Arquivo da categoria: Vacinação

Confira o calendário de vacinação para Itaguaí, Seropédica, Rio de Janeiro e o balanço da vacinação em Mangaratiba e Angra dos Reis

Idosos e profissionais de saúde estão sendo os imunizados nessas primeiras etapas

Em 03 de março de 2.021 / Julio Andrade

Brasil – O Brasil tem voltado a registrar recordes diários de mortes por Covid-19. Ontem, dia 02 de março, foram 1.726, contra 1.582 óbitos registrados no dia 25 de fevereiro, que já era recorde.

O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa que apontou pelo quarto dia consecutivo, que o país apresentou a maior média móvel de mortes desde o início da pandemia no Brasil: 1.274. Desde o dia 1/03, o país voltou a ter tendência de aceleração na comparação com 14 dias atrás. Ontem a alta foi de 23%. Pelos levantamentos, o País está vivendo o pior momento da pandemia, principalmente nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Rondônia nas últimas 24 horas. Ontem foi o 41° dia consecutivo com mais de mil mortes registradas.

Ao todo, o País já registrou 257.562 mortes desde o começo da pandemia e o total de casos atinge 10.647.845 (milhões).

Diante desse cenário, o blog Boca no Trombone Itaguaí, fez um levantamento através das páginas das prefeituras de Itaguaí, Seropédica e Rio de Janeiro, para buscar o calendário de vacinação contra a Covid-19 nestas cidades. Em Mangaratiba e Angra, foram divulgados boletins. Idosos e profissionais de saúde estão sendo os primeiros a serem vacinados. Confira:

Itaguaí

📢Atenção à nova agenda de bairros 📢

A Prefeitura de Itaguaí, através da Secretaria de Saúde, confirmou a agenda de novos bairros e a continuidade da imunização de idosos que tenham a partir de 80 anos.

A vacinação acontece nas Unidades de Saúde e Estratégia de Saúde da Família, sempre das 10h às 16h, e serão disponibilizadas 50 doses da vacina CoronaVac ou Oxford/AstraZeneca em cada dia e unidade.

A Secretaria de Saúde informa as contraindicações abaixo: 👇

➡️ Quadro de doença aguda ou febre;
➡️ Alergia à vacina;
➡️ Ter tomado outra vacina há menos de 30 dias;
➡️ Diagnóstico positivo para Covid-19 há menos de 28 dias.

❗️ É necessário levar: CPF ou cartão do SUS e identidade.
❗️ É recomendado levar o cartão de vacinação.

Mais informações sobre Itaguaí:

Seropédica

Em Seropédica, a secretaria de saúde disponibilizou um calendário com as datas e faixas etárias nesse processo de vacinação.

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19: CALENDÁRIO ATUALIZADO

Obs.: Acamados ou com dificuldades de mobilidade, previamente cadastrados, serão vacinados de forma domiciliar pelas ESF’s que atendam a seus bairros.

Mais informações sobre Seropédica. Confira:

Rio de Janeiro (capital)

Esse é o novo calendário da vacinação na cidade do Rio.

Com a chegada das doses previstas, entraremos em abril com todos os cariocas acima de 67 anos vacinados com a primeira dose. Não podemos relaxar, mas tá liberado ter esperança! #SóVem, diz a secretaria de saúde da capital do estado.

A cidade do Rio alcançou em fevereiro um recorde negativo ao ultrapassar São Paulo em número de óbitos e se tornar a com mais mortes entre as capitais do País, mesmo tendo a metade de habitantes da capital paulista. Com a chegada da nova variante do vírus, a cidade continua em alto risco de contaminação em todas as regiões.

Veja mais informações sobre a capital Fluminense:

Mangaratiba

Em Mangaratiba, o último balanço feito pela secretaria de saúde ontem, 02/03, apontava para 2.004 doses aplicadas no município até o momento. Por este último levantamento, idosos de 80 a 89 anos e profissionais de saúde foram imunizados com a primeira dose da vacina e alguns profissionais de saúde com a segunda dose.

Total de doses aplicadas em 02/03/21: 89.
Total geral de doses aplicadas desde o início da vacinação: 2.004.

A Secretaria de Saúde informou que a vacinação dos idosos com 80 anos ou mais está sendo feita mediante agendamento. O objetivo é evitar aglomerações e diminuir a exposição dos idosos ao novo coronavírus.

A secretaria de saúde, ainda ressaltou que para garantir a transparência do processo de imunização, todas as informações sobre a utilização de vacinas, controle de estoques e a lista de pessoas imunizadas está sendo inserida diariamente no sistema do Governo Federal SI-PNI e disponibilizada ao Ministério Público.

Cabe ressaltar que em Mangaratiba, os idosos acima de 90 anos já foram vacinados com a primeira dose, segundo a página da prefeitura no Facebook.

Saiba mais sobre Mangaratiba:

Angra dos Reis

Em Angra, o grupo prioritário tem sido idosos, indígenas, deficientes físicos e profissionais de saúde.

• De 01 de janeiro de 2020 até às 15h desta quarta-feira (03 de março), o município de Angra dos Reis apresentou 53.769 casos notificados. No momento, há 11.868 casos confirmados de coronavírus – 4.170 pacientes testaram positivo em exames feitos pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), com o apoio dos laboratórios da Unimed e do Hospital de Praia Brava, e 7.698 pelo teste rápido. Destes, 11.288 já estão recuperados.
.
• Há 351 mortes pela doença na cidade. Os últimos óbitos foram o de um homem de 70 com comorbidades, ocorrido ontem (2), e o de uma mulher de 81 anos, também com comorbidades que aconteceu hoje (3). Os dois pacientes estavam internados no Centro de Referência Covid-19 (Santa Casa). Cinco mortes seguem sob investigação.
.
• Ao todo 879 casos foram descartados – exame de swab negativo para Covid-19 – e 41.022 permanecem suspeitos (síndromes gripais), sendo 324 em isolamento domiciliar e 40.698 já recuperados. Entende-se como casos recuperados aqueles que cumpriram o período de isolamento domiciliar de 14 dias e estão sem sintomas, conforme acompanhamento da equipe de monitoramento da Secretaria de Saúde.
.
• No total, entre pacientes confirmados ou com suspeita de coronavírus, 14 pessoas estão internadas. O Centro de Referência para Covid-19 (Santa Casa) atende a 13 pacientes no momento. Já o Hospital de Praia Brava está com os seus 15 leitos desocupados. Ou seja, dos 65 leitos públicos do município, 13 estão ocupados, o que representa uma taxa de ocupação hospitalar municipal de 23,64%. No momento, há um paciente internado na Unimed.
.
• Entre os indígenas do município, há 204 casos confirmados. Destes, 203 já estão recuperados. Uma morte foi confirmada pela doença e, atualmente, não há casos suspeitos.

Mais informações sobre Angra dos Reis. Confira abaixo:

Mais de 2 mil pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 em Itaguaí

Até o momento profissionais de saúde é idosos tem sido o público alvo

Em 13 de fevereiro de 2021
Júlio Andrade

Itaguaí – A Secretaria de Saúde de Itaguaí divulgou os números de pessoas vacinadas na cidade. Ao todo, mais de Duas mil pessoas já receberam doses da Coronavac e Oxford, as vacinas disponíveis para os munícipes.

A Secretaria de Saúde também informou que já foi iniciada a aplicação das segundas doses nos profissionais de saúde do município e idosos acamados, a partir de 80 anos. O cronograma oficial para a vacinação de idosos acamados ou domiciliados é entre os dias 11 e 18 de fevereiro.

IMPORTANTE!⚠️O cadastramento é feito por meio do cartão do SUS e do CPF do idoso. Tal cadastramento é feito pelos responsáveis do idoso, nos postos de saúde mais próximos. Tal procedimento continuam sendo realizados, ainda que a vacinação do seu bairro já tenha sido realizada.

Vacinação nos postos para idosos acima de 90 anos

Nos dias 18 e 19 de fevereiro, a Secretaria de Saúde dará início a vacinação de idosos, acima de 90 anos, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS Brisamar, UBS Engenho e UBS Chaperó). A vacinação acontece das 10h às 16h, e serão disponibilizadas em cada unidade 100 doses por dia.

A Secretaria de Saúde informa as contra-indicações abaixo:

➡️ Quadro de doença aguda ou febre;
➡️Alergia à vacina;
➡️Ter tomado outra vacina há menos de 30 dias;
➡️Diagnóstico positivo para Covid-19 há menos de 28 dias.

É necessário levar: CPF ou cartão do SUS e identidade.
É recomendado levar o cartão de vacinação.

SME diz que vacinará professores primeiro em meio à paralisação no Rio

Imunização será realizada logo após grupo dos idosos e de pessoas com comorbidades. Profissionais da Educação são contra a volta presencial às escolas antes da imunização. Sepe do Rio tem atuação determinante para que os educadores possam ser logo vacinados

Em 01 de fevereiro de 2021
Júlio Andrade – Júlio do Boca no Trombone Itaguaí

Rio – A Secretaria Municipal de Educação do Rio (SME) afirmou que os profissionais da Educação serão os primeiros a serem vacinados logo após os idosos e pessoas com comorbidades no Rio. E, mediante ao anúncio de greve dos professores, a partir desta segunda-feira, contra o retorno às salas de aula, garantiu que não há evidências científicas que justifiquem, depois de quase um ano, continuar sem aulas presenciais.

Em nota, a SME disse que, quanto maior for o tempo de afastamento de uma criança da escola, maior é o risco para o seu desenvolvimento. Disse ainda, que o Comitê Especial de Enfrentamento da Covid-19, composto por diversos especialistas em Saúde, validou tanto o protocolo sanitário que será usado nas escolas municipais do Rio quanto a data do retorno presencial, marcada para 24 de fevereiro.

“Decidimos a greve das atividades presenciais porque entendemos que não é possível este retorno até que todos os profissionais de educação estejam vacinados. Isso é para nossa proteção e dos nossos estudantes. Temos que entrar na fila de vacinação logo após os profissionais da Saúde, idosos e pessoas com comorbidades. Só assim será possível uma volta presencial, que é a forma mais democrática de conseguir construir o processo pedagógico”, afirma Maria Eduarda Quiroga Pereira, 38, professora da rede municipal e secretária de assuntos educacionais do Sepe-RJ.

Volta presencial somente após a vacina

A greve contra o retorno das atividades presenciais foi decidida no sábado (30), em um assembleia virtual. Entre as exigências feitas pelo Sindicato Estadual dos Profissionais do Rio (Sepe), está a prioridade para as equipes escolares na vacinação. Eles querem a imunização completa da classe antes da volta presencial ao trabalho.

O departamento jurídico do Sepe irá à Justiça contra a reabertura das escolas durante a pandemia da covid-19 e ajuizará todas as medidas cabíveis contra a volta presencial. A entidade afirmou que a reabertura das escolas representarão um maior risco à vida dos professores e demais servidores.

Planejamento da educação remota

Outra reinvindicação dos professores, é que a prefeitura faça um investimento para que as aulas remotas funcionem adequadamente.

“Não dá pra ser como foi em 2020. A pandemia não é mais uma surpresa para nós, é preciso alternativas. Temos propostas que apresentaremos ao governo para que esta educação remota funcione. Precisamos que os tablets, computadores, que foi prometido em campanha pelo atual prefeito, e internet cheguem para os profissionais de Educação e para os alunos”, cobrou Maria Eduarda Quiroga.

Um milhão de máscaras doadas

A empresa BYD, multinacional de energia limpa e fabricante de veículos elétricos, doou à Secretaria de Educação um milhão de máscaras descartáveis. O secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, ressaltou a importância da atitude, às vésperas da retomada das aulas.

“É um momento muito importante para a gente. Concluímos nosso plano de volta às aulas, depois de muito debate com uma equipe técnica, com especialistas, e validado com o comitê científico. O próximo passo é a implementação. Essa doação de máscaras para os profissionais de Educação significa que 53 mil profissionais na ativa terão a proteção adequada”.

Fonte: O Dia

Itaguaí receberá quase 3 mil doses da vacina Coronavac

Vacinação começa em todo o estado na próxima quarta, mas caso os municípios consigam se organizar podem começar a aplicação das doses já nesta terça

Em 18 de janeiro de 2021
Júlio Andrade – Júlio do Boca no Trombone Itaguaí

Itaguaí – O município de Itaguaí está prestes a receber quase 3 miĺ doses da vacina Coronavac, produzida pelo Butantan com parceria da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech e o governo do estado de São Paulo. O município já recebeu as seringas num total de 38,5 mil e aguarda as 2.870 doses da vacina. A secretaria de saúde informou que nesta primeira fase serão imunizados profissionais de saúde na linha de frente da pandemia e idosos em instituições de longa permanência.

A chegada do primeiro lote da vacina Coronavac, aprovada no domingo para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ao estado do Rio ocorrerá por volta das 13h desta segunda-feira, com um carregamento de 487.520 doses do imunizante. A expectativa, segundo o Governo do Estado, é de vacinar 232.521 pessoas — com duas doses cada — dos grupos prioritários dessa primeira fase. Com isso, restariam 22.478 doses do lote vindo de São Paulo, separadas para reserva técnica, segundo informou a Secretaria Estadual de Saúde do Rio.

O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, garantiu que o estado está pronto para começar a vacinação em todos os 92 municípios. Ele viajou para São Paulo nesta segunda para acompanhar o envio.

De acordo com Castro, apesar da previsão de início da vacinação ser na quarta-feira, dia 20, os municípios fluminenses que se organizarem podem se antecipar e começar a aplicação das doses para os grupos prioritários da primeira fase já na terça-feira, dia 19. Já o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou durante evento que marcou o início da distribuição da CoronaVac aos estados que a vacinação poderá começar já a partir desta segunda-feira, às 17h.

Nesta primeira fase, no estado do Rio, serão imunizadas pessoas com 60 anos ou mais e pessoas com deficiência que estejam em abrigos, povos indígenas vivendo em terras indígenas e trabalhadores da Saúde, num total de 232.521 atendidos. A aplicação da vacina deve ocorrer em duas doses, com intervalo de 28 dias.

Na cidade do Rio, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, afirmou que há uma logística preparada para, tão logo a vacina chegue, em 36 horas as doses estejam nos 450 pontos de vacinação.

Veja o número de doses esperado para cada município:

Angra dos Reis – 4.880
Aperibé – 280
Araruama – 3.210
Areal – 340
Armação dos Búzios – 750
Arraial do Cabo – 620
Barra do Piraí – 1.800
Barra Mansa – 4.510
Belford Roxo – 7.730
Bom Jardim – 530
Bom Jesus do Itabapoana – 1.240
Cabo Frio – 5.310
Cachoeiras de Macacu – 1.170
Cambuci – 310
Carapebus – 1.310
Comendador Levy Gasparian – 240
Campos dos Goytacazes – 11.330
Cantagalo – 450
Cardoso Moreira – 290
Carmo – 560
Casimiro de Abreu – 1.120
Conceição de Macabu – 590
Cordeiro – 670
Duas Barras – 260
Duque de Caxias – 11.230
Engenheiro Paulo de Frontin – 360
Guapimirim – 1.200
Iguaba Grande – 500
Itaboraí – 4.620
Itaguaí – 2.870
Italva – 290
Itaocara – 750
Itaperuna – 2.040
Itatiaia – 650
Japeri – 3.430
Laje do Muriaé – 140
Macaé – 6.240
Macuco – 180
Magé – 5.290
Mangaratiba – 1.290
Maricá – 4.270
Mendes – 390
Mesquita – 3.320
Miguel Pereira – 680
Miracema – 550
Natividade – 490
Nilópolis – 11.290
Niterói – 23.240
Nova Friburgo – 4.030
Nova Iguaçu – 14.930
Paracambi – 1.310
Paraíba do Sul – 1.210
Paraty – 1.140

Paty do Alferes – 470
Petrópolis – 9.810
Pinheiral – 540
Piraí – 660
Porciúncula – 480
Porto Real – 570
Quatis – 220
Queimados – 2.660
Quissamã – 720
Resende – 3.790
Rio Bonito – 1.710
Rio Claro – 450
Rio das Flores – 170
Rio das Ostras – 3.400
Rio de Janeiro – 231.840
Santa Maria Madalena – 240
Santo Antônio de Pádua – 1.300
São Francisco de Itabapoana – 560
São Fidélis – 820
São Gonçalo – 27.590
São João da Barra – 1.400
São João de Meriti – 14.870
São José de Ubá – 200
São José do Vale do Rio Preto – 390
São Pedro da Aldeia – 1.770
São Sebastião do Alto – 230
Sapucaia – 390
Saquarema – 2.490
Seropédica – 1.500
Silva Jardim – 480
Sumidouro – 280
Tanguá – 840
Teresópolis – 4.700
Trajano de Moraes – 320
Três Rios – 4.310
Valença – 2.570
Varre-Sai – 280
Vassouras – 1.170
Volta Redonda – 3.900

Itaguaí, Seropédica, Mangaratiba e Angra não tem nenhum caso de COVID-19 até o momento

Em Mangaratiba uma senhora tem suspeita da doença, mas ainda não procurou o sistema de saúde pública da cidade. Campanhas de vacinação de idosos contra (Influenza/H1N1) em Seropédica já começaram e em Mangaratiba se inicia nesta segunda-feira 23. Os idosos serão vacinados em casa. Já em Angra dos Reis a vacina vai estar disponível das 9h às 16h nas unidades de saúde que possuem sala de imunização, e será oferecida com horários definidos por cada posto de saúde

Itaguaí

Até ontem, dia 21 de março, às 19h50, nenhum caso de coronavírus foi confirmado em Itaguaí. Apenas dois casos suspeitos que já receberam atendimento, estão em isolamento e passam bem aguardando o resultado do exame via Ministério da Saúde. Os moradores devem seguir todas as recomendações do Ministério da Saúde e ficar em casa. Saindo apenas por extrema necessidade.

Mangaratiba

Desde a última sexta-feira, 20/03, a Prefeitura de Mangaratiba vem tendo acesso a uma informação, via Redes Sociais, de uma senhora, cujo o pai mora em Ibicuí, de nome Martha Picorelli, que diz estar há 8 dias com sintomas de COVID-19.

Desta forma, a prefeitura local esclarece que:

A ) Em momento nenhum foi feito contato por parte da referida senhora com a Secretaria de Saúde.

B) Não foi na Rede Municipal de Saúde que a referida senhora fez o exame Swab para coletar resíduos microbiológicos com a finalidade de estudos clínicos para saber se a pessoa tem ou não COVID-19.

C) Até onde temos informação a suposta contaminação da referida senhora é uma auto-declaração e a Secretaria de Saúde ainda não tem essa confirmação oficial.

D) Lamentamos, se de fato for verídica a informação, que a referida senhora tenha vindo para o nosso município, já sabendo que era portada de COVID-19, de transporte público e a ainda com pai idoso em sua residência, conforme os relatos que são colocados em Redes Sociais.

E) Estamos em contato com a Secretaria Estadual de Saúde para obter informações no banco de dados estadual se consta algum exame em nome de Martha Picorelli.

F) Não cabe à Secretaria de Saúde ir até a residência da referida senhora. Pedimos que seja feito um contato com a nossa Secretaria para que o monitoramento seja feito, como temos agido desde o início da pandemia com os pacientes nos quais suspeitamos, realmente, que haja a presença da doença. O contato pode ser ser feito pelo telefone (21) 98556- 7427 (via whatsapp).

G) Resaltamos que qualquer paciente que apresente sintoma do Covid-19 é orientado a permanecer em quarentena domiciliar no prazo mínimo de 14 dias até que apresente sintomas da doença. E neste período passam por monitoramento pela área epidemiológica.

H) Lembramos que, no momento, não há recomendação para uso de máscaras para a população no geral. Quem estiver saudável não precisa se preocupar com isso. Mas todos devem sempre fazer a higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel, e evitar contato com mucosas de nariz, boca e olhos. São cuidados simples, importantes e que devem ser frequentes para prevenir doenças contagiosas.

Mangaratiba precisa vencer mais essa batalha. Fique em casa, informe-se e previna-se.

Site da prefeitura de Mangaratiba, 22 de março de 2020.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO EM MANGARATIBA COMEÇA NESTA SEGUNDA-FEIRA (23) E SERÁ DIVIDIDA EM ETAPAS. IDOSOS SERÃO IMUNIZADOS EM CASA.

Mangaratiba inicia nesta segunda-feira (23) a Campanha de Vacinação contra Gripe (Influenza/H1N1). Esse ano a imunização vai começar mais cedo e terá uma programação diferenciada. A decisão de antecipar a aplicação das doses foi tomada pelo Ministério da Saúde a fim de minimizar possíveis casos de gripe no próximo inverno e colaborar com a situação de Emergência Internacional de Saúde Pública decorrente do coronavírus.

O cronograma da Campanha será feito da seguinte forma. No dia 23/03 a vacinação começa somente para idosos com mais de 60 anos. Porém, não haverá aplicação de vacina nos postos de saúde. Os idosos serão imunizados em suas próprias casas. A Secretaria de Saúde de Mangaratiba reforçou o número de veículos e montou uma logística especial para atender todas as pessoas com mais de 60 anos. A imunização começa no dia 23/03 e irá se estender por 15 dias.

A Secretaria de Saúde vai vacinar todos os idosos cadastrados na base de dados do município. Mas, caso alguma pessoa com mais de 60 anos não receba a visita dos agentes de saúde dentro de 15 dias, um familiar ou vizinho pode procurar a unidade de saúde mais próxima e avisar ao agente que a imunização não foi realizada. Basta levar o nome completo do idoso, endereço e telefone de contato, para que o serviço possa ser agendado.

Depois da primeira etapa, só haverá vacinação nos dias 16/04 e 09/05. Até lá a Secretaria de Saúde irá divulgar como será feito o atendimento ao público-alvo restante, que é formado por: professores, doentes crônicos, profissionais das forças de segurança e salvamento, crianças de seis meses a menores de seis anos, grávidas, mães no pós parto, pessoas com mais de 55 anos, indígenas e pessoas com deficiência.

Segundo o prefeito Alan Bombeiro, a atitude de antecipar a Campanha de Vacinação foi de grande importância. “Enquanto não se desenvolve uma vacina contra o COVID-19, a imunização contra a gripe pode ajudar a combater indiretamente a atual pandemia. Ela é fundamental para não sobrecarregar a rede de atendimento, facilitar o diagnósticos e reduzir complicações. Fiquem em casa e aguardem a chegada da equipe da Secretaria de Saúde”.

Seropédica

Em Seropédica nenhum caso foi confirmado. A prefeitura da cidade está antecipando a vacinação da influenza, e vacina idosos com mais de 60 anos em casa.

Centenas de idosos começaram a ser vacinados em Seropédica ontem sábado (21), a medida tem como principal objetivo não expor a população em locais de possível contaminação do CORONAVÍRUS. A primeira etapa vacinou idosos cadastrados nas ESF’S (postinhos), os idosos e demais pessoas que não tiverem o cadastro pelo:

e-mail:

vacinainfluenzaseropedica@gmail.com

Envie com nome completo, telefone e endereço.

Angra dos Reis

O município mais turístico da Costa Verde também não detectou nenhum caso da doença. Mas há algumas pessoas com suspeitas.

A vacina vai estar disponível das 9h às 16h nas unidades de saúde que possuem sala de imunização, e será oferecida com horários definidos por cada posto de saúde. A equipe da unidade fará um esquema de hora marcada para idosos, com contato por telefone e livre demanda com fluxo orientado. Em caso de dúvida, ligue para a unidade de saúde mais próxima de sua casa. Os telefones estão disponíveis no nosso site http://www.angra.rj.gov.br. Lembramos que o Ministério da Saúde vai priorizar a imunização dos idosos para resguardá-los, já que a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias comuns e este público é mais vulnerável ao coronavírus.
.
.
.
#angradosreis #saude

Vacinação na cidade de Itaguaí, veja os locais e dias

A Secretaria de Saúde de Itaguaí priorizará crianças de 6 meses a menores de 5 anos. Em todo o País o objetivo é imunizar crianças e jovens entre 5 e 19 anos. Neste sábado ocorre o dia D.

A Secretaria de Saúde realizará vacinação contra o Sarampo em crianças de 6 meses a menores de 5 anos, nos dias 17 a 21 de fevereiro, em diversos postos de saúde do município, além do Dia D, que está acontecendo neste sábado (15/02), na Vigilância em Saúde, das 8h às 17h, e a campanha “Imuniza Itaguaí” que ainda acontecerá no dia 17 na ESF Teixeira e 19 na UBS Mangueira.

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus e a única maneira de evitar é através da vacina. A transmissão ocorre quando uma pessoa doente tosse, espirra, fala ou respira perto de alguém. Os principais sintomas da doença são: febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido e mal-estar intenso. Também é comum manchas vermelhas aparecerem no rosto e atrás das orelhas.

“A cobertura vacinal, nos últimos anos, teve uma queda muito grande, no Brasil e no mundo. Se você não tiver 95% da população vacinada, você vai ter problemas. A gente tinha uma porcentagem bem menor do que isso e pior, não havia um reforço da segunda dose. Muitos adultos nunca tinham tomado a vacina do sarampo, apesar de estar no calendário de vacina”, analisou Rosana Richtmann, infectologista do Instituto Emílio Ribas em São Paulo.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também destacou que é importante as pessoas entenderem as consequências de não se vacinarem contra o sarampo. O ministro alertou para o alto perigo de morte em crianças. Mandetta afirmou que 3,9 milhões de doses da vacina tríplice viral foram enviadas aos estados.

A Secretaria de Saúde de Itaguaí alerta a população quanto à importância de levar caderneta de vacinação.

Vacinação contra o Sarampo na semana entre 17 e 21 de fevereiro

• Vigilância em Saúde – 2ª a 6ª feira, das 08 às 12h e das 13 às 16h

• UBS Califórnia – 2ª, 4ª e 6ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• UBS Vila Margarida – 4ª e 6ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• UBS Vista Alegre – 2ª e 4ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• UBS Chaperó – 2ª, 4ª e 6ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• UBS Vila Geny – 3ª e 4ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• Clínica da Família – 5ª e 6ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• ESF Mazomba – 3ª, 4ª e 5ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• ESF Odenit Maia – 4ª e 5ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• ESF Coroa Grande – 4ª e 5ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

• ESF Engenho – 2ª feira das 09 às 11h; e 5ª feira das 09 às 11h e das 14 às 16h

• ESF Ilha da Madeira – 4ª feira, das 09 às 11h e das 14 às 16h

Com G1 e site da prefeitura de Itaguaí

Dia D de vacinação contra a gripe será neste sábado em todo o país

Mais de 41 mil postos de saúde devem ficar abertos ao longo do dia, inclusive em Itaguaí

O Dia D de mobilização contra a gripe ocorre amanhã (4) em todo o país. A previsão, de acordo com o Ministério da Saúde, é que mais de 41 mil postos de saúde permaneçam abertos em todos os estados ao longo do dia. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começou no último dia 10 e prossegue até 31 de maio. A meta é imunizar pelo menos 90% de cerca de 59,5 milhões de pessoas.

Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e menores de 6 anos; grávidas em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas; idosos; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Profissionais das forças de segurança e salvamento também passaram a fazer parte do público-alvo da campanha neste ano. Por meio de nota, o ministério informou que o grupo inclui policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas, totalizando cerca de 900 mil pessoas.

Vacina Brasil

De acordo com o Ministério da Saúde, até o dia 30 de abril, 12,2 milhões de pessoas haviam sido imunizadas. O número representa 21% do total de grupos que devem receber a dose. O público com maior cobertura, até o momento, é o de puérperas, com 38,8%, seguido pelas gestantes (33,4%); indígenas (27,6%); crianças (26,4%); idosos (21,5%); trabalhadores de saúde (17,1%) e professores (14,2%).

“Neste ano lançamos o movimento Vacina Brasil e não só para a vacina da gripe, mas como uma oportunidade para todos atualizarem as suas cadernetas de vacinação. Amanhã é o dia D, um dia de grande mobilização e estamos fazendo um trabalho para aumentar os índices de vacinação no estado de São Paulo também”, disse hoje o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Mandetta segue no final da tarde de hoje (3) para o Rio de Janeiro, onde vai acender as luzes do Cristo Redentor. O ministro acompanha o Dia D na parte da manhã em Copacabana, e à tarde retorna para São Paulo para visitar uma Unidade Básica de Saúde da capital pauslita.

No Rio

A meta no estado do Rio de Janeiro é vacinar cerca de 4,8 milhões de pessoas. “E a gente espera atingir, no mínimo, 90% dessa população”. As vacinas estão disponíveis. A campanha está sendo desenvolvida nos 92 municípios, incluindo o Dia D. São 14 mil profissionais trabalhando em 1.845 postos de saúde, informou o subsecretário estadual de Vigilância em Saúde do Rio de Janeiro, Alexandre Chieppe.

Dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro revelam que já foram imunizadas 15% das pessoas, entre gestantes e crianças de seis meses a menores de seis anos de idade.

O estado teve baixa transmissão de gripe neste ano, ao contrário de outros estados. “Não houve nenhum óbito por influenza confirmado no Rio de Janeiro. Esse é um dado positivo mas, por outro lado, há um desafio maior que é sensibilizar as pessoas sobre a necessidade da vacinação, para manter essa baixa transmissão”, disse Chieppe.

Colaboraram Ludmilla Souza e Alana Gandra* – Repórteres da Agência Brasil

Matéria modificada às 16h30 para acréscimo de informações

Fonte: Ministério da Saúde e Agência Brasil

Campanha de vacinação contra gripe foi iniciada nesta segunda

Idosos, professores e profissionais da saúde já podem se vacinar. Meta é vacinar 58 milhões de pessoas.

Por G1

O Ministério da Saúde iniciou nesta segunda-feira (22) a segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe. A primeira fase teve como público-alvo crianças e gestantes, que ainda podem procurar as unidades de saúde para se vacinar.

A partir desta segunda podem se vacinar:

● Trabalhadores de saúde

● Povos indígenas

● Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto)

● Idosos (a partir dos 60 anos)

● Professores

● Pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico

● População privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa e funcionários do sistema prisional

A meta é imunizar 58,6 milhões de pessoas até o dia 31 de maio, quando a campanha será encerrada.

Este ano serão distribuídas 63,7 milhões de doses da vacina. Ao todo, 41,8 mil postos de vacinação estarão funcionando no país, com o envolvimento de 196,5 mil profissionais e a utilização de 21,5 mil veículos (terrestres, marítimos e fluviais).
As vacinas são disponibilizadas gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos municípios para o público-alvo.
O ‘Dia D’, mutirão para todos os grupos de risco, será no dia 04 de maio.

Meta

No ano passado, o grupo prioritário não atingiu a meta de 90% de cobertura. Segundo o Ministério da Saúde, a meta este ano permanece 90% de cada um dos grupos prioritários e a escolha dos grupos que receberão a vacina segue recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS).
Essa definição também é baseada em estudos epidemiológicos e no comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe.

Mortes

Segundo dados do ministério, até 23 de março, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. O subtipo predominante no país até o momento é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 mortes registrados.
A campanha se concentra neste período do ano porque a queda das temperaturas no outono e no inverno tende a aumentar as aglomerações de pessoas em lugares fechados e sem ventilação. São maiores também os riscos de se pegar a doença, pois a contaminação ocorre principalmente por meio do contato com outras pessoas doentes.
A gripe diminui a imunidade da pessoa gripada e pode levar a infecções virais ou bacterianas. Em casos extremos, pode levar à morte.

A vacina não causa a gripe. Ela permite que o paciente fique imune aos tipos de vírus mais comuns em circulação sem ficar doente.

Angra dos Reis começa vacinação contra sarampo e poliomielite

Crianças entre um e cinco anos de idade formam o público-alvo. Todos devem se vacinar, mesmo aqueles que já tomaram uma ou mais doses

Teve início hoje (6) a Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo e a Poliomielite. A ação vai até o dia 31 de agosto, imunizando crianças com idade entre um e cinco anos. A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Saúde, promove a vacinação em unidades de saúde em todos os distritos do município, inclusive na Ilha Grande, sempre de 8h30 às 16h. O Ministério da Saúde alerta sobre a importância da vacina considerando a volta do sarampo no Brasil e a ameaça de poliomielite.
Todas as crianças entre um e cinco anos de idade devem ser vacinadas, mesmo aquelas que já tenham tomado uma ou mais doses. Para crianças que já tomaram a vacina contra a poliomielite é aplicada apenas a vacina oral, a famosa “gotinha”. Os pais ou responsáveis devem ficar atentos, pois não podem se vacinar aqueles que tenham tomado alguma outra vacina nos últimos 30 dias.
– Tanto o sarampo quanto a poliomielite são doenças graves e contagiosas, que podem matar e deixar sequelas graves. A vacina, além de ser um direito das crianças e um dever dos pais, é a única maneira de combater e prevenir estas doenças – explicou o diretor de Saúde Coletiva de Angra dos Reis.

Confira abaixo a lista das unidades que realizam a vacinação:

1º Distrito:

CEM Centro;
Carioca;
Morro da Cruz;
Santo Antônio;
Balneário;
Praia do Anil;
Santa Casa;
Sapinhatuba I;
Sapinhatuba II;
Sapinhatuba III;
Perez;
Morro da Caixa D’água ( funciona dentro do Cem Centro).

2º Distrito:

CEM Japuíba;
Nova Angra I;
Areal I;
Areal II;
Belém;
Gamboa;
ESF Japuíba;
Encruzo da Enseada;
Campo Belo 1 e 3;
Banqueta;
Serra D’água;

3º Distrito:

Camorim Pequeno;
Camorim Grande I e II( compartilham a mesma sala de vacina) ;
Jacuecanga (ESF 1,2,3, e SPA);
Monsuaba;
Caputera;
Cantagalo;
Portogalo;
Petrobras.

4º Distrito:

Bracuhy;
Vila Histórica;
Boa Vista;
Hospital Praia Brava;
Frade I e II;
SPA Frade;
Frade Praias;
Frade Morro da Constância;
Frade V;
Módulo I;
Módulo II;
Módulo III;
Módulo IV;
Módulo VI;
SPA Perequê.

5º Distrito:

Abrãao;
Marítima;
Provetá;
Araçatiba;
Enseada das Estrelas.

Fonte: Prefeitura de Angra dos Reis

Sarampo serve de alerta sobre vacinas em adultos

Quatro imunizações são obrigatórias, entre 20 e 59 anos e estão disponíveis em todos os postos de saúde

No momento em que as secretarias de Saúde do Rio analisam mais de 15 casos suspeitos de sarampo, sendo um já confirmado em adulto, a imunização, principalmente após a maioridade, acende um alerta. Portanto, se você nem se lembra qual foi a última vez em que viu o seu Cartão de Vacinação, está na hora de procurar. Na faixa entre 20 a 59 anos, quatro vacinas são obrigatórias e estão disponíveis nos postos de saúde.

A famosa ‘antitetânica’ é uma das mais esquecidas. Essa imunização é feita a partir da infância, mas muitos não se lembram de que ela deve ser reforçada a cada dez anos. “Geralmente a pessoa só lembra quando se machuca. A mulher é lembrada pelo obstetra ao engravidar e o homem faz ao ingressar nas Forças Armadas. Mas é importante ficar atento e fazer os reforços no tempo certo”, explicou a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Cristina Lemos.

Na infância, é dada a tríplice antibacteriana, que protege contra coqueluche, difteria e tétano. Na idade adulta, o reforço dado é a dupla adulto, contra difteria e tétano. Além da dose padrão a cada dez anos, existe a possibilidade de ser dado um reforço em caso de ferimentos (punções e cortes). A necessidade ou não da vacina deve ser avaliada por um médico. O tétano é uma doença infecciosa grave e pode ser fatal.

“Nós já tomamos todas as vacinas. Só estava faltando a tríplice. Agora estamos mais tranquilos e protegidos”, disse Nivia Glória, que foi ao Centro Municipal de Saúde Heitor Beltrão, na Tijuca, no fim de semana, acompanhada do marido, Diogo Santos, de 37 anos, e do filho de 1 ano. “É uma questão de consciência e cidadania. Se a gente não nos proteger, quem vai? Agora todos os cartões de vacinação da família estão em dia”, destacou Leonardo Correia, 38, ao lado da mulher e dos dois filhos de 7 e 11 anos.

Na lista de vacinas importantes, a Hepatite B também deve ser prioridade na fase adulta. “Isso porque a recomendação é que sejam dadas três doses da vacina, o que nem sempre é feito”, explicou Cristina. A doença é sexualmente transmissível. Caso o esquema de vacinação não tenha sido completado na infância, é importante colocar em dia assim que possível.

A volta do sarampo ao Brasil, que estava erradicada desde 2015, aumentou a procura por informações sobre como se prevenir. Entre os casos em análise no Rio, estão adultos, como os quatro alunos da UFRJ que ficaram doentes no mês passado. A imunização, neste caso, está a tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola. Para quem nunca foi vacinado, são duas doses até 29 anos e uma dose entre 30 a 49. A vacina não é dada para adultos com mais de 49 anos por razões imunológicas. Ainda na conta de prevenção, está a febre amarela, que é distribuída em dose única.

Como o calendário de imunização é mais intenso na infância, é comum que os adultos percam seus cartões de vacinação. Nesse caso, segundo a superintendente, o primeiro passo é recuperá-lo. “É importante resgatar essas informações, tentar lembrar em qual posto de saúde foi atendido”, explicou. “Se a pessoa não tiver comprovação, deve fazer o esquema básico de vacinação todo de novo. E a vacina é um medicamento, causa reações adversas, é melhor não ficar fazendo sem necessidade”, completou.

Fonte: O Dia