Arquivo da tag: atrasos

Audiência entre prefeito de Itaguaí e servidores acontecerá amanhã por determinação da justiça

Diálogo forçado começara às 14 horas no Tribunal de Justiça no Centro do Rio e há perspectiva de divulgação de calendário para quitação de vencimentos em atraso

Dilceia Norberto jornal Atual

O prefeito de Itaguaí, Carlo Busatto Junior, o Charlinho (PMDB), terá que comparecer a uma audiência conciliatória no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro nesta terça-feira (25), juntamente com representantes dos servidores em greve da Assistência Social e da Saúde. A convocação foi feita pelo desembargador Milton Fernandes de Souza, presidente do (TJ), após a Prefeitura de Itaguaí ter entrado pela segunda vez com um pedido de ilegalidade da greve. A Justiça, de novo, negou a solicitação do Executivo “Não há elementos nos autos para que se permita certificar a ilegalidade da greve”, afirmou decisão do dia 10 de julho, que não multou ou penalizou os servidores. Apenas determinou que o atendimento mínimo fosse feito com 70% do efetivo.

A audiência é considerada uma vitória para os servidores em greve. Eles veem a questão como, finalmente, uma oportunidade de dialogar com o governo. “Essa audiência é muito importante, porque na verdade é o feitiço contra o feiticeiro. Na petição à Justiça, o governo argumenta que tem tentado dialogar e fazer um acordo com os servidores, mas todo mundo sabe que isso é mentira. Ele não recebe ninguém, não responde a ofícios, nada. Agora, diante da Justiça, ele vai ter que conversar com o servidor, coisa que estávamos tentando há muito tempo”, declarou a representante sindical, Hellen Oliveira.

O Executivo argumentou ainda que verificou que o percentual de adesão à greve nas unidades de saúde municipais ‘viola o legítimo exercício do direito de greve, em razão da não designação de número mínimo de profissionais para atendimento às necessidades essenciais do serviço’. No entanto, os servidores alegam que têm mantido o percentual mínimo desde o início da paralisação e que se as unidades de saúde não estão funcionando é por falta de condições que deveriam ser oferecidas pela gestão.

“Quando o Charlinho veio candidato, a população achou que iria ter as mesmas coisas que tinha antes. Porque o que a gente escuta falar é que ele era muito ruim para o servidor, mas as coisas que chegavam às unidades eram de boa qualidade para a população e não faltava nada. A população acreditou nisso. Mas não tem. Só para se ter uma ideia, o Cras Centro, que é um equipamento da Assistência, ficou dois meses fechado por falta de água. Isso não é responsabilidade da greve, e sim do gestor”, disse Hellen, que ainda destacou o fato de algumas unidades de saúde não estarem realizando o exame preventivo do câncer de colo do útero, porque não há ginecologistas. Isso, não é culpa de quem está em greve para receber salários atrasados.

Em greve há seis meses, desde 16 de janeiro, os servidores acreditam que poderão, nesta audiência de conciliação, obter uma negociação com o governo Charlinho. Os trabalhadores pretendem extrair do governo um calendário de pagamento em relação ao mês de dezembro e às férias de 2016. A audiência acontecerá no prédio do TJ, no Centro do Rio, às 14h.

Fonte: Jornal Atual de Itaguaí

Relembrando…

A  Desembargadora Valéria Dacheux, da 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, em audiência especial com o Ministério Público, o prefeito de Itaguaí e representação sindical em março deste ano, na capital do Estado, determinou a proibição de contratações por parte da prefeitura de Itaguaí.

Com isso, na época,  o Processo Seletivo que estava em curso foi suspenso. Além dessa proibição, a prefeitura deveria efetuar o pagamento atrasado do mês de dezembro até 20 de maio para quem ganha até R$ 1.500,00 brutos, algo que foi cumprido. Já para quem ganha valores superiores, ficou acordado que uma audiência especial seria marcada até no máximo dia 30 de junho, algo que ainda não ocorreu.

 

Ata da audiência judicial

 

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/03/15/justica-proibe-continuidade-de-processo-seletivo-em-itaguai/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/04/27/justica-defere-liminar-a-favor-de-servidores-da-saude-e-assistencia-social-de-itaguai/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/04/30/prefeitura-de-itaguai-desrespeita-decisao-da-justica-e-desconta-salario-de-grevistas-novamente/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/06/04/conselho-do-fundeb-cobra-salario-de-dezembro-nao-pago-a-servidores-de-itaguai/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/04/30/prefeitura-de-itaguai-desrespeita-decisao-da-justica-e-desconta-salario-de-grevistas-novamente/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/02/16/prefeitura-de-itaguai-anuncia-calendario-de-pagamento-do-funcionalismo-para-2o-trimestre-mas-nao-cita-o-salario-atrasado-de-dezembro/

 

 

Anúncios

Requerimento de informações sobre situação dos salários atrasados é aprovada na Câmara de Itaguaí

Em clima de tranquilidade, a 5ª sessão ordinária que aconteceu na última quinta-feira (09) teve Casa cheia. Com 16 vereadores presentes – a única ausência foi o vereador Gil Torres (PTN), que foi justificada pela necessidade de acompanhar a esposa que está para ganhar bebê – foram votadas indicações, requerimentos e quatro parecer de Comissões Permanentes.

A matéria sobre o salário dos Secretários Municipais, que era muito esperada pela plateia de servidores que acompanhavam o trabalho do Legislativo, não foi colocada em votação. O autor da lei, vereador Waldemar Àvila (PHS) esclareceu que o que seria votado é o parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), mas o parecer ainda não está pronto.

— Queria dar uma satisfação para você, morador de Itaguaí, caso tenha recebido alguma sinalização de que este parecer seria votado hoje. Caso esse parecer avançar, ainda teremos duas discussões. Talvez alguns vieram com o intuito de conhecer o teor da votação deste tema tão polêmico — esclareceu o vereador Waldemar.

Pedindo a palavra, o vereador André Amorim (PR), relator do parecer na CCJR, garantiu que o parecer estará pronto para ser votado na sessão da próxima terça-feira (14).

 

Estudo do organograma estrutural da Câmara

O vereador Sandro da Hermínio (PT do B) fez um requerimento de estudo do organograma estrutural da Câmara, a fim de viabilizar uma economia maior da Casa Legislativa. O parlamentar foi aplaudido pela plateia.

O vereador André Amorim, parabenizou o requerimento de Sandro.

— O requerimento do colega Sandro vem de encontro com o que tinha sido pedido desde o começo, em fevereiro, de reescrevermos o Regimento Interno dessa Casa. É uma tentativa de renovação para melhor — parabenizou o vereador. O Presidente da Casa, Rubem Ribeiro, acatou o pedido do vereador Sandro.

 

 

Salário dos servidores comissionados e contratados

O requerimento número 17, de autoria do vereador Waldemar Ávila, pedia ao Prefeito informações sobre a situação dos pagamentos de servidores comissionados e contratados que não receberam seus salários. Entre os questionamentos estão: quantos servidores comissionados e contratados não receberam; data prevista para pagamento; por que não foi pago aos servidores comissionados e contratados, visto que os efetivos receberam; e o cronograma de pagamento.

Genildo parabenizou o vereador Waldemar pela iniciativa.

— É realmente muito difícil hoje a situação dos contratados e comissionados que foram exonerados no dia 1º de janeiro. São trabalhadores que, apesar de não serem concursados, trabalharam tanto quanto o concursado para esse município. Eu não faço essa diferença entre comissionado, contratado e efetivo. Na minha opinião todos eles são trabalhadores. E sendo trabalhadores, devem ter seus direitos respeitados. São chefes de família que cumpriram com a sua parte, e hoje estão com as contas atrasadas. Muitos deles passando necessidade — declarou o parlamentar.

O vereador Willian Cesar também comentou o caso, e criticou o governo por dizer que está antecipando o pagamento tendo débitos atrasados.

— Como que a prefeitura tem a coragem de dizer que está antecipando os pagamentos, se tem débitos atrasados? Isso não existe. Acho que todo mundo trabalhou e tem direito de receber. É mais do que justo que no mínimo ele (Prefeito) preste esclarecimentos a esta Casa — declarou Willian. Logo após o requerimento foi aprovado.

 

Carnaval no Centro

Durante o grande expediente o vereador Ivanzinho (PSB) comentou a alteração no projeto de lei que proíbe o palco das festividades carnavalescas de ser montado nos arredores do Hospital Municipal São Francisco Xavier.

— Gostaria de explicar a toda a população que o evento carnavalesco não vai deixar de existir no Centro da Cidade. Apenas por respeito aos pacientes do Hospital São Francisco Xavier, estamos pedindo encarecidamente que no próximo ano o nosso prefeito monte esse palco no mínimo 100 metros distante do hospital — explicou o vereador, sugerindo os lugares aonde o palco poderia ser montado sem causar transtornos aos pacientes.

 

Requerimentos

Requerimento nº 16 – Moção de Congratulações e Elogios ao Sr. Silvio Martins. Autoria: Noel Pedrosa

Requerimento nº 17 – Requerimento de informação: 1) quantos servidores comissionados e contratados não receberam; 2) relação nominal; 3) data prevista para pagamento; 4) por que não foi pago aos servidores comissionados e contratados, visto que os efetivos receberam; 5) cronograma de pagamento. Autoria: Waldemar Ávila

 

Indicações

Indicação nº 39 – solicitando a instalação de luminárias públicas nos postes das Ruas 6 e 7, localizadas no Bairro Teixeira. Autoria: Fernando Kuchembecker.

Indicação nº 40 – solicitando a recuperação da Avenida Amaral Peixoto, na esquina com a Rua Antônio Martins, localizada em Coroa Grande. Autoria: Fernando Kuchembecker.

Indicação nº 50 – solicitando a reconstrução da ponte para travessia de pedestres e ciclistas sobe o Rio Cação que liga os Bairros Leandro (Mazomba) a Santa Cândida (ponte conhecida como Ponte do Tarzan), bem como instalação de iluminação nas cabeceiras da mesma. Autoria: Minoru Fukamati

Indicação nº 51 – solicitando a manutenção da Praça da Rua Pérola (antiga Estrada do Leandro) no Bairro Mazomba, manutenção Praça Rio Preto e limpeza do playground, ambos situados ao supracitado logradouro. Autoria: Ivan Charles

Indicação nº 52 – solicitando a retirada de entulho da esquina das Ruas Kaisser Abraão com São José no Bairro Monte Serrat. Autoria: Ivan Charles

Indicação nº 53 – solicitando a conclusão do sistema de esgoto na Rua São José, onde faltam 200mts para complementação. Autoria: Noel Pedrosa

Indicação nº 54 – solicitando o término de obra de Creche localizada no Morro do Carvão. Autoria: Alexandro de Paula

Indicação nº 55 – solicitando a construção de uma ciclovia em toda a extensão do coqueiral até os prédios, na Rua Ismael Cavalcante. Autoria: Alexandro de Paula

Indicação nº 56 – solicitando a colocação de iluminação, poda de árvore e tapar buracos da Rua das Camélias e da Rua das Hortências. Autoria: Willian Cezar

Indicação nº 57 – solicitando a dragagem no canal e obra estrutural do Cais Marítimo no Bairro de Coroa Grande. Autoria: Willian Cezar

Parecer da CCJ: Assunto: Projeto de Lei de autoria do Vereador Ivan Charles. Regulamenta a transferência da outorga de direito à exploração do serviço de taxi.

Parecer da Comissão de Finanças: Assunto: Projeto de Lei de autoria do Vereador Waldemar Ávila. Ementa: Modifica o Art. 1º da Lei 3460/2016 que fixa o subsídio do secretário Municipal, Procurador Geral e Controlador Geral do Poder Executivo.

Parecer da Comissão de Finanças: Assunto: Projeto de Lei de autoria do Vereador André Amorim. Ementa: Dispõe sobre a inexigibilidade de cobrança do IPTU e Taxa de lixo para os servidores públicos municipais concursados, contratados, ou comissionados que se encontrem com seus vencimentos, especificamente salários e décimo terceiro salários em atraso, podendo a municipalidade exigir a satisfação destes créditos somente a partir do momento em que colocar em dia tais vencimentos devidos aos servidores em questão.

Parecer da Comissão de Finanças: Assunto: Projeto de Lei de autoria do Vereador Ivan Charles. Ementa: Dispõe sobre a alteração da Lei 3.385 que versa sobre revisão do plano de cargos e salários e reforma administrativa da Câmara Municipal a fim de acrescentar artigo que trata de cota para pessoas com deficiência no quadro de pessoal e assegurar às pessoas com deficiência o direito à interprete de língua brasileira de sinais (LIBRAS) nas atividades desta Casa.

Parecer da Comissão de Educação e Cultura: Assunto: projeto de Lei de autoria do Poder executivo. Ementa: Cria o Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais.

Fonte: Câmara Municipal de Itaguaí

Prefeituras de Mangaratiba, Seropédica e Angra pagarão salários de dezembro e décimo à todos os servidores públicos

Itaguaí é o único município da região, que dará calote em seu funcionalismo

As prefeituras de Seropédica, Mangaratiba e Angra dos Reis, estão pagando em dia os seus servidores públicos. Após greve em Seropédica e Angras dos reis, as duas prefeituras conseguiram equilibrar as finanças e estão pagando os trabalhadores. Em Angra isso só foi possível, mediante ao arresto determinado pela justiça após ação movida pelo sindicato dos servidores. A prefeitura, usará seu fundo previdenciário para quitar salários atrasados do funcionalismo público. Já em Mangaratiba, os salários estão em dia desde o começo da gestão do atual prefeito D.r Ruy, que não conseguiu ser reeleito na cidade.

slide2

slide3

slide4

Já na cidade de Itaguaí, a com maior arrecadação dentre as cidades mencionadas, os atrasos são absurdos. O atual prefeito Weslei Pereira (PSB), não conseguiu pagar os salários de novembro para muitos servidores, não pagou e nem tem previsão de pagamento do décimo terceiro e salário de dezembro. Tudo isso, mostra que o problema de Itaguaí é unicamente de uma gestão bisonha.

Veja:

http://seropedica.rj.gov.br/?p=5112

https://www.facebook.com/PrefeituradeAngra/?fref=ts

http://www.conjur.com.br/2016-dez-19/angra-reis-rj-pagara-salarios-atrasados-fundo-previdencia

https://www.facebook.com/prefeitura.municipaldemangaratiba/?fref=ts

Prefeitura de Itaguaí continua sem repassar valores de empréstimos aos bancos

Além dos empréstimos, portal da transparência omite vencimentos de muitos servidores desde setembro

O governo de Weslei Pereira (PSB), tem sido desastroso. Como se não bastasse atraso de salários, ausência do pagamento de décimo terceiro salário e suspensão do pagamento de férias para a maioria(pois alguns receberam não somente férias com altos valores, como férias em pecúnia), ele também não tem repassado os empréstimos e os planos de saúde com desconto em folha. Muitos servidores estão recebendo cartas dos bancos cobrando as dividas que não são deles, e sim da prefeitura que desconta dos funcionários, mas não repassa o que é devido aos bancos. Com isso, os nomes dos funcionários podem parar no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). Além dos empréstimos, o governo de Weslei, também não esta repassando os descontos para planos de saúde. A pessoa paga o plano, o desconto é feito pela prefeitura no contracheque, mas o prefeito não repassa aos planos que bloqueiam os atendimentos por inadimplência. Os repasses da previdência, segundo o órgão, estão sendo feitos de forma regular, será?

 

Como solucionar?

Para casos como este, basta o servidor pegar seu contracheque e provar que os descontos estão sendo feitos mensalmente. Mas aí ocorre outro problema. O sistema de contracheque online da prefeitura denominado Betha, coincidentemente está fora do ar, impossibilitando assim ter a prova do erro proposital do atual governo. Outra possibilidade seria o servidor entrar no portal da transparência da prefeitura, em seu site. A lei obriga que as informações lá sejam fornecidas na íntegra. No entanto, como tudo relacionado ao atual governo, muitas informações são omitidas. Se você pesquisar de setembro pra cá, no nome da maioria dos servidores não consta quanto ele recebe por mês, algo que é regra da transparência. Se a pesquisa for anterior ao mês de julho, não será encontrado quais descontos são feitos, e quais valores de adicionais são dados aos servidores. Ou seja, uma margem enorme para alguns funcionários terem altos ganhos de adicionais de mérito de forma irregular e criminosa.

Solução

Procure a administração da prefeitura. Caso você servidor esteja recebendo cartas dos bancos de atrasos de empréstimos que não é culpa sua, e seja servidor  da educação, entre em contato conosco através de nosso Whatsapp: 21987489566. Lá poderemos dar algumas soluções definitivas.

 

Com salários atrasados, servidores fazem o “Sopão da miséria” em Itaguaí

Com salários, atrasados, direitos cortados e acordo não cumprido, funcionários realizam ato em frente a prefeitura de Itaguaí

Os servidores da saúde e assistência social que se encontram em greve, realizaram na manhã desta quarta 30, um manifesto em frente a prefeitura de Itaguaí. O “Sopão da miséria”, visa chamar à atenção da cidade para o grave problema do funcionalismo que esta com salários atrasados e muitos não receberam sequer a primeira parcela do 13° salário que deveria ser paga em julho. Após a proposta do governo de pagamento escalonado ter sido descumprida logo no primeiro dia do acordo, os servidores da saúde e assistência social voltaram para a greve. Até o momento o prefeito Weslei Pereira não se pronunciou sobre os graves problemas acarretados por sua má gestão.

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2016/11/23/secretario-de-saude-de-itaguai-pede-suspensao-de-ferias-de-servidores-do-hospital-da-cidade/

https://bocanotromboneitaguai.com/2016/11/17/prefeitura-demite-servidores-de-hospital-em-itaguai/

https://bocanotromboneitaguai.com/2016/11/24/servidores-da-saude-e-assistencia-social-de-itaguai-voltam-pra-greve/

https://bocanotromboneitaguai.com/2016/11/11/servidores-da-saude-e-assistencia-social-fazem-manifesto-e-passeata-contra-a-pec-24155-e-pelo-pagamento-de-salarios-atrasados/

 

Servidores de Itaguaí não tem previsão de pagamentos

Em consulta e em diversos relatos, prefeitura ainda não pagou para muitos servidores nem o salário de setembro. Na greve anterior dos servidores teve acampamento em frente a prefeitura

O prefeito Weslei Pereira que já entrou para a história como o pior prefeito de Itaguaí, não cansa de aprontar. A desculpa esfarrapa de que não há verbas, é mais uma mentira deslavada de um governo que veio apenas para destruir com o funcionalismo municipal. As verbas que caíram em alguns setores, não são motivos suficientes para deixar de pagar os servidores. As verbas do FUNDEB por exemplo estão hoje com valores mais que suficientes para quitar os vencimentos. Mas, como todo governo que age de má fé, a notícia é que muitos servidores de setembro ainda não receberam. Já o pagamento de outubro, a folha não tinha sido fechada até a última segunda , ontem dia 09 de novembro, último dia para tal pagamento segundo a Lei Orgânica em seu artigo 42 nada havia mudado.

Hoje dia 10, o prefeito pagou os salários para professores que dão aulas do pré ao quinto ano e que recebem até R$ 2.500, bem como para cozinheiras de escolas e auxiliares de serviços escolares. Já os outros servidores que ganham até esse valor e os que ganham acima não tem importância, afinal, uma greve onde tenha adesão das cozinheiras implica no funcionamento das escolas, bem como os professores. Mas de tudo isso o que mais afeta a todo funcionalismo é a falta de compaixão dos próprios servidores entre sí. Muitos servidores não pensam nos outros que estão passando pelos problemas que eles passaram. Uma categoria que mostra que o único interesse é o seu individualismo. Muitos relatam que temem corte de ponto e usam isso como desculpa. No entanto, para que haja isso, uma greve deve ser declarada ilegal e somente após a decisão de um juiz é que pode haver tais cortes. Não dá pra cortar ponto antes de uma decisão judicial, muito menos retroativa. Com tudo isso, o líder do Executivo ri desses servidores que se mostram adeptos da frase: -“Farinha pouca, meu pirão primeiro”.

Assim,  Weslei continua brincando com a vida das pessoas que trabalham e que diferente dele que está com seu “gordo salário” em dia, sequer tem dinheiro para pagar as suas contas. Contas aliás que vem com juros e que o prefeito brincalhão e omisso não vai pagar. Weslei vai ficar conhecido como o prefeito do golpe, o prefeito que fechou a UPA, que sucateou o hospital, que fechou as Unidades de Saúde, que não pagou o décimo terceiro, deixou de repassar descontos em folha, que atrasou salários e cortou direitos dos trabalhadores. Motivos suficientes que tornam o Weslei a maior decepção da história de Itaguaí. #wesleivergonha

Já os servidores individualistas vão e voltam de greve como quem troca de roupa e ainda não sabem o que significa uma categoria de servidores. Parabéns prefeito, você pegou eles direitinho.

As redes sociais são bombardeadas com críticas ao atual prefeito

slide15

Pessoas estão revoltadas com o atual prefeito de Itaguaí

Veja o quanto tem de verba na conta da prefeitura de Itaguaí pelo Banco do Brasil

https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/beneficiario,802,4647,4652,0,1.bbx?_ga=1.144387573.154775791.1476401210

Muitos sentem falta do acampamento em frente a prefeitura, algo que colaborou e muito para a vitória dos servidores.

Imagem de capa é uma imagem de arquivo

Conselho do FUNDEB encontra irregularidades no uso da verba em Itaguaí

Mau uso da verba foi constatada e conselho acionou as autoridades

O Conselho de Acompanhamento e Controle Social do FUNDEB de Itaguaí, enviou ofícios em sua última reunião para a Prefeitura de Itaguaí, secretaria de Educação, secretaria de Administração da cidade, Ministério Público Estadual, Procuradoria da República e para o sindicato da educação da cidade (SEPE).  Nos ofícios, as cobranças firmes solicitando explicações da prefeitura sobre servidores estarem recebendo salários pagos pelo fundo de forma indevida. Além disso, os atrasos no repasse das folhas de  pagamento para fiscalização do conselho, atrasos dos salários dos funcionários e a cobrança do pagamento em dia dos valores que correspondem ao FUNDEB, também fizeram parte dos documentos.

Em um deles, o conselho relata que desde fevereiro de 2016, vem solicitando à prefeitura as folhas de pagamento dos servidores que vem recebendo com a verba do FUNDEB. Depois de 07 meses e reiteradas solicitações, finalmente o órgão forneceu as planilhas e as folhas de pagamento, fazendo isso às vésperas de uma eleição municipal, exatamente em 22 de setembro. O curioso, é que o governo forneceu somente as folhas de janeiro a julho, hoje estando pendentes as folhas de agosto, setembro e outubro, coincidentemente, meses que houveram as campanhas eleitorais na cidade. Nas folhas enviadas, várias irregularidades foram encontradas segundo o conselho fiscalizador, que salientou que a demora no fornecimento das folhas, dava a impressão de que o governo não queria que os conselheiros tivessem conhecimento de tais erros do uso da verba. Os conselheiros no documento, disseram ter estranhado a retirada de uma funcionária que dava todo o amparo ao conselho.  Após a transferência de setor da mesma, começou a demora na liberação das folhas para fiscalização e na época da servidora, tais atrasos não ocorriam. Por fim, no documento, os conselheiros solicitaram as folhas de agosto, setembro e outubro, reiterando vários outros ofícios com a mesma solicitação e que tiveram todos os prazos expirados.

slide6

 

slide7

slide2

Ofício de 19 de outubro já solicitava as folhas de pagamento

Em outro ofício, o órgão solicita o pagamento dos servidores que recebem pelo fundo, impreterivelmente todo dia 05, com o prazo máximo de até o quinto dia útil de cada mês, como rege a Lei Orgânica do município de Itaguaí em seu artigo 42.

slide3

slide4

slide5

O conselho não divulgou detalhes sobre as irregularidades  encontradas, pois outros órgãos fiscalizadores estão tomando ciência dos fatos ainda a serem apurados.

 

FUNDEB

O FUNDEB, uma verba federal, é usado para pagar parte dos salários dos servidores que atuam em unidades de ensino regulares. Segundo a prefeitura de Itaguaí, 100% da verba está sendo utilizada para o pagamento dos profissionais da Educação. O fundo, paga no mínimo 60% do salário dos profissionais que atuam na área pedagógica (professor, diretor, coordenador, supervisor, orientador) e  no mínimo 40%, dos cargos de apoio técnico administrativo (inspetor, cozinheiro, zelador e administrativo). Ou seja, a cada R$ 100,00 recebido por um professor por exemplo, R$ 60,00 é pago pelo fundo e R$ 40,00 pago pela prefeitura, já para os servidores de apoio técnico administrativo, ocorre o contrário, R$ 40,00 é pago pelo fundo e R$ 60,00 pago pelo governo municipal.

A verba do FUNDEB de 18 de outubro pra cá( afinal, até dia 17/10 foi usada para pagamentos), está com valores acima de 4 milhões. Dinheiro suficiente para quitar os vencimentos daqueles que recebem pelo fundo.

slide12

slide13

 

Se fizermos uma pesquisa com os valores das verbas de setembro pra cá, os valores ultrapassam 10 milhões

slide8

slide9

slide10

slide11

 

Veja o quanto tem de verba na conta da prefeitura de Itaguaí pelo Banco do Brasil

https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/beneficiario,802,4647,4652,0,1.bbx?_ga=1.144387573.154775791.1476401210

Acompanhe como está a verba pelo portal da transparência do governo federal

http://rj.transparencia.gov.br/tem/Itagua%C3%AD/receitas/por-acao/repasses?exercicio=2016&funcao=28&acao=0C33&favorecido=29138302000102

 

FUNDEB Itaguaí você sabia?

1 – Você sabia que diferente do prefeito, vereadores e secretários, os conselheiros não são remunerados? No entanto, desempenham suas funções e tem talvez o conselho mais ativo da história desta cidade.

2 – Você servidor, já viu alguma vez tantas informações sobre um conselho fiscalizador como vê do conselho do FUNDEB Itaguaí? As ações priorizam o conhecimento público, afinal, verba pública tem que ser límpida à todos.

3 – Você sabia que conselheiros tem mandato e só podem responder pelo tempo que atuam e quando tem as documentações fornecidas pela secretaria de educação e prefeitura? Ou seja, se houve qualquer problema em anos anteriores eles não temos informações, pois o Tribunal de Contas e todos os órgãos fiscalizadores aprovaram essas contas e por isso o repasse continua sendo feito.

4 – Você sabia, que a maioria dos conselheiros está com seu salário atrasado, pois muitos são servidores? No entanto, vão à luta e fiscalizam pensando em todos os  amigos servidores.

5 – Você sabia que caso a prefeitura não forneça as documentações, o conselho deve obedecer prazos para procurar Ministério Público ou outro órgão maior? Assim tem sido feito, eles vem se dedicando e “suando a camisa” para o melhor do funcionalismo.

Tem muitas outras atribuições e eles tem feito.

Portanto servidor e moradores, antes de criticar as pessoas sem conhecimento de causa, se esclareça. Pois este conselho esta agindo de consciência tranquila e muitos deles valorizando os votos que tiveram de muitos servidores que confiaram a eles essa meta de fazer o melhor para todos.