Arquivo da categoria: Sem categoria

Emenda garante cobertura a servidores que tiverem a licença médica indeferida em Itaguaí

Emenda de autoria do vereador Willian Cézar, garante segurança ao servidor doente

Uma emenda ao Estatuto dos Servidores Públicos de Itaguaí e de autoria do vereador Willian Cézar (PSB), garante em caso de indeferimento da licença médica, que não mais serão considerados como falta os dias descobertos. Isso foi necessário após o governo de Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB) dar ordem aos peritos para evitar conceder licenças médicas aos servidores municipais.

O tema é tão grave, que foi alvo de discussões em reuniões, inclusive com deputados estaduais do Rio de Janeiro. Não bastasse isso, vários vídeos foram divulgados com pessoas passando mal e até desmaiando por não terem seu direito respeitado. Ocorre que desde o começo do atual mandato, os peritos dificilmente concediam os dias necessários para o doente se tratar.

Basicamente, o médico particular do doente, aquele que costuma acompanhar o paciente do início ao fim, concedia por exemplo 30 dias de repouso. Contudo, os peritos davam 10 ou 15 dias. Às vezes nenhum. Já que todo o servidor da cidade, mesmo que haja laudo de médicos, ele é obrigado a passar por médicos (peritos) da prefeitura. Caso o perito não permitisse a licença, o laudo do médico do paciente era simplesmente ignorado e os dias entre a data da concessão dos dias dados pelo médico do paciente e a consulta junto aos peritos do governo eram descontados do salário do servidor, a famosa falta. Ou seja, a pessoa mesmo doente era considerada faltosa ao trabalho. Já que havia muita demora por parte da prefeitura para se marcar a perícia do servidor. Alguns casos a espera chegava a quase duas semanas.

Nosso blog recebeu de alguns médicos da prefeitura, a denúncia de forma anônima, que eles receberiam ordens para evitar tais concessões. E isso passou a ocorrer do segundo semestre de 2017 em diante. Justo no mandato do atual prefeito.

Para conseguir aprovar tal emenda, o vereador Willian Cézar, teve dificuldades. Já que mesmo após a aprovação da Câmara Municipal, o prefeito vetou a emenda. Somente após os vereadores, não todos, claro, derrubarem o veto é que foi possível tal conquista, que na verdade deveria ser algo corriqueiro. Mas se tratando da atual gestão municipal, conhecida por dificultar a vida dos servidores públicos, se fez necessário.

Veja mais:

Leia mais:

Em audiência perícia médica de Itaguaí mostra incoerência
Possíveis fraudes realizadas pela equipe médica foi debatida. Subsecretário mostrou desconhecimento em suas falas e médico principal da perícia entrou diversas vezes em contradição.

Anúncios

Conselho Municipal de Saúde de Itaguaí terá nova representante

Conselho tem a obrigação de fiscalizar a saúde da cidade e dar transparência de seus atos. Algo que não vem ocorrendo ultimamente

O Conselho Municipal de Saúde da cidade de Itaguaí, terá uma nova integrante à partir de agora. Christiane Gerardo Neves ocupará uma cadeira como conselheira representando o Coren RJ.
Este feito talvez seja um marco na redefinição do conselho de saúde em uma instância representativa dos interesses do povo.

O COREN foi eleito para ocupar uma vaga no Conselho Municipal de Saúde na representação dos profissionais de saúde.

Cabe ao COREN oficiar ao CMS designando a sua representação.

O que faz o Conselho?

Os Conselhos Municipais de Saúde – CMS – são órgãos permanentes e deliberativos com representantes do Governo, dos prestadores de serviço, profissionais de saúde e usuários.

Atuam na formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros.

Para que se possa cumprir o que a Lei determina o Conselho deve exercer o controle social do SUS.
Isso significa dizer que cabe ao Conselho fiscalizar, planejar, propor e controlar os recursos
destinados à área de Saúde no Orçamento do Município, bem como propor o Plano Municipal de
Saúde na Lei de Diretrizes Orçamentárias e Plano Plurianual.

Do mesmo modo o Conselho deve exercer o controle, o planejamento e a fiscalização do Fundo
Municipal de Saúde, fundo esse para onde são destinados os recursos a serem gastos com a saúde.

Câmara abre Comissão Processante para apurar verbas não utilizadas na saúde

A Câmara Municipal de Itaguaí abriu mais uma Comissão Especial Processante (CEP) para apurar atos do poder Executivo. Desta vez será investigada a suposta não utilização de verbas da saúde pelo prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB). A aceitação da denúncia aconteceu na 16ª Sessão ordinária, realizada terça-feira (09/04).

De autoria do vereador Gil Torres (Podemos), o pedido de abertura de Comissão Processante se justifica em virtude do “abandono, omissão, negligência e descaso em que se encontra a saúde pública municipal”. Conforme defendeu o vereador, as evidências do descaso foram presenciadas por ele durante esses dois anos da gestão de Charlinho. Gil é presidente da Comissão de Saúde e realiza diligências frequentes nas unidades de saúde do município. O denunciante afirmou que alertou pessoalmente o chefe do poder Executivo e seus subordinados diversas vezes sobre a situação em que se encontrava o serviço de saúde pública em Itaguaí.

Ao solicitar a abertura da CEP o autor pedia que ao término do trabalho da comissão fosse cassado o mandato do prefeito Charlinho em decorrência dos casos de “irregularidades, omissão, negligência e outras infrações e crimes cometidos pelo poder Executivo”. No documento, o autor afirma que “é de conhecimento que há dinheiro disponível no Fundo de Saúde Municipal” e citou a Constituição ao afirmar que a saúde é direito de todos. O vereador ratificou que a situação chegou a “um ponto lastimável, intolerável e inaceitável”.

O recebimento da denúncia foi aprovado pelo plenário com os votos contrários dos vereadores Robertinho (MDB), Minoro Fukamati (PSD), Carlos Kifer (PP), Noel Pedrosa (Avante), Sandro da Hermínio (Avante) e Haroldo Jesus (PSDB). Após abertura da CEP foi realizado um sorteio para definir os membros que integrarão a comissão. Os sorteados foram os vereadores André Amorim (PR), Minoro Fukamati e Ivan Charles (PSB). Após pausa de cinco minutos para a comissão se reunir para definir quais dos membros seriam o presidente e o relator, o chefe do Legislativo, vereador Dr. Rubem Ribeiro (Podemos), divulgou que foi escolhido como presidente o vereador Ivan Charles e como relator o vereador André Amorim.

Como presidente da comissão, o vereador Ivan Charles convidou a todos os vereadores para a primeira reunião da CEP, que foi realizada na manhã do dia seguinte (10).

Fonte: Câmara Municipal de Itaguaí

Santa Cruz e Campo Grande tem maior índice de alagamentos da Zona Oeste

Ponte na Avenida Padre Guilherme Decaminada ameaça desabar devido as fortes chuvas

Asfalto ameaça ceder na Decaminada

Ponte prestes a desabar

Os bairros de Santa Cruz, Campo Grande e Sepetiba estão com todas as ruas praticamente debaixo d’água. Muitos moradores perderam tudo

O Rio Piraquê transbordou em Jardim Maravilha em Guaratiba e alagou todas as ruas do local.

Uma ponte desabou no Antares na madrugada.

Rua Engenheiro Gastão Rangel durante a madrugada

Morador do Rola registra estado das ruas no local.

Jesuítas em Santa Cruz

Um homem conhecido como Leandro de 40 anos, morreu eletrocutado no Cesarão em Santa Cruz. Ele tentou desobstruir um bueiro e recebeu a descarga elétrica. Três corpos foram encontrados em Botafogo, uma senhora e sua neta e um homem em Jardim Maravilha que ainda não foi identificado também foram vítimas. Ao todo oito pessoas morreram até agora.

Ponto de arrecadação para vítimas das enchentes

Recolhimento dos seguintes itens para ajudar as famílias que perderam seus bens. Segue os itens para doação:

▪Água potável
▪Fraldas
▪Roupa de cama
▪Toalhas banho e rosto
▪Roupas de crianças
▪Alimentos não perecíveis

As doações podem ser entregues na Matriz de São José localizada na Av. João XXIII, 222, Santa Cruz. Tel: 3354-7788.

Campo Grande

Plantão das Pastorais Sociais na Paróquia Nossa Senhora das Graças:

*Até às 21h.*

Estamos acolhendo demandas e materiais para doação às visitas do temporal em nossas comunidades.

Materiais:
● Roupas (adulto e criança)
● Água potável
● Alimentos não perecíveis
● Material de higiene pessoal
● Material de limpeza
● Fralda infantil (M e G prioritária)
● Roupas de cama
● Toalhas de banho e rosto

Paróquia Nossa Senhora das Graças, Rua Benedito Lacerda, Q.2, Lt.11, Vila Nova, Campo Grande. (21) 3394-3383.

Prefeitura de Itaguaí suspende aulas devido às fortes chuvas

A prefeitura Municipal de Itaguaí suspendeu as aulas nesta terça-feira devido as fortes chuvas que assolam todo o Estado do Rio de Janeiro. Muitos funcionários não conseguiram chegar aos postos de trabalho e muita gente se encontra ilhada na cidade. Muitos pais não mandaram seus filhos às escolas devido aos riscos.

Ruas de escolas em Itaguaí completamente alagadas

Muitas escolas do município terão redução de alunos e professores que não estão conseguindo chegar ao trabalho devido às fortes chuvas

Apesar da prefeitura de Itaguaí não informar sobre a situação em relação às aulas na cidade, muitos pais de alunos não levarão seus filhos às escolas como está sendo divulgado por eles nas redes sociais e em grupos pelo aplicativo Whatsapp devido as fortes chuvas que atingem todo o Estado. Os profissionais também estão com muita dificuldade para chegar aos locais de trabalho. E isso acarretará problemas para que haja aula normalmente nesta terça.

A rua da Escola Municipal Oscar José de Souza está completamente alagada. Segundo informações de servidores da unidade as aulas foram suspensas. Todo o bairro que cerca a unidade está com valões prestes a transbordar.

Rua da creche municipal Euclides Borges em Brisamar

Bairro Engenho

No bairro do Engenho, muitas ruas alagadas impedem o tráfego de carros e pessoas. Muitos alunos não irão para as escolas devido ao risco. País se mobilizam para que não haja ainda mais problemas.

Calçadas em Itaguaí se transformam em problemas

Plantinhas viraram pequenas árvores. Prefeitura impede passagem de pedestres e em especial cadeirantes

Sugestão de matéria de nossos leitores

Uma ideia nada genial, já se tornou polêmica faz tempo nas calçadas da cidade de Itaguaí. A secretaria de ordem pública, através do secretário Nisan César dos Reis, começou a implementar algo nada viável para os pedestres. Desde que assumiu a pasta, o secretário resolveu arborizar o município. Até aí nenhum problema. Mas, uma das formas que o gestor da pasta resolveu adotar foi plantar várias plantas dentro de pneus e espalhou no meio de quase todas as calçadas da cidade.

Secretário divulgando as plantações

Calçadas com plantas onde deveria haver espaços para o trânsito das pessoas

Isso, claro, impede que um pedestre passe pelas calçadas, finalidade delas aliás. Além de impedir o acesso, tal medida impede que os cadeirantes tenham acesso a elas. Itaguaí, que já não tem muitos locais que facilitem a vida dos cadeirantes e que permite carros, em especial os de concessionárias, a estacionarem nas calçadas, agora tem mais esse agravante.

Pior impossível

O que parecia um cenário ruim, hoje em dia passa a ser desastroso. Pois as plantinhas que estão nos vasos de pneus cresceram. É o que ocorre na Rua Reverendo Otávio Luís Vieira, a rua do antigo Brother no Centro. As plantinhas e o mato em volta delas, parecem fazer do trecho da calçada uma mini floresta. Assim como o local citado, Itaguaí inteira possivelmente terá o mesmo cenário.

Não conseguimos novamente contato com o secretário responsável pelas plantações. Nosso blog aguarda um posicionamento e que haja uma satisfação e em especial um trabalho para resolver o problema.