Arquivo da tag: Internet

Boca está de novo Whatsapp e nova aparência

Mudanças e como sempre ao seu lado

O blog Boca no Trombone Itaguaí agora tem novo número de Whatsapp e nova aparência, mas algo nunca mudará, a eficiência em informar com imparcialidade e estar sempre junto da população de Itaguaí e região.

Nosso Whatsapp agora é 21- 99538-9923. Nele você pode entrar em contato conosco enviando fotos, vídeos, denúncias e reclamações. Com isso você fica ainda mais perto do Boca e pode ter o seu envio virando matéria em nosso blog. Além da mudança de número em nosso Whatsapp, você também notará a mudança em nosso visual.

 

Acesse nossos canais de comunicação e participe!

Nosso email: bocanotromboneitaguai@yahoo.com.br

Nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/bocanotromboneitaguai/

Nosso grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/405243682879920/

Nosso Twitter: https://twitter.com/tromboneitaguai

Nosso canal no Youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCDk2_ZriOvvXaCKmx1qvftw/feed ou pesquise por Boca no Trombone Itaguaí

Eu Júlio Andrade quero aproximar você leitor cada vez mais de nosso blog. O Boca tem orgulho de estar desde 2012 ao seu lado, fazendo Itaguaí evoluir. Nosso grupo no Facebook foi o pioneiro na questão de dar a população um espaço democrático visando dar a voz a quem mais merece, você. Nossos canais de comunicação existem para mostar que as pessoas terão sempre espaço para mostrar que a vontade de um povo alavanca uma sociedade. Acabou o tempo em que se escondiam informações. Nosso blog tem o orgulho de ter contribuido para tirar Itaguaí e região do “anafalbetismo” na internet. Temos orgulho de hoje vermos o quanto as pessoas tem mais informações e buscam mais.

O Boca estará sempre informando e contando com você leitor, que merece todo o nosso respeito e admiração. Boca no Trombone Itaguai, sempre ao seu lado.

Anúncios

Mais de 2 mil prefeituras terão convênio com programa Internet para Todos

Segundo o ministério, 2,2 mil cidades já estavam prontas para assinar o termo. As primeiras antenas devem começara ser entregues às prefeituras em maio. Itaguaí aderiu quase esgotando o prazo. As inscrições começaram em janeiro

 

O governo federal anunciou no começo da semana que vai assinar o termo de adesão de mais de 2 mil prefeituras ao programa Internet para Todos, que tem como objetivo levar o acesso à rede mundial de computadores a populações que hoje não possuem conexão com o serviço.

 

“O termo de adesão que será assinado pelos prefeitos define a infraestrutura básica e as condições para a participação dos municípios no programa. As prefeituras devem indicar onde serão instaladas as antenas para distribuição do sinal de internet, além de garantir a segurança da área e arcar com as despesas de energia elétrica”, diz nota divulgada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Segundo o ministério, 2,2 mil cidades já estavam prontas para assinar o termo.

 

As primeiras antenas devem começar a ser entregues às prefeituras em maio. “E a expectativa é que sejam instaladas 200 antenas por dia”, diz a nota.

 

A operação será feita por meio da empresa norte-americana Viasat, contratada pela estatal Telebras.

 

A conexão será viabilizada pelo satélite geoestacionário brasileiro, propriedade do governo que está em órbita desde maio do ano passado.

 

Em uma cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer e o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, concretizam a entrada de 2.260 cidades já prontas para assinar o termo de adesão e outras 330 que demonstraram interesse em fazer parte do projeto.

 

O projeto foi iniciado em maio do ano passado, com o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que recebeu 3 bilhões de reais em investimentos. Em órbita por 18 anos, o satélite garantirá conexão a preços reduzidos às cidades participantes, que devem começar a receber antes de recepção do sinal a partir de maio.

 

O governo estima que sejam instaladas cerca de 200 antenas por dia, atendendo até 40.000 áreas que não contam com pouca ou nenhuma conexão de internet.

 

No programa também está prevista a instalação de banda larga em todas as escolas do país, com 7.000 delas recebendo a instalação ainda neste ano, além de hospitais e postos de saúde.

 

Segundo uma pesquisa realizada pelo consórcio Business Software Alliance (BSA), que representa grandes empresas de tecnologia como Microsoft, Adobe e Apple, o Brasil tem atualmente 25 milhões de assinaturas de banda larga fixa, atentando a 12% de toda a população.

 

A média dos países pesquisados é de 21% da população com banda larga. Nossos números de internet via fibra ótica são ainda menores: 1,3 milhão de assinaturas, somente.

 

O Brasil é altamente conectado via celular, no entanto, com 180 milhões de assinaturas ativas de internet móvel, o que representa 89% da população. Se o programa conseguir aumentar nossos índices de acesso, velocidade e levar internet para mais pessoas (a preços mais acessíveis), o efeito direto e indireto para a economia tende a ser gigantesco.

 

É daquelas mudanças menos óbvias, mas que ajudariam a fazer o Brasil pelo menos crescer no ritmo das grandes economias do planeta. Só precisa funcionar.

Município de Itaguaí

A prefeitura de Itaguaí se inscreveu quase no último dia de prazo que era 16 de março. Políticos, moradores e nosso blog, fizeram uma campanha nas redes sociais e por email para que o prefeito da cidade Charlinho MDB, cadastrasse a cidade no projeto e enviasse o ofício ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Tal iniciativa parece ter dado certo e Itaguaí é uma das cidades participantes do Programa, segundo informou o deputado federal Alexandre Valle PR em resposta do chefe de gabinete do ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

Grupos de vendas no Facebook tem servido para bandidos venderem celulares roubados

Exija a nota fiscal de compra do produto, se negarem não faça negócio

 

Com a crise financeira que atingiu o país, os grupos de Facebook que oferecem a possibilidade de todos venderem mercadorias cresceu muito nos últimos anos. Mas, isso também ajudou muito aos bandidos. Pois, devido a essa nova forma de comércio, eles agora vendem os produtos de seu roubo de forma descarada, em especial smartphones. É fácil notar nesses grupos aparelhos com baixo valor, mesmo sendo marcas que normalmente custam mais. Outro detalhe é que normalmente os produtos duram pouco e até em poucas semanas já não servem mais. Isso se a polícia já não estiver rastreado o aparelho e localizá-lo com o novo comprador. A polícia já está monitorando esses grupos e essa atuação do crime.

Como se proteger

Se você faz parte de um desses grupos fique atento antes de negociar.

  • Desconfie de quem vende muitos produtos ao mesmo tempo e com preços muito baixos
  • Se você desconfiar não entre em contato com o “vendedor.”
  • O mais importante PERGUNTE E EXIJA A NOTA FISCAL DO PRODUTO. Normalmente é aí que você tem a certeza de que a mercadoria nunca foi de fato do “vendedor.”

 

Caso verifique de que se trata de mercadoria roubada entre em contato com a polícia ou faça uma denuncia pelo disque denúncia no telefone 2253-1177

 

Quem é responsabilizado em caso de negócios de produtos roubados?

Assim como em lojas físicas, quem vende ou compra até mesmo pela internet, produtos de roubo, responde criminalmente podendo pegar 10 anos de prisão.

 

Reportagem do Fantástico sobre roubos de celulares

Ratinho ‘tomando banho’ em vídeo que viralizou verdade ou mentira?

Para especialistas, movimentos mostrados no vídeo são comuns em roedores. Perito em vídeos não vê sinais de edição.

G1 – Circula pela internet um vídeo em que um ratinho ‘toma banho’ tocando partes do corpo ensaboado. O vídeo não tem sinais de montagem e especialistas dizem que os movimentos mostrados são comuns em roedores.

O vídeo viralizou. Uma publicação de domingo alcançou, sozinha, mais de 1,2 milhão de visualizações. E esta é apenas uma em lista de centenas publicações feitas no Facebook nos últimos dias. O video também circula com legendas em outras línguas e alcançou em 10 horas mais de 9 milhões de visualizações.

O G1 ouviu especialistas nesse tipo de animal para saber o que é verdade ou mito no vídeo.

Para a veterinária Talita Quete, especializada em roedores, dá para ver no vídeo que o animal em questão é realmente um roedor. Ao ver o vídeo, ela também teve a impressão de que o animal estava tomando banho, mas alerta que passar as patas no próprio corpo para se limpar é um comportamento natural de roedores. Ela não descarta também a possibilidade de o animal ter recebido algum tipo de treinamento.

O biólogo Fernando Lima, mestre em genética pela Universidade Federal da Paraíba e doutor em Zoologia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), analisou o vídeo e também acha que é verdadeiro. “Os primeiros movimentos dele são típicos de um roedor quando está tomando banho: [tocar] face, pescoço, alto da cabeça, focinho. Acho que pode ser verdadeiro o vídeo. A impressão foi muito forte para mim de ser verdadeiro”, disse.

 

O professor diz que roedores como ratos e camundongos são muito usados em experimentos sobre capacidade de inteligência. “Você já deve ter visto que quando botam eles em labirintos eles descobrem rápido onde tem alimentos etc. Eles são muito sabidos. Acho que pela frequência com que o dono ou a dona desse animal botava ele para banho, ele pode ter adquirido outros movimentos, esse que ele faz no braço, no traseiro dele. Sem dúvida é um animal doméstico, foi criado tipo petshop e pelo hábito ele pode ter aquele movimento que a gente acha meio estranho.”

 

Amanda Alves, bióloga do setor de mamíferos do Zoológico de São Paulo afirma também que o comportamento de se coçar, realizando limpeza na pelagem, condiz com o de um roedor. “No geral este comportamento pode ter a finalidade de retirar sujeira dos pelos, ou mesmo espalhar substâncias naturais de proteção à pelagem e odores utilizados para reconhecimento entre os indivíduos”, diz ela.

Para Amanda, no caso específico do vídeo, parece provável é que o animal, uma vez banhado em sabão acidentalmente ou por intervenção de um ser humano, esteja tentando retirar o excesso do produto, que pode até estar causando algum tipo de incômodo.

 

“Os movimentos de esfregar cabeça e focinho com os membros anteriores são os mais comuns nestes animais, mas os outros movimentos em direção ao resto do corpo, e que dão esta impressão de que o animal está se ensaboando, podem ser ocasionados justamente pela necessidade de retirar o excesso de sabão do corpo, por incômodo, ou podem ser movimentos de limpeza próprios da espécie em questão, já que os roedores constituem um dos grupos mais diversos dentre os animais, e variedades deste tipo de comportamento entre as espécies podem ocorrer”, disse.

A bióloga diz que olhando pelas imagens do vídeo não é possível precisar a espécie. Segundo ela, a identificação de espécies de roedores é feita por características anatômicas mais minuciosas, muitas vezes por estruturas ósseas e análise genética.

 

Perito em vídeos, o engenheiro Maurício de Cunto analisou um dos vídeos que circula na internet e não viu indícios de montagem. Ele aponta que o vídeo não tem muita qualidade e isso contribui para esconder certos detalhes, caso tenha algo que comprometa sua veracidade. No entanto, de acordo com ele, nos metadados do arquivo extraído da internet não existe informação útil que ligue o vídeo a algum programa de edição.

 

“Também assisti o vídeo muitas vezes e em várias velocidades como também quadro-a-quadro e não identifiquei nenhum resquício técnico que corrobore com a hipótese de ser falso ou manipulado fraudulentamente”, afirmou o perito.

 

O professor aponta que o bicho no vídeo tem as mesmas características de um pequeno roedor, grupo no qual estão incluídos rato, mocó, preá e outros. “Ratos no geral têm a mesma características, concluindo a cauda é claro. Este não tem. A ordem Rodentia e muito diversa. Ela chega aproximadamente ser 50% da diversidade de todos os mamíferos do mundo”, diz.

Fonte: G1

Cientistas testam Internet veloz e sem fio que pode substituir fibra ótica

Pesquisadores descobriram uma maneira de desviar fótons de obstáculos no ar. Nova tecnologia é tão rápida quanto Internet por fibra ótica, com a vantagem de não precisar de fios.

 

Distribuir Internet em alta velocidade e sem a necessidade de cabos pode ser possível no futuro graças aos estudos de cientistas da Universidade de Glasgow, na Escócia. Os pesquisadores desenvolveram uma técnica que utiliza luz para transmitir dados pelo ar, fora de uma rede de fibra ótica convencional.

Até então, fótons – partículas de luz que carregam energia e informação – só serviam como meio de conexão confinados em uma rede cabeada. A novidade abre espaço para que, futuramente, a velocidade de transmissão via Wi-Fi seja equiparável ao da fibra ótica, de maneira prática e mais barata, sem a necessidade de cabeamento. Nas linhas a seguir, entenda melhor como funcionaria a tecnologia.

 

Como funciona

O time de especialistas testou com sucesso um método que permite “dobrar” a luz no ar para desviar de obstáculos. Mesmo sem o direcionamento provocado pela camada de vidro da fibra ótica, o sinal de Internet em forma de fótons percorreu cerca de 1,6 km em zona urbana em velocidade superior a 1 Gbps e foi capaz de manter as informações intactas.

Atualmente, redes de fibra ótica atingem velocidades de transmissão na casa dos 10 Gbps. A tecnologia em desenvolvimento promete desempenho equiparável, com custo menor e sem a necessidade da instalação de cabos.

Segundo os cientistas, a descoberta expande as possibilidades de uso da luz para transmitir sinal de Internet pelo ar. Além de não depender de fibra ótica, que responde pelo alto custo da conexão de banda larga no mundo, a nova técnica permite armazenar mais dados em cada fóton, indo além dos usuais 0 e 1 da comunicação binária.

Limitações

A tecnologia desenvolvida na Escócia permite usar luz para transmitir Internet em locais com muitos obstáculos, porém não é capaz de atravessar paredes – ao contrário do sinal do Wi-Fi comum. A tendência é que a novidade seja menos efetiva dentro de prédios e casas.

Ainda assim, os cientistas defendem ao menos duas grandes vantagens na descoberta. De acordo com os estudiosos, a tecnologia permitiria acelerar a entrega de dados em zonas rurais e obter banda larga em qualquer lugar com um investimento mínimo em cabeamento.

Vale lembrar que a técnica para uso de fótons no ar como meio de transmissão de Internet está em fase de pesquisa. Portanto, ainda não há previsão de lançamento no mercado.

Fonte: Techmundo

Vereador de Itaguaí se defende de acusações pela Internet

Entre elas que ele foi responsável pela paralisação de Processo Seletivo da educação e não o Ministério Público, real autor

O vereador Willian Cézar (PSB), sofreu ataques nas redes sociais nos últimos dias. Ele tem sido atuante em 2017 na Casa Legislativa da cidade.

“Esclarecimento sobre as calúnias que venho sofrendo nas redes sociais. 
Vale lembrar que propagar mentiras traz responsabilidades, inclusive no âmbito civil. Pode-se, dependendo do caso, responder por injúria ,
difamação ou calúnia, por isso, vamos ter mais cautela no que compartilhamos, curtimos e comentamos.
#SouItaguai
” Relata o vereador em sua página na Internet.

 

CLIQUE NO LINK ABAIXO E ASSISTA O VÍDEO DIRETAMENTE NA PÁGINA DO VEREADOR. PRECISA ESTAR LOGADO NO FACEBOOK.

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FProfWillianCezar%2Fvideos%2F1254283624692602%2F&show_text=0&width=560

Acesse o processo no final da matéria abaixo:

Processo Original:

https://bocanotromboneitaguai.com/2016/12/12/justica-obriga-prefeitura-de-itaguai-a-pagar-salarios-e-13-de-servidores-em-ate-48-horas/

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/03/07/processo-seletivo-em-itaguai-arrasta-milhares-de-pessoas-mas-justica-decreta-ilegalidade-ao-processo/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/02/13/prefeitura-de-itaguai-tem-recurso-negado-e-justica-determina-busca-e-apreensao-de-folhas-salariais-de-servidores/

Empresa Net realiza pesquisa de interesse em Itaguaí

Companhia, que oferece velocidade de até 20 MB para residências, faz levantamento na cidade

A Prefeitura de Itaguaí realizou reuniões com representantes da empresa Net, provedora de internet, que já atua no Rio de Janeiro há anos, que prospecta a viabilidade para se instalar no município. Por isso, na terça-feira (7/6) a empresa instalou uma tenda no Calçadão de Itaguaí com a finalidade de entender a demanda da população sobre internet. Desde a manhã, foram realizados mais de 300 atendimentos a moradores desejosos em utilizar a internet futuramente.

image

De acordo com o gerente Comercial da Net, Rafael Fonseca, existe uma possibilidade de a empresa oferecer os serviços na cidade e, de acordo com ele, a Prefeitura está dando todo suporte à empresa.

– Estamos fazendo uma pesquisa na cidade para saber quais os bairros precisam mais da internet. Tivemos uma excelente recepção dos representantes da Prefeitura que nos informaram que, na cidade, os moradores utilizam muito a internet – disse o gerente Comercial, Rafael Fonseca.

No Calçadão, a moradora do bairro Jardim América, Luciana Pecsen, disse que sofre com problemas de internet na cidade e que aguarda ansiosamente pela chegada da nova empresa.

– Meu tio reside em Bonsucesso, onde a Net funciona muito bem. Ele sempre brinca comigo dizendo que aqui não possui operadora. Depois de muito tempo, espero que o acesso melhore e que os moradores sejam beneficiados com a chegada da Net – destaca Luciana Pecsen.

image

A tenda da operadora também esteve no calçadão nesta quarta

Fotos: Italo Dornelles

Fonte: Prefeitura de Itaguaí

image

Mais informações: www.netitaguai.com.br

O blog Boca no Trombone Itaguaí vem constantemente divulgando a importância da vinda de operadoras de Internet banda larga em Itaguaí, para que se acabe um monopólio de uma determinada empresa que oferece um dos piores serviços do estado.