Arquivo da tag: resultado

Veja o resultado oficial da eleição para conselheiro tutelar de Itaguaí

Conselheiros atuarão no mandato 2020/2023, sendo os 5 primeiros os titulares. Publicação sairá amanhã no Jornal Oficial do município de Itaguaí

EXCLUSIVO

O Conselho Municipal dos direitos da criança e do adolescente (CMDCA) de Itaguaí, que realizou a eleição para a escolha dos novos membros do Conselho Tutelar de Itaguaí, divulga o resultado oficial das eleições.

RESOLUÇÃO CMDCA Nº 037 08 DE OUTUBRO DE 2019.

O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE de Itaguaí, via Comissão Especial para Elaboração do Edital do Processo de Escolha dos Membros do Conselho Tutelar mandato 2020/2023, no uso das atribuições que lhe conferem:

RESOLVE:

ARTIGO 1º – Divulgar o resultado da votação eleitoral dos candidatos do Processo de Escolha Unificado dos Membros do Conselho Tutelar, mandato 2020/2023 que ocorreu no dia 06 de outubro de 2019 no município de Itaguaí;

ARTIGO 2º – A listagem seguirá por ordem do primeiro ao último colocado, a saber:

1º – Vanessa Teixeira de Almeida;

2º – Cintia Aparecida de S.S. Silva;

3º – Bárbara Adila de Ávila;

4º – Marcelo Ribeiro Praxedes;

5º – Jéssica A. de F. R. C. de Paula;

6º – Ana Carla R. de Sá Evangelista;

7º – Nilzete Regina S P. Assumpção;

8º – Sonia da Silveira Guimarães;

9º – Willian Silva da Conceição;

10º- Maria Helena de O. Paloquine;

11º- Ana Paula de Almeida Pereira;

12º- Rosana Cardoso Ferreira;

13º- Eliane Silva de Oliveira Lopes;

14º- Fernanda Duarte de Freitas;

15º- Maria Dilma Acioli de Souza;

16º- Elisângela Florêncio de Jesus;

ARTIGO 3º – Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

𝑵𝒆𝒍𝒖𝒄𝒊𝒂 𝑪𝒐𝒆𝒍𝒉𝒐 𝒅𝒂 𝑪𝒐𝒔𝒕𝒂 𝑺𝒊𝒍𝒗𝒂
𝑷𝒓𝒆𝒔𝒊𝒅𝒆𝒏𝒕𝒆 𝑪𝑴𝑫𝑪𝑨 𝒅𝒆 𝑰𝒕𝒂𝒈𝒖𝒂í

Os cinco primeiros já atuarão como conselheiros, tendo a suplência constituída pelos classificados da sexta à décima colocação conforme a ordem do resultado das eleições. Lembrando que ainda há riscos de impugnição em denúncias que ainda estão sendo verificadas pela justiça.

A publicação do resultado acontece amanhã no Jornal Oficial do município e os candidatos eleitos tomam posse em 10 de janeiro.

EDITAL

O blog Boca no Trombone Itaguaí zela por seu material de atuação e solicita que qualquer reprodução de seu conteúdo seja dado o seu devido crédito.

Anúncios

Chapa Dilma-Temer: TSE decide ouvir mais testemunhas e concede prazo maior

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira (4) ouvir novas testemunhas na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) 194358, que analisa pedido de cassação da chapa composta por Dilma Rousseff e Michel Temer, eleitos para a Presidência da República nas eleições de 2014. Também ficou decidido que o prazo para apresentações das alegações finais será de cinco dias após a oitiva das testemunhas. 

As medidas foram tomadas em duas questões de ordem analisadas antes do início do julgamento da ação, que tramita em conjunto com a Aije 154781, a Ação de Investigação de Mandato Eletivo (Aime) n° 761 e a Representação (RP) n° 846.

Em relação às testemunhas, o relator do caso e corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Herman Benjamin, levou para análise do Plenário os critérios adotados por ele para excluir o depoimento do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega no processo. Em seguida, o representante do Ministério Público Eleitoral, Nicolao Dino, defendeu que, no caso de inclusão do depoimento de Guido Mantega, outras três pessoas deveriam ser ouvidas, João Santana, Mônica Moura e André Luiz Santana, esses três últimos proprietários da agência de publicidade responsável pela campanha vitoriosa em 2014. Seu argumento é de que novas provas poderão ser incluídas, uma vez que essas três testemunhas celebraram acordo de colaboração premiada a ser homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A conclusão do Plenário foi no sentido de ouvir todas essas testemunhas. Ficou vencida a ministra Luciana Lóssio, que sugeriu ouvir também os presidentes dos partidos envolvidos na ação. Em relação a este ponto, a maioria entendeu que os partidos já foram ouvidos por escrito e não necessitam se manifestar novamente.

“Estamos reabrindo a fase de provas, pelo menos no que se refere ao depoimento de Guido Mantega, então que se ouçam todas as testemunhas para evitar novas postergações”, disse o ministro Henrique Neves.

Ampliação do prazo

Inicialmente, o prazo para as alegações finais concedido pelo relator era de 48 horas. A defesa de Dilma Rousseff alegou que, de acordo com a Constituição Federal e o art. 6° da Lei Complementar 64/1990, o rito procedimental da Aime, uma das ações em julgamento, determina o prazo de cinco dias para as alegações finais. E, por essa razão, o prazo maior deveria ser adotado.

Ao acolher a questão de ordem levantada, o relator afirmou que, monocraticamente, decidiria pelo prazo de dois dias já concedidos, em observância ao rito legal expresso da Aije, no art. 22, inciso X, da Lei Complementar 64. No entanto, ele reconheceu que qualquer discordância no colegiado ou mesmo eventual legítimo pedido de vista sobre esta questão de ordem – no caso, originalmente uma preliminar – pode acarretar atrasos desnecessários ao julgamento. “O bom senso recomenda que pragmaticamente eu me reposicione”, disse.

De acordo com Herman Benjamin, o principal fundamento para a concessão inicial do prazo de 48 horas para as alegações finais é de que a ex-relatora do processo, ministra Maria Thereza de Assis Moura, adotou expressamente o rito da Aije para as quatro ações conexas ao afastar o segredo de justiça.

“Afastamos o coração do rito da Aime na sua previsão constitucional e depois ao final dizemos: ‘agora vamos voltar a Aime para questão de prazo’. Para mim, esse é o fundamento principal. Não podemos imaginar que os ritos são como uma estante processual que vamos lá e pegamos o que queremos. Ou pegamos tudo ou não pegamos nada.”

Ele argumentou ainda que a Aije 194358 é a ação principal do processo, tendo assim atraído para a Corregedoria-Geral Eleitoral (CGE) a competência das demais. “A Aime só está tramitando na CGE porque o corregedor é o relator natural e obrigatório para Aijes. Do contrário, ela deveria estar tramitando para quem havia sido distribuída”, lembrou.

De acordo com ministro, o adiamento do enfrentamento, no mérito, dessas quatro demandas, acarretará inaceitável demora na conclusão do processo, “não se podendo peremptoriamente excluir, inclusive, a futura perda de objeto”.

“Estou convencido que não ocorrerá isso [a perda do objeto], mas nós não temos bola de cristal para prever o que vem depois. Discutir a concessão de três dias de prazo para alegações finais não é por certo motivo razoável para se alongar no tempo a conclusão desses processos, encerramento necessário até mesmo para não acirrar riscos políticos e sociais latentes, bem como para propiciar segurança jurídica, não só às partes envolvidas, mas principalmente à nação”, finalizou.

Para o relator, a eleição de 2014 será, no futuro, conhecida como a mais longa da história brasileira. “Fechamos as urnas e apuramos os votos, mas o resultado final permanece em discussão por via da judicialização”, disse, ao lembrar que o processo tramita há cerca de 30 meses, prazo que, para o ministro não é compatível com a razoável duração do processo, mas compreensível, diante da sua complexidade.

Após o voto do relator no que se refere à questão do prazo para alegações, foi aberta divergência no sentido de se conceder mais cinco dias para as alegações finais – em vez dos três dias adicionais propostos pelo ministro Herman Benjamin –, entendimento que prevaleceu.

Elogios ao trabalho do relator

Após a proclamação do resultado, o presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, elogiou o “belíssimo trabalho feito pelo eminente relator”. Segundo ele, uma missão extremamente difícil em que o corregedor-geral demonstrou “clarividência e a humildade de fazer eventuais ajustes, tendo em vista a marcha do processo, a necessidade de que o processo vá para frente e que não fique nesse permanente ritornelo”.

O presidente lembrou que o relator teve o cuidado de selecionar as questões de ordem que poderiam, de alguma forma, desarticular o bom encaminhamento do processo. “Nós sabemos de todo o trabalho difícil realizado. Sua excelência, inclusive, colocou isso à disposição de todos nós. Reconhecer, realmente, o seu empenho e cuidado para que este processo tivesse a celeridade devida.”, finalizou.

Com informações do Tribunal Superior Eleitoral

Educação de Seropédica adia data de resultado de Processo Seletivo

Divulgação deveria ocorrer hoje dia 09/03

A prefeitura de Seropédica através de sua secretaria de educação, divulgou hoje (09/03), uma retificação no edital 01/2017, que trata do Processo Seletivo educacional. A data para a divulgação do resultado seria hoje. No entanto, nessa retificação foi adiado para amanhã dia 10/03.

As vagas são para professores, merendeiras, inspetores e auxiliares de serviços gerais, totalizando 140 vagas. A secretaria de educação, atendeu os interessados nos dias 06 e 07 de março. O contrato temporário é de 3 meses podendo ser prorrogável por igual período.

CRONOGRAMA

VAGAS

 

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/02/24/secretaria-de-educacao-de-seropedica-abre-processo-seletivo-com-pouca-transparencia/

Município de Itaguaí despenca no IDEB e educação é a mais fraca dos últimos anos

Resultado da 8ª série /9° ano foi uma catástrofe

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), divulgou no último dia 05, o resultado do IDEB nacional. O município de Itaguaí ficou abaixo dos índices de projeção em 2015. Os alunos do 5° ano, tiveram o IDEB de 4,6, abaixo da projeção para o ano de 2015 que era de 4,7. Já o 9° ano foi bem pior, com 3,6 sendo que a projeção era de 4,2. Para se ter uma ideia, das 35 escolas que realizaram as provas para o 5° do ensino fundamental, apenas 12 conseguiram ficar acima ou na meta de projeção estipulada. Já para o 9° ano, das 23 escolas, somente 4 tiverem êxito.

 

Veja as tabelas:

Município de Itaguaí 5º ANO

4ª série / 5º ano

4ª série / 5º ano

Município de Itaguaí 9º ANO

slide2

ESCOLAS 5º ANO

slide4

slide5

ESCOLAS 9º ANO

slide3

Já a nível Brasil, os piores resultados foram do ensino médio, o que já era ruim, conseguiu piorar. Um dado apenas já dá o tom da catástrofe: a matemática no ensino médio obteve o pior resultado desde 2005. Não avançou um décimo. Ao contrário, retrocedeu. Na última avaliação, referente a 2013, apenas 9% dos alunos apresentavam aprendizado considerado adequado na disciplina, número que junta as escolas públicas às privadas. Segundo os números de hoje, o porcentual é menor, entre 8% e 9%. Em 1999, eram mais: 12%. Já em português, houve leve melhora, considerada insignificante do ponto de vista estatístico. Vista ao longo do tempo, inclusive, a média caiu: em 2009 chegou a ser melhor.

slide6

Os resultados são obtidos através de provas realizadas para os alunos do 5° e 9° ano do ensino fundamental a cada dois anos no caso do município de Itaguaí e do ensino primário, fundamental e médio  em todo território nacional das escolas públicas e privadas. As avaliações ocorrem desde 2005 sempre de dois em dois anos.

 

LINK para consulta:

http://ideb.inep.gov.br/resultado/

Prefeitura de Itaguaí modifica data de resultado do processo seletivo

Nota

A Prefeitura de Itaguaí, por meio da Comissão Especial para organização do processo seletivo simplificado da Educação, informa que, devido ao grande número de inscritos, a divulgação do resultado final que seria na segunda-feira (4/4) será realizada na quinta-feira (7/4), conforme documento de retificação.

Slide1

O processo seletivo simplificado visa o preenchimento de 230 vagas para auxiliar de creche, cozinheiro e professores. A contratação tem validade de nove meses podendo ser prorrogado.

Para exercer os cargos é necessário ter mais de 18 anos de idade, possuir reconhecida idoneidade moral, além de possuir habilidade para estabelecer relações interpessoais, trabalhar em equipe e atuar em grupo. Quanto à escolaridade, para as vagas de cozinheiro é necessário o nível fundamental completo, já para auxiliar de creche é preciso ter completado o nível médio. Ainda há oportunidades para professor para Educação Infantil, de Geografia, Ciências Físicas e Biológicas, História e Matemática, que exigem o nível superior completo. Os salários variam de R$1.012,68 (cozinheiro) a R$1.428,54 (professor com carga horária de 16 horas semanais).

 

 

Eleições diretas para diretores teve a participação de mais de 10 mil votantes

Confira a relação dos diretores gerais e adjuntos  eleitos

Gestão participativa e democrática é um dos lemas do governo Weslei Pereira

O caminho da gestão participativa na educação em Itaguaí começou a ser traçado nos últimos dias pelo prefeito Weslei Pereira. Primeiro, a escolha do cardápio escolar por parte dos alunos e agora com eleição para diretores gerais e adjuntos que terminou na quarta-feira (2/12) em 53 unidades da rede municipal de ensino de Itaguaí. Nas unidades sem ensino noturno a apuração começou às 17h30 e as de horários noturnos, às 21h. Até o momento, já foram contabilizados 10.879 votos.De acordo com o presidente do Comitê de Execução do Processo Seletivo da Eleição, Rodrigo Franklin, a apuração começou imediatamente após o encerramento do pleito. A contagem dos votos, nas unidades, foi acompanhada por uma comissão e por um fiscal da Secretaria de Educação e Cultura.Responsável pela implantação do processo de gestão democrática na rede, o prefeito exaltou a participação da comunidade escolar na escolha dos diretores.Itaguaí está fazendo história, pois consolida a participação da comunidade escolar na indicação direta de seus representantes, mobilizando vários segmentos em prol da melhoria do ensino público – disse Weslei.Já para a secretária de Educação e Cultura, Mara Lúcia Silva, a eleição permitiu encontrar caminhos para a educação na própria educação. Segundo ela, quem vive o dia-a-dia escolar tem essa prerrogativa.Para realizar a votação, cerca de 150 urnas foram instaladas nas unidades escolares. Elas foram cedidas gratuitamente pelo Sindicato Estadual dos Professores de Educação (SEPE), que contribuiu no processo eleitoral de Itaguaí. Com o fim da eleição, em que votaram alunos com no mínimo 12 anos ou no 6º ano em diante, o responsável legal por aluno cadastrado e profissionais lotados nas escolas detentores de matrícula, os votos foram contabilizados e a Secretaria de Educação já apresentou os resultados parciais.Segundo o Comitê de Execução do Processo Seletivo da Eleição, mais de 10 mil eleitores exerceram o direito ao voto. Poder de escolha que renova as estruturas das administrações escolares como também permite que o funcionário ascenda na sua função.Após passar por um processo de capacitação em Gestão Escolar, os diretores gerais e adjuntos eleitos tomam posse no dia 4 janeiro de 2016.

Slide2

Slide3

Slide4

Slide5

Slide6

Slide7

Slide8

Confira a relação dos diretores gerais e adjuntos eleitos em PDF : http://itaguai.rj.gov.br/anexosnoticias/RESULTADO-DA-ELEICAO-DE-DIRETORES.pdf

Fonte: Prefeitura de Itaguaí

Opinião

Muitos erros foram cometidos na elaboração destas eleições. Esperamos que na próxima haja mais tempo para que não existam dúvidas sobre todo o processo e o edital não deixe margem para qualquer questionamento, pois assim haverá de fato uma democracia mais incontroversa.

SUGESTÃO PARA O PRÓXIMO PLEITO

ELEITORES:

 

A divisão mais justa deveria ser esta

A divisão mais justa deveria ser esta

COMISSÃO ESCOLAR ELEITORAL :

COMPOSTA POR SERVIDORES DE ESCOLAS, NO ENTANTO DARIA MAIS TRANSPARÊNCIA SE NÃO FOSSE NA ESCOLA DE ORIGEM. CADA COMISSÃO DE SERVIDORES DA ESCOLA “A”, FISCALIZARIAM AS ELEIÇÕES NA ESCOLA “B”,  E VICE VERSA POR EXEMPLO.

CANDIDATOS:

ELES DEVEM TER O DIREITO DE VOTAREM  EM SI E NÃO SOMENTE AQUELES QUE SÃO LOTADOS NA UNIDADE QUE CONCORREM. POIS ASSIM COMEÇAMOS O PLEITO COM CHANCES IGUAIS. NESTA ÚLTIMA ELEIÇÃO POR EXEMPLO, O CANDIDATO LOTADO NA ESCOLA QUE TRABALHA PODIA VOTAR EM SI, JÁ O QUE NÃO TRABALHA  NÃO TEVE O MESMO DIREITO. AÍ VEM A PERGUNTA: ONDE ESTÁ A DEMOCRACIA NISSO?

COMITÊ ELEITORAL:

O Comitê Eleitoral tem o direito de ajudar na elaboração do edital. Isso não ocorreu nesta última eleição, já que o comitê foi formado com um edital cheio de falhas já pronto.

Enquete revela a intenção de eleitores para as eleições de Conselheiro Tutelar em Itaguaí, veja o resultado

Realizamos uma enquete nesta última semana que antecede as eleições para o Conselho Tutelar em Itaguaí e perguntamos em quem as pessoas votariam.

Veja os resultados:

19 – MARCELO PRAXEDES  37.8% 

41- PASTORA VIVIANE GARRAT  20.57% 

31- FABINHO TACIANO  10.05% 

06 – PROFESSOR ADRIANO  8.13% 

04 – BÁRBARA ÁVILA (BABI)  4.78% 

07- SIDNEY PERRIER  3.35% 

35- MARIA JOSÉ DESBRAVADORA  3.35% 

26- PROFESSORA VANIA  1.91% 

42- SILVANI SUZANO BARBOSA MOURA  1.91% 

34- CARLOS DELGADO  1.44% 

03- SILENE DA SAÚDE  0.96% 

14- PASTOR JOÃO  0.96% 

10- TUNINHO DO FÓRUM  0.48% 

11- DRª ANA CLÁUDIA PEREIRA  0.48% 

12- CLAUDINHO GARÇOM  0.48% 

15- INSPETORA ELIANE  0.48% 

23- PROFESSORA PAULINA  0.48% 

32- MARYNILZA DIAS CARNEIRO  0.48% 

36- ANA CARLA EVANGELISTA  0.48% 

39- WASHINGTON LUIS KIRK  0.48% 

40- ROSANA FERREIRA  0.48% 

43- SUELEN CARVALHO DOS REIS  0.47% 

Os candidatos aqui não mencionados não receberam votos. Essa é apenas uma pesquisa e que não interfere no resultado oficial das eleições que ocorrem no próximo dia 04 de outubro. Votaram 850 pessoas de 26 de setembro a 02 de outubro.

WEWE

Confira a lista dos locais de votação:

CIEP 300 Munic. Pref. Vicente Cicarino

CIEP 496 Munic. Maestro Francisco Mignone

E.M. Antônio Tupinambá

E.M. Padre Rafael Scarfó

E.M. Elmo Batista Coelho

E.M. Vereador Américo Rodrigues de Amorim

E.M. Profa Maria Guilhermina de Souza Freire

E.M. Fusao Fukamati

E.M. Coronel Alziro Santiago

E.M. Amauri Ferreira

E.M. das Acacias

E.M. Jorge Abraao

E.M. Severino Salustiano de Farias

Piranema Atlético Clube

As eleições ocorrem no domingo das 8h às 17h e serão eleitos 5 conselheiros mais 5 suplentes.