Arquivo da tag: eider dantas

Pais fazem protesto por esperar a secretária de educação em escola de Itaguaí

Responsáveis de alunos da E.M Eider Dantas fizeram um vídeo protesto contra as mudanças propostas pela educação de Itaguaí. Pais da escola Teotônio Vilella também são contra mudanças

Pais de alunos da Escola Municipal Eider Dantas fizeram um vídeo na tarde desta quinta – feira 30/11 e publicaram nas redes sociais contra as mudanças que a secretaria de educação propôs ao ensino da cidade em 2018. Eles ficaram aguardando a secretária por horas e mostraram sua indignação pela demora. A Unidade ficou lotada de pais que são unanimes contra qualquer mudança no ensino.

Vale ressaltar que qualquer visita por parte da secretaria de educação só poderia ser feita após discussão da comunidade, conselho escolar e servidores da unidade. Essa recomendação foi dada pela Promotora de Justiça no último dia 24. Tais visitas só podem ser feitas depois da reunião inicial. Qualquer mudança pode acarretar em ilegalidade.

 

Pais da E.M Teotônio Vilella em peso foram contra as mudanças para 2018.

 

 

 

Ordem de como deve ser feito todo o processo

1a etapa

A reunião do Conselho escolar com os pais de alunos não precisa de autorização da SMEC.
A decisão quanto a data e horário caberá como um acordo entre conselheiros escolares e os profissionais da UE.
Na reunião, os profissionais da UE irão expor aos pais e responsáveis as alterações que a prefeitura deseja fazer. Onde haverá discussões acerca das consequências. Porém sem votação.

2ªª etapa

Após essa reunião, aí sim a SMEC fará visitas às UEs – em datas escolhidas por ela e amplamente divulgadas. Neste caso para expor seus argumentos a afim de convencer a comunidade escolar quanto às mudanças. Nela haverá participação de todos, inclusive de representante do Conselho Municipal de Educação e SEPE.

Última etapa
Por último haverá uma audiência PÚBLICA para votar as mudanças.

 

>>>ALERTA! Está nas mãos dos profissionais da UE e do Conselho Escolar conduzir as discussões. Não deixe essa chance passar. Direção da escola não decide sozinha, mas sim o Conselho Escolar e profissionais.

A reunião do Conselho Escolar deve ser registrada em ATA e assinada por todos os profissionais participantes, incluindo os pais e responsáveis. Do contrário não contará conclusão da 1ª etapa, antes da reunião com a Secretaria de Educação (2a etapa).

Secretário de Obras de Itaguaí inspeciona recuperação de estrada

Trabalho na via está bem adiantado e deve ser concluído na próxima semana

 

Fotos: Rui Okada

 

O secretário municipal de Obras e Urbanismo de Itaguaí, Eider Dantas, inspecionou na quarta-feira (09/08) as obras de recuperação da estrada auxiliar da BR-101 (Rio-Santos),  no  bairro Brisamar. O trabalho teve início há pouco mais de dez dias e deve ser concluído na próxima semana. A via se encontrava em estado precário e prejudicava a circulação de moradores, comerciantes e motoristas.

A estrada auxiliar não se encontrava pavimentada e causava uma série de transtornos, principalmente nos dias de chuva, para as pessoas que a utilizavam. A Secretaria de Obras decidiu, então, atender aos pedidos dos moradores e comerciantes, iniciando a recuperação da estrada.

Os técnicos da secretaria fizeram a terraplanagem e utilizaram como revestimento da via o agregado siderúrgico.

“O trabalho está bem adiantado e sendo executado de acordo com o cronograma elaborado pela nossa secretaria. Esperamos que na próxima semana possamos entregar a estrada totalmente recuperada aos usuários da via”, previu o secretário Eider Dantas.

Agregado siderúrgico

É um produto inerte derivado da produção do aço e que, antes de ser liberado para utilização, passa por tratamentos específicos com o intuito de evitar qualquer risco à saúde pública e ao meio ambiente. O agregado siderúrgico, hoje, é usado em todo o mundo como material de pavimentação de estradas. Países da Europa, os Estados Unidos e o Japão, conhecidos por possuírem rígidas leis ambientais, utilizam há muito tempo o produto no revestimento de suas vias.

No Brasil, o uso do agregado siderúrgico em rodovias está regulamentado pelas normas técnicas 406 e 407/2017, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Além dessas diretrizes, o Centro de Biologia Experimental Oceanus, o Centro Coprodutos Aço Brasil e o Instituto Militar de Engenharia (IME), do Exército Brasileiro, também expediram pareceres técnicos, atestando que o agregado siderúrgico é seguro, econômico e que não causa nenhum dano ao ser humano.

Fonte: Prefeitura de Itaguaí