Arquivo da tag: Black Friday

Motéis terão desconto de 50% na primeira segunda-feira após a Black Friday

É hora de amar

Extra

Clientes terão descontos de 50% em cem motéis por todo o país no dia 27 de novembro, a Black Monday de 2017. É chamada assim a primeira segunda-feira após a Black Friday, uma sexta-feira (que neste ano cai no dia 24) voltada para saldões em todo o mundo.

A ação é organizada pela Associação Brasileira de Motéis, em parceria com o Guia de Motéis. Os descontos serão concedidos nos preços da suíte e período vigente, não sendo acumulativo com outras promoções e excluindo gastos com alimentação, acessórios e bebidas. É a chance de conhecer até um estabelecimento luxuoso, sem gastar muito.

— A expectativa é de ter um acréscimo de 100% no faturamento dos motéis de luxo e 70% nos estabelecimentos econômicos. No entanto, o mais importante com esta ação é incentivar as pessoas a irem aos motéis e conhecerem o novo momento da motelaria para depois voltarem — declara Eusébio Ribeirinha, Presidente da Associação Brasileira de Motéis.

Para ter acesso às promoções do Guia de Motéis Black Monday, os interessados deverão se cadastrar no Guia de Motéis. Este cadastro vai gerar um cupom, que o hóspede deverá apresentar digitalizado ou impresso na recepção do estabelecimento participante no dia 27 de novembro.

No Rio de Janeiro, por enquanto, já confirmaram participação na ação os motéis Mon Cheri e Vip’s Suítes (Avenida Niemeyer 418, Leblon). A quantidade, no entanto, ainda pode mudar.

Operação do Procon Estadual na Black Friday resulta em 235 irregularidades identificadas

Na última sexta-feira (27/11), os fiscais do Procon Estadual trabalharam em esquema de prontidão na Operação Pega Pra Capar para conferir denúncias feitas pelos consumidores durante a Black Friday. No total, foram 235 irregularidades identificadas, entre propaganda enganosa, aumento do valor no fechamento da compra online, abusos na cobrança de frete e indisponibilidade do produto anunciado.

 

Até às 18h, a equipe de monitoramento identificou 76 ofertas enganosas em promoções divulgadas em sites de compras – maioria delas no Submarino: 45 irregularidades. O monitoramento comparoucom os preços coletados há algumas semanas, para saber se os descontos eram verdadeiros ou não.Foram realizadas pelos consumidores 110 reclamações e denúncias através do site Procon Online (www.procononline.rj.gov.br) e pelo telefone 151.

 

Outras 10 irregularidades foram identificadas na comparação em sites de buscas de preços e 26 consumidores reclamaram diretamente em postos de atendimento do Procon. Destes, 24 foram no posto localizado no Shopping Bangu devido a filial local das Casas Bahia não ter um ferro elétrico anunciado na promoção.

 

No decorrer do dia, a autarquia divulgou – através de releases, postagens no facebook e notas no twitter – as denúncias relacionadas a promoção que tinham consistência e levaram a abertura de processos investigativos. Assim conseguiu manter o consumidor informado. A equipe de fiscalização estava nas ruas verificando denúncias e fiscalizando lojas de rua e shoppings que aderiram ao evento. Ao todo, os fiscais autuaram 13 estabelecimentos.

 

Em três lojas da Leader fiscalizadas (Rua Uruguaiana, 55, Centro; Avenida Dom Hélder Câmara, 6.332, Cachambi eNew York City Center), foi constatado que os estabelecimentos colocam uma etiqueta de promoção no mesmo valor do preço anterior do produto, induzindo o consumidor a pensar que se trata de uma promoção.

 

Já na Melissa do BarraShopping, havia uma promoção na vitrine informando: “Jogue o dado e ganhe até 60% de desconto”. Porém o dado possuía apenas 5% e 10% de desconto. Os fiscaisdeterminaram a retirada imediata da propaganda

 

.Para saber os parciais dos monitoramentos realizados nos sites, vejam nos seguintes links:

 

http://www.procon.rj.gov.br/index.php/publicacao/detalhar/2221

 

http://www.procon.rj.gov.br/index.php/publicacao/detalhar/2222

 

http://www.procon.rj.gov.br/index.php/publicacao/detalhar/2223

 

Balanço Fiscalização em estabelecimentos da Operação Pega pra Capar:

 

1 – Leader (Rua Uruguaiana, 55, Centro): Os fiscais constataram denúncia de que o estabelecimento coloca uma etiqueta de promoção no mesmo valor do preço anterior/original do produto, induzindo o consumidor a pensar que se trata de uma promoção.Tamanho da fonte do valor da parcela maior que a do preço à vista.Ausência do endereço e telefone do Procon no cupom fiscal.

 

2 – Leader (Avenida Dom Hélder Câmara, 6.332, Cachambi): Os fiscais constataram denúncia de que o estabelecimento coloca uma etiqueta de promoção no mesmo valor do preço anterior/original do produto, induzindo o consumidor a pensar que se trata de uma promoção.Tamanho da fonte do valor da parcela maior que a do preço à vista.

 

3 -Mala Amada(BarraShopping):Ausência de preços nos produtos.Propaganda informando descontos de até 50%, sugerindo que seria em toda a loja, o que não ocorre, induzindo o consumidor ao erro. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

 

4 – Melissa(BarraShopping):Promoção na vitrine informando: “Jogue o dado e ganhe até 60% de desconto”. Porém o dado possuía apenas 5% e 10% de desconto. Os fiscais determinaram a retirada imediata da propaganda.Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

 

5 -Lojas Americanas(Rio Sul): O videogameXbox One na promoção Black Friday custava R$ 1.599,00. Entretanto, ao observarem no sistema da loja, os fiscais verificaram que o mesmo produto era vendido, no dia 15/11, por este valor, tendo sido aumentado a partir do dia 20/11 e hoje voltando ao valor inicial, induzindo o consumidor a achar que está comprando com desconto da Black Friday, mas, na realidade, está pagando o valor que era cobrado anteriormente

 

6 – Lojas Americanas (Avenida Dom Hélder Câmara, 5.332 Cachambi): Oproduto em oferta Xbox One sofreu sucessivos aumentos ao longo da semana e constatou-se propaganda enganosa, uma vez que o referido desconto era apenas o retorno ao valor anteriormente ofertado.

 

7 – Loungerie(BarraShopping):Propaganda indicando peças (sutiã e calcinha) a partir de R$ 39,90 e R$ 19,90, sendo que o “a partir de” estava ilegível, fazendo o consumidor acreditar que todas as peças daquela ilha estavam nesse valor, quando não estavam.Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

 

8 – Ponto Frio (BarraShopping): Reclamações no Livro de Reclamações com data de 15/01/2015 e 27/01/2015 não enviadas (o prazo é de 30 dias).

 

9 – Samsung (NorteShopping):Reclamação registrada no Livro de Reclamações com data de 05/09/2015 não enviada (o prazo é de 30 dias).

 

10 -Leader(New York City Center):Encarte informando promoção de até 80% em toda loja, sendo que não havia desconto desse percentual nos produtos apresentados no encarte.Produtos remarcados com preços promocionais, remarcados novamente, como se fosse mais barato do que o valor anterior, sendo que o valor era o mesmo.

 

11 -Sonho dos Pés (BarraShopping):Ausência de preços em produtos expostos à venda.Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.Propaganda na vitrine informava descontos de 20% a 50%, induzindo o consumidor a acreditar que seria em toda a loja, quando não era. Denúncia passada por consumidor no 151 confirmada.

 

12 – Extra (Avenida Dom Hélder Câmara, 6.350, Pilares): Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Havia cartazes com os dizeres “de” “por”, mas no local do preço “por” havia uma interrogação.

 

13 -Farm (Rua da Quitanda, 86, Centro):Ausência de preço na vitrine e no interior da loja.Produtos da Black Friday não estavam identificados e estavam sem os preços do desconto.

As operações do Procon continuarão, mas você pode fazer sua denúncia, basta ligar para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.