Arquivo da categoria: Seropédica

Prefeitura de Seropédica adianta salário dos servidores

A Prefeitura Municipal de Seropédica, pagou o salário referente ao mês de abril adiantado nesta quinta-feira (18). Com o valor liberado, os funcionários podem aproveitar melhor o feriado prolongado. A intenção do governo é que os trabalhadores possam ter recursos para aproveitar melhor a sexta-feira Santa e a Páscoa.

Anúncios

Servidores da Educação anunciam paralisação em Seropédica

Por falta de reajuste anual educadores irão paralisar. Servidores estão há 3 anos sem reajuste violando assim a Constituição Federal que prevê a revisão obrigatória a cada 12 meses

No Rio, 33 cidades são investigadas por fraudes na merenda

Itaguaí também está na mira, sendo investigada pelo Tribunal de Contas do Estado. Mangaratiba e Seropédica estão em situação semelhante

O jornal o Dia revelou 74 investigações de irregularidades no estado. Em Japeri, prefeito preso contratou R$ 2,2 milhões sem licitação

No retorno às aulas do segundo semestre, pais e filhos têm de volta a dura realidade das escolas públicas: merenda de má qualidade ou a falta dela. Levantamento inédito realizado pelo DIA, junto ao Ministério Público, revela a existência de pelo menos 74 inquéritos abertos atualmente que investigam irregularidades no fornecimento de alimentos a crianças e jovens da rede municipal em 33 cidades do estado nos últimos sete anos.

Em paralelo ao trabalho dos promotores, o Tribunal de Contas de Estado (TCE-RJ) fez auditorias em unidades educacionais e identificou problemas com a merenda em escolas de 17 municípios só no ano passado (alguns deles também são alvos do MP). A partir deste domingo, O DIA publicará uma série de quatro reportagens sobre o tema.

Na mira das investigações, há de tudo: superfaturamento na compra de mercadorias por empresas contratadas pelas prefeituras; desvio de dinheiro repassado pelo governo federal; furto de comida por servidores; falta de infraestrutura para armazenar produtos e de transparência na prestação de contas; fiscalização deficiente; alimentos com prazo de validade vencido; e cozinhas precárias.

Sobrepreço em 30 produtos

Em Mesquita, na Baixada Fluminense, o MP instaurou inquérito com base em uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), concluída no fim do ano passado. Em 537 páginas, o relatório apontou que o prefeito Jorge Miranda (PSDB) contratou, sem licitação, a Alimentação Global Service Ltda por R$ 7,5 milhões durante seis meses. No entanto, segundo a CPI, havia um acordo ainda vigente com outra empresa para prestar o mesmo serviço. Integrantes da CPI também visitaram as 40 escolas municipais e encontraram comidas de má qualidade. Ao todo, a rede possui 13.190 estudantes.

Aluna do 7º ano da Escola Municipal Doutor Deoclécio Dias Machado Filho, Maria Luíza Silva, de 12 anos, confirma. Segundo ela, o cardápio, na maioria da vezes, tem apenas ovo, macarrão com cenoura e angu com carne moída. Frutas, sucos ou salada são artigos de luxo e desapareceram da despensa.

“Almoço em casa e levo um biscoito porque a escola não oferece mais lanche”, reclama a jovem. Com salário de R$ 1.560 de atendente, a mãe da menina, Maísa Souza da Silva, de 42 anos, lamenta a situação: “A minha filha é uma excelente aluna, mas deve ficar reprovada porque está sem motivação.”

Preso na última sexta-feira por associação a traficantes, o prefeito de Japeri, Carlos Moraes (PP), fez três contratos com DN Grill Produtos Alimentícios LTDA, com sede no município, de quase R$ 8 milhões. Em um deles, de R$ 2,2 milhões, sem licitação, os auditores do TCE-RJ encontraram indícios de sobrepreço em 30 mercadorias.

A farinha de aveia foi adquirida pelo preço 186,9% maior. No biscoito de maisena, a prefeitura pagou 67,5% mais caro. No feijão carioca, o acréscimo chegou a 76,2%. O sal, por sua vez, registrou alta de 53%.

O DIA foi aos dois endereços da DN Grill disponíveis no contrato com a prefeitura de Japeri e na Receita Federal. Um dos imóveis (na Rua Ivan de Azevedo 4, em Engenheiro Pedreira) estava fechado em pleno horário comercial; no outro (na Rua Francisco Antônio Russo, lote 16, no mesmo bairro), o minimercado tinha as prateleiras vazias e não havia sido inaugurado.

Um dos sócios da DN Grill é Daniel Rodrigues das Neves. Nas eleições para prefeito, em 2016, ele e a família pediram votos para Carlos Moraes.

Endereço citado pela DN Grill em Engenheiro Pedreira, Japeri: no local, não havia comércio de alimentos funcionandoArmando Paiva

Imagem de merenda da rede municipal de Mesquita está no relatório da CPI que apontou os problemasReprodução/CPI da Merenda

Maísa Souza da Silva conta que a filha Maria Luiza, de 12 anos, tem de almoçar em casa e levar biscoito.

Abaixo os municípios que estão sendo investigados:

Fonte: O Dia

Leia mais:

Onde está o conselho de alimentação escolar (CAE) de Itaguaí?

A PEDIDO DA LIGHT, CEDAE REDUZ VAZÃO DO SISTEMA RIBEIRÃO DAS LAJES

Itaguaí, Seropédica e todos os municípios da Costa Verde não serão afetados

A pedido da Light, a Cedae vai interromper, nesta quinta-feira (26/07), a partir das 9h, parte do sistema de abastecimento Ribeirão das Lajes, em Piraí, no Sul Fluminense, para a concessionária de energia eletrica realizar serviço operacional, que terá duração de oito horas, devendo estar concluído às 17h do mesmo dia. O sistema será religado logo após o término do serviço da Light e a previsão é que o abastecimento seja plenamente restabelecido em até 24 horas.

A redução da vazão do sistema poderá afetar parciamente os municípios de Nova Iguaçu, Queimados, Japeri e Paracambi; e no Rio, parte dos bairros de Campo Grande, Bangu, Deodoro, Gericinó, Padre Miguel, Realengo, Vila Kennedy, Anchieta, Honório Gurgel, Guadalupe, Rocha Miranda, Engenho da Rainha, Del Castilho, Higienópolis, Bonsucesso, Ilha do Governador, Centro, Leopoldina, Caju, Rocha, Benfica, Riachuelo, Sampaio Correa, São Francisco Xavier, Triagem e Manguinhos.

Imóveis que disponham de sistema de reserva (cisterna e/ou caixa de água) não deverão ter problemas de abastecimento. A Cedae orienta os moradores da região afetada a usar de forma consciente os reservatórios internos (caixas d´água e cisternas) e a evitar o desperdício, reprogramando as tarefas não essenciais que representem grande consumo de água.

Prefeituras de Mangaratiba e Seropédica adiantam pagamento de servidores

Equilíbrio nas finanças- Mesmo após uma grave crise, as prefeituras de Mangaratiba e Seropédica conseguiram equilibrar suas finanças e pagar em dia o salário dos seus servidores. Em Mangaratiba há anos que os salários dos trabalhadores é pago em dia e na maioria das vezes como agora até adiantado. Já em Seropédica após alguns problemas, a prefeitura consegue equilibrar as finanças e também é outra a pagar adiantado nesse mês de maio. Ambas pagam seus funcionários nesta quarta-feira véspera de feriado. Em virtude do feriado de Corpus Christie, as duas gestões se preocuparam em deixar seus trabalhadores com dinheiro para aproveitar os dias de folga.

O blog Boca no Trombone Itaguaí parabeniza aos gestores por se preocuparam com o seu maior patrimônio, seus servidores.

Criminoso que assaltou drogaria é preso em Itaguaí

Bandido também assaltava residências e roubava pedestres em Mangaratiba e Seropédica

 

Criminoso identificado como Mateus Teuzinho foi preso nesta última semana. Policiais da 50ª DP localizaram o bandido após denúncia anônima. Teuzinho assaltou a drogaria Atual na semana do carnaval. O vagabundo que usava moto e bicicleta para realizar assaltos inclusive em residências, atuava também em Mangaratiba e Seropédica. Roubos de celulares e carros estão entre as acusações. Caso você tenha sido vitima denuncie na 50ª DP em Itaguaí.

 

Leia mais:

Câmeras de segurança flagram bandido assaltando drogaria em Itaguaí

 

Conjunto Boa Fé em Seropédica sofre com falta de iluminação

COMPARTILHEM.

O conjunto Boa Fé localizado em Seropédica tem sofrido com a total falta de iluminação. Fotos enviadas ao nosso blog comprovam o descaso com o local. Ruas escuras e desertas deixam moradores a mercê de diversos riscos. Não é de hoje que o bairro passa por problema semelhante, mas dessa vez o cenário é ainda mais calamitoso.

 

Entramos em contato com a prefeitura de Seropédica, mas não tivemos retorno do órgão para esclarecimentos. Uma pena. Os moradores continuam na incerteza.

COMPARTILHEM.