Arquivo da categoria: Servidor Público

Vereador e professor Willian Cézar fala sobre o fechamento das escolas e redução de servidores nas unidades

Ele ainda falou sobre a redução de funcionários em seu gabinete para diminuir qualquer risco de contágio pelo Coronavírus

O vereador Willian Cézar (PSB), relatou em suas redes sociais sobre o problema enfrentado pela cidade e pelas escolas com a pandemia do Coronavírus. Na opinião dele, o correto seria evitar o menor número possível de servidores atuando nas escolas e creches por exemplo. Já que tem que haver movimentação de documentos, apenas os servidores extremamente necessários deveriam ir ao trabalho. Ele também disse o que tem feito para reduzir a movimentação em seu próprio gabinete. A pandemia do Coronavírus atinge todo o planeta, no Brasil já foram 200 casos e no estado do Rio de Janeiro 24 casos já foram confirmados. Se medidas sérias não forem adotadas, pode subir para 24 mil o número de infectados.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2803560663062940&id=100002271003014

Sincato MUSPI convoca servidores para assembléia na terça em Itaguaí

O Movimento Unificado dos Servidores Públicos de Itaguaí-MUSPI, entidade que apresentou a Comissão Processante a denúncia de Nepotismo que acarretou em cassação do ex prefeito e vice prefeito de Itaguaí, através da servidora Hellen Senna, convoca assembleia para o dia 10/03 terça- feira às 17:30 na Praça Vicente Cicarino (praça em frente ao Banco do Brasil)no Centro de Itaguaí.

O Movimento relata que já tem agenda com o novo Prefeito Rubem Vieira para apresentação de demanda emergencial dos servidores e da população.

Mulher de ex-prefeito de Itaguaí chama Impeachment do marido de golpe

Andreia Busatto usou o Facebook oficial da secretaria de educação para mostrar embate com possível assessor de vereador que presidiu sessão que cassou seu esposo. Além da Câmara, o MP já havia solicitado exoneração de Andreia por inaptidão técnica, porém a justiça não concedeu o pedido

Após ter seu marido cassado por casos de nepotismo na Câmara Municipal de Itaguaí, a ex-secretária de educação do município, divulgou vídeos onde diz que a ação de cassação foi um golpe. A fala foi no momento em que se despedia dos funcionários do setor. Ao todo foram três vídeos, onde em dois deles ela mostra um embate com um pseudo assessor do vereador Noel Rosa (Noel da Sos). A ex-primeira dama, alegou que nenhum dos que entraram na sede da secretaria tinham qualquer documento que comprovassem quem eram. Para expor esses vídeos e relatos políticos, a ex-primeira dama usou a página oficial da secretaria de educação no Facebook. Andréia disse que usou da página pois até às 18:30 ainda era ela a secretária de educação.  Alguns de seus funcionários, estavam visivelmente bem abalados. Assista:

Links originais dos vídeos

https://www.facebook.com/224398954572781/posts/1110600659285935/

https://www.facebook.com/224398954572781/posts/1110617569284244/

https://www.facebook.com/224398954572781/posts/1110618165950851/

Um texto tem rolado nas mídias sociais e de autor desconhecido

“OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO PRECISAM SABER: Ontem (06/03), logo após a posse do Presidente da Câmara como Prefeito municipal, ocorreram as primeiras ações emergenciais do novo governo. Claro que assumir o controle físico das instalações das secretarias é uma prioridade. No caso da SMEC, mesmo sem secretário nomeado ainda, o prefeito empossado tem, não o direito, mas a obrigação, de zelar pela integridade do equipamento público. Todos sabemos o que o governo que caiu ontem fez em dezembro de 2012 e, temendo que o mesmo ocorresse agora, em 06/03/2020, procedeu à imediata ocupação do prédio da SMEC. A equipe do prefeito empossado entrou no prédio da SMEC no final daquela manhã para garantir que nada fosse retirado ou extraviado, nem documentos nem equipamentos, e encontrou forte resistência da equipe do governo Charlinho, que resistiu à obrigação de colaborar com a equipe de transição desiginada. Logo após a posse do Prefeito Rubão, a equipe da ex-secretária utilizou ilegalmente os meios de comunicações oficiais da prefeitura para divulgação de material à revelia da ordem pública. Com conteúdo puramente propagandístico, do grupo em que sai, a ex-secretaria demonstrou rancor tal que constrangeu todos nós em espetáculo ruim de quem sai pela porta dos fundos. Em um dos vídeos, a ex-secretária intimida, tacitamente, os servidores efetivos lotados na SMEC a manter-se fiéis ao governo que caiu, pois eles iriam voltar “em breve”. Posturas como essa demonstram que o governo que saiu não colaborou para uma transição pacífica na SMEC e, ao contrário, buscou atrapalhar o trabalho e, até, intimidar os servidores designados para ocupação do prédio. Governo perseguidor, que prejudicou o funcionalismo da educação do primeiro ao último dia, agora sai, esperamos que a Educação tenha paz para trabalhar com a Excelência que comunidade escolar merece.”

Sessão derradeira
A sessão ordinária na Câmara realizada entre quinta (05/03) e sexta (06/03), na Câmara Municipal de Itaguaí e que durou mais de 14 horas, cassou o mandato do marido de Andreia, o ex-prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB) e do ex- vice-prefeito de Itaguaí, Abelardinho Goulart. O vice-prefeito foi cassado com um placar de 15 votos contra 2. Já o prefeito Charlinho teve seu mandato cassado numa votação de 13 contra 4. A votação foi de forma secreta.


A Comissão Especial Processante (CEP 004/19), investigou e cassou os mandatos do prefeito e vice-prefeito por casos de nepotismo na prefeitura de Itaguaí. O prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB), o vice prefeito Abelardinho Goulart e outros estavam sendo investigados após denúncia da moradora e servidora Hellen Senna.


Dezenas de pessoas receberam cargos tendo parentesco com o prefeito, vice prefeito, vereadores e outras dezenas de servidores com cargos de nomeação na prefeitura. Alguns casos são bem conhecidos como o da mulher de Charlinho, Andreia Busatto que é secretária de educação e a filha do vice prefeito secretária de esportes Érika Yukiko.

Em 2017 o Ministério Público requereu afastamento de Andréia e da filha do ex vice prefeito Abelardinho Goulart, mas justiça não concedeu

O Ministério Público já havia requerido o afastamento de Andréia Marcelo Busatto e da filha do ex vice prefeito Abelardinho Goulart Érika Yukiko Muraoka de Souza por prática de Nepotismo. O MP entrou com uma ação na justiça em outubro de 2017, após enviar em abril de 2017 ao ex prefeito Charlinho e ao presidente da Câmara Municipal o pedido de afastamento de ambas, mas, sem sucesso. No entendimento da 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Angra dos Reis havia inexistência de aptidão técnica, relativamente a Andrea Busatto e Érika de Souza. No entanto o juiz Adolfo Rocha, da primeira Vara Cívil da Comarca de Itaguaí, não concedeu o pedido do MP e nem o recurso impetrado posteriormente.


 

 

Processo nº 0010454-69.2017.8.19.002

Leia as notícias completas no site do MP no link abaixo:

https://www.mprj.mp.br/home/-/detalhe-noticia/visualizar/49415

http://www.mprj.mp.br/home/-/detalhe-noticia/visualizar/7701

Câmara empossa Prefeito Rubem, Presidente Noel e suplente Valtinho

Ao fim da sessão de quase 15h que cassou os respectivos mandatos de prefeito e vice prefeito de Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB), e Abeilard Goulart, o Abeilardinho, a Câmara Municipal de Itaguaí realizou na manhã de hoje (06/03) a Sessão Solene de Posse. Foram empossados o Prefeito Rubem Ribeiro (Podemos), o Presidente da Câmara vereador Noel Pedrosa (Avante) e o vereador suplente Valtinho Almeida (Podemos).

Rubem assume a prefeitura após a cassação dos mandatos eletivos de Charlinho e Abeilardinho. Noel, que era vice presidente, assume a cadeira de Presidente da Câmara Municipal de Itaguaí, e Valtinho, que era o suplente do vereador Rubem, assume uma vaga como vereador na Casa Legislativa.

Rubem Vieira toma posse como novo prefeito de Itaguaí

Jornal Oficial 796 de 06 de março de 2020

Câmara cassa mandato de prefeito e vice-prefeito de Itaguaí por prática de Nepotismo

Mesmo com uma plateia composta por maioria de servidores comissionados que foram até o final da sessão e não representavam a população de Itaguaí, Charlinho foi cassado

A sessão ordinária realizada entre quinta (05/03) e hoje sexta (06/03), na Câmara Municipal de Itaguaí e que durou mais de 14 horas, cassou o mandato do prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB) e do vice-prefeito de Itaguaí Abelardinho Goulart. O vice prefeito foi cassado com um placar de 15 votos contra 2. Já o prefeito Charlinho teve seu mandato cassado numa votação de 13 contra 4. A votação foi de forma secreta.

Sessão solene que está sendo realizada neste momento, dará posse ao novo prefeito de Itaguaí Rubem Vieira, o agora ex presidente da Câmara Municipal. Ele assumirá o posto de prefeito até 31 de dezembro.

Relembre…

A Comissão Especial Processante (CEP 004/19), investigou e cassou os mandatos do prefeito e vice-prefeito por casos de nepotismo na prefeitura de Itaguaí. O prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB), o vice prefeito Abelardinho Goulart e outros estavam sendo investigados após denúncia da moradora e servidora Hellen Senna.
Dezenas de pessoas receberam cargos tendo parentesco com o prefeito, vice prefeito, vereadores e outras dezenas de servidores com cargos de nomeação na prefeitura. Alguns casos são bem conhecidos como o da mulher de Charlinho, Andreia Busatto que é secretária de educação e a filha do vice prefeito secretária de esportes.

Prefeitura de Seropédica suspende aulas em várias escolas municipais

Preocupada com a segurança de seus servidores e de alunos a suspensão das aulas em boa parte das escolas foi mantida. UFRRJ suspendeu suas aulas até sexta

A prefeitura Municipal de Seropédica divulgou um comunicado cancelando as aulas e o expediente dos servidores públicos que atuam em escolas devido aos transtornos e dificuldades de deslocamento causado pelas fortes chuvas que acometeram a cidade nos últimos dias. A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte resolveu suspender as aulas nas seguintes Unidades Escolares amanhã, 03/03/2020 (terça-feira):

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte informa que a suspensão das aulas nessas escolas se deve para a garantia da segurança dos alunos e funcionários tendo em vista que o deslocamento até algumas dessas áreas ainda oferecem riscos e, em outras há problemas estruturais que inviabilizam o retorno das aulas.
Esta Secretaria se compromete em, tão logo possível, promover a reposição das aulas para que não haja qualquer prejuízo aos nossos alunos.
As demais Unidades Escolares terão funcionamento normal.

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro UFRRJ

A Administração Central da UFRRJ determinou a suspensão das atividades acadêmicas de hoje (2/3) até sexta-feira (6/3) nos câmpus Seropédica, Nova Iguaçu e Três Rios.

As chuvas que caem na região desde sexta-feira (28/2) afetaram alguns espaços da universidade, que precisam ser avaliados antes da retomada das aulas.

As atividades administrativas do câmpus Seropédica serão retomadas nesta terça-feira (3/3).
A Administração Central esclarece que apenas as aulas foram suspensas nos câmpus de Seropédica, Três Rios e Nova Iguaçu. As demais atividades acadêmicas (orientações, bancas, reuniões etc.) ficam condicionadas às necessidades de cada Instituto.

Em relação às seleções em andamento em alguns programas de pós-graduação stricto sensu, orienta-se os candidatos a entrar em contato com a respectiva secretaria e/ou coordenação a fim de verificar se o cronograma está mantido ou sofreu ajustes.

Aos estudantes ingressantes, informamos o período de confirmação de matrículas dos alunos ingressantes foi adiado a semana que vem, de segunda (9/3) a sexta (13/3), nas respectivas coordenações de curso. As aulas inaugurais de abertura do semestre serão agendadas para novas datas.

Secretaria de educação transfere servidor conselheiro do Fundeb de creche e viola lei federal

Lei 11.494/07 e Regimento interno do conselho proíbe que servidores que atuam como conselheiros do Fundeb sejam removidos de local de trabalho de forma involuntária

ESTAMOS DE OLHO!

Perseguição? – O Departamento Pessoal / Estatística/ Infraestrutura, da secretaria municipal de educação, cometeu um crime que viola a Lei de criação do Fundeb. Tanto a Lei Federal 11.494/07 quanto a Lei municipal de criação do Regimento interno do conselho do Fundeb Itaguaí, proíbem a remoção de servidor conselheiro de local de atuação enquanto perdurar seu mandato. O conselheiro atingido pela ação criminosa é o professor Filipe Veloso Abravanel, conhecido na cidade por lutar à favor dos servidores da educação e um dos líderes atuantes no Sindicato dos profissionais de educação de Itaguaí (SEPE). Filipe, eleito de forma democrática pelos demais servidores, está sofrendo perseguições constantes. Entre elas, essa mais nova ação do governo municipal. Todas essas ações são passíveis de punições severas na esfera criminal e/ ou administrativa, se encaixando perfeitamente em crimes de assédio moral, perseguição política e abuso de autoridade.

Os chefes desses departamentos e a direção da creche que o transferiu, podem sofrer sérias punições judiciais, pois ferem uma lei federal criada justamente para se evitar tais crimes citados e quaisquer abusos que violem o direito a sensata atuação de um conselheiro.

Em reunião do Conselho do Fundeb Itaguaí, ocorrida na manhã da última quarta-feira, os membros decidiram intervir na prática abusiva, enviando um ofício à secretaria de educação e para a Comissão Permanente de Educação da Câmara Municipal de Itaguaí para anular tal ato criminoso.

ESTAMOS DE OLHO!