Arquivo da tag: assembléia

Vídeo: travesti invade culto, cobra pastor e viraliza nas redes sociais

Pastor desmente e diz que foi uma articulação para tentar denegrir a sua imagem e para destruir a sua família
O vídeo em que uma travesti invade uma igreja durante o culto viralizou nas redes sociais. A filmagem aconteceu em uma Assembleia de Deus em Pernambuco, no último dia 15 de maio.

A travesti, que não teve o nome divulgado, entra no local para cobrar uma dívida que o pastor teria com ela. “Vai lá, dá o c*, chupa pau e não quer pagar”, diz a travesti, nervosa, indicando que o religioso não pagou pelo valor combinado com ela.

A confusão foi gravada e colocada nas redes sociais por fieis que estavam acompanhando o culto.

Pastor desmente

Ao longo do vídeo, o pastor cita passagens da bíblia para exemplificar sua situação e disparou: “Isso foi articulado para tentar denegrir a minha imagem, para destruir a minha família”.
O pastor Deivid Gomes da Assembleia de Deus usou as redes sociais para rebater as acusações feitas por uma travesti que invadiu a igreja, em Pernambuco, durante um culto realizado na noite da última quarta-feira (15) para cobrar um programa.

No vídeo, de mais de cinco minutos, o pastor e a esposa desmentem a suposta dívida que ele teria adquirido após ter usado os serviços da travesti e que as conversas que circulam no WhatsApp seriam montagens. “Esse travesti foi pago por uma pessoa muito maldosa, que não teme à Deus, que profanou a casa de Deus. É uma pessoa invejosa”, disse o pastor.

“[São falsos] também os prints do Whatsapp porque hoje é muito fácil alguém que mexa um pouquinho no celular, fingir uma conversa com outra pessoa. Fotos, que pegaram do Facebook, fotos antigas que ele nunca usou, eles colocaram lá para dizer que eles estavam conversando com a pessoa. E tudo isso foi uma montagem, que inclusive fizeram isso com outras pessoas do meio evangélico”, complementou a esposa.

Ao longo do vídeo, o pastor cita passagens da bíblia para exemplificar sua situação e disparou: “Isso foi articulado para tentar denegrir a minha imagem, para destruir a minha família”. Eles questionam também o autor desconhecido do primeiro vídeo, que já estaria aguardando a chegada da travesti no templo e por isso conseguiu gravar todo momento em que entra na igreja e lista as polêmicas cobranças.

“Foi uma armação, deu pra perceber. Quem tiver um pouquinho de bom senso e prestar atenção na conversa falsa do whatsapp e no vídeo vai perceber que a pessoa que tava filmando já estava aguardando a pessoa entrar na igreja para fazer o tal escândalo porque é um vídeo muito curto e ninguém teria tanto reflexo para filmar alguém assim tão rápido”, diz a esposa.

Veja o vídeo completo

Anúncios

REDE MUNICIPAL DECIDE CONTINUAR GREVE EM ITAGUAÍ

Categoria repudiou os atrasos de salário e a falta de diálogo

Servidores da Educação Municipal de Itaguaí reuniram-se hoje (07/03) em praça pública, no Centro de Itaguaí para avaliação da caótica situação da Educação no Município e do movimento grevista.

Aprovado por maioria dos votos A CONTINUIDADE DA GREVE, por tempo indeterminado, com corrida às escolas para mobilização e presença rotineira na Câmara, pelo direito dos servidores.

Para a manutenção da greve, – além dos diversos pagamentos em atraso, como salário de dezembro, 13°, férias, atrasados do Plano de Carreira e dissídio – , o coletivo considerou a não abertura ao diálogo: apesar de inúmeros ofícios protocolados pelo Sepe, solicitando audiência com o prefeito, nenhuma foi ainda agendada.

A próxima assembleia foi marcada para o dia 16/03, às 09 horas, em local a ser divulgado pelo SEPE.

Fonte: Sepe Itaguaí

Em assembleia, servidores da educação reivindicam novo concurso público para suprir a falta de servidores em Itaguaí

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITAGUAÍ REALIZA ASSEMBLEIA E COBRA MELHORIAS DE INFRAESTRUTURA NAS ESCOLAS

CATEGORIA TAMBÉM REIVINDICA REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO E UNIFICAÇÃO IMEDIATA DE PAGAMENTO DE SALÁRIO E DISSÍDIO

A assembleia dos profissionais da educação municipal de hoje, no Espaço Tropical iniciou com a descrição do cenário de dificuldades enfrentado pelos servidores do Governo do Estado e a greve que atinge as 92 cidades do Rio de Janeiro.

Em seguida, atendendo às reivindicações da categoria feitas na assembleia anterior, a direção do SEPE fez leitura de um ofício enviado pelo governo ao Sepe, como resposta às reivindicações contidas no ofício 007/2016, enviado pelo Sepe, em cobrança ao governo.

Na mensagem emitida pelo governo ficou esclarecido que a Secretaria de Administração solicitou  levantamento sobre o quantitativo de servidores que não receberam remuneração de férias e que um cronograma de viabilização de pagamento será executado;

Sobre os valores retroativos de implementação do P.C.C.S. a mensagem argumenta dificuldade financeira, reforçando o compromisso acordado de equalizar o pagamento integral até o mês de dezembro de 2016;

Sobre insalubridade e Revisão do P.C.C.S. foram criadas as comissões específicas para cada assunto, com membros técnicos e representantes da Educação (SEPE) e da Saúde.

Na parte de informes sobre a rede municipal foi dada ênfase ao cumprimento da Lei de 1/3, que estabelece o limite máximo de 2/3 de regência em turma, seja qual for a carga horária. O sindicato esclareceu ainda, que não procede a informação de ampliação do tempo de permanência diária do professor DE1 25h em mais 1 hora,  na U.E.

A Comissão Paritária, com membros do SEPE e governo, já concluiu todo o estudo de implementação da Lei de 1/3 para os professores que migraram, restando à Secretaria de Educação publicar a resolução que regulamenta o assunto.

Não há nenhuma alteração no cumprimento do horário extraclasse aos professores DE-1, DE-2, DE-3 e DE-4, que não migraram, permanecendo, portanto, igual aos parâmetros praticados em 2015.

Matéria Sepe Itaguaí