Arquivo da tag: Chaperó

Ciep Irmã Dulce em Itaguaí sofre com atos de vandalismo

Professor é confundido com miliciano e quase é assassinado em Chaepró

O ciep 498 – Irmã Dulce localizado em Chaperó, foi vitima de vandalismo na última segunda- feira. Vândalos invadiram a unidade e quebraram uma TV que é utilizada para aulas no auditório da escola, além de danificarem impressoras e roubarem latas de tinta que são usadas para grafite num projeto que ocorre no local. Os marginais quebraram cadeiras, quadros e reviraram armários.

Não há informações dos autores do vandalismo.

Leia o texto publicado em uma perfil no Facebook que leva o nome da escola

“E triste pensar que ainda existe em nossa sociedade, pessoas capazes de roubar, depredar e vandalizar o único espaço, capaz de transformar a vida das pessoas. A ESCOLA. Pessoas que tentam tirar a oportunidade de crescimento intelectual e profissional de uma sociedade, um bairro, um município. Inadmissível, quebraram uma TV, utilizada para aulas no auditório, danificaram impressoras, roubaram latas de tinta para grafites da marca COLORGIN ARTE URBANA, que seria utilizada pelos alunos num projeto de grafite. Picharam vários ambientes, quebraram cadeiras e mesas novas de sala de aula, arrebentaram várias portas dos armários e portas de outros áreas. Picharam várias locais com palavrões. O bairro de Chaperó é um local de potencial crescimento e não podemos permitir que o espaço educacional seja desrespeitado.”

Professor é confundido com meliciano e quase é assassinado em Chaepró

No mesmo dia, um professor de outra unidade escolar que prefere não se identificar, foi parado quando atravessava de carro a linha ferrea em Chaperó. Bandidos armados ameaçavam dizendo que iriam matá-lo, alegando que ele era miliciano. Após provar que não era e suplicar por sua vida, o homem foi liberado pelos marginais.

ATENÇÃO! Todo conteúdo do blog Boca no Trombone Itaguaí se o texto for copiado deve conter a autoria da matéria. Caso contrário medidas legais podem ser adotadas.

Anúncios

Moradores fazem protesto contra possíveis mudanças em posto 24 horas em Chaperó

 

Moradores de Chaperó realizaram na última quarta – feira (02), um manifesto em frente à Unidade Básica de Saúde do bairro, UBS Chaperó. Segundo eles, chegaram informações de que haveriam alterações no funcionamento da unidade de saúde, entre estas o fim do atendimento 24h.

A localidade distante do Centro, depende do posto, já que todo o transporte de um paciente custaria tempo e dependendo da gravidade contribuir muito com um óbito até.

Segundo a equipe do jornal ATUAL, durante a manifestação, foram constatados três fatos relacionados ao atendimento na UBS Chaperó:

– O médico saiu por volta das 16h, porém o horário informado de atendimento do clínico geral seria até às 17h; um homem que chegou às pressas na unidade de saúde, em busca do primeiro atendimento para um corte na mão, teve inicialmente o atendimento recusado, porém observando a presença da equipe do ATUAL no local, chamaram o senhor de volta e o levaram para o interior da unidade. Ele estaria sendo atendido por um médico ginecologista segundo moradores; e, por fim, observamos uma mãe que chegou com o filho a procura de um pediatra, mas não conseguiu o atendimento.

Uma das pessoas que se manifestaram, na tarde de ontem, era a cozinheira Quele Pasquale Dias, mãe de uma criança portadora de deficiência. “Minha filha é deficiente visual, ela tem convulsões frequentes. Já teve casos de ela ter convulsão à noite e ser atendida aqui. Com essas alterações na UBS, a gente corre o risco de ela passar mal e não dar tempo de chegar lá no centro com ela. Sem contar que de dia eles só atendem quem está com horário marcado”, destacou a manifestante.

Segundo os moradores, as alterações começaram a ser aplicadas na unidade de saúde a partir do dia 20 de julho. “Eles tiraram o atendimento 24h e agora só fica aí uma ambulância, que não é UTI móvel, e uma enfermeira à noite. Não tem condição! Se a gente passar mal e o trem estiver passando, o que vamos fazer?”, questionou a cozinheira Quele Pasquale.

Um dos moradores de Chaperó e líder comunitário, Wagner Franklin, afirmou que já havia protocolado vários ofícios na prefeitura sobre a UBS, mas não adiantou. “Nós temos passado por grandes problemas nesse posto. Já aconteceram casos de faltar médico aqui e eu ir à secretaria de saúde. Oito meses atrás morreu o Bruno Oliveira, eu ajudei a trazer ele aqui. Ele teve um problema cardíaco, não tinha desfibrilador, a ambulância não tinha UTI móvel, era uma ambulância comum e ele não resistiu”, relembrou o líder comunitário.

 

Resposta da prefeitura

O blog Boca no Trombone Itaguaí entrou em contato através de email com a prefeitura. A assessoria de imprensa relatou que a Secretaria de Saúde de Itaguaí esclarece que a Unidade Básica de Saúde (UBS) Chaperó funciona 24 horas. O modelo adotado para o posto daquela localidade foi definido por uma equipe técnica que levou em conta as necessidades da população da região. Vale ressaltar que a UBS Chaperó conta ambulância, informou a nota.

Fonte: Jornal Atual com edições de matéria pelo blog Boca no Trombone Itaguaí

 

Secretaria de Esporte lança o projeto Iniciativa para incentivar novos talentos

Inscrições começam hoje

A Secretaria de Esporte de Itaguaí lança nesta quinta-feira (6/7), na Praça CEUS, em Chaperó o projeto Iniciativa. O objetivo é o de incentivar e formar novos talentos em várias modalidades esportivas.

Aberto à jovens com idade entre 7 e 17 anos, o projeto oferece aulas de futsal, basquete, vôlei e handebol. Para participar os interessados devem comparecer na Praça CEUs, a partir do dia 6 de julho, no horário das 10 às 16h, onde acontecem as inscrições.

Fonte: Prefeitura de Itaguaí

Professor de Zumba é encontrado morto em Itaguaí

Corpo do jovem foi encontrado em Chaperó

O professor de Zumba Diego Barbosa Santos, foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (7), na linha férrea, no bairro Chaperó, em Itaguaí.

Imagens: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

O jovem de 28 anos, dava aulas nas manhãs, tardes e noites nas cidades de Itaguaí (Parque Municipal no Centro) e Mangaratiba (Itacuruça e Muriqui) para todas as idades. Diego sempre mostrava muita animação e conquistava à todos. O rapaz tinha muitos amigos que ficaram perplexos com sua morte brutal.

Segundo familiares, Diego Barbosa Santos estava desaparecido desde à noite de segunda-feira (5).

O irmão do jovem e fisiculturista Miro Barbosa, postou em uma rede social o ocorrido.

“Galera com muita dificuldade que venho fazer essa publicação, já esperávamos pelo pior. Meu irmão Diego Barbosa Santos foi assassinado brutalmente, foi espancado e jogado na linha do trem, que partiu ele em 4 em Chaperó.
Estamos sem chão, isso é inacreditável e inaceitável, uma pessoa do bem, querido por todos, que só trazia alegria para as pessoas. Aonde esse mundo vai parar, não consigo acreditar, meu, meu parceiro, meu brother.
Não consigo mais escrever nada galera, estou tremendo até agora, estou indo agora no IML, peço a compreensão e oração de todos.”

 

Não há informações sobre o que motivou o homicidio. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense(DHBF).

 

O velório está ocorrendo desde às 14 horas na Câmara Municipal de Itaguaí com uma cerimônia de despedida e homenagem. O enterro será no cemitério de Itacuruça às 17h.

Deputado federal Alexandre Valle tenta recuperar verba perdida pelo governo de Itaguaí

Viaduto do Chaperó – Emenda parlamentar conseguida pelo deputado foi perdida devido a não cadastramento em tempo do governo municipal

Em  reunião no dia de ontem com Rosa Cassar(MRS),onde a pauta foi o viaduto do Chaperó, o deputado que já tinha a informação de que o projeto está sendo analisado pelo Executivo e aprovado pelo Denit e já tem a licença prévia, foi para viabilizar o recurso para tal obra.

slide4

À noite, o deputado federal foi para uma reunião com o Ministro dos Transportes, onde foi tratado os seguintes assuntos:

1) Passarela na Rio-Santos,na altura do bairro 26 de dezembro.

R:Na terça-feira foi publicado o emergencial e a obra deve começar até o dia 20 desse mês e levará aproximadamente 90 dias;

2) Viaduto da Casa da Moeda.

R:Obra já licitada e o empenho será realizado até o final do mês.Após iniciará deve durar 1 ano.

3) Viaduto do Chaperó.

R:Não há orçamento para esse ano,onde Alexandre assumiu o compromisso de colocar emenda para que o Denit possa iniciar e o Ministério complementar.

 

Leia mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2016/09/28/prefeitura-de-itaguai-pede-recursos-federais-para-obras-de-viaduto-em-chapero/

 

Prefeitura de Itaguaí perde recursos federais para obras de viaduto em Chaperó

Emenda parlamentar conseguida pelo deputado Alexandre Valle foram perdidas devido a não cadastramento em tempo do governo municipal

“Dormiu no ponto”

Mais de 2 milhões, essa foi a perda do município de Itaguaí de uma emenda parlamentar conseguida pelo deputado federal Alexandre Valle que visava uma obra de um viaduto no bairro Chaperó. O governo de Weslei Pereira, não se inscreveu a tempo em programa que faz parte dos trâmites legais para recebimento de tal verba. A gerente de Projeto da subsecretaria de planejamento, orçamento e administração da secretaria executiva do ministério das cidades Maria Elza da Silva, informou por email ao deputado que o não cadastramento do município de Itaguaí até a data término, implicou no repasse dos recursos.

“Senhor Deputado, Informo a Vossa Excelência que o Município de Itaguaí, não cadastrou, no programa 5600020160014, a proposta com recursos da emenda nº 30400001,no valor de R$ 2.199.708,51, já deduzido o valor da taxa da Mandatária da União. Informo que o prazo foi até 05/09/2016 e que nesta data, devido a abertura do SICONV para atendimento ao PLN 10/11, este Ministério está acatando a inserção de propostas não cadastradas até àquela data. Assim, a princípio, o prazo encerra-se às 24h, de hoje. Atenciosamente, — Maria Elza da Silva Gerente de Projeto Subsecretaria de Planejamento,Orçamento e Administração Secretaria Executiva – Ministério das Cidades”

slide1

Com isso, melhorias tão significativas para a região de Chaperó, que conta com um grande número de habitantes, foram perdidas e o povo é que pagará mais essa.

Através de nota, a prefeitura de Itaguaí responsabilizou gestões anteriores pelo problema ocorrido

Nota de esclarecimento 27/9/2016

Com relação à destinação de possíveis recursos para um viaduto em Chaperó, cabe registrar que a Prefeitura Municipal de Itaguaí tem total conhecimento dos trâmites e oportunidades de recursos no âmbito do SICONV. Aliás, a esse respeito, a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão treinou diversos de seus funcionários no sentido de acompanhar a evolução de emendas que permitissem a captação de recursos, especialmente neste momento em que o cenário macroeconômico mostra-se bastante deteriorado e, consequentemente, impactando nas finanças da Prefeitura. A proposta parlamentar mencionada poderia ter sido objeto de cadastramento pela Prefeitura, no entanto, a continuidade do processo resultaria em não aprovação pelos fatos relatados a seguir.

 

Esclarecida a preocupação com a valiosa contribuição que esses pretensos recursos poderiam gerar ao caixa do município, temos que informar que, infelizmente, atos adotados em gestões anteriores, influenciam, até hoje, as ações da Prefeitura de Itaguaí. O setor público somente pode lançar mão dos recursos disponíveis caso não haja qualquer registro no CADIN  (Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do setor Público Federal), o que não acontece com Itaguaí, uma vez que a atual administração herdou o problema (anotação restritiva), o qual hoje ainda se encontra na esfera judicial, e que impacta nas eventuais proposituras para acesso àqueles recursos.

 

A Prefeitura tem dedicado esforços para suplantar esse problema, gerado em outras gestões, para estar apta a receber os recursos e investir com seriedade, transparência e em obras que grande alcance social, que é uma das marcas deste governo.

 

 

Um buraco no caminho

Moradora faz denúncia de um buraco em Chaperó no grupo BOCA NO TROMBONE no Facebook, que tem atrapalhado a vida dos moradores da região.

Slide5

“Essa cratera é na Rua:29 gleba A Chaperó , no Morrão , é um absurdo pois pode um pedestre se machucar ou um carro cair nessa cratera, espero q alguém da secretaria de obras ou da administração de Chaperó venha fazer essa manutenção antes q aumente mas e fique complicado.”

Slide2

Aguardamos providências para o caso.