Arquivo da categoria: Tecnologia

Clientes de celulares pré-pagos têm até 18 de novembro para fazer recadastramento

Caso não se recadastrem clientes ficarão sem a linha

Os clientes de linhas de celular pré-pagas devem fazer o procedimento de atualização cadastral com suas operadoras até o dia 18 de novembro. Quem não fizer o procedimento terá sua linha bloqueada até que faça o ajuste, segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (SindiTeleBrasil). O objetivo da iniciativa é evitar registros com nomes indevidos e, portanto, a ocorrência de fraudes, proporcionando mais segurança aos consumidores.
Iniciado em abril e já implantado no Acre, no Distrito Federal, em Goiás, no Mato Grosso, no Mato Grosso do Sul, em Minas Gerais, no Paraná, em Rondônia, no Tocantins e em Santa Catarina, o Projeto Cadastro Pré-Pago passa a valer agora para todos os estados brasileiros.

Até então, de acordo com dados da Anatel, das 80 mil linhas com cadastros desatualizados de todas essas regiões, mais de 29 mil foram atualizadas e 40 mil bloqueadas, o que representou 37% de ajuste nos cadastros incompletos ou irregulares.

O estado com mais linhas bloqueadas por falta de atualização foi o Paraná, totalizando 12.283 bloqueios.
Os clientes com pendências cadastrais receberão uma mensagem (SMS), informando que precisam fazer seu recadastramento. A comunicação também poderá ser feita voicer (chamada de voz gravada), ligações e pop-ups nas telas dos celulares, entre outros meios.
Para atualizar os dados, o consumidor que receber o aviso deverá entrar em contato com a central de atendimento telefônico da sua operadora e estar preparado para informar nome completo, número de CPF (no caso de pessoa física) e o endereço completo, com CEP.
No entanto, caso não sejam procurados, os clientes deverão entrar em contato com as suas operadoras para evitar que as linhas sejam bloqueadas por meio dos telefones: 1052 (Claro); 1056 (Tim); 1058 (Vivo); 1057 (Oi); 1055 (Algar) ou 1051 (Sercomtel).
A atualização do cadastro das pessoas que utilizam o serviço pré-pago é a primeira fase do projeto. Numa segunda fase, que se iniciará em março de 2020, as empresas passarão a adotar um novo modelo de cadastro para novas ativações de celulares pré-pagos.

Fonte Jornal Extra.

Consumidor poderá incluir nome na lista de ‘não perturbe’ do telemarketing a partir desta terça

Consumidores podem se registrar no site para não receber ligações de telemarketing de empresas de telecomunicações. Prazo para bloqueio é de 30 dias após a solicitação.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou nesta segunda-feira (15) que a partir desta terça (16) quem não quiser mais receber ligações de telemarketing das empresas de telecomunicação poderá se cadastrar na chamada lista do “não perturbe”.

A lista nacional e única vale para clientes das empresas Algar, Claro/Net, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, Tim e Vivo. Ainda segundo a Anatel, o prazo para o bloqueio é de 30 dias após a solicitação do cliente.

As prestadoras que descumprirem a regra podem ser advertidas ou penalizadas com multa no valor de R$ 50 milhões.

A implementação da lista nacional de “não perturbe” regula apenas as chamadas feitas pelas empresas de telecomunicação, e não se estende a chamadas realizadas por companhias de outros setores.

O cadastro poderá ser feito no site criado pelas empresas, que entrará no ar nesta terça. Na página, o usuário terá de inserir o CPF da linha telefônica que deseja cadastrar para não receber mais ligações de telemarketing e selecionar quais das companhias quer bloquear.

De acordo com a Anatel, também será possível bloquear especificamente um serviço oferecido pelas empresas de telecomunicação: telefonia fixa, celular, internet e TV por assinatura.

Lista

A criação da lista foi uma determinação da Anatel. Segundo a agência, as empresas não poderão mais fazer ligações telefônicas com o objetivo de oferecer seus pacotes ou serviços de telecomunicações para os consumidores que registrarem seus números na lista nacional.

De acordo com a Anatel, estudos de mercado estimam que pelo menos um terço das ligações indesejadas no Brasil sejam realizadas com o objetivo de vender serviços de telecomunicações, que só podem ser prestados por empresas reguladas pela agência.

A lista de “não perturbe” deve ser única e o meio de acesso a ela, ou seja, onde o consumidor poderá registrar seu número, também deverá ser único, fácil e amplamente divulgado pelas prestadoras.

Fonte:G1

Facebook, WhatsApp, Instagram e Twitter têm problemas nesta quarta-feira

Por esse motivo, não estamos conseguindo transmitir a sessão de hoje na Câmara Municipal de Itaguaí, que pode culminar na cassação do prefeito da cidade, Charlinho

Principais problemas reportados por usuários são relativos ao envio de mídias, como fotos, vídeos e áudios. No Twitter, os problemas giram em torno do envio de mensagens diretas.

As plataformas do Facebook, incluindo Whatsapp e Instagram, apresentaram problemas de funcionamento nesta quarta-feira (3). Os relatos de instabilidade começaram pela manhã e continuaram à tarde. Entre os principais problemas encontrados pelos usuários estão o envio de mídias, como fotos, vídeos, áudios e figurinhas (no caso do WhatsApp).

 

O Twitter também apresentou problemas por volta das 12h, com pessoas reclamando do sistema de envio de mensagens diretas.

O Facebook enviou uma nota oficial sobre o caso, por volta de 12h30. “Sabemos que algumas pessoas e negócios estão com problemas para carregar ou enviar imagens, vídeos e outros arquivos em nossos aplicativos. Estamos trabalhando para normalizar a situação o mais rápido possível.”

 

O site Down Detector, que aglomera relatos de consumidores sobre o status de serviços online, teve fortes reclamações sobre as redes sociais do Facebook e também sobre o Twitter.

A última vez que todas 3 plataformas do Facebook ficaram instáveis ao mesmo tempo foi no dia 13 de março, quando o problema durou algumas horas.

 

A maior parte dos usuários que passaram por problemas no WhatsApp estão no Brasil, Argentina, Peru, Colômbia e alguns países da Europa. Já o Facebook e o Instagram tiveram muitas reclamações nos Estados Unidos e também na Europa.

 

Eletronuclear desmente assalto em carregamento de combustível na Rio – Santos

A Eletronuclear esclareceu em seu site que o comboio de transporte de combustível nuclear que seguia em direção a Angra dos Reis na última segunda-feira (18/03), pela manhã não foi atacado por bandidos. O carregamento, que tem como objetivo reabastecer Angra 2, chegou à central nuclear dentro do horário previsto, às 12h23.

Por volta das 12h, quando o comboio passava pelo Frade, em Angra dos Reis, ouviram-se tiros. Por precaução, e como contingência, policiais do Batalhão de Choque que acompanhavam o transporte se posicionaram às margens da rodovia, de forma a garantir a segurança do comboio, que em nenhum momento foi interrompido.

Após a passagem do comboio, alguns bandidos, assustados com o forte aparato policial, chegaram a efetuar disparos contra uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os policiais revidaram, mas não houve feridos nem danos materiais.

Para ser transportado de Resende – onde é fabricado pelas Indústrias Nucleares do Brasil (INB) – a Angra dos Reis, o combustível nuclear é acondicionado dentro de contêineres metálicos especialmente fabricados para essa tarefa. Esses invólucros passam por testes de resistência contra quedas e incêndios.

Se um tiro de arma de fogo conseguisse atravessar a proteção do contêiner, poderia danificar o combustível nuclear. No entanto, isso não colocaria em risco a população nem o meio ambiente. O urânio contido em um elemento combustível está em estado natural, tendo o mesmo nível de radioatividade encontrado na natureza, disse a empresa.

Ministério Público notifica WhatsApp para apagar imagens de ‘Momo’

Pais devem ficar atentos a tudo que seus filhos acessam

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) quer que Google e WhatsApp removam todos os conteúdos que exibam imagens da ‘Momo’ de suas redes sociais. A notificação vem após relatos de vídeos infantis exibirem a imagem com indução a golpes, roubos e até suicídio.

O artista plástico japonês e criador da Momo, Keisuke Aiso, revelou que se desfez de sua arte.

Atualmente, o MP-BA já apura “os fatos relacionados a vídeos possivelmente disponibilizados em plataformas de vídeos e compartilhados em redes sociais com conteúdo direcionado a crianças e uso do personagem “Boneca Momo”, escreve o MP. A apuração é feita por meio do Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos (Nucciber).

Vale lembrar que, dado o mau uso da escultura na internet, o artista plástico japonês, Keisuke Aiso, criador da obra que ficou conhecida como “Momo”, revelou ao The Sun que se desfez de sua arte.

Ao G1, o coordenador promotor Moacir Nascimento, do Nucciber, disse que comentou que “houve ampla repercussão do vídeo e, como havia a possibilidade de repercussão na Bahia, foi instaurado o procedimento, para colheita de dados, provas, e a manifestação das empresas. O vídeo está circulando em inglês e espanhol pelo WhatsApp. O que estamos buscando é que eles adotem providencias para que não seja mais compartilhado”.

O promotor ainda destaca que, neste caso, a responsabilidade está no acompanhamento da criança e adolescente. “O problema é criança e adolescente de 12, 13 anos, com smartphone, usando a internet sem nenhuma supervisão de um adulto. A boneca não causa suicídio. O que leva ao suicídio é o distanciamento dos pais e responsáveis”, disse.

Sobre o WhatsApp, há um problema na notificação: a empresa supostamente não tem como pinçar imagens da Momo em conversas, visto que elas possuem criptografia de ponta-a-ponta. Entre as recentes medidas do WhatsApp para encerrar “correntes” e notícias falsas, foi limitar o encaminhamento de mensagens para mais de cinco pessoas.

Facebook, Instagram e Whatsapp tiveram um dia de instabilidade

Problemas podem ter sido ocasionados pela infraestrutura problemática. Já que as três plataformas pertencem ao mesmo proprietário

O maior app de comunicação instantânea do mundo, o WhatsApp, está enfrentando instabilidade desde a tarde desta quarta-feira (13), mas não chegou a ficar totalmente fora do ar. O que realmente acontece, de acordo com reclamações de usuários no Twitter em no Down Detector — site que rastreia instabilidades em serviços famosos —, há muita dificuldade em enviar e receber qualquer tipo de mídia pelo mensageiro.

Isso inclui fotos, vídeos e mensagens de áudio. Curiosamente, entretanto, envio de texto e chamadas de áudio/vídeo estão funcionando normalmente.

Vale destacar ainda que esses problemas no WhatsApp estão ocorrendo no mesmo dia em que Facebook e Instagram também sofreram instabilidades ao redor do mundo. Os três serviços são da mesma empresa, chefiada por Mark Zuckerberg, e existe a possibilidade de todos compartilharem a mesma infraestrutura problemática no momento.

Segundo dados do Down Detector, a América do Sul é a região mais afetada pela instabilidade do WhatsApp. Há uma grande quantidade de relatos vindos do Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia, Chile e Peru. O México e toda a América central, junto com algumas regiões dos EUA, também foram afetadas. Grande parte da Europa se encontra na mesma situação.

Isso não tem nada a ver com o ocorrido na escola no município de Suzano, em São Paulo, onde duas pessoas executaram alunos, funcionários e depois cometeram suicídio.

Fonte: Dow Detector, TechTudo, Tecmundo, IG e Renovamos.

Atual e futuro Presidente da República participam de cerimônia em Itaguaí, mas Charlinho nem dá as caras

O prefeito de Itaguaí sumiu de novo? Presidente Michel Temer (MDB) e o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) participaram da cerimônia de lançamento do submarino Riachuelo, no Complexo Naval de Itaguaí, nesta sexta-feira (14).

Segundo a Marinha, o submarino tem autonomia de mais de 70 dias e será usado no patrulhamento do litoral brasileiro, também chamado de Amazônia Azul. O submarino foi lançado ao mar nesta sexta.

Também participaram da cerimônia, o almirante de esquadra, Eduardo Bacellar, comandante da Marinha, os ministros Moreira Franco (Minas e Energia); general Joaquim Silva e Luna (Defesa); Raul Jungmann (Segurança Pública) e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Quem não deu as caras foi simplesmente o prefeito da cidade que hoje teve a presença de tanta gente importante. A principal autoridade da cidade anfitriã sequer deu satisfações aos presentes e a toda população de Itaguaí. Charlinho pelo visto tratou com pouco caso um dia tão importante na história do Brasil em uma cidade que ele ainda administra. Charlinho aliás é conhecido por ser pouco visto no local onde foi eleito. Eventos importantes tem sido marcado pelo sumiço do prefeito. Já na época de campanha até na feira livre da cidade, o atual gestor “escondidinho” era visto com bem mais frequência.

“O batismo do submarino Riachuelo inaugura uma nova fase de preparação. Ao longo dos próximos meses, serão realizados testes de porto e de cais, e em breve ele será um novo instrumento em uso do mar e estratégias nacionais de defesa”, disse o comandante da Marinha.

O presidente Michel Temer disse que o Riachuelo é fundamental para estratégias de defesa do Brasil e para desenvolvimento tecnológico. “O que está se revelando e que o dia 14 de dezembro de 2018 é data que ficará marcada em nossa história. O lançamento ao mar do primeiro submarino de fabricacao nacional é motivo de imenso orgulho para todos os brasileiros”, disse Temer.

O submarino faz parte do Programa de Desenvolvimento de Submarinos, Prosub, em andamento desde 2008. Segundo a Marinha, já foram investidos R$ 17,4 bilhões no programa, a previsão é que até 2029 sejam aplicados R$ 35 bilhões.

O Riachuelo é o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha.