Arquivo da tag: Mangaratiba

Polícia identifica suspeito de ter cometido chacina em Mangaratiba

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que Robson Barbosa dos Reis, o Robinho, de 35 anos, é o principal suspeito pelas mortes de seis pessoas, na madrugada de terça (3), em Mangaratiba, na região metropolitana do Rio. O Portal dos Procurados do Disque Denúncia divulgou cartaz com recompensa de R$ 1 mil por informações que levem a captura de Robinho.

Na chacina, os criminosos só pouparam um bebê de sete meses. As vítimas, que seriam da mesma família e com idades variando entre 16 e 37 anos, foram assassinadas dentro de casa no bairro Parque Bela Vista. Uma adolescente de 15 anos, que não estava na casa, também escapou de ser assassinada pelo grupo. O alvo da chacina seria Bruno Souza dos Santos, de 19 anos, uma das vítimas. Os outros teriam sido mortos por “queima de arquivo”.

De acordo com a Polícia Civil, os mortos foram identificados como Bruno de Souza dos Santos, mais conhecido como Índio, de 19 anos; Michele Nunes da Silva, de 37; Rayane Nunes da Silva Garcia, de 22; Rafael da Silva da Motta, de 18; Jonathan Nunes Muniz, de 16; e Claudemir Pinto Francelino, de 33.

Crime de traficantes

Para a polícia, a hipótese mais provável é que o crime tenha sido praticado por traficantes. Segundo o delegado Rodrigo Coelho, a motivação seria o fato de Bruno estar vendendo drogas de forma independente, sem prestar contas para o chefe do tráfico local. A polícia ainda informou que a ficha criminal de Bruno tinha, entre outros crimes, indiciamento por tráfico de drogas e porte de armas.

Robinho apresenta diversos indiciamentos por tráfico de drogas e corrupção ativa. Segundo o delegado da 165ª Delegacia Policial (Mangaratiba), Anderson Ribeiro Pinto, Robinho tem um mandado de prisão pelo crime de associação para a produção e tráfico, expedido pela Vara Única da Comarca de Mangaratiba.

Quem tiver qualquer informação sobre a localização do suspeito, pode denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Agência Brasil

Anúncios

Secretaria de educação de Mangaratiba suspende atividades para próxima semana

Respeito e bom senso – A gestão se preocupou com os estudantes e servidores que correriam o risco de ficarem à pé durante locomoção até as unidades de ensino

A Secretaria Municipal de Educação de Mangaratiba, suspendeu as atividades para os dias 28,29 e 30 de maio. Em virtude da greve dos caminhoneiros,vários gêneros alimentícios já estão em falta nas unidades de ensino do município.

Preocupados com a falta de transporte oferecidos aos estudantes e aos seus servidores, o governo decidiu suspender as atividades para a próxima semana. Tendo como ponto principal o bom senso e o respeito as pessoas, essa foi a melhor solução para que não houvesse riscos a saúde e a segurança de alunos e trabalhadores.

Cabe lembrar que o município de Mangaratiba não vem sofrendo com falta de merenda escolar, até pelo contrário. Mesmo assim, o bem estar de seus servidores e alunos foi o primeiro ponto para que tais medidas fossem adotadas.

As aulas serão repostas num futuro próximo para que não haja prejuízo ao calendário escolar.

Corpo de desaparecida é encontrado após desastre em Mangaratiba

Flávia foi encontrada no final da manhã desta terça-feira

O corpo de Flávia Lima de 27 anos, que estava desaparecida após a tragédia ocorrida na última sexta-feira (6), com o desabamento do trecho da Estrada São João Marcos (RJ- 149) na Serra do Piloto em Mangaratiba, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros no final desta manhã de terça – feira.

Flávia e seu namorado haviam sido tragados pela cratera na hora do desabamento, mas apenas seu namorado conseguiu sair.

 

O prefeito da cidade Aarão de Moura Brito Neto, prestou suas condolências e disponibilizou junto a Secretaria de Saúde uma equipe de psicólogos para dar todo suporte à família da vítima.

 


Ações

Mais cedo, o prefeito e seus secretários de diversas pastas da cidade subiram a Serra do Piloto e reuniram-se em audiência pública com cerca de 100 representantes da comunidade local para definir as próximas ações relativas ao deslizamento. Os estragos foram causados pelas fortes chuvas que atingiram o município na madrugada da última sexta-feira (6). O deputado federal Julio Lopes e José Essiomar Gomes, Superintendente Federal de Agricultura, Pesca e Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro também estiveram presentes.

Para o Prefeito esse é um momento de união para solucionar os transtornos. “Estamos aqui, tristes pelo que aconteceu e eu precisava estar perto das pessoas neste momento, para dar meu apoio incondicional e prestar contas de tudo o que estamos fazendo, ouvi-las e dar respostas”, disse.

 

O chefe do poder executivo, esclareceu que por ser uma rodovia de responsabilidade do governo estadual, através do DER, além de ser patrimônio histórico (fiscalizada pelo Iphan), a Prefeitura fica impedida de realizar qualquer obra. “Vamos em caráter de urgência levar os anseios e necessidades da comunidade para os órgãos competentes e o governador. Temos que dar uma resposta rápida, pois as pessoas não podem ficar sem seu direito de ir e vir. Vamos a todos os órgãos com uma comitiva de moradores para que o caso seja solucionado o mais breve possível”, frisou o prefeito.

 

O deputado federal Julio Lopes  sensibilizou-se com o ocorrido e colocou-se à disposição da cidade para ajudar no que for preciso. “Conversei com o prefeito e vamos hoje mesmo solicitar junto ao Exército Brasileiro que seja colocada uma ponte provisória em caráter de urgência, até que a obra principal seja concluída”, destacou o deputado.

 

LOGÍSTICA DE ACESSO

Os ônibus que circulam  no distrito estão impossibilitados de atender os moradores. Os secretários municipais aproveitaram a ocasião para conversar sobre a logística de acesso, tanto para quem vai para a Serra do Piloto, quanto para quem desce para outros bairros. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos colocou uma Kombi a disposição dos moradores da localidade para fazer o trajeto até o ponto bloqueado, para que eles possam atravessar e pegar o ônibus do outro lado. A Prefeitura está tentando disponibilizar um micro-ônibus para poder atender a um número maior de pessoas.

O prefeito  já antecipou que fará outra reunião na comunidade no início de maio, e que pretende levar esse tipo de audiência para os outros distritos. “Estamos com muitas dificuldades e a minha presença é fundamental na Prefeitura, mas não abro mão desse contato com o morador. Saber das necessidades e anseios do maior interessado não tem preço”, concluiu o prefeito.

 

MORADORES FALAM

Os moradores ouviram atentamente o prefeito e os representantes do poder público. Para Antônia Vidal Loyola é preciso que todos deixem as diferenças de lado e que se unam para superar o desastre. “Gostamos muito de ver o prefeito aqui. Pudemos falar olho no olho e ver que ele está empenhado em resolver o problema. Não queríamos que isso tivesse acontecido, mas agora temos que arregaçar as mangas e trabalhar junto com as autoridades”.

Silvângelo Mendes agradeceu o comprometimento do prefeito  e autoridades, que deram uma resposta rápida depois do acontecido. “Eles estão empenhados em nos ajudar e isso é muito bom. Pela iniciativa que o prefeito está tendo, tenho certeza de que teremos respostas rápidas para todo esse transtorno que estamos passando”, destacou o morador.

 

Com Prefeitura de Mangaratiba

Continuam as buscas por desaparecida após tragédia em Mangaratiba

Família busca apoio e autoridades seguem a procura da moça

O corpo de bombeiros e a defesa civil de Mangaratiba continuam as buscas para tentar encontrar Flávia Lima de 27 anos, que desapareceu após a tragédia ocorrida na última sexta-feira (6), com o desabamento do trecho da Estrada São João Marcos (RJ- 149) na Serra do Piloto.

Segundo o relato do namorado, eles haviam sido tragados pela cratera na hora do desabamento e que somente ele havia conseguido sair. As buscas estão sendo realizadas desde então na cachoeira dos escravos, que encontra-se com alto volume de água – devido as chuvas, dificultando o trabalho dos agentes. Também foram realizadas buscas na mata e no mar, na saída da boca da barra. A procura tem sido feita com a ajuda de cães e drones. O Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros da Barra também está colaborando. 

Nas redes sociais, a comoção e o apoio aos familiares é imensa na luta para encontrar Flávia.

Com site da prefeitura de Mangaratiba

Leia mais:

Fortes chuvas causam deslizamento de terra e interdição de estrada que dá acesso a Serra do Piloto em Mangaratiba

Após chuva estrada cede 10 metros em Mangaratiba

 

 

Após chuva estrada cede 10 metros em Mangaratiba

Serra do piloto foi atingida pela forte chuva desta sexta à noite

 

As fortes chuvas que atingiram a Serra do Piloto no município de Mangaratiba, nesta última noite ocasionou o desabamento de um trecho da estrada São João Marcos que dá acesso a área. O rompimento criou uma cratera de quase 10 metros de profundidade. O corpo de bombeiros teve dificuldade para cortas árvores que caíram pelo caminho para ter acesso a uma ponte que também cedeu no local. A Prefeitura de Mangaratiba informou através de seu site que todas as medidas estão sendo realizadas para sanar os problemas. O prefeito do Município, Aarão de Moura Brito Neto, entrou em contato com o governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, que prometeu tomar as medidas cabíveis o quanto antes.

O superintendente do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) da região metropolitana, Aécio da Rocha, esclareceu que a empresa que realizou a obra em 2014 na estrada vai realizar uma nova drenagem no local. Logo no primeiro momento equipes da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros estiveram no local. A Secretaria de Obras também foi acionada para dar o suporte necessário.

Ainda não foi informado se há vítimas.

ENTENDA A SITUAÇÃO

Em 2014 a Estrada São João Marcos (Estrada Imperial) passou por uma obra de restauração executada pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER). O mesmo trecho que cedeu nesta sexta-feira já havia desabado anteriormente. A obra foi acompanhada de perto pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

A  Estrada Imperial é a primeira estrada de rodagem do país, tendo sido criada para ligar o município de São João Marcos (o mais rico do país entre o final do século XVIII e meados do século XIX) ao mar e facilitar o escoamento da produção cafeeira do Vale do Paraíba Fluminense, e a entrada de mão-de-obra escrava para a lavoura.

Leia mais:

Fortes chuvas causam deslizamento de terra e interdição de estrada que dá acesso a Serra do Piloto em Mangaratiba

Bandidos têm usado grupos de desapega para vender celulares roubados

Quem compra celular roubado pode ser preso por crime de receptação e pena é de um ano de cadeia. Pode estar na caixa, em uma etiqueta, na bateria, todo celular tem um IMEI. É só digitar: *#06# e logo aparece o número com a identificação internacional de equipamento móvel.

 

Se você perceber em um grupo de Facebook um Smartphone bonito e que normalmente tem um preço alto sendo vendido por um valor pequeno já comece a desconfiar. Os bandidos entre eles os que atuam na Zona Oeste, em Itaguaí, Seropédica e Mangaratiba, locais onde aumentou e muito o número de roubos, tem usado grupos de desapego no Facebook para vender os produtos dos roubos. Os anúncios normalmente contêm além do valor baixo do produto, mensagens como “vendo pra sair rápido” ou outra que caracteriza a pressa da pessoa em vender logo a mercadoria. Além do produto roubado correr o risco de não estar funcionando, já que muitas pessoas assim que são vitimas de assalto logo vão à delegacia e ligam para sua operadora de telefonia móvel bloqueando o aparelho através do IMEI do produto. A polícia tem rastreado esses grupos em busca dos vendedores e dos compradores que adquirirem produtos oriundos de roubos.

Bandidos atraem vitimas e além de não passar o celular “comprado” pela pessoa a assaltam

Os grupos também têm servido de isca para os bandidos chamarem a atenção da pessoa que se interessa pelo baixo custo do celular. Muitas marcam um lugar com o falso dono do aparelho e depois são assaltadas, sequestradas e até mortas. Em outros a pessoa compra o aparelho barato da mão do bandido e quando chega em casa descobre que o celular não permite fazer ligações e acessar a internet, já que se o aparelho tiver o IMEI bloqueado pelo dono em uma delegacia ele jamais voltará a ter esses recursos, apenas irá ligar e se tornar inútil.

Se você comprar um celular que foi roubado você pode ser preso

Além dos diversos riscos que a pessoa corre ao comprar um celular roubado, ela pode ir parar na cadeia. Quem compra comete crime de receptação e a pena é de um ano de reclusão. No Rio de Janeiro, quem compra celular roubado está recebendo um aviso para comparecer à delegacia após uma decisão da justiça.

Pode estar na caixa, em uma etiqueta, na bateria, todo celular tem um IMEI. É só digitar: *#06# e logo aparece o número com a identificação internacional de equipamento móvel.

 

Operadoras têm um banco de dados compartilhado e sabem exatamente onde está cada aparelho nesse exato momento. A polícia usa esse e outros dados para rastrear celulares roubados. Em uma delegacia do Rio, os delegados pediram à justiça que as operadoras de celular mandassem uma mensagem para os telefones roubados durante o assalto a uma loja na Barra da Tijuca, na Zona Norte da cidade. Os bandidos levaram 130 celulares.

 

O juiz determinou que a mensagem fosse: “Compareça à delegacia e comprove a aquisição lícita do aparelho mediante apresentação de nota fiscal”.

 

Pela decisão, se as operadoras não mandarem a mensagem, vão ter que pagar uma multa diária de 10 salários mínimos. A partir de agora, para agilizar esse processo, quem receber a mensagem tem cinco dias para vir aqui até a delegacia para comprovar a procedência do aparelho. Se a pessoa não vier ou não comprovar que o celular foi comprado de forma lícita, pode até responder pelo crime de receptação.

 

“Não existe como se omitir da identificação que a polícia consegue obter, ou seja, você está usando um aparelho que é produto de crime, nós vamos saber que você está usando, vamos saber quem é você, onde você mora, ou seja, não há como se esconder”, alerta o delegado Marcos Motta.

 

As operadoras devem também bloquear o IMEI do celular, o que inutiliza o aparelho, se o dono não procurar a polícia. No Rio, o número de roubos de celulares aumentou 62% de janeiro a agosto.

 

O novo chefe de polícia do Rio diz que a estratégia das mensagens vai fazer, agora, parte do protocolo de investigação desse tipo roubo em todo o estado. “A tendência da perspectiva da apuração criminal há de acompanhar também a perspectiva de evolução tecnológica”, espera Carlos Leba, chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

 

Leia a matéria

http://http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2016/10/quem-compra-celular-roubado-no-rio-recebe-um-aviso-para-ir-delegacia.html

 

Nota fiscal é a única garantia

Contudo, também existem pessoas que queiram vender seu celular no Facebook e isto é perfeitamente legal e normal. Essas pessoas vão lhe apresentar a nota fiscal do produto. Mas, apenas vá ao encontro do vendedor caso você confie nele, o encontro seja em um local movimentado e que a nota fiscal seja exposta no anúncio. Mas mesmo assim ainda é arriscado.

 

Celular roubado ou perdido como proteger a sua segurança e privacidade?

1 ) Envie um comando de busca e destruição de dados através do aplicativo Find My Phone que você deve ter instalado em seu smartphone, conforme falamos na matéria citada acima. Isto deve ser feito mais rápido possível para que você obtenha êxito nesta ação. Este tipo de função no aplicativo Find My Phone lhe permite fazer duas coisas: a primeira delas é tocar uma sirene ou um som de chamada de maneira que se o celular estiver por perto, você poderá ouvi-lo e quem sabe recuperá-lo. A segunda opção é, no caso de dar o telefone como perdido, mandar apagar todos os dados que estiverem no celular e no cartão SD, de maneira que a pessoa que o pegar não consiga acessar os arquivos que você tem no aparelho e que podem vir a lhe causar algum dano.

2 ) Mude todas as suas senhas que porventura alguma vez foram digitadas neste smartphone, existem métodos que permitem aos bandidos rastrear informações neste aparelho e se você gravou ou mesmo digitou alguma senha de acesso a banco, e-mail, redes sociais e outras neste smartphone, pode ser que esta informação ainda seja possível de ser recuperada pelo bandido. Mude suas senhas o mais rápido possível.

3 ) Avise em diversos locais onde você possa ser identificado pelo número do seu telefone de que o seu celular foi roubado, seja para empresas, instituições ou pessoas. Alguém pode querer se passar por você e se fazer ser indentificada como você através do seu número de telefone celular, em alguns casos isto dá certo para o bandido e ele vai dar um golpe usando o seu nome.

4 ) Registre imediatamente um boletim de ocorrência na polícia, atualmente isto pode até mesmo ser feito através da internet e também pode resguardar você de qualquer uso indevido que venham a fazer do seu celular e do seu número de celular, provando na justiça que você não estava de posse do aparelho quando o problema ocorreu.

5 ) Avise imediatamente a sua operadora de telefonia móvel para que ela bloqueie o IMEI deste celular e também o seu chip para que não venha a gerar contas com valores monstruosos para você pagar.

 

COMO SABER SE VOCÊ COMPROU UM CELULAR ROUBADO?

 

 

Estas pequenas ações podem diminuir bastante a dor de cabeça que você pode ter além de ficar sem o seu smartphone.

Com informações do Jornal Hoje da Rede Globo de televisão e canais do Youtube.

Águas vivas gigantes surpreendem banhistas e moradores em Mangaratiba

Espécie ainda não foi identificada

Banhistas e pescadores das praias de Muriqui, Mangaratiba e Praia do Saco, foram surpreendidos com o aparecimento de águas vivas de tamanho considerável. Este tipo ainda não havia sido avistada pela região. Apesar das águas mais frias que o normal para esta época do ano, o que poderia explicar tais aparecimentos, ainda não se sabe o real motivo desses seres tão “avantajados”.

Segundo especialistas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), os registros foram feitos em Mangaratiba e não em Angra dos Reis, como alguns relatos feitos nas redes sociais . Não se sabe a espécie do animal, que chama atenção pelo tamanho.

Pesquisadores da Uerj e da Universidade de São Paulo (USP) se comprometeram em ir até o local onde a água-viva foi encontrada para tentar identificar as causas do aparecimento naquela região.

Como cuidar da queimadura

A água-viva libera uma toxina que irrita muito a pele, podendo deixar marcas vermelhas. A orientação do Corpo de Bombeiros em caso de queimaduras é lavar o local com água do mar ou vinagre, sem esfregar. Não se deve utilizar água doce ou outros líquidos, como bebidas alcoólicas ou azeite, por exemplo.

De acordo com os bombeiros, as vítimas devem ficar em observação para verificar se surgirão outros sintomas, como tontura, vômito, desmaios, dificuldades respiratórias ou o fechamento de garganta. Se isso acontecer, pode ser sinal de alergia ou intolerância maior ao veneno. Neste caso, a pessoa deve procurar um médico.

Os Pesquisadores de Oceanografia orientam em não tentar pegar a Água-viva, apenas se afastar se por acaso avistar alguma delas, pois elas não são velozes e não atacam.

A água-viva só queima quando se tem contato com seus filamentos, isto é, se você pisar ou encostar-se a ela. Por isso, ao chegar numa praia que não conhece, consulte o salva-vidas ou gente da região para saber se elas são comuns no local, pois o contato pode ocasionar reações alérgicas.

As águas-vivas são grandes consumidoras de peixes. Chegam a comer até 04 peixes de porte pequeno por hora. Elas parecem uma geleia transparente, pois 95 % do organismo é composto por água. São arredondadas, movem-se lentamente e têm um mecanismo de defesa muito especial: queimam quem pisar ou tocar nelas. Possuem forma de medusa, lembrando um guarda-chuva aberto, com a bica situada na parte inferior, onde também ficam os tentáculos. Seu tamanho varia muito de uma espécie para outra. Algumas podem ter mais de dois metros de diâmetro.

As águas-vivas estão entre os mais antigos habitantes da Terra. Seus ancestrais surgiram há uns 700 milhões de anos! Até hoje, descobriram-se mais de nove mil espécies de medusas. O verão é a estação em que elas se reproduzem, por isso elas aparecem mais nas praias neste período.

A reprodução das águas-vivas é feita através da liberação de óvulos da fêmea no mar, que são fertilizados pelo macho. Algumas espécies adotam o embrião, como numa gravidez, até que o ovo se transforme em larva. Uma medusa leva até 2 anos para chegar à fase adulta.