Arquivo da categoria: Pandemia

Servidores retornarão para escolas em Itaguaí na próxima terça

Resolução da Secretaria Municipal de Educação prevê regime de escala entre trabalhadores, mas não deixa claro se há materiais básicos contra a Covid-19, como álcool gel suficientes e medidores de temperatura. Sindicato dos educadores não participou das discussões sobre essa resolução. Servidores estão apreensivos

10 de outubro de 2020
Júlio do Boca no Trombone

Itaguaí– A Secretaria Municipal de Educação de Itaguaí, através de Resolução publicada no Jornal Oficial 866 de 08 de outubro, estabeleceu um regime especial de funcionamento das unidades escolares enquanto perdurar a situação de emergência provocada pela Pandemia de Covid-19 na cidade. Neste regime continuam por enquanto a forma remota de aulas na plataforma “Minha Escola Itaguai”. Porém, os diretores das unidades de ensino poderão convocar os trabalhadores a comparecer às unidades de ensino e deverão fazê-los duas vezes por semana em regime de escala nas escolas de difícil acesso e três vezes na semana nas demais unidades, o horário de 08 às 12.

Apesar da redução do número de servidores nas escolas pelo regime de escala, no máximo seis segundo a resolução, o governo não relata se todas as unidades terão álcool em gel em quantidade suficiente para atender esses trabalhadores, bem como não relata se há medidores de temperatura específicos e obrigatórios para o funcionamento de qualquer estabelecimento, seja ele público ou privado. Outro problema é sobre os servidores que estão no grupo de risco, pois não há uma divulgação específica do passo a passo que deverá ser adotado pelo servidor que se enquadra nesse grupo. A prefeitura cita apenas que o funcionário deve apresentar algum documento que comprove tal situação, mas não fala se o trabalhador precisa ir à perícia médica da Prefeitura de Itaguaí ou não. Como se não bastasse mesmo em número reduzido nas escolas todos os servidores estarão expostos ao Covid-19 nas unidades de ensino e no transporte público. Numa conta simples, seis servidores somados as 64 unidades de ensino já acarretam quase 400 pessoas a mais circulando nos ônibus e nas ruas.

Auxilio Transporte

Outro fator importante é a falta dos valores destinados ao auxílio transporte. Os servidores, assim que a pandemia ocasionou a paralisação das aulas presenciais, deixaram de receber esse recurso e agora nessa volta a secretária de educação Nilce Ramos não cita nada a respeito em sua resolução.

Com tudo isso, várias perguntas ficam sem respostas, entre elas o por que de logo agora num período eleitoral e no final do ano, essa movimentação tão rápida no intuito do retorno desses profissionais que no fundo não terão muito o que fazer nessas escolas. O risco à saúde dessas pessoas parece ser apenas um mero detalhe.

Decisão sem discussão

Para tornar ainda mais impopular essa resolução preparada e divulgada tão rapidamente, a secretaria de educação não ouviu e nem convidou o sindicato dos educadores da cidade, o Sepe, para colaborar nessas decisões. O sindicato até o momento também não se pronunciou sobre o fato e tudo isso só deixam os servidores ainda mais apreensivos e sem respostas.

Atuação blog Boca no Trombone (Júlio do Boca no Trombone)

Nosso blog enviou umas perguntas ao governo e aguarda até o momento as respostas. Veja:

1 – Qual o plano da prefeitura para que minimize o risco de contágio e como dar as garantias dentro das unidades com a disponibilização de álcool em gel em quantidade suficiente, bem como o controle do distanciamento social?

2 – Há medidor de temperatura disponível para esse retorno? Item que é de extrema relevância e obrigatório.

3 – Qual a finalidade do retorno desses profissionais agora no 10° mês do ano e tão perto do pleito eleitoral?

4 – Os servidores que tem comorbidade (grupo de risco) qual o passo a passo que esse servidor tem que realizar para que não seja obrigado a ir trabalhar sem penalidades diante desse cenário?

5 – Os valores retirados referentes ao auxílio transporte serão oferecidos a esses profissionais?

6 – Os servidores em sua grande maioria estão aflitos com esse retorno. Qual o motivo do sindicato desses profissionais não ter participado desse plano de retorno?

Eu Júlio do Boca no Trombone através de nosso blog, já enviei tal resolução ao Ministério Público para que haja um acompanhamento e as cobranças pertinentes a esse retorno.

Saiba se você está no grupo de risco para a Covid-19

São considerados grupo de risco para agravamento da COVID-19 os portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, e indivíduos fumantes (que fazem uso de tabaco incluindo narguilé), acima de 60 anos, gestantes e puérperas, além de crianças menores de 05 anos. Existem estudos recém-publicados com dados sobre os grupos de risco ligados a maior mortalidade por Sars-Cov-2, citando as enfermidades hematológicas, incluindo anemia falciforme e talassemia, doença renal crônica em estágio avançado (graus 3,4 e 5), imunodepressão provocada pelo tratamento de condições autoimunes, como o lúpus ou câncer, exceto câncer não melanótico de pele, obesidade ou doenças cromossômicas com estado de fragilidade imunológica. Fonte : Biblioteca Virtual de Saúde

Opinião Júlio do Boca no Trombone

Com esse retorno, na visão de nosso blog prematuro, intempestivo e arriscado, a secretaria de educação de Itaguaí conseguirá apenas mostrar que segue com afinco os passos derradeiros e nada sensatos do governo que por lá recentemente passou. Um governo sem diálogo, sem um amparo aos seus trabalhadores, que teve tempo curto e uma antipatia jamais antes vista dos servidores.

4 mil oxímetros são apreendidos pela Receita Federal no Porto de Itaguaí

Operação ocorreu na última segunda-feira

A Alfândega da Receita Federal do Porto de Itaguaí apreendeu ontem, segunda-feira (17) 4 mil oxímetros de dedo. Os equipamentos serão posteriormente doados para pacientes que estão em tratamento contra a covid-19.

A equipe de gerenciamento de risco da Alfândega suspeitou da carga, que teve sua Declaração de Importação desembaraçada em canal verde, ou seja, inicialmente não aconteceria a conferência física nem documental, pois a carga era considerada de baixo risco. Porém, foi feito o bloqueio para verificação física e constatada a presença dos oxímetros, que não tinham sido manifestados.

Itaguaí registra duas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Mortes tinham estagnado e números de novos casos por dia eram menores. Mas em 48 horas já ocorreram CINCO óbitos. Para se ter uma idéia nos últimos 15 dias antes desses novos óbitos, haviam ocorrido DUAS mortes. Veja os números de todos os municípios do estado e do Brasil

Em 03 de agosto de 2020

Itaguaí – A cidade de Itaguaí registrou nas últimas 24 horas duas novas mortes por Covid-19. Em 48 horas ocorreram cinco novos óbitos pela doença. Isso representa um salto em número de mortes que preocupa. A última quinzena por exemplo apresentava o retrato de dois óbitos antes dos números dos últimos dois dias. O que significa um aumento de mais de 200% de sexta até ontem. No total já são 91 vítimas de Covid-19 na cidade.

De 20 de julho até ontem, domingo 02 de agosto, ocorreram 167 novos casos da doença. Pelo último boletim divulgado pela prefeitura de Itaguaí, já são 1.700 casos em Itaguaí.

A prefeitura de Itaguaí, assim como várias outras cidades, tem adotado medidas de flexibilização. Mas, também na cidade o reflexo tem sido pessoas relaxando também nas medidas de proteção. Não é difícil ver pessoas sem máscaras e denúncias de festas e aglomerações sem os devidos cuidados básicos.

Estado do Rio de Janeiro

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de saúde do Estado o Rio de Janeiro, todo o estado já tem 13.572 mortes por Covid-19 e 167.225 casos confirmados.

Mortes por município

1 – Rio de Janeiro – 8.358

2 – São Gonçalo – 593

3 – Duque de Caxias – 578

4 – Nova Iguaçu – 431

5 – São João de Meriti – 323

6 – Niterói – 309

7 – Campos dos Goytacazes – 211

8 – Belford Roxo – 209

9 – Itaboraí – 169

10 – Magé – 160

11 – Petrópolis – 145

12 – Mesquita – 136

13 – Nilópolis – 126

14 – Volta Redonda – 119

15 – Angra dos Reis – 115

15 – Macaé – 115

17 – Itaguaí – 91

18 – Teresópolis – 88

19 – Maricá – 83

20 – Cabo Frio – 81

21 – Barra Mansa – 71

22 – Nova Friburgo – 64

23 – Rio das Ostras – 60

24 – Resende – 48

25 – Três Rios – 45

26 – Guapimirim – 44

27 – Saquarema – 43

28 – Araruama – 42

29 – Queimados – 41

29 – Seropédica – 41

31 – Barra do Piraí – 37

32 – Tanguá – 36

33 – Rio Bonito – 34

34 – Itaperuna – 30

35 – Mangaratiba – 29

36 – Cachoeiras de Macacu – 25

37 – Paracambi – 24

38 – Iguaba Grande – 23

38 – Paraty – 23

40 – Paraíba do Sul – 22

40 – Sapucaia – 22

42 – São Francisco de Itabapoana – 20

43 – Japeri – 19

43 – Vassouras – 19

45 – Casimiro de Abreu – 17

45 – São Pedro da Aldeia – 17

47 – São Fidélis – 15

48 – Bom Jesus do Itabapoana – 13

48 – Itaocara – 13

48 – Quissamã – 13

48 – São José do Vale do Rio Preto – 13

52 – Miguel Pereira – 11

53 – Armação dos Búzios – 10

53 – Pinheiral – 10

53 – Porciúncula – 10

53 – Rio Claro – 10

53 – Valença – 10

58 – São João da Barra – 9

59 – Piraí – 8

59 – Sumidouro – 8

61 – Conceição de Macabu – 6

62 – Porto Real – 6

62 – Santo Antônio de Pádua – 6

64 – Aperibé – 5

64 – Arraial do Cabo – 5

64 – Italva – 5

64 – Paty do Alferes – 5

68 – Carapebus – 4

68 – Itatiaia – 4

68 – Silva Jardim – 4

71 – Areal – 3

71 – Bom Jardim – 3

71 – Engenheiro Paulo de Frontin – 3

71 – Miracema – 3

71 – Natividade – 3

76 – Carmo – 2

76 – Macuco – 2

76 – Mendes – 2

76 – Rio das Flores – 2

76 – Santa Maria Madalena – 2

81 – Cambuci – 1

81 – Cantagalo – 1

81 – Cardoso Moreira – 1

81 – Comendador Levy Gasparian – 1

81 – Cordeiro – 1

81 – Duas Barras – 1

81 – Quatis – 1

81 – São Sebastião do Alto – 1

Casos confirmados por município

Rio de Janeiro – 71.802

Niterói – 9.079

São Gonçalo – 8.572

Duque de Caxias – 6.417

Macaé – 5.647

Nova Iguaçu – 4.188

Angra dos Reis – 3.822

Volta Redonda – 3.538

Itaboraí – 3.353

Campos dos Goytacazes – 3.063

Magé – 2.512

Teresópolis – 2.473

São João de Meriti – 2.345

Belford Roxo – 2.205

Maricá – 2.166

Queimados – 2.022

Itaguaí – 1.871

Itaperuna – 1.755

Cabo Frio – 1.479

Nova Friburgo – 1.325

Petrópolis – 1.264

Rio das Ostras – 1.247

Guapimirim – 1.182

Três Rios – 1.174

Resende – 1.113

Mesquita – 1.003

Nilópolis – 935

Rio Bonito – 905

Barra Mansa – 878

São Pedro da Aldeia – 790

Santo Antônio de Pádua – 743

Barra do Piraí – 686

Araruama – 651

Saquarema – 635

Paraíba do Sul – 631

Seropédica – 607

Tanguá – 607

Casimiro de Abreu – 589

São João da Barra – 574

Mangaratiba – 562

Vassouras – 515

Paraty – 513

Paracambi – 492

Cachoeiras de Macacu – 464

Piraí – 423

Bom Jesus do Itabapoana – 412

São Francisco de Itabapoana – 397

Conceição de Macabu – 371

Iguaba Grande – 338

Porciúncula – 336

Valença – 332

São José do Vale do Rio Preto – 325

Pinheiral – 311

Quissamã – 310

Natividade – 284

Miracema – 251

Armação dos Búzios – 243

Sapucaia – 239

Itaocara – 229

Japeri – 229

Carapebus – 218

Italva – 212

Miguel Pereira – 210

Rio Claro – 210

São Fidélis – 205

Cardoso Moreira – 202

Laje do Muriaé – 199

Porto Real – 187

Itatiaia – 168

Paty do Alferes – 154

Aperibé – 143

Varre-Sai – 140

Areal – 123

São José de Ubá – 123

Arraial do Cabo – 121

Silva Jardim – 116

Cambuci – 103

Carmo – 99

Mendes – 98

Engenheiro Paulo de Frontin – 97

Cordeiro – 96

Bom Jardim – 95

Comendador Levy Gasparian – 87

Santa Maria Madalena – 85

Quatis – 57

Trajano de Moraes – 47

Cantagalo – 46

Duas Barras – 43

Macuco – 43

Sumidouro – 43

São Sebastião do Alto – 17

Rio das Flores – 14

Brasil

O Brasil passa de 94 mil mortes por Covid-19, segundo consórcio de veículos da imprensa em boletim das 20h do último.

O total de casos confirmados é de 2.733.622 (milhões), informam secretarias de Saúde.

O país só perde para os Estados Unidos em número de casos e mortes.

Prefeitura prorroga estado de emergência em Itaguaí

Prorrogação durará enquanto houver a pandemia na cidade

Considerando os diferentes estudos, leis e decretos referentes à situação da Covid-19 no âmbito federal, estadual e municipal, a Prefeitura de Itaguaí estendeu o prazo da situação de emergência no município, reconhecido pelo decreto 4.435, de 24 de março de 2020, para o período em que permanecer a pandemia. Durante este tempo, será necessário seguir as regras gerais de prevenção ao novo coronavírus, instituídas pelo decreto 4.484, de 27 de julho de 2020.

Enquanto vigorar a situação de emergência em saúde em virtude da pandemia, será obrigatório o uso de máscara no município, seja ela descartável ou reutilizável, de forma adequada, em qualquer ambiente público e estabelecimentos privados com funcionamento autorizado de acesso coletivo.

Confira o Decreto completo

Prefeito de Itaguaí relata que não haverá 14 subprefeituras na cidade

Em entrevista ao RJ1, Rubem Vieira confirma que um projeto de lei do governo foi enviado à Câmara para revogar a criação dessa subprefeituras

Em 27 de julho de 2020

Itaguaí – O prefeito de Itaguaí Rubem Vieira (Podemos), afirmou em entrevista ao RJ1 da Rede Globo, que não somente não vai criar novos cargos efetivamente, como já mandou um projeto de lei para ser aprovado na Câmara da cidade que revoga tais criações.

Segundo o prefeito, essa lei que foi criada em março deste ano e não havia sido publicada anteriormente, visava descentralizar as ações dentro do prédio da prefeitura. A intenção segundo ele era evitar que houvessem aglomerações dentro da sede do governo devido a pandemia de Coronavirus. Rubem relatou que tal lei precisava ser publicada até mesmo para que futuramente fosse revogada e não houvesse a omissão do ato, já que a referida lei de autoria do Poder Executivo foi aprovada pela Câmara. O prefeito informou que agora a efetivação dessas criações não mais é necessária, já que os casos da doença na cidade tem baixado.

A referida lei foi baseada em lei criada em 2012, pelo ex-prefeito Carlo Busatto Júnior (MDB) em seu segundo mandato. Na ocasião eram 10 subprefeituras criadas sob a lei 3.032 de 2.012 e em março deste ano com recente publicação no jornal oficial 837 passaram a ser 14 ao todo, com mais 04 criações.

Rubem Vieira assumiu a prefeitura após a cassação do mandato de Charlinho e Abeilardinho por irregularidades em contratação de empresa de coleta de lixo da cidade, onde a sogra do ex-vice-prefeito era proprietária do terreno dado como sede da empresa. Em março Rubem também atuou à frente da prefeitura quando Charlinho e Abeilardinho foram afastados por práticas de nepotismo.

Veja a matéria completa do RJ1 no link abaixo:

Assista no Globoplay:
https://globoplay.globo.com/v/8729266

Em vídeo, novo secretário de saúde de Itaguaí mostra problemas encontrados em hospital de campanha da cidade

Dr Carlos Zoia em menos de cinco dias já se pronuncia, ex-secretária de saúde do governo Charlinho nunca se apresentou ao público. Assista o vídeo completo

Em 13/07/2020

O novo secretário de saúde o Dr Carlos Eduardo Carneiro Zoia, fez um balanço do que encontrou nas unidades de saúde que visitou até agora. No vídeo ela relata o espanto do que encontrou nas condições de atendimento do hospital de campanha, que diferente do que dizem apoiadores do ex-governo continua funcionando.

No local o novo secretário mostrou problemas com os cilindros de oxigenação, material vital para a saúde dos pacientes com Covid-19, bem como com os monitores que segundo ele não eram novos.

Zoia ainda relatou que diferente do que relatava o governo cassado de Charlinho, não há 25 e sim 11 leitos em condições de atendimento no hospital de campanha.

O novo secretário tranquilizou a população quanto ao número de pacientes internados e ao número de casos da doença na cidade. Até o momento são 1.674 casos de Covid-19 em Itaguaí com 82 mortes.

ASSISTA AO VÍDEO ABAIXO:

De secretária escondida à secretário que fornece informações públicas

Diferente do que ocorria no governo de Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB), onde a secretária de saúde Dalva Alves de Oliveira em quase dois anos e durante todo o grave cenário de pandemia de Covid-19 na cidade nunca fez aparições públicas e nem relatos em canais oficiais, Zoia em menos de uma semana já se apresenta ao público. Zoia mostra assim como fez em março, quando Rubem Ribeiro assumiu a prefeitura por quase 20 dias, que entendimentos técnicos e inteligência em fornecer informações públicas, devem ser sempre priorizados quando um governo leva à sério a formação de seu secretariado. Até para que na hora de pronunciamentos o responsável por áreas tão importantes possam ter e mostrar a sapiência de seu trabalho. O que parece não ter ocorrido em áreas do governo passado, entre elas saúde, comunicação e várias outras. Apesar de não podermos afirmar se tais secretários não se pronunciavam por falta de conhecimento ou por serem impedidos pelo governo dos Busattos.

Ex-secretária de saúde de Itaguaí Dalva Alves de Oliveira

Prefeitura desmente blog associado a ex-secretário do governo Charlinho

Blog do ex-secretário de comunicação do governo cassado de Charlinho tem sido criticado por espalhar notícias falsas

Em 13/07/2020

Assim que assumiu, o novo governo já teve que desmentir mais uma notícia falsa ligada ao blog do ex-secretário de comunicação Fabiano Bastos, do governo cassado de Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB) por irregularidades na contratação de empresa de coleta de lixo da cidade.

Desta vez a notícia dada como falsa pelo governo municipal dizia que o hospital de campanha estava sendo fechado. Algo prontamente desmentido pelo atual governo com provas através de fotos e vídeos.

Aliás o novo secretário de saúde, o Dr Carlos Zoia, diferente da ex-secretária de saúde do governo Charlinho Dalva Alves de Oliveira, que nunca se pronunciou, mostrou a falta de condições adequadas do hospital de campanha assim que assumiu a pasta. Zoia também comprovou a mentira da quantidade total de leitos, já que o governo Charlinho e o secretário Fabiano Bastos, responsável pela comunicação diziam ser 25 leitos no local, quando na verdade segundo o novo secretário são apenas 11. O novo secretário também mostrou monitores inadequados e antigos usados no local, bem como cilindros de oxigênio em péssimas condições.

Mesmo sendo novo, o hospital de campanha tinha apenas materiais velhos e em pouca quantidade. Segundo Zoia essas instalações não são eficientes para tratamento de pacientes com Covid-19.

Nosso blog analisou as matérias do blog Política RJ, e fica facilmente comprovado que ele é usado não somente para espalhar notícias com possíveis fake news, como virou um canal de comunicação totalmente parcial e que afeta a sua credibilidade. A notícia sobre o fechamento do hospital de campanha, por exemplo, além de mentirosa pode ser facilmente enquadrada em crime contra a saúde pública.

Nas redes sociais outras páginas de comunicação também já faziam críticas ao trabalho do ex-secretário à frente de seu blog e da secretaria de comunicação. Nosso blog ouviu jornalistas e muitos deles nos confidenciaram que o tratamento dado a eles em respostas de interesse público era grosseira e nada profissional.

Nós mesmos do blog Boca no Trombone Itaguaí, nunca tivemos retorno por parte do ex-secretário em assuntos ligados à população e aos servidores públicos. Curiosamente mesmo com o ex-governo de Charlinho, nosso blog tinha algumas respostas por parte dos ex-secretários mesmo do governo que sofreu Impeachent.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=266184928118343&id=112986810104823

http://camaraitaguai.rj.gov.br/index.php/banner/2020-camara-esclarece-normas-para-devolucao-de-duodecimos

Nosso blog deixa o espaço para que o ex-secretário se pronuncie, já que ele não tem atendido qualquer questionamento.

Deu positivo para Covid-19 teste realizado pelo presidente Jair Bolsonaro

Após sentir sintomas ontem, exame confirmou a doença no começo desta terça

O teste para Covid-19 do presidente Jair Bolsonaro deu positivo. O resultado do teste foi divulgado agora à pouco. Ontem, ele apresentou os sintomas e fez um novo exame que detectou a infecção pelo novo coronavírus.

O mandatário teve febre de 38°C e iniciou o tratamento com hidroxicloroquina e azitromicina de maneira preventiva, embora nenhum dos dois medicamentos tenha eficácia comprovada no combate à doença.

Bolsonaro se envolveu em diversas falas polêmicas sobre a doença. No começo da pandemia ele chegou a chamar a Covid-19 de ‘gripezinha ‘ e que dificilmente seria infectado pois tinha um histórico de atleta. Pelo visto ele se enganou quanto a doença.

Além disso, o presidente por diversas vezes compareceu à locais e a manifestações em seu favor, causando aglomerações e quase em todas não usava máscara, artigo tão importante para se evitar a doença.

Mulher flagrada agredindo verbalmente fiscal em reportagem do Fantástico é demitida

‘Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você’, disse a mulher se referindo a homem que estava ao lado dela. Homem recebeu auxílio emergencial de R$ 600.

Em 06/07/2.020

Matéria G1

A mulher que apareceu em uma reportagem do Fantástico do último domingo (5) ofendendo um fiscal da Prefeitura do Rio durante uma inspeção na região da Barra da Tijuca, na Zona Oeste, foi demitida da empresa onde trabalhava na manhã desta segunda-feira (6) por causa do episódio.

No fim de semana, Flávio Graça, superintendente de Inovação, Pesquisa e Educação em Vigilância Sanitária, Fiscalização e Controle de Zoonoses da prefeitura, foi ofendido por um casal durante uma fiscalização.
“Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você”, disse a mulher, que estava em um restaurante no momento da fiscalização da Vigilância.
O G1 tentou entrou em contato com a mulher, mas ela não atendeu as ligações.
De acordo com a nota divulgada pela Taesa, empresa privada do setor de energia, onde a mulher trabalhava, o comportamento da funcionária não condiz com as normas da empresa (veja a íntegra da nota no fim da reportagem).

“A TAESA tomou conhecimento do envolvimento de uma de suas empregadas em um caso de desrespeito às leis que visam reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo”, consta no comunicado.

Homem solicitou auxílio emergencial de R$ 600

O engenheiro civil a quem a mulher no vídeo se refere solicitou e recebeu o auxílio emergencial de R$ 600 pagos pelo governo federal para ajudar pessoas em situação vulnerável durante a pandemia de Covid-19.

A informação sobre o pagamento, antecipada pelo jornal O Globo, foi confirmada pelo G1 no site da Controladoria-Geral da União, que consolida os dados de pagamentos do auxílio.
De acordo com as informações, o homem recebeu a primeira parcela de R$ 600 reais em abril e o nome dele consta no Cadastro Único do governo.

Íntegra da nota da TAESA

NOTA DE POSICIONAMENTO OFICIAL

A TAESA é uma companhia comprometida com a segurança e a saúde não apenas de seus empregados, mas também com o bem-estar de toda a sociedade. Desde o início da pandemia da Covid-19, a Taesa implementou inúmeras iniciativas para proteger a saúde de seus profissionais e seus familiares, como o home-office para 100% do seu quadro administrativo, e a adoção de diversas outras medidas de proteção para as equipes que operam em campo.

A companhia não compactua com qualquer comportamento que coloque em risco a saúde de outras pessoas ou com atitudes que desrespeitem o trabalho e a dignidade de profissionais que atuam na prevenção e no controle da pandemia.

A TAESA tomou conhecimento do envolvimento de uma de suas empregadas em um caso de desrespeito às leis que visam reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo.

A TAESA ressalta que segue respeitando o isolamento e as mais rigorosas regras de prevenção ao coronavírus e que a empregada em questão desrespeitou a política vigente na empresa. Diante dos fatos expostos, a TAESA decidiu por sua imediata demissão.

Bolsonaro está com sintomas de Covid-19

O próprio presidente relatou isso à CNN. Exame fica pronto nesta terça-feira

Em 06/07/2.020

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta segunda-feira (6) à CNN que está com sintomas de Covid-19.
Bolsonaro, que completou 65 anos em março, disse que está com 38°C de febre e 96% de taxa de oxigenação no sangue, e contou que está tomando hidroxicloroquina. Por causa dos sintomas, a agenda do presidente para o restante da semana está cancelada.

O presidente já fez um teste para Covid-19 no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. O resultado do exame deve sair por volta do meio-dia desta terça-feira (7).
Bolsonaro também informou à CNN que fez também uma ressonância magnética dos pulmões. De acordo com o presidente, este exame não identificou problemas.
Por volta das 18h, mantendo um hábito praticamente diário, Bolsonaro se encontrou com apoiadores no jardim do Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente. Ele estava de máscara.
Em maio, Bolsonaro entregou ao STF (Supremo Tribunal Federal) documentos segundo os quais três testes para Covid-19 feitos em março deram resultado negativo. O presidente entregou os exames depois de o jornal O Estado de S. Paulo ter entrado na Justiça para obter os resultados.

Mais cedo hoje, Bolsonaro ampliou os vetos ao projeto de lei que prevê o uso obrigatório de máscaras de proteção facial. O presidente vetou o uso obrigatório de máscaras em prisões e estabelecimentos de cumprimento de medidas socioeducativas, assim como a necessidade de que estabelecimentos em funcionamento durante a pandemia precisem “afixar cartazes informativos sobre a forma de uso correto de máscaras e o número máximo de pessoas permitidas ao mesmo tempo dentro do estabelecimento”.