Arquivo da tag: Nota

Polícia emite nota de esclarecimento sobre violência e mortes em Itaguaí

O Conselho Comunitário de Segurança Pública de Itaguaí retransmitiu uma nota da polícia militar com esclarecimentos sobre os atos de violência que estão ocorrendo na cidade.

Leia na íntegra

#Nota #De #Esclarecimento

O Senhor Comandante do 24°BPM Tenente Coronel BRANDÃO nos enviou uma nota para retransmitir a população de Itaguaí através da Página do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Itaguaí.

Palavras do Senhor Comandante.

Sras e Srs, boa tarde.

Desde ontem, após nossa intervenção no Parque Primavera, onde uma “Liderança” do TCP/Carvão foi neutralizada, tivemos veículos incendiados por traficantes com objetivo de forçar a nossa saída daquela região, considerando que naquela ocasião, outros criminosos estavam cercados. Após análise da Inteligência, ocupamos o Carvão, de onde se originaram os ataques ao Parque Primavera.
Quanto aos homicídios desta manhã, não temos informação concreta, mas estamos com equipes nas ruas com o objetivo de colher informações para repassar a 50ª DP e DHBF. Foi divulgado pelo Dr Fernando Veloso – comentarista de segurança da Rede Globo – que há uma linha de investigação no sentido de que traficantes estariam cobrando “taxas”, para que veículos do transporte alternativo, circulem pelas Comunidades.
Policiamento na região está reforçado.

Obrigado pelo apoio.
Tc Brandão.

Respeitosamente

Alexandro Andrade
PRESIDENTE
CCSPI-AISP24″

Anúncios

Prefeitura de Piraí dá bom exemplo de compreensão por sexta de greve geral

A prefeitura de Piraí – RJ, através do prefeito Luiz Antonio da Silva Neves (PDT), emitiu nota na última quinta – feira 27, onde mostrou apoio ao movimento de paralisações por todo país, contra as reformas trabalhista e da previdência. Na nota, a prefeitura reconheceu o ato de sexta ser um movimento legitimo e organizado. Os servidores públicos da cidade, tem diálogo com o prefeito e prometeram repor esse dia letivo nas escolas.

A Prefeitura de Piraí ressaltou que tem como um dos pilares de sua administração a Democracia e a Transparência, portanto respeita a decisão dos servidores tanto da Educação quanto de outras áreas que já manifestaram sua participação no ato.

 

 

Leia a nota na integra:

 

“Nota Oficial

A Prefeitura Municipal de Piraí informa que, devido à paralisação nacional denominada Greve Geral, os professores e demais profissionais da Educação, através de um movimento organizado, decidiu em sua maioria paralisar as atividades na data de amanhã. Os profissionais assumiram o compromisso de repor o dia letivo durante o ano. Com isso, não haverá aula na rede municipal de ensino nesta sexta-feira (28/04).

A Prefeitura de Piraí ressalta que tem como um dos pilares de sua administração a Democracia e a Transparência, portanto respeita a decisão dos servidores tanto da Educação quanto de outras áreas que já manifestaram sua participação no ato.”

https://www.facebook.com/prefeituradepirairj/posts/1495319833872838

 Site:  https://www.pirai.rj.gov.br/

Parabéns ao governo, neste mundo só o dialogo constrói um futuro promissor e honesto.

 

 

Greve geral é legítima, diz Ministério Público do Trabalho

MPT divulga nota sobre a greve geral

Instituição destaca que paralisação é um direito fundamental assegurado pela Constituição e por Tratados Internacionais de Direitos Humanos ratificados pelo Brasil

 

O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou nesta quarta-feira (26) nota pública sobre a greve geral marcada para a próxima sexta-feira (28).

Confira a íntegra da nota 
NOTA PÚBLICA
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO,  considerando a Greve Geral  anunciada para o dia 28.04.2017, vem a público:

I – DESTACAR que a Greve é um direito fundamental assegurado pela Constituição Federal, bem como por Tratados Internacionais de Direitos Humanos ratificados pelo Brasil, “competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender” ( art. 9º da CF/88);

II – ENFATIZAR a legitimidade dos interesses que se pretende defender por meio da anunciada Greve Geral como movimento justo e adequado de resistência dos trabalhadores às reformas trabalhista e previdenciária, em trâmite açodado no Congresso Nacional, diante da ausência de consulta efetiva aos representantes dos trabalhadores (Convenção OIT n. 144);

III –  REAFIRMAR a posição institucional do Ministério Público do Trabalho – MPT contra as  medidas de retirada e enfraquecimento de direitos fundamentais dos trabalhadores contidas no Projeto de Lei que trata da denominada  “Reforma Trabalhista”, que violam gravemente a Constituição Federal de 1988 e Convenções Fundamentais da Organização Internacional do Trabalho;

IV –  RESSALTAR o compromisso institucional do MPT com a defesa dos Direitos Sociais e com a construção de uma sociedade livre, justa, solidária e menos desigual.
RONALDO CURADO FLEURY
Procurador-Geral do Trabalho

 

Confira a nota em PDF CLIQUE AQUI

 

 

Prefeitura de Itaguaí emite nota sobre decisão judicial que negou recurso impetrado pelo governo

Decisão judicial relata o recolhimento das folhas salariais de todo o funcionalismo para averiguação da justiça

A prefeitura de Itaguaí emitiu uma nota à imprensa hoje (14/02), sobre o processo judicial impetrado pelo Ministério Público, referente ao pagamento de salários atrasados dos servidores da cidade e que teve o recurso do governo negado pelo Juiz Adolfo Vladimir Silva da Rocha, da 1° vara civil da Comarca de Itaguaí.

 

Nota da Prefeitura de Itaguaí

“Em relação à decisão judicial da 1ª Vara Civil de Itaguaí, a Prefeitura de Itaguaí esclarece que sempre foi prioridade da atual gestão a regularização do pagamento dos salários do funcionalismo municipal e o reequilíbrio das finanças. E isso vem sendo feito à medida que entram recursos. A atual gestão herdou uma dívida de R$ 250 milhões da administração anterior e está reorganizando a questão financeira e administrativa por meio de medidas de austeridade. O que já possibilitou o anúncio do calendário de pagamento do primeiro trimestre, incluindo os atrasados de novembro não cumpridos pela gestão passada. A Prefeitura já está recorrendo da decisão.”

 

Entenda:

Em 07 de dezembro, ainda no mandato do ex prefeito Weslei Pereira (PSB), a justiça deu um prazo de 48 horas para que o governo pagasse os salários atrasados de todos os servidores. Além do salário de novembro, a justiça determinou que o décimo terceiro salário também deveria ser pago neste tempo determinado, obedecendo o artigo 42 da Lei Orgânica do município, que obriga que os vencimentos mensais de todo funcionalismo seja pago até o 5° dia útil do mês subsequente.. Caso não cumprisse a decisão, o ex prefeito Weslei Pereira e a prefeitura, deveriam pagar uma multa diária, no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais). Diante do processo em primeira instância, o governo recorreu ainda em dezembro de 2016 e teve negado seu recurso agora em 07 de fevereiro. Na semana passada, o novo governo de Carlo Busatto Júnior o Charlinho( PMDB), pagou o salário referente a novembro. No entanto, ainda há valores pendentes a serem quitados. Com isso, as folhas salariais de todo o funcionalismo serão apreendidas para averiguação da justiça. O Juiz Adolfo Vladimir Silva da Rocha, da 1° vara civil da Comarca de Itaguaí, responsável pela decisão, classificou como “inusitada” a decretação do atual prefeito de calamidade financeira do município. Segundo ele, não houve uma demonstração de forma convincente em relação aos critérios que o levaram a anunciar a alegada dívida em aberto de R$235 milhões.

 

Veja mais sobre o caso:

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/02/13/prefeitura-de-itaguai-tem-recurso-negado-e-justica-determina-busca-e-apreensao-de-folhas-salariais-de-servidores/

Conselho do Instituto de Previdência de Itaguaí, emite nota onde garante não ter emprestado dinheiro para a prefeitura

No entanto em nota, conselho não explica se a prefeitura tem deixado ou não de repassar verba dos servidores

Em nota, instituto alega que não emprestou dinheiro para a prefeitura e que os pensionistas e aposentados tem recebido em dia. Consultamos alguns aposentados e pensionistas, e os pensionistas testemunharam que estão com as pensões em atraso. Além deles, os servidores públicos de Itaguaí, que estão em greve, não estão tendo repassados a sua contribuição mensal para o instituto de previdência, algo dito em assembleia dos funcionários da educação.http://www.4shared.com/web/embed/audio/file/CzOEPC8yce?type=NORMAL&widgetWidth=530&showArtwork=true&playlistHeight=0&widgetRid=291035862784

Todos os meses quando recebem seus vencimentos, todos os servidores efetivos da cidade, tem de forma obrigatória um desconto de 11% de seus salários repassados para a previdência privada da cidade (Itaprevi). No entanto, a prefeitura tem descontado esses 11%, mas não tem repassado ao, ficando assim, com o dinheiro. Além deste repasse, a prefeitura tem descontado os empréstimos de servidores juntos aos bancos e descontado em folha e também não tem repassado as verbas para os bancos, ocasionando o registro do nomes de muitos funcionários, no Serviço de Proteção ao Crédito(SPC). Planos de saúde descontados em folha, também tem ocorrido o mesmo. Alguns servidores, estão abrindo processos, para ter os extratos da conta da Itaprevi. Para realizar tal procedimento, basta apresentar os contracheques ao abrir o processo. Uma ajuda jurídica é fundamental nesse caso.

Servidores de Seropédica ficam sem salários

Prefeitura emite nota e promete pagar dia 12

A crise tem sido o termo usado por algumas prefeituras para atrasar a obrigação de pagar seus servidores que trabalham de forma integral e devem receber seus direitos da mesma forma. Além do Estado do Rio de Janeiro, os servidores de Itaguaí também tem sofrido desse mal. Weslei Pereira ainda não pagou o 13º salário da grande maioria dos servidores, violando a Lei Orgânica da cidade e tem dividido a categoria na hora de pagar os salários. Já em Seropédica, os salários que deveriam ser pagos na última sexta, dia 05, só vai ser quitado dia 12 segundo nota emitida pela prefeitura. Além do salário, servidores contratados alegam não ter recebido ainda a primeira parcela do 13º salário.

sero 1

O motivo segundo o governo, é a queda na arrecadação. Tal comunicado foi bem tardio, a ação do governo do prefeito de Seropédica Alcir Martinazzo, pegou logicamente o funcionalismo de surpresa, afinal contas não esperam e um comunicado prévio ajudaria muito. No entanto, os servidores não vão se calar e farão protesto na próxima quarta dia 10 às 09 horas em frente a prefeitura da cidade.

sero 3

Conheça as leis que abrangem os servidores da cidade:

Leia a lei Orgânica de Seropédica

https://bocanotromboneitaguai.files.wordpress.com/2015/08/lei-organica-1-1997-seropedica-rj.pdf

Estatuto dos Servidores de Seropédica

https://bocanotromboneitaguai.files.wordpress.com/2015/08/lei-ordinaria-consolidada-11-1997-seropedica-rj-19-05-2015.pdf

 

Prefeitura de Itaguaí garante pagamento de servidores até o fim do dia de hoje

Através de nota, a prefeitura municipal de Itaguaí garantiu que será pago os salários dos servidores que ainda não receberam ainda nesta segunda 08. Segundo a nota, o atraso foi devido a problemas no processamento do governo com o banco conveniado. O curioso é que segundo informações apenas os servidores da saúde e educação receberam o pagamento de acordo com a data de pagamentos da prefeitura que é todo dia 5.

Veja a nota

IMG-20160808-WA0005

servidor

Após ter seus salários não pagos,  servidores da Assistência foram à prefeitura cobrar explicações do prefeito Weslei Pereira e votaram por greve por tempo indeterminado se salário não fosse pago hoje. A nota divulgada pelo governo, só foi emitida quando os funcionários já se encontravam no prédio do governo.

O desgaste popular do atual prefeito Weslei Pereira é nítido e que parece funcionar e agir apenas com forte pressão.

No final da tarde todo o funcionalismo recebeu seus vencimentos.