Arquivo da categoria: Sem categoria

Concurso em Itaguaí, edital será publicado até 15 de fevereiro

Concurso prevê vagas para todos os níveis de escolaridade

A organizadora do próximo concurso do município de Itaguaí, a Fundação Ceperj, divulgou que o edital será publicado até no máximo 15 de fevereiro.

Serão ofertadas através de provas, diversas vagas na área da saúde, educação, segurança entre outras. Só para professores de educação infantil serão quase 200 vagas. Salários podem ser de R$ 1.300 a R$ 10.000.

Na área da educação terão vagas para Auxiliar de Educação Infantil, Auxiliar de Serviços Escolares, Cozinheiro, Inspetor de Alunos, Orientador Educacional, Supervisor Educacional, Professor de Educação Infantil ao 5°ano e Professor I nas disciplinas de Artes, Educação Física, Ciências Físicas e Biológicas, Geografia, História, Matemática, Língua Inglesa e Língua Portuguesa. As vagas para Professor de Educação Infantil serão a com mais oportunidades, visto que a carência na rede já ultrapassa centenas de profissionais. Há uma estimativa de que o edital a ser lançado terá quase 200 vagas para o cargo mencionado.

Na área da saúde as vagas ofertadas serão para Assistente Social, Cirurgião Dentista e Buco / Máxilo Facial, Enfermeiro 24×72, Enfermeiro Neo Intensivista 24×72, Farmacêutico 12x60h e 16h, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Psicólogo, Cuidador de idosos, Instrumentador Cirúrgico, Técnico de Aparelho Engessado, Técnico em Enfermagem, Técnico de Laboratório, Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Aparelho Engessado, Ajudante de Cozinha, Auxiliar de Serviços Gerais e Maqueiro.

Também haverá vagas para Médico Anestesista, Médico Cirurgião Geral, Médico Clínica Médica, Médico Ginecologista Obstetra, Médico Intensivista, Médico Hemo / Hematologista, Médico Neurologista, Médico Pediatra, Médico Perito, Médico Psiquiatra, Médico Otorrinolaringologista, Médico Ortopedista / Traumatologista e Médico Ultrassonografista.

Já para as demais áreas haverá vagas para Arquiteto, Engenheiro Civil, Agente de Trânsito, Agente Fiscal de Tributos, Fiscal de Meio Ambiente, Fiscal de Obras, Fiscal de Serviços Concedidos, Guarda Municipal, Motorista, Técnico de Segurança do Trabalho, Almoxarife e Auxiliar Administrativo.

Os valores da taxa de inscrição serão de R$ 60 para os cargos de nível fundamental incompleto, R$ 70 para os cargos de nível fundamental completo, R$ 90 para os cargos de nível médio e R$ 140 para os cargos de nível superior.

Pelas áreas em oferta os salários podem váriar de R$ 1.300 a R$ 10.000.

A Fundação Ceperj anunciou que as provas objetivas serão realizadas em abril. Dependendo do cargo, o concurso contará com avaliação de títulos (maio), prova prática e teste de capacidade física (ambas em junho).

Livros didáticos são descartados de forma irregular em rio de Itaguaí

Livros estavam fora da validade e deveriam ter sido doados ou mantidos em local próprio na escola. Em contato com nosso blog, Seeduc condena ação e promete punir os responsáveis. Direção da escola será afastada imeditamente. Sindicância será aberta e se comprovado participação pode ocorrer exoneração da servidora

Livros didáticos foram jogados fora no rio “Mazombinha” no bairro Mazomba no município de Itaguaí. Os livros não eram para o ano letivo de 2.020 e sim livros de anos anteriores e fora da validade do MEC como nos informou a Secretaria Estadual de Educação (Seeduc).

O material estava em desuso e deveria ter sido acondicionado de forma adequada ou doados, segundo a determinação da própria Seeduc às escolas da rede estadual. Nas embalagens, muitas ainda lacradas, o nome da Escola Estadual Sandra Roldam Barboza, localizada no Centro de Itaguaí.

A secretaria nos informou que a diretora sera afastada imeditamente para que não atrapalhe nas investigações e uma sindicância será aberta para apurar os fatos. Caso seja confirmado o descaso por parte da direção da escola ela poderá ser exonerada.

Nosso blog recebeu as imagens pelo número de nosso Whatsapp e entrou em contato com a Seeduc, que emitiu nota sobre o assunto.

Nosso blog não obteve retorno com a diretora da escola citada. Porém, circula nas redes sociais fotos que supostamente seria do depoimento da diretora da Unidade

Concurso público em Itaguaí, edital pode ser publicado em fevereiro

Serão ofertadas através de provas, diversas vagas na área da saúde, educação, segurança entre outras. Só para professores de educação infantil serão quase 200 vagas. Salários podem ser de R$ 1.300 a R$ 10.000

O jornal Folha Dirigida divulgou as áreas que terão vagas disponibilizadas para o concurso público da prefeitura Municipal de Itaguaí que ocorrerá este ano. A Fundação Ceperj, responsável pela organização do concurso divulgará em breve o edital e a quantidade de vagas a serem ofertadas. A previsão é que isso ocorre já no mês de fevereiro.

Na área da educação terão vagas para Auxiliar de Educação Infantil, Auxiliar de Serviços Escolares, Cozinheiro, Inspetor de Alunos, Orientador Educacional, Supervisor Educacional, Professor de Educação Infantil ao 5°ano e Professor I nas disciplinas de Artes, Educação Física, Ciências Físicas e Biológicas, Geografia, História, Matemática, Língua Inglesa e Língua Portuguesa. As vagas para Professor de Educação Infantil serão a com mais oportunidades, visto que a carência na rede já ultrapassa centenas de profissionais. Há uma estimativa de que o edital a ser lançado terá quase 200 vagas para o cargo mencionado.

Na área da saúde as vagas ofertadas serão para Assistente Social, Cirurgião Dentista e Buco / Máxilo Facial, Enfermeiro 24×72, Enfermeiro Neo Intensivista 24×72, Farmacêutico 12x60h e 16h, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Psicólogo, Cuidador de idosos, Instrumentador Cirúrgico, Técnico de Aparelho Engessado, Técnico em Enfermagem, Técnico de Laboratório, Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Aparelho Engessado, Ajudante de Cozinha, Auxiliar de Serviços Gerais e Maqueiro.

Também haverá vagas para Médico Anestesista, Médico Cirurgião Geral, Médico Clínica Médica, Médico Ginecologista Obstetra, Médico Intensivista, Médico Hemo / Hematologista, Médico Neurologista, Médico Pediatra, Médico Perito, Médico Psiquiatra, Médico Otorrinolaringologista, Médico Ortopedista / Traumatologista e Médico Ultrassonografista.

Já para as demais áreas haverá vagas para Arquiteto, Engenheiro Civil, Agente de Trânsito, Agente Fiscal de Tributos, Fiscal de Meio Ambiente, Fiscal de Obras, Fiscal de Serviços Concedidos, Guarda Municipal, Motorista, Técnico de Segurança do Trabalho, Almoxarife e Auxiliar Administrativo.

Os valores da taxa de inscrição serão de R$ 60 para os cargos de nível fundamental incompleto, R$ 70 para os cargos de nível fundamental completo, R$ 90 para os cargos de nível médio e R$ 140 para os cargos de nível superior.

Pelas áreas em oferta os salários podem váriar de R$ 1.300 a R$ 10.000.

A Fundação Ceperj anunciou que as provas objetivas serão realizadas em abril. Dependendo do cargo, o concurso contará com avaliação de títulos (maio), prova prática e teste de capacidade física (ambas em junho).

Concurso público e problemas para o próximo prefeito de Itaguaí à vista

Concurso público vem aí em Itaguaí. Pelas datas é possível que Charlinho repita o que fez em 2012 de forma proposital para atrapalhar a gestão de Luciano Motta na época

A prefeitura Municipal de Itaguaí contratou por um período de 12 meses a Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro, a Ceperj. Tal contrato foi publicado no Jornal Oficial do município de número 779/20 de 03 de janeiro de 2.020.

Apesar de haver dúvidas se o valor que supera R$ 1 milhão de reais destinado ao Ceperj teve o devido estudo orçamentário nas contas do município, é certo que centenas de vagas serão ofertadas, tamanha carência de profissionais na cidade. O concurso é algo que Charlinho protelou ao máximo para fazê-lo em ano eleitoral mesmo tendo o Ministério Público exigido o quão antes tal processo.

Artimanhas conhecidas?

Devido ao processo eleitoral nos municípios em todo o Brasil, concursos com resultado homologado até julho de 2.020 podem garantir a posse dos concursados, tendo exceção de posse apenas aqueles não homologados a 3 meses do processo eleitoral os quais o art.73 da lei que trata das eleições impede (9.504/97).

Com isso o atual prefeito de Itaguaí, Carlos Bussato, o Charlinho (MDB) pode cometer o mesmo feito de 2012 e inviabilizar a próxima gestão municipal, assim como fez com Luciano Motta. Na época Charlinho convocou centenas de aprovados fora dos números de vagas para tomar posse em 2 de janeiro de 2013, no primeiro dia do governo de Motta. Charlinho também criou o auxílio transporte e o auxílio alimentação ao apagar das luzes de seu mandato, o que ocasionou mais despesas para a gestão futura. O curioso nesse caso é que tanto Luciano Motta, quanto Weslei Pereira mantiveram tais auxílios em seus valores integrais. Já Charlinho quando assumiu cortou metade do auxílio transporte que ele criou e cortou o auxílio alimentação para quem atuava em escolas e creches da rede de ensino. O atual prefeito tem declarado que não pretende se candidatar para o pleito próximo, o que leva a crer que seu roteiro seja o mesmo do passado.

Praia de Coroa Grande, tristeza e abandono

Praia virou um esgoto à céu aberto, animais mortos são vistos aos montes e onde era água hoje é apenas lama misturada com esgoto e óleo

Socorrro – A praia de Coroa Grande localizada no município de Itaguaí, já foi cartão postal da cidade. Décadas atrás o local servia como ponto de encontro e as águas de sua praia atraiam centenas de banhistas.

Com o passar do tempo o local foi ficando cada vez pior. Em nome do “progresso” a praia cercada por empresas exploradoras e o descaso de várias gestões municipais, transformaram a praia de Coroa Grande num imenso valão de esgoto e óleo.

O cenário é horroroso e as carcaças de barcos, peixes e vários animais aquáticos desolam quem presencia essa maldade com o meio ambiente. Animais tentam sobreviver em meio ao caos ambiental e a maldade humana.

Tal situação se agrava quando você não vê por parte do poder público nenhuma iniciativa que possa minimizar essa destruição ambiental.

EX-PRESIDENTE DA FETRANSPOR ENTREGA TABELA DE CAIXA DOIS DE R$ 20 MILHÕES A DEPUTADOS E DOIS SECRETÁRIOS DE WITZEL

Entre os acusados na delação premiada estão o prefeito de Duque de Caxias Washington Reis, secretários estaduais Otávio Leite e Felipe Bornier, além dos ex deputado federal Alexandre Valle, Julio Lopes e os atuais deputados Aécio Neves e Hugo Leal
O ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira acusou, em sua delação premiada , 21 deputados, ex-deputados e candidatos à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro de terem recebido R$ 20 milhões em caixa dois nas eleições de 2014 e 2016.

Na lista, constam dois secretários do governo Wilson Witzel , Otávio Leite (PSDB) e Felipe Bornier (PROS), além dos deputados federais Aécio Neves , Hugo Leal e Rosângela Gomes.

Em seu relato, Teixeira alguns pagamentos eram divididos entre a Fetranspor, entidade estadual das empresas de ônibus, e a RioOnibus, sua equivalente na cidade do Rio.

O executivo da Fetranspor entregou uma tabela com os nomes de políticos que cujos pagamentos haviam sido efetuados e que deveriam ser divididos e pagos pelas duas entidades.

Constam da lista os ex-deputados federais Sergio Zveiter, Dr. Paulo Cesar, Edson Santos, Eurico Junior, Indio da Costa, Itagiba, João Ferreira, Julio Lopes, Marcelo Matos, Marco Antonio Cabral, Marquinho Mendes, Savio Neves, Simão Sessim e Washington Reis.

Reis atualmente é prefeito de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Da Assembleia Legislativa, constam da lista Alexandre Valle, Anabal, Átila Nunes Filho, Carlos Alberto, Dr. Marcelo Amaral e o candidato derrotado Marcelo Sereno.

(Atualização: Hugo Leal, Otávio Leite, Felipe Bornier e Sérgio Sveiter negaram que tenham recebido qualquer valor indevido.)

POR: GUILHERME AMADO(ÉPOCA)

Câmara aprova denúncia e investigará casos de nepotismo na prefeitura de Itaguaí

Prefeito Charlinho, vice prefeito Abelardinho e vereadores Haroldo de Jesus o Haroldinho, Reinaldo do Frigorífico e Fabinho da Prime estariam envolvidos em tal crime

O pedido de abertura de Comissão Especial Processante (CEP) para apurar casos de nepotismo no Poder Executivo foi aceito pelo plenário da Câmara Municipal de Itaguaí. A votação da aceitação da denúncia aconteceu durante a 61ª Sessão Ordinária, realizada ontem (05/12). Com seis votos favoráveis à abertura da CEP e cinco contrários, a comissão foi instaurada.

A denúncia foi feita pela servidora e moradora de Itaguaí Hellen Oliveira Senna.

Esta é a quarta Comissão Especial Processante do ano e visa apurar denúncias de casos de nepotismo no Poder Executivo. A denúncia lida continha informações detalhadas como nome dos envolvidos, relações de parentesco, nomeações, exonerações e vencimentos. Nas 213 páginas da denúncia são citados mais de 60 envolvidos com relações de parentescos, entre elas o Prefeito Carlo Busatto Júnior (MDB), o vice prefeito Abelardinho (PDT), secretários municipais e vereadores.

A denúncia aponta que os custos aos cofres públicos dos vencimentos dos familiares nomeados chegam a mais de meio milhão de reais ao mês totalizando quase 7 milhões de reais ao ano. O documento cita obras públicas paradas que poderiam ser concluídas com o montante gasto para o pagamento de vencimentos de familiares dos denunciados. Por fim a denúncia pede a cassação do mandato do prefeito, do vice prefeito e dos vereadores envolvidos, além de encaminhamento da folha de pagamento da Prefeitura Municipal de Itaguaí para perícia do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ).

Vereadores envolvidos foram impedidos de votar

Dos 17 vereadores que compõem a Casa Legislativa 16 estiveram presentes na sessão, a única ausência foi do vereador Ivan Charles (PSB). O vereador Fabinho (PV), que estava ocupando o cargo de secretário municipal de eventos, retornou à Casa para assumir a cadeira que vinha sendo ocupada por seu suplente, Júnior do Sítio (PV).

Os vereadores Haroldo Jesus (PSDB), Reinaldo do Frigorífico (PR) e Fabinho foram impedidos de votar por estarem citados no processo. O vereador Waldemar Ávila (PHS) se declarou impedido de participar da votação por ter parentesco com outro citado no processo, o vice prefeito Abelardinho, que é cunhado do edil. Durante discurso após a votação Waldemar declarou que votaria a favor da aceitabilidade da denúncia. Nas próximas votações da CEP os vereadores impedidos de votar deverão ter seus suplentes convocados.

A votação aconteceu de forma nominal a pedido do vereador Gil Torres (Podemos). Votaram à favor da aceitabilidade da denúncia os vereadores Willian Cezar (PSB), Genildo Gandra (PDT), André Amorim (PR), Noel Pedrosa (Avante), Gil Torres e Vinicius Alves (PRB).

Votaram contra o recebimento da denúncia os vereadores Carlos Kifer (PP), Robertinho (MDB), Nisan Cesar (PSD), Minoru Fukamati (PSD) e Sandro da Hermínio (Avante). O Presidente da Casa, vereador Dr. Rubem Ribeiro (Podemos), não participou da votação por se tratar de matéria de maioria simples.

Sorteio define membros da CEP

Logo após a aceitabilidade da denúncia foi realizado o sorteio dos membros que irão compor a Comissão Processante. Foram sorteados os vereadores Robertinho, Gil Torres e Willian Cezar. Em reunião a comissão decidiu que o presidente será o vereador Willian Cezar, o vereador Gil Torres será o relator e o vereador Robertinho será membro.

O vereador Gil Torres afirmou que como relator da CEP irá apurar com rigor as informações apresentadas pela denunciante.

Com: Câmara Municipal de Itaguaí