Arquivo da tag: casal

Casal escapa de bandidos em Santa Cândida Itaguaí

Ponto de ônibus também teria sido alvo de disparos de bandidos

Mais um dia violento na cidade de Itaguaí. Uma jovem com seu namorado estava saindo de Santa Cândida na tarde deste sabado 05/05 em Itaguaí, quando foram cercados por bandidos fortemente armados. No desespero o casal saiu do carro e fugiu pelo meio do mato enquanto os bandidos atiravam. Ficaram escondidos e acionaram a polícia.

Após a chegada do policiamento, eles detectaram que o carro havia sido revirado. Os vidros foram quebrados e nada foi levado.

Leia o comentário da jovem publicado nas redes sociais.

“A que ponto chegamos? Toque de recolher, mortes, carros incendiados, assaltos…..Vc não poder sair de casa, sair e não poder voltar… Em meio a tantos boatos de violência na cidade hoje eu e meu namorado vivemos momentos de desespero. Saindo de Santa Cândida, um lugar totalmente pacato e rural, fomos cercados por bandidos armados, e numa tentativa desesperada, no meio de tiros, abandonamos o carro, fugimos pulando muros e ficamos escondidos no meio do mato dentro do sítio. Meu carro teve o vidro quebrado e foi revirado, mas nada foi levado. Graças a ajuda da polícia conseguimos sair de lá salvos.
Hoje eu só tenho a agradecer a Deus e pedi que nos proteja pq não tá fácil viver aqui!
Agradeço aos amigos policiais que me ajudaram, e aos policiais que compareceram no local, que Deus proteja a vida de vcs.”

Mais violência

No final desta tarde testemunhas contaram que homens armados passaram dentro de um carro atirando contra um ponto de ônibus na altura do motel Do Amore em Itaguaí. Segundo informações ainda não confirmadas um senhor havia sido atingido de raspão pelos disparos.

 

ATENÇÃO! Todo conteúdo do blog Boca no Trombone Itaguaí se o texto for copiado deve conter a autoria da matéria. Caso contrário medidas legais podem ser adotadas.

Anúncios

Casal posta foto e detalhe no espelho assusta internautas

Um casal resolve tirar uma foto apaixonada nos Estados Unidos . Daí, o que era para ser apenas mais uma selfie de casal acabou virando polêmica. Em um primeiro momento, não é possível notar o detalhe. No entanto, ao prestar atenção, percebe-se que algo não está certo. O rosto da jovem, apesar de ela estar de costas para o espelho, aparece no reflexo.

 

A imagem foi publicada pelo usuário do Twitter de nome Andy. Na legenda, ele escreveu: “Eu amo minha namorada mesmo ela sendo geminiana”. Muitos usuários acreditam que seja montagem e que a irmã gêmea é que aparece no reflexo.

Outras pessoas acharam graça ou ficaram com medo e compartilharam memes hilários sobre a situação.

Montagem? Algo sobrenatural?

Casal morre após acidente na rodovia Rio – Santos em Itaguaí

Um acidente nas primeiras horas da manhã desta quinta,17 de novembro, vitimou o casal até agora identificados como Luiz Felipe e Juliana. Eles estavam em um veículo Hyndai/HB 20S e bateram  num ônibus na Rodovia Rio-Santos, na altura do bairro de Brisamar, em Itaguaí, sentido Rio de Janeiro. A mulher morreu no local. Horas mais tarde o motorista que havia sido encaminhado pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros de Itaguaí para o Hospital Municipal São Francisco Xavier, com lesões graves, também veio a óbito.

Agentes da PRF e peritos da Polícia Civil estiveram no local. Ainda segundo a PRF, o acidente ocorreu às 6h30. Ainda não se sabe os motivos que levaram a colisão.

Justiça decreta prisão preventiva de casal acusado de matar criança

Casal vai ficar preso no Complexo de Gericinó, em Bangu. Madrasta e pai foram presos em flagrante

A Justiça decretou nesta quarta-feira a prisão preventiva de Felipe Ramos da Silva, de 30 anos, e Joelma Souza da Silva, de 43, pai e madrasta da menina Micaela, de 4 anos, achada morta nesta terça-feira em um apartamento em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio. O casal foi levado para o Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste, onde ficará preso.

A mãe de Micaela, Marlene de Almeida Rocha, prestou depoimento na Divisão de Homicídios (DH) na madrugada desta quarta-feira. Em depoimento, Marlene contou que a guarda de Micaela foi repassada ao pai depois que ela perdeu o emprego, quando a menina tinha 2 anos. Ela alega nunca ter notado nenhum vestígio de agressão no corpo da pequena e disse que ela costumava ir ao pediatra.

Agentes da Delegacia de Homicídios da Capital (DH) investigam se o pai também teria espancado Micaela ou se seria apenas cúmplice de Joelma, ao não impedir as agressões. Ambos foram presos em flagrante e vão responder por homicídio qualificado por meio cruel e por impossibilidade de defesa da vítima e fraude processual, já que adulteraram a cena do crime.

O corpo da menina foi levado para o IML nesta terça-feira e uma tia da criança foi ao local, mas não conseguiu porque a criança não tinha certidão de nascimento. Segundo uma funcionária do Instituto, a liberação só pode ser feita pela mãe da vítima, com documento de identidade. O enterro não ocorrerá nesta quarta-feira, pois o cartório fecha ao meio-dia.

O delegado André Leiras afirma que a menina apresentava marcas que pareciam de pauladas em várias partes do corpo e tinha sinais de desnutrição. “Em 14 anos de polícia, nunca vi uma cena tão horrorosa. Ao mostrar ao pai a imagem da filha morta, ele não esboçou reação. Foi conivente, mas também queremos saber se ele a espancou. Eram tantas lesões que será necessário exame complementar para definir a causa da morte”, disse o delegado.

image

Wellington Souza da Silva, de 25 anos, filho da ajudante de cozinha Joelma, também morava no local. Ele contou que as agressões contra a menina eram frequentes e que ele próprio já levou uma facada da mãe. “Moro com minha mãe há 8 meses e sempre presenciei cenas de agressões. Procurei defender a menina, mas nem sempre dava. O pai via tudo e não fazia nada. Minha mãe, aquele monstro, nunca soube criar um filho, tanto que eu morava com minha avó”, afirmou.

“É duro dizer isto, mas minha mãe é um monstro. Nem um cachorro faz isso com a cria”, desabafou o rapaz.

Em depoimento, Joelma negou o crime e disse que deu dipirona (medicamento analgésico e antipirético) a Micaela. Já Felipe acusa a companheira, e diz que já tinha presenciado agressões dela à menina pelo menos três vezes, mas não explicou porque não impediu os atos. Ele alega que chegou em casa às 23h, encontrou a menina deitada no sofá, deu um beijo nela e não notou nada anormal. Joelma tem uma passagem pela polícia por lesão corporal em 2011.

Casal quase é linchado

De acordo com a Delegacia de Homicídios da Capital, que investiga o caso, o cenário do crime foi alterado já que não havia sangue sobre o sofá onde a menina estava quando a polícia chegou ao local. Com um produto específico para encontrar vestígios de sangue (luminol), a perícia encontrou manchas na cama do quarto do casal e na pia do banheiro. Um lençol com manchas de sangue foi encontrado no lixo. A polícia acredita que a menina possa ter sido morta no quarto do casal e depois colocada sobre o sofá.
Fonte: O Dia