Arquivo da tag: Carioca

Febre Maculosa pode atingir bairro em Itaguaí

Bairro Carioca/ Ibituporanga se tornou área de risco da doença. Sintomas são febre de moderada a alta, fortes dores de cabeça, dor no corpo, calafrios e edema dos olhos e conjuntiva. Doença já matou algumas pessoas na região. Nosso blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Itaguaí desde a última sexta-feira, mas sequer fomos respondidos

A Divisão de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde de Piraí alertou os moradores do Município desde 2019, principalmente aqueles que residem ou trabalham na área rural para o perigo de contágio com a Febre Maculosa, devido ao aumento da proliferação dos carrapatos. Entre eles locais vizinhos ao bairro Carioca/Ibituporanga em Itaguaí. Ao longo do Rio que passa pelos dois municípios é uma das áreas com maior grau de risco, justamente onde fica o bairro itaguaiense.

A chefe da Divisão de Vigilância em Saúde, Ana Cristina de Souza Braga, explicou que a doença é causada por uma bactéria com o nome Rickettsia transmitida por carrapatos e pulgas infectados, que tem sua proliferação aumentada consideravelmente no período de seca.“É importante que as pessoas que moram, trabalham ou tenham atividades em áreas rurais ou próximos às matas fiquem atentos. Estudos provam que o tempo é crucial para a transmissão da doença, assim o quanto mais rápido o carrapato for retirado do corpo menos risco de contágio”, destacou Ana Cristina de Souza Braga.

Em Barra do Piraí vizinho à Itaguaí houveram duas mortes no ano passado. Vítimas tinham 38 e 62 anos e moravam nos bairros Lago Azul e Santana. Em junho três pessoas foram internadas com suspeita de Febre Maculosa em Valença, após participarem de uma pescaria na área rural. Em janeiro de 2019 Piraí registrou um caso de Febre Maculosa na localidade da Cacaria. Moradores do bairro localizado em Itaguaí nos disseram que algumas mortes com esses sintomas já ocorreram no local, ou seja, em Itaguaí. Mas a secretaria de saúde como não faz nenhum trabalho sobre o assunto fica inviável o conhecimento estatístico.

Os sintomas mais característicos da Febre maculosa são febre demoderada a alta, fortes dores de cabeça, dor no corpo, calafrios e edema dos olhos e conjuntiva. A doença pode provocar paralisia, que normalmente se inicia nas pernas e pode subir pelo corpo parando outros órgãos vitais como rins e pulmões, causando a morte do paciente. Ana Cristina de Souza Braga explicou que ao manifestar esses sintomas a pessoa deve procurar imediatamente o atendimento médico e informar que foi picada pelo carrapato.

Entramos em contato com a prefeitura de Itaguaí para solicitar informações dos procedimentos que estão sendo adotados pela secretaria de saúde sobre o assunto. Mas parece que a secretaria de saúde da cidade além de não estar tomando nenhuma providência sobre o assunto sequer se importa em retornar o contato.

Conheça mais sobre a Febre Maculosa

Clique aqui

Policiais fazem busca na Serra em Itaguaí em busca de bandidos

Orientação dos policiais é para que as pessoas retornem e não subam a Serra

 

Uma operação policial na manhã desta quarta- feira 09/05, com o apoio do Exercito, está movimentando mais de dez viaturas policiais, alem de um caminhão do exercito brasileiro. A informação é que bandidos estariam tentando fugir e subindo a serra para tentarem chegar ao bairro Carioca na serra do Caçador para se esconderem. O comboio de policiais partiu dos bairros Belvedere,Itaguaí e região, na busca dos marginais. Mais informações em breve.

 

ATENÇÃO! Todo conteúdo do blog Boca no Trombone Itaguaí se o texto for copiado deve conter a autoria da matéria. Caso contrário medidas legais podem ser adotadas.

Botafogo é campeão Carioca 2018

Vasco é vice de novo e único time grande do Rio a não levantar taça nenhuma em 2018, sendo o grande derrotado do campeonato

 

Há coisas que só acontecem com o Botafogo. E quem disse que o clichê só vale para momentos ruins? Com pênalti não marcado, sofrimento até o último minuto e dois heróis estrangeiros, o Glorioso despachou o Vasco neste domingo, no Maracanã, e se sagrou campeão carioca em grande estilo. Joel Carli, aos 49 minutos do segundo tempo, garantiu o 1 a 0 no tempo normal e levou a decisão para os pênaltis. Aí, um roteiro que o torcedor alvinegro já se acostumou se repetiu: Gatito Fernandéz garantiu o troféu ao defender as cobranças de Werley e Henrique.

DESTAQUE

O ESPECIALISTA

Mais do que o alívio pelo gol de Carli no minuto final do tempo normal, o torcedor do Botafogo foi para a decisão por pênaltis confiante. Com Gatito Fernandez, havia quase que uma certeza de ao menos uma defesa na série contra o Vasco. E assim foi! Herói na Libertadores de 2017, o goleiro paraguaio manteve a média e defendeu as cobranças de Werley e Henrique, garantindo o troféu. Agora, são impressionantes dez defesas em 19 pênaltis com a camisa alvinegra.

A PRIMEIRA VEZ…

O título carioca foi ainda mais especial para Joel Carli. E não somente pelo gol decisivo marcado no lance final da partida. O troféu erguido no Maracanã foi o primeiro da carreira do zagueiro argentino de 31 anos. Antes de chegar ao Botafogo, ele tinha passado por Aldosivi, Deportivo Morón, Gimnasia La Plata e Quilmes, todos de seu país.

CUSTOU CARO

Com a vantagem do empate, o Vasco começou melhor a partida diante de um Botafogo ansioso, desperdiçou chance clara com Riascos, parecia ditar o ritmo, mas viu tudo mudar com a expulsão de Fabrício. Aos 36 do primeiro tempo, o lateral fez falta em Luiz Fernando e recebeu o vermelho direito, forçando sua equipe a praticamente só se defender nos 55 minutos seguintes. Zé Ricardo fechou o time, terminou o jogo com quatro zagueiros, mas foi castigado no minuto final.

PRIMEIRO TEMPO

Intensidade, expulsão e casa cheia. Vasco e Botafogo não primaram pela técnica, mas não faltaram ingredientes para valorizar o clima de final no Maracanã. Os primeiros 45 minutos foram marcados por equipes que se mandaram para o ataque como podiam. Em desvantagem, o Glorioso tentava adiantar a marcação e pressionar, oferecendo espaços para um adversário que entrou em campo com quatro laterais de ofício, abrindo o campo para explorar a velocidade dos contragolpes. Com a obrigação de fazer um gol, o Botafogo se mostrou ansioso em alguns lances, enquanto o Vasco criava as melhores oportunidades.

 

Riascos desperdiçou chance clara após vacilo de Gatito em chute de fora da área de Pikachu. Bem postado, os vascaínos conseguiam ditar o ritmo do jogo. Até que o panorama mudou com a expulsão de Fabrício. O lateral recebeu o vermelho direto após falta em Luiz Fernando, que teve que sair da partida, aos 36. Foi quando o Glorioso passou a encontrar mais espaços, principalmente pelos lados, mas faltou criatividade.

SEGUNDO TEMPO

Com um a mais, Alberto colocou o time no ataque: sacou Marcelo e apostou em Kieza. Na base do abafa, o Glorioso esboçou uma pressão, mas faltava criatividade. A solução foi apelar para o chuveirinho, mesmo diante de um adversário que terminou a partida com quatro zagueiros em campo. Quando os botafoguenses conseguiam finalizar, esbarravam em Martín Silva. O uruguaio interceptou cruzamentos e fez boas defesas em conclusões de Brenner e Kieza.

 

Em uma das bolas alçadas na área, polêmica: Galhardo puxou Carli pela camisa e o impediu de disputar a jogada. Muita reclamação dos alvinegros, mas nada marcado. Para Arnaldo Cézar Coelho, comentarista da TV Globo, pênalti claro. O Botafogo não desistia e seguia com bolas aéreas. E assim foi recompensado quando a torcida do Vasco já ameaçava gritos de campeão. Aos 49, após a expulsão de Valencia, bate-rebate na área culminou na finalização de Carli. Gol! E o título carioca foi para decisão por pênaltis.

Taças do Rio

Com o campeonato Carioca conquistado após um torneio confuso por seu regulamento, o Glorioso levantou a taça mais importante do estado. Antes, o Flamengo foi campeão da Taça Guanabara e o Fluminense campeão da Taça Rio. Restou ao Vasco ser o único time grande do Rio a terminar o Carioca de mãos vazias, sem sequer vencer um turno. Dos grandes o Vasco foi o grande perdedor este ano.

 

COMO FICA?

O Botafogo volta a ser campeão carioca depois de cinco anos e agora acumula 21 títulos da competição. Com 34, o Flamengo é o maior vencedor, seguido por Fluminense (31) e Vasco (24).

QUE VENHA O BRASILEIRÃO!

Campeão carioca, o Botafogo estreia no Campeonato Brasileiro na segunda-feira, dia 16, diante do Palmeiras, no Engenhão, às 20h (de Brasília) – antes, encara o Audax Italiano, quinta-feira, às 19h15, em Santiago, pela Copa Sul-Americana. Domingo, o Vasco recebe o Atlético-MG, às 16h, em São Januário.

Com Globoesporte.com

Portela é campeã do carnaval Carioca 33 anos depois

Em uma disputa acirradíssima com a Mocidade a escola de Madureira ganha seu vigésimo segundo título

Foi no último quesito que a escola de Madureira deu fim ao jejum de 33 anos. Desde 1984 sem vencer, a azul e branco venceu no último quesito, enredo, e passou a Mocidade em uma linda disputa.

A Portela terminou a apuração com 269,9 pontos, apenas um décimo a mais do que a escola que ficou em segundo lugar, a Mocidade Independente de Padre Miguel, com 269,8.O Salgueiro ficou em terceiro, com 269,7 pontos. A escola de Padre Miguel deu orgulho. Após anos sem estar entre as primeiras, a Mocidade era a campeã até o penúltimo quesito. Mas, a escola de Madureira levou a melhor no fim.

A Portela levou ao sambódromo um enredo que contou a relação histórica entre a humanidade e os rios, passando também por lendas e religiões.

unnamed

As escolas de samba são avaliadas em nove quesitos: alegorias e adereços, bateria, fantasia, samba-enredo, comissão de frente, evolução, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira e enredo.

Apuração

No início da apuração, as escolas Portela e Mangueira lideravam, com a leitura de quatro dos nove quesitos. Depois, a Mocidade assumiu a ponta.

A Unidos da Tijuca e Paraíso de Tuiuti tiveram as piores notas nos quesitos alegorias e adereços, possivelmente devido aos acidentes envolvendo carros alegóricos das duas escolas. Unidos da Tijuca foi a única escola de samba do Rio punida durante a apuração. A escola perdeu um décimo por estourar o tempo do desfile.

Resultado final

1º Portela – 269, 9 pontos
2º Mocidade – 269,8 pontos
3º Salgueiro – 269,7 pontos
4º Mangueira – 269, 7 pontos
5º Grande Rio – 269, 4 pontos
6º Beija Flor – 269, 2 pontos
7º Imperatriz – 268, 5 pontos
8º União da Ilha – 267, 8 pontos
9º São Clemente – 267, 4 pontos
10º Vila Isabel – 267, 4 pontos
11º Unidos da Tijuca – 266,8 pontos
12º Tuiuti – 264,6 pontos

As seis primeiras colocadas se apresentam novamente no Desfile das Campeãs, no próximo sábado (4).

Rebaixamento

Este ano, nenhuma escola foi rebaixada para o grupo de acesso por decisão da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) motivada por acidentes que deixaram feridos durante a passagem da Paraíso do Tuiuti e da Unidos da Tijuca.

Em 2016, a grande vencedora do carnaval do Rio de Janeiro foi a Mangueira. O segundo e terceiro lugar ficaram com a Unidos da Tijuca e a Portela, respectivamente.

Uma fila gigantesca e nada de informação concreta

Redes sociais

Atualizado 15/08 às 02:05

Slide2

Muitas pessoas foram ontem sexta – feira (14) ao Sindicato dos Trabalhadores na Industria e Construção Civil (Sintracomm), ao lado da Casa & Vídeo, na rua Ismael Cavalcante.

Desde as primeiras horas da manhã, essas pessoas enfrentaram um calor intenso, na promessa que as vagas ali disponíveis eram para a empresa Carioca que atua no ramo da construção civil. Apesar de receber os currículos, o sindicato não dava maiores informações aos candidatos ali presentes, segundo relatos.

Entramos em contato com a empresa Carioca, em seu escritório em São Cristovão. Obtivemos a resposta de que a empresa não tem conhecimento de entrega de currículos no sindicato e sequer estão empregando na região de Itaguaí. A empresa ainda alegou que irá tomar as devidas providencias para apurar o caso.

O blog deixa seu espaço aberto para a empresa e o sindicato em questão para maiores esclarecimentos.

Empresa Carioca, telefone 39239850 

Tentamos contato telefônico com o sindicato, porém não obtivemos êxito até o momento.

 Sintracomm Itaguaí –  2687-6218

Foto Diana Oliveira, grupo Boca no Trombone Itaguaí no Facebook