Arquivo da tag: novos

Detran libera vistoria de veículos com até cinco anos de fabricação

Medida valerá a partir de janeiro de 2018, junto com outros projetos contra burocracia e corrupção no órgão

A partir de janeiro de 2018, veículos com até cinco anos de fabricação não serão mais obrigados a passar pela vistoria anual do Departamento de Trânsito do Rio (Detran-RJ). Também em janeiro, ou mais tardar fevereiro, o combate à corrupção no órgão vai ser intensificado: todos os postos da autarquia terão monitoramento de câmeras em tempo real, a equipe de corregedoria salta de três para 57 agentes e serão realizadas blitz de surpresa nos postos de vistoria para coibir os desvios de conduta. Até o final do ano que vem, mais oito unidades de serviços serão inauguradas em cidades que não contam com postos do órgão.

O Detran quer deixar para trás a fama de corrupto e ineficiente. As medidas, anunciadas pelo presidente do órgão, Vinicius Farah, integram uma série de projetos concebidos para desburocratizar os serviços e enfrentar o mais enraizado dos problemas: a corrupção. “Não estou tapando o sol com a peneira. A corrupção existe e a gente está criando ferramentas para inibir e punir”, garantiu Farah, que em seis meses à frente do Detran, já demitiu 90 pessoas por desvios de conduta.

“Assumi o Detran tem seis meses e meio, justamente com a missão de encurtar o caminho entre o órgão público e o dia a dia do cidadão. O Detran é um órgão que está diretamente ligado à vida de 16 milhões de pessoas, por uma característica muito clara: é o único do país que abrange o serviço de identificação civil. Nos outros estados, normalmente, é a polícia que faz isso”, argumentou o Vinicius.

Tão logo sentou na cadeira de presidente, ele e sua equipe identificaram as vulnerabilidades do órgão e as demandas que, ao longo do tempo, foram se acumulando. “Não demorou muito tempo para enxergarmos o óbvio: o Detran que deveria ser um órgão facilitador, tinha uma série de barreiras e ferramentas que dificultavam essa entrega de serviço”. Com o diagnóstico em mãos, Farah partiu para a ação. Surge, então, o primeiro, e um dos mais celebrados programas, o Detran Presente. “Esse projeto inverte a ordem natural das coisas. O cidadão levava de 10 a 15 dias para conseguir fazer o agendamento. Depois esperava de 30 a 40 dias para receber o serviço. Isso, sem contar com as reclamações de como eram atendidos. Era o maior absurdo que já vi: o cidadão quer pagar e não consegue porque não consegue agendar. O órgão que sobrevive da receita do cidadão atrapalhava quem queria pagar!”, disse, estarrecido, o presidente da autarquia.

Segundo ele, o Detran Presente leva o órgão até as pessoas. “Todo sábado, o Detran Presente visita uma cidade ou região, com mais de 150 profissionais, com toda a estrutura do órgão, de 9h às 16h”, explicou Farah. Ele garante que o Detran Presente resolve dois problemas que emperravam o órgão. “Primeiro, a gente entrega o serviço, que é o grande desejo do cidadão; e também elimina os atravessadores, que aproveitavam a burocracia do órgão para vender facilidades. E ainda melhora a receita do órgão”, garantiu. O projeto deu tão certo que foram criadas edições especiais do projeto. Amanhã, por exemplo, tem Detran Presente exclusivo para motofretistas, no posto da Barra da Tijuca.

Na luta contra os brigões no futebol

O Detran vai auxiliar a Polícia e a Justiça a combater os torcedores brigões. Segundo o presidente do Detran, Vinícius Farah, o órgão vai utilizar uma tecnologia de leitura facial, que já possui, para identificar, na multidão, membros de torcida organizada proibidos de frequentar os estádios.

”Vamos criar uma espécie de lista negra. Quem estiver nela e tentar entrar no jogo vai ser barrado na roleta. O programa é tão preciso que se o cara estiver de boné ou um falso bigode, ele consegue identificar”, afirmou Farah. O projeto está sofrendo ajustes e deve começar a operar em meados do ano que vem. Segundo Farah, a lista negra vai ser inserida no banco de dados do Detran.”Para não ter que checar todo mundo dentro do estádio, coisa de 70 mil pessoas, o programa identifica aqueles selecionados e lança um alerta ao pessoal da entrada do estádio”

Centro médico e refeitório

As boas novas do Detran não se limitam ao público. Segundo o presidente Vinícius Farah, os colaboradores da autarquia também foram lembrados. “Estamos fazendo um centro médico e odontológico para os funcionários do Detran, dentro do prédio. Também teremos um novo refeitório, para que as pessoas tenham mais conforto, além de oferecer cursos de qualificação”, adiantou. O presidente disse ainda que está revisando os métodos de meritocracia para os funcionários.

Matéria do jornal O Dia

Novos uniformes começam a ser distribuídos nas escolas de Itaguaí

Confecção própria faz valor ficar três vezes menor com relação à última compra

Escola Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato, no bairro Monte Serrat, foi a primeira unidade de ensino da Prefeitura de Itaguaí a receber nesta quarta-feira (1/6), o novo uniforme de um total de 62 escolas. De acordo com a Secretaria de Educação, os uniformes tiveram um custo de R$ 980 mil, valor muito abaixo dos R$ 3 milhões gastos em gestões anteriores.

Ao todo, 21.562 alunos irão receber os uniformes na cor verde, que incluem camisa polo, camiseta, bermuda, calça, casaco com capuz e um par de tênis para os meninos. As meninas recebem os mesmo itens, com exceção da bermuda que é substituída pelo short-saia. O kit para educação infantil é composto por cinco macacões, uma camisa polo, uma camiseta, bermuda e tênis. A redução em cerca de um terço do valor do uniforme só foi possível porque a própria Prefeitura confeccionou as vestimentas.

image

A decisão de fazer o próprio uniforme, segundo o prefeito Weslei Pereira, permitiu uma grande economia aos cofres públicos, bem como a qualidade do produto.

– É um material de qualidade feito pela Casa de Costura, órgão ligado à Secretaria de Administração, que produziu os uniformes por um valor três vezes abaixo da última aquisição feita pela Prefeitura, permitindo usar melhor os recursos públicos – explica Weslei.

Na Escola Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato, a diretora Andrea Gomes Fajardo Ribeiro, recebeu os primeiros kits distribuídos na rede. Coube à pequena Beatriz Silva Mendes Cordeiro, de cinco anos, vestir o novo uniforme. A mãe da aluna elogiou o kit entregue na escola, que possui 193 alunos com idade de quatro a cinco anos incompletos.

– Lindo o uniforme. De todos que eu vi é o mais bonito, muito bem acabado e de bom gosto – disse Albana da Conceição Silva, de 38 anos, moradora do bairro Estrela do Céu.

Nesta quarta-feira (1/6), a secretária de Educação, Mara Lúcia Soares, apresentou os novos uniformes, que começam a ser distribuídos na rede de ensino. Ela disse que foi feito um organograma para a expedição do material.

– Neste primeiro momento, dez escolas serão contempladas. O kit, que foi feito sob medida, e será entregue ao responsável que disponibilizará ao aluno para usá-lo em sala de aula – ressalta a secretária de Educação.

Mara Lúcia também lembrou da entrega feita em abril deste ano dos kits escolares a mais de 21 mil alunos da rede de ensino, que receberam cadernos de desenho, lápis, borracha, apontador, lápis de cor, canetinhas coloridas, régua, transferidor, esquadro, entre outros itens, fazendo uma grande economia.

– Com a adesão que fizemos junto ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), conseguimos reduzir os custos de R$ 2,6 milhões feitos por governos anteriores para R$ 455 mil na gestão Weslei Pereira – destaca Mara.

As primeiras escolas que receberão os uniformes:

– Escola Municipal Padre Rafael Scarfó

– Escola Municipal Santa Rosa

-Creche Municipal Rita Ferreira Feijó

-CIEP 300 Municipalizado Prefeito Vicente Cicarino

-Escola Municipal Infantil Jardim América

– Creche Municipal Jardim Mar

– Escola Municipal Prefeito Abeilard Goulart de Souza

– Escola Municipal Carmem Menezes Direito

– Escola Municipal Alexandre Ignácio

Fotos Alexandra Pavan
Fonte:Prefeitura de Itaguaí

Vale lembrar que em maio deste ano
foi encontrado num galpão foram encontrados cadernos, pastas, canetas, uniformes numa quantidade que daria para abastecer a rede municipal, com mais de 20 mil alunos, durante um ano. A Prefeitura soube do desvio por meio de uma denúncia via Facebook e acionou a polícia. Uma empresa privada comprovou ser proprietária do material encontrado e as investigações estão em curso.