Arquivo da tag: flamengo

Vinicius Junior é alvo de racismo nas redes sociais

Torcedor é vascaíno. Flamengo promete apoio jurídico

Presidente Eduardo Bandeira de Mello condena atitude: É uma coisa inadmissível, quem faz uma coisa dessas deve ser uma pessoa desprezível e merece todo o nosso repúdio”

Vinicius Junior foi alvo de racismo nas redes sociais. Em uma publicação que viralizou, o membro de um grupo do Facebook chamou o atacante do Flamengo de “macaco”, ilustrando com uma foto do jogador, emocionado, após a vitória contra o Paraná.

Em entrevista à Rádio Globo, o presidente Eduardo Mandeira de Mello se mostrou indignado e avisou que o clube irá dar o apoio ao jogador para quem o insultou seja identificado e punido.

– Nosso jurídico está analisando. É uma coisa inadmissível, quem faz uma coisa dessas deve ser uma pessoa desprezível e merece todo o nosso repúdio. Vamos apoiar nosso jogador até as últimas consequências – disse o mandatário rubro-negro.

A publicação foi apagada pelos administradores do grupo. Ainda assim, alguns prints da postagem viralizaram em páginas de torcedores rubro-negros na internet.

Algumas horas depois, as imagens foram republicadas no mesmo grupo com críticas de alguns membros ao conteúdo racista anteriormente veiculado. Outros presentes na comunidade utilizaram um texto padrão se dizendo dispostos a colaborar com as investigações.

O Flamengo busca informações sobre o autor da publicação. Em agosto do ano passado, durante o clássico entre o Rubro-Negro e o Botafogo, no estádio Nilton Santos, um torcedor alvinegro foi detido por injúria racial aos familiares do jogadores.

Nosso blog Boca no Trombone Itaguaí, encontrou o perfil do rapaz que comete esse crime. Trata-se de Thiago Barreto de 20 anos, que é torcedor do Vasco da Gama.

Em seu perfil ele diz ter feito uma besteira e disse não ser racista. Imagina se fosse né?

Anúncios

Flamengo bate São Paulo e se torna tetracampeão da Copinha

Rubro-Negro aguenta pressão, goleiro Yago se destaca e fatura título invicto no Pacaembu

O Flamengo é tetracampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018. O Rubro-negro bateu o São Paulo, em pleno Pacaembu, por 1 a 0, e dois anos depois do seu último título, faturou novamente o campeonato de base mais importante do Brasil.

Nem o torcedor do Flamengo mais otimista imaginava um começo de primeiro tempo tão bom. Logo aos 2 minutos de jogo, Pepê cobrou escanteio no meio da área. Wendel, livre, subiu bem para abrir o placar no Pacaembu. O melhor lance do São Paulo veio logo após o gol sofrido. Aos 8 minutos, Toró aproveitou a sobra dentro da área e tirou de Yago Darub, mas a bola bateu na trave antes de sair. Quase o empate tricolor.

O segundo tempo começou com o São Paulo pressionando. Aos 15 minutos, Toró chamou Bernardo para dançar e cruzou. Dantas desviou a bola, que ficou com Yago. Aos 29 minutos a pressão continuou, Yago salvou o Flamengo depois de bom cabeceio de Gabriel. Aos 52 minutos o Tricolor paulista quase chegou ao empate de cabeça mas a bola foi pra fora, um susto para a torcida flamenguista.

 

O São Paulo tentou muitas bolas alçadas na área do Flamengo, mas em todas as oportunidades o goleiro Yago brilhou, fez boas defesas e segurou o resultado que deu o título para o time carioca pela quarta vez em sua história.

GALERIA DE FOTOS DO CAMPEÃO!

Prefeitura reabre restaurante popular em Campo Grande

Doações do clube de regatas Flamengo farão local funcionar por pelo menos um ano

Fechado há cerca de dez meses por falta de recursos, foi reaberto nesta última segunda-feira o restaurante popular de Campo Grande, Zona Oeste do Rio, agora sob gestão municipal. “Há muita gente hoje, nesse Rio de Janeiro de crise, que precisa do restaurante popular. Reabrimos com muita alegria. Aqui tem pessoas de cabelos brancos, aposentados, desalentados, desempregados. Tudo isso vale a pena”, comemorou o prefeito Marcelo Crivella durante a reinauguração.

Graças as doações realizadas pelo Flamengo, que recebeu alimento suficiente para um ano de funcionamento do local no empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, ainda na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Ao todo, foram 350 toneladas de alimento doadas ao restaurante.

A promessa da prefeitura é de que o espaço em Vargem Grande, onde mais um restaurante foi reaberto, sirva diariamente, 2.500 almoços (a R$ 2,00 cada) e 700 cafés da manhã a R$ 0,50. O restaurante funcionará de segunda sexta, das 6h às 9h, para café da manhã, e das 10h às 15h para almoço. Para a reabertura da unidade de Campo Grande, foram necessárias obras de recuperação da cozinha e dos equipamentos. A reforma do restaurante custou R$145.774,93. “O Rio de Janeiro precisa voltar a ser um espaço de solidariedade, boa vontade, apagar aquela imagem do passado de violência, corrupção, políticos presos”, defendeu Crivella.

O prefeito anunciou ainda que o município vai se responsabilizar também por reabrir os restaurantes populares de Bangu e Bonsucesso. “É um momento de crise aguda, um esforço enorme. Estamos fazendo isso em nome dessa solidariedade, esse espírito público de boa vontade que tem que haver. O Rio precisa superar essa fase ruim”, afirmou. O estado tinha, ao todo, 15 restaurantes, e os que não passaram para gestões municipais foram desativados.

A cerimônia contou com a presença da secretária de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, Clarissa Garotinho, responsável pelo projeto, elogiada por Crivella: “Fez um grande esforço, lutou muito para conseguir parceiros e fazer a obra”.