar a casa: os salários têm sido pagos em dia e os atrasados serão quitados até junho.
2) Nos oito anos em que Charlinho foi prefeito da cidade, entre 2005 e 2012, Itaguaí deu um salto econômico e social – tanto que Charlinho deixou o governo com mais de 80% de aprovação. Itaguaí ganhou vários prêmios na gestão de Charlinho como prefeito, como o de merenda escolar conferido pelo MEC em (2010, 2011 e 2012); melhor gestor em 2012 (Firjan) e prefeito empreendedor (Sebrae).
3) Charlinho vem de família rica, seu pai já era um bem sucedido empresário. Apesar disso, trabalha desde os 16 anos de idade na iniciativa privada. O crescimento patrimonial é fruto do seu trabalho exercido num período de prosperidade econômica do país como um todo, entre 2002 e 2014. Todo seu patrimônio está declarado em seus Impostos de Renda e ao TSE.
4) Ele nunca teve nenhuma relação comercial com a empresa Lytorânea cujos contatos com a prefeitura foram ganhos como previsto na Lei 8666.
5)- Não houve cessão de áreas públicas para empreendimentos da MMX em sua gestão.
6) A relação que ele tem com o presidente da Alerj é de amizade. As duas famílias são amigas.
7) Por considerar que as matérias pretendem claramente denegrir a sua imagem, sem correspondência com os fatos, o prefeito adianta que vai tomar as medidas judiciais cabíveis, caso se sinta pessoalmente ofendido.”

 

 

Deputado Federal Alexandre Valle (PR) se pronunciou no Grupo BOCA NO TROMBONE ITAGUAÍ no Facebook

Nota Oficial do Dep.Alexandre Valle

“Eu não tenho qualquer relacionamento, profissional ou de amizade, com funcionários do departamento de jornalismo do SBT, portanto, não tive responsabilidade sobre reportagem exibida nesta quarta-feira, no programa SBT Rio, no qual foram relatados os problemas de Itaguaí e denúncias relacionadas ao prefeito Charlinho.

Eu faço política com verdade e ética, por isso repudio que atribuam a mim responsabilidades que não são minhas.

Como único representante de Itaguaí na Câmara dos Deputados, eu venho atuando para Itaguaí receber recursos e investimentos, permitindo assim que a população tenha merecida qualidade de vida.

Comunico que tomarei as medidas cabíveis em casos de boatos, calúnias e difamações, e seguirei lutando em Brasília para que Itaguaí seja beneficiada com investimentos em todas as áreas porque nosso povo honesto e trabalhador está sempre em primeiro lugar.”

Alexandre Valle
Dep.Federal