Arquivo da tag: 13

Após anunciar prefeitura de Seropédica cancela pagamento de 13° para esta sexta para educadores

Após anunciar prefeitura de Seropédica cancela pagamento de 13° para esta sexta

Em 29/06/2017 às 19:43 e atualizado às 23:45

Três dias depois de anunciar pagamento, prefeitura somente agora analisa que não há verbas do FUNDEB suficientes para cumprir com o prometido. Será que a educação de Seropédica sabe apenas calcular o valor de um jegue?

 

A Prefeitura de Seropédica informou na manhã de hoje (29) que não dispõe de recursos do Fundeb para pagar amanhã (30) a metade do 13º salário aos professores ativos. Segundo o governo,  os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) estão diminuindo mês a mês. A disponibilidade de recursos do Fundeb está aquém da necessidade da Prefeitura de Seropédica para adiantar em 50% o 13º salário dos professores ativos, relatou o governo em seu site.  O governo prometeu que assim que  os recursos do fundo cobrirem o pagamento da metade do 13º salário, a Prefeitura de Seropédica honrará este compromisso também com os profissionais da Educação. Quanto ao pagamento do mês de junho, a prefeitura confirmou que estará depositado nesta sexta-feira na conta de todos os servidores de Seropédica, inclusive na de todos os professores.

De fato, analisando os valores repassados do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), ao município de Seropédica, caiu bastante se comparado ao ano de 2016. Para se ter uma ideia, em 2016 nos doze meses do ano, o total repassado foi de R$ 6.662.711,31(MILHÕES), totalizando uma média de R$  555 mil /mês. Já em 2017, até o momento,  nesses seis meses do ano o montante foi de R$ 2.046.414,36 (MILHÕES), totalizando uma média de R$ 341 mil /mês. Uma queda de R$ 214.mil por mês.

 

 

Conselho do FUNDEB do município contesta redução dos valores e emite nota pública

 

Contudo, o que não dá para entender é como uma administração de uma cidade calcula que não terá verbas somente após anunciar que pagará aos profissionais. O anúncio feito na última segunda (26), é cancelado três dias depois e na véspera de honrar o compromisso.  Tudo isso em meio a uma série de denúncias de mal uso das verbas públicas e que foi publicado pela imprensa, como contratos suspeitos feitos sem licitações e valores um tanto altos de cada produto adquirido.

“Eles irão se comprometer com vocês a auxiliar as crianças no ônibus. Aquele que não quiser ajudar, não tem problema. Não é obrigado, mas eu também não sou obrigada a dar carona pra ele. Ele vai a pé, ou então ele aluga um jegue. Tem um monte de jegue aí na rua ‘baratinho’. Com 200 reais você compra um” disse a secretária de educação e primeira dama da cidade , referindo-se aos professores durante uma reunião de diretores.

Será que a educação de Seropédica sabe apenas calcular o valor de um jegue?

 

Consulte você também os valores repassados a cada cidade:

Clique para acessar o 7ConsultasTransparenciaEstadosMunicipios.pdf

http://www.transparencia.gov.br/

 

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/06/26/servidores-de-seropedica-receberao-parcela-do-13-e-salario-de-junho-nesta-sexta/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/06/09/secretaria-de-educacao-de-seropedica-nao-poderia-dar-carona-pois-verba-dos-onibus-e-federal/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/06/04/primeira-dama-de-seropedica-manda-professor-ir-trabalhar-de-jegue/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/06/21/secretaria-de-educacao-de-seropedica-tambem-tem-cargo-em-mangaratiba/

Servidores de Seropédica receberão parcela do 13° e salário de junho nesta sexta

O prefeito Anabal Barbosa (PDT), anunciou hoje (26) que pagará nesta sexta-feira (30), aos servidores estatutários, contratados e comissionados, o salário de junho e, sem desconto algum, a metade do 13º salário de todo funcionalismo de Seropédica. Ao todo serão pagos R$ 8,5 milhões aos 2.594 servidores.

– Não estou fazendo mais do que a minha obrigação – salientou Anabal, não sem antes lembrar que retomou o comando da Prefeitura, em janeiro último, num momento de crise na economia do País, com reflexos gravíssimos no Estado do Rio e em quase todas as cidades da região metropolitana.

– Além da crise financeira, ainda tenho que enfrentar problemas gravíssimos. O último deles surgiu agora: acabo de ser informado que o governo passado deixou uma dívida de mais de 10 milhões de reais do INSS. Vamos ter que negociar com o governo federal mais esta dívida.

Segundo Anabal, a saúde pública de sua cidade não funcionava, as escolas estavam caindo aos pedaços, o funcionalismo desmotivado com os salários atrasados, entre outros problemas.

– Agradeço a Deus em primeiro lugar por me iluminar nos momentos difíceis, à minha equipe de trabalho e aos vereadores que me ajudam a enfrentar a realidade que é administrar um município com muitos problemas – resumiu o prefeito.