Arquivo da categoria: Notícia

Seções de submarino Riachuelo são transportadas para estaleiro em Itaguaí

Projeto visa também a construção de submarino brasileiro com propulsão nuclear

A Marinha do Brasil (MB) e a empresa Itaguaí Construções Navais (ICN) transferiram, neste final de semana, para o Estaleiro de Construção, na Ilha da Madeira, no Complexo Naval de Itaguaí, três seções unidas do S40 Riachuelo, o primeiro submarino convencional do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB). O programa prevê outras três unidades convencionais e o primeiro submarino brasileiro com propulsão nuclear.

O trajeto, de cerca de cinco quilômetros, foi percorrido em 11 horas, começando na Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), que também fica em Itaguaí. A operação logística exigiu um planejamento de meses e incluiu a retirada de trechos da rede elétrica.

Neste domingo, ocorreu a etapa mais complexa da operação, com interrupções pontuais do tráfego na BR-493, para dar passagem ao veículo especial (prancha móvel) de 320 rodas que transportou as 619 toneladas das três seções, com 39,86 metros de comprimento e 12,30 metros de altura.

As duas seções restantes do Riachuelo, pesando 487 toneladas e medindo 30 metros, serão, em breve, transferidas, separadamente, para o Estaleiro de Construção, onde o submarino entrará em montagem final, a fim de ser lançado ao mar no segundo semestre de 2018.

Fonte: Marinha do Brasil

Anúncios

Estado do Rio quita salário de dezembro na próxima segunda-feira

Com isso apenas o município de Itaguaí continuará dando calote nos servidores

O governo estadual pagará integralmente, na próxima segunda-feira (10º dia útil), os salários de dezembro a todos os 460 mil servidores ativos, inativos e pensionistas na próxima segunda-feira (15/1). Ao todo, será depositado R$ 1,6 bilhão.

Segundo o estado, o pagamento em dia de todo o funcionalismo ocorrerá com recursos da arrecadação tributária e devido ao ingresso no caixa do Estado, nesta quinta-feira (11/1), dos R$ 900 milhões provenientes da segunda parte do empréstimo de R$ 2,9 bilhões do BNP Paribas.
A primeira parte, de R$ 2 bilhões, depositada em 20 de dezembro de 2017, foi integralmente destinada ao pagamento do 13º salário de 2016 e dos salários de outubro do funcionalismo.

Entrada dos R$ 900 milhões nesta quinta-feira ocorre antes do prazo contratual

Pelo contrato, o prazo para a chegada dos R$ 90 milhões era até 14 e fevereiro, mas o pagamento foi antecipado pelo BNP Paribas, fruto de negociação de Pezão e sua equipe com o banco.

“Estamos conseguindo regularizar o pagamento dos salários dos servidores após um grande esforço para adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, que vai garantir o reequilíbrio das finanças do Estado. Antecipamos, como eu havia anunciado que faríamos, a segunda parcela do empréstimo do BNP Paribas. Mais uma vez peço desculpas aos servidores pelos transtornos provocados pela crise financeira que atingiu não apenas o Rio, mas todo o país. Iniciamos agora um período de retomada do crescimento e a nossa prioridade continua sendo o pagamento dos vencimentos dos servidores ativos, inativos e pensionistas “, afirmou o governador Luiz Fernando Pezão.

Em Itaguaí o calote persiste

Já o município de Itaguaí continua demonstrando ter a pior gestão do estado. Os servidores continuam sem receber os salários de dezembro de 2016 e 2017, 13°salário para muitos, além da remuneração de férias de 2016,2017 e já para os que estão de férias em janeiro a remuneração de férias de 2018. O atual prefeito Charlinho congelou de forma inconstitucional o reajuste anual obrigatório dos trabalhadores, bem como outros congelamentos que também são irregulares. A prefeitura sequer da satisfações sobre como e quando irá honrar os débitos trabalhistas.

Guia para pagamento do IPVA está liberado desde ontem quarta-feira

Imposto poderá ser pago em cota única ou em três parcelas. DPVAT terá boleto em separado

A Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro já disponibilizou desde quarta-feira, a Guia para Regularização de Débitos (GRD) para o pagamento do IPVA de 2018. O IPVA 2018 deverá ser pago em cota única ou em três parcelas mensais. A guia para pagamento pode ser emitida no site do Bradesco. Acesse  https://banco.bradesco/html/classic/index.shtm e vá na seção Emissão da GRD.

Em 2018, na guia de pagamento relativa à cota única e à primeira parcela, além do imposto, poderá constar a cobrança das taxas devidas ao Detran-RJ, como taxa de licenciamento anual e taxa de emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Pagamento do DPVAT em separado

A partir deste ano, a cobrança do seguro obrigatório DPVAT não constará mais na GRD. A guia do seguro obrigatório deverá ser emitida em separado.

Para efetuar o pagamento, o contribuinte deve emitr o boleto próprio no site da Seguradora Líder, que administra o seguro DPVAT, no endereço https://pagamento.dpvatsegurodotransito.com.br .O boleto pode ser pago em qualquer banco conveniado à seguradora.

 

Governo municipal restringe participação de pais de alunos em decisões na educação de Itaguaí

Prefeito Charlinho tenta de todas as formas inibir a participação de pais de alunos e sindicatos que veem conseguindo vitórias contra mudanças no ensino da cidade

O prefeito de Itaguaí Carlo Busatto Júnior, o Charlnho (PMDB), parece não se cansar de “remar contra a maré” da transparência e da democracia. Agora, o excelentíssimo, quer distância de pais de alunos e de sindicalistas na participação da educação da cidade, já que as suas pretensões de mudar o ensino da cidade e promover o fechamento de três escolas foram por água abaixo após intervenção dos pais e do sindicato da educação junto ao Ministério Público Estadual, tendo êxito em todas elas.

O prefeito que conta com seus bajuladores do Legislativo, entre eles o presidente da Câmara, o vereador Rubem Viera de Souza (PTN), que costumeiramente mostra a sua falta de conhecimento do próprio Regimento Interno, conseguiu que fossem aprovadas algumas mudanças, entre elas revogações de artigos da Lei Orgânica do Município com a exclusiva intenção de restringir a participação de pais de alunos, servidores e sindicatos na construção educacional de Itaguaí. Em sessão extraordinária que ocorreu na noite da última quinta – feira (04/12), interrompendo o recesso parlamentar, a maioria dos “vereadores”, aprovou sem questionar as mudanças propostas pelo prefeito.

Em uma das mensagens enviadas a seu subordinado (Presidente da Câmara ao que parece), o prefeito modifica a alínea “a”, do inciso VII do artigo 231 da Lei Orgânica do Município de Itaguaí. A redação anterior do artigo dizia que visando a gestão democrática a participação da sociedade civil organizada na formulação da política educacional, com vistas a assegurar a apropriação do saber básico por todas as camadas sociais e culturais, entendido este saber como produzido nas relações sociais, inclusive na atividade científica é essencial. Com a mudança a redação passa a vigorar da seguinte forma: “Possibilidade de participação da sociedade civil organizada na formulação da política educacional. Ou seja, o prefeito pode quando bem entender vetar a participação de pais de alunos e estudantes na construção e participação de qualquer ato relacionado à educação, como a participação em conselhos municipais. Não satisfeito, ele revogou na mesma mensagem o artigo 243 da L.O, que dizia que o profissional da educação eleito para a diretoria de sindicato em quaisquer níveis, teria assegurado os seus vencimentos, vantagens e direitos concedidos anteriormente pela prefeitura. Bem como, modificou o artigo 40 para dificultar a vida do servidor que for eleito para o sindicato dos profissionais da educação, dando o limite de 1 servidor licenciado para cada 1.000 e da proibição de prorrogação de mandato.

 

 

Já a outra mensagem enviada ao subalterno vereador Rubem Vieira, Charlinho  revoga o inciso “V “e suas alíneas do artigo 226 da L.O.

 

Todas essas mudanças violam diversas leis federais entre elas o Plano Nacional de Educação, que exige uma gestão democrática tendo obrigatoriamente a participação de toda a sociedade. As ações do atual governo ferem quase que todo o Plano Nacional de Educação, mas fere também a Lei 3.324/15, o Plano Municipal de Educação, aprovado pela própria Câmara.

 

PME SAIBA MAIS

CÂMARA APROVA PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITAGUAÍ

Plano Municipal de Educação é aprovado e agora irá para a Câmara

Plano Nacional de Educação – PNE CLIQUE AQUI

Situação dos Planos de Educação consulte o de cada município do Estado aqui

 

Comissões com participações maciças de “vereadores bajuladores”

Outra mudança importante que ocorreu na sessão foram as mudanças nas comissões da Casa. Na Comissão de Constituição e Justiça, o vereador André Amorim (PR) foi retirado, bem como o vereador Willian Cézar (PSB), que foi retirado da Comissão de Educação. Ambos opositores ao prefeito , estavam fazendo o trabalho de verdadeiros vereadores e fiscalizando as ações, ou melhor, falta de ações da prefeitura. Para o Lugar de Willian entrou o vereador Noel Pedrosa, o Noel da SOS, que tem tido um mandato nulo aos olhos da sociedade e que se restringiu a dizer “amém” ao Executivo. As formações das novas comissões deveriam ser vistas no site da Câmara, mas, ele não tem atualizações sobre as sessões desde outubro do ano passado. Parecem ter aprendido bem com a prefeitura, que tem dificuldades de atualizar seu Portal da Transparência.

Veto parcial a Lei 3.608/17

O prefeito também solicitou através de ofício, veto parcial a Lei 3.608/17. Essa lei trata-se da estima de receita e fixa a despesa do Município de Itaguaí – RJ, para o exercício de 2018. Como não conseguimos o ofício, não sabemos que veto parcial é esse.

Convocação desnecessária

Para a convocação dos Legisladores, entrou na pauta a resolução 013/2017, que aprova o relatório final da CPI do Tomógrafo, que foi comprado em 2015, mas que até hoje continua encaixotado. Contudo, parece que esse tema ao invés de ser o mais importante, não tem tanta necessidade assim, já que para cumprir as ordens do prefeito, ele foi deixado para uma outra ocasião pelos vereadores governistas. Para finalizar, o documento foi datado com um ano de erro. Ao invés de 2018, o presidente datou como se estivéssemos em 2017. Com certeza foi a pressa para não irritar “o patrão Manda Chuva”.

 

Mal não somente para a educação, mas para a saúde também

Em seu perfil na rede social Facebook, o MUSPI – Movimento Unificado Servidores Públicos de Itaguai, relatou que a intenção da prefeitura é afetar a assistência a saúde odontológica da população. Segundo o movimento, o governo vai fechar o serviço de odontologia da UBS Centro e levar todo o material para o hospital (possivelmente para vender para a população como novo serviço), fechar o Serviço de odontologia de Chapero aos fins de semana.( Detalhe que já falta dentista em dois dias da semana) e desestruturar o Centro de Especialidades Odontológicas transferindo profissionais especializados, informando que o CEO esta fechando.

 

Opinião do blog: Chega a ser cômico os Procuradores do município junto com o prefeito e os bajuladores da Câmara. Eles violam diversas leis a nível nacional, a ética, o respeito à população e ainda acham que passarão impunes. A população acordou faz tempo e vai continuar lutando contra uma gestão que está sendo marcada pela incompetência, beirando até ao ridículo com atitudes que só custarão num futuro próximo, mais anos somados a penas que já existem contra o atual gestor. Nosso blog hoje é categórico em dizer que perdeu de vez a paciência. Antes achávamos que era falta de dialogo e que isso poderia mudar. Hoje temos a certeza de que a única solução para o bem da cidade é que a justiça seja feita. E ela será. Afinal, não faltam motivos, processos, acusações, penas… etc… para isso. O leque judicial é grande contra aqueles que hoje estão aí, brincando com a vida das pessoas e esquecendo até de usar a cabeça. Já para os “vereadores bajuladores “, termo que será usado pelo blog daqui para frente quando haver referência aos legisladores (exceto os vereadores André Amorim,  Ivan Charles, Genildo Gandra, Waldemar Ávila e Willian Cézar), que são até o momento os únicos que fiscalizam os recursos municipais, atribuição de qualquer vereador pelo País, os bajuladores descumprem funções básicas legislativas. Mais ações serão impetradas contra eles e contra o atual governo. Afinal, as alterações que vem ocorrendo em tudo na cidade, visando o mal de servidores e da população conseguem ser tão absurdas que são fáceis de serem revogadas judicialmente. Charlinho conseguiu algo inédito. Unir população, servidores e sindicatos na luta contra seus desmandos abusivos. Coisa de péssimo gestor.

 

 

IPVA 2018 – Veja datas e descubra os valores

São isentos de pagar o imposto os veículos com mais de 15 anos de fabricação, além de outros casos previstos em lei, como veículos adaptados para portadores de deficiência física, de aluguel e reboque etc.

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA RJ), já tem datas definidas para pagamentos.  Os motoristas tem a opção de pagar em uma única parcela ou parcelar em até 3 vezes o débito.

No Rio, O Detran disponibiliza todas as informações para serem consultadas de forma rápida e fácil através do site do órgão.   Nos atendimentos presenciais também é possível resolver as pendências e consultar o que precisamos, porém isto leva mais tempo.

Esse imposto é de responsabilidade, não só do Rio de Janeiro, como também de todos os estados brasileiros. A cobrança dele ocorre de forma anual, ou seja, uma vez por ano e os proprietários de veículos que não são isentos devem efetuar o pagamento desse imposto.

 

Veja as datas pelo final da placa

 

 

Como calcular o valor do IPVA de seu carro

O contribuinte deve multiplicar o valor venal que está na tabela pela alíquota referente ao veículo.

 

Por exemplo, se for automóveis de passeios e camionetas, inclusive flex, à gasolina ou a diesel — exceto utilitários — a alíquota é de 4,0%. Basta multiplicar 0,04 pelo valor venal referente ao veículo.

Lembrando que quem pagar o IPVA 2018 de forma integral terá um desconto de 3%, o mesmo concedido este ano. A data para pagamento da cota integral será a partir do dia 22 de janeiro, de acordo com o final da placa do veículo.

 

 

Formas de pagamento do IPVA 2018 RJ

 

Pagamento em cota única: O motorista pode receber um desconto de 10% no valor total da dívida. É necessário efetuar o pagamento dentro do prazo de vencimento estabelecido pelo Detran;

Pagamento parcelado: Esta forma de pagamento não tem nenhum desconto concedido, mas o cidadão poderá efetuar em 3 vezes, com valores iguais para cada parcela e sem incidência de juros.

Essas são as duas opções disponíveis e o cidadão precisa escolher qual delas vai utilizar para efetuar o pagamento do IPVA Rio de Janeiro. A emissão da guia de recolhimento online poderá ocorrer tanto para aqueles que desejam pagar à vista, como também para aqueles que desejam pagar parcelado.

 

Consulta IPVA 2018 RJ

Nada melhor para ter conhecimento sobre o seu veículo do que consultando o RENAVAM do mesmo. No próximo tópico deixamos as instruções sobre como isso pode ser realizado, mas antes gostaríamos de mencionar como o cálculo do valor do IPVA Rio de Janeiro é feito.

 

O valor do imposto é calculado em cima do veículo do proprietário e suas características. Além do valor do automóvel, aplica-se também uma alíquota para que o cálculo possa ocorrer. Todos os anos, esses dois dados passam por alterações e portanto, não tem valor padrão.

 

 

Como pagar o IPVA 2018 RJ

IPVA 2018 RJ

 

O processo de pagamento IPVA RJ requer atenção, ela deve ser voltada para o prazo estabelecido pelo Detran do estado, evitando assim a perda do desconto que sempre tem data fixa estabelecida e também onde efetuar o pagamento da guia de recolhimento.

 

A guia do imposto é um documento que pode ser obtido também pela internet ou pelos atendimentos presenciais, mas o próprio Detran costuma fazer o envio do boleto diretamente no endereço do cidadão.

 

Caso você precise obter a guia de recolhimento, siga as instruções abaixo veja como é simples o procedimento:

 

Passo 01 – Acesse o site http://www.fazenda.rj.gov.br e em seguida clique na opção “Cidadão” e depois “Emissão da guia de pagamento (GRD)”.

 

Passo 02  – Feito isso, o sistema vai te redirecionar para uma página do Bradesco onde você deverá informar os dados pedidos para obter o documento.

 

Passo 03 – Para fazer a emissão da guia será necessário informar o número do Renavam e os caracteres da imagem gerada na tela.

 

O cidadão poderá fazer a emissão da segunda via online do IPVA 2018 Rio de Janeiro tanto para pagamentos em conta única, como também para pagamentos parcelados. O sistema vai te dar essas duas opções e você deverá escolher aquela referente ao tipo de documento que deseja obter.

 

 Conclusão

O processo de resolução de pendências em órgãos públicos passou por significativas alterações nos últimos anos e hoje tem recursos para atender de forma mais rápida o cidadão que precisa usar constantemente os serviços.

 

Cabe ao cidadão utilizar as ferramentas que irão facilitar as suas vidas. Aqui deixamos as principais instruções sobre como você pode realizar isso. Não se preocupe com o fato de ter custos para isso, porque isso não se aplica aos órgãos públicos.

Veículos isentos de pagar IPVA por Estado pelo tempo de fabricação

Cabe ressaltar que os veículos isentos do IPVA não ficam isentos do DPVAT, devendo o proprietário acessar o site da seguradora Líder para imprimir a guia para pagamento no caso do Estado do Rio de Janeiro.

 

Boletos falsos – CUIDADO

Um novo golpe tem atingido proprietários de veículos no Estado. De acordo com a Secretaria de Estado de Fazenda, a estratégia dos fraudadores enviando falsos boletos para pagamento do IPVA 2018. No entanto, a pasta alerta aos contribuintes que não envia o documento para recolhimento do imposto, nem por e-mail ou correspondência física.

Segundo a Fazenda, a secretaria tem registrado ligações de contribuintes informando que estão recebendo boletos em suas residências ou através de links em e-mails. Por isso, a pasta pede que a população redobre a atenção neste período de vigência do pagamento do imposto.

Os únicos boletos oficiais são os gerados pelo banco Bradesco ou no portal da Fazenda. Em caso de dúvida, o contribuinte deve entrar em contato com a Ouvidoria da Secretaria de Estado de Fazenda, por meio dos contatos: (21) 2334-4764 / 2334-4770, ou pelo endereço eletrônico: ouvidoria@fazenda.rj.gov.br.

O calendário com as datas de vencimento do IPVA 2018 está disponível no site da Fazenda, em www.fazenda.rj.gov.br. Os boletos poderão ser gerados no site a partir do dia 10 de janeiro.

LINKS ÚTEIS:

http://odia.ig.com.br/economia/2017-12-26/governo-divulga-tabela-com-valores-de-veiculos-para-calcular-ipva-2018.html

https://oglobo.globo.com/rio/governo-divulga-tabela-com-valores-de-veiculos-para-calculo-do-ipva-2018-22229008

http://www.fazenda.rj.gov.br/sefaz/faces/menu_structure/legislacao/legislacao-estadual-navigation/coluna2/menu_legislacao_resolucoes/Resolucoes-Tributaria?_afrLoop=10525485070303633&_afrWindowMode=0&_afrWindowId=vwybdm5xl&_adf.ctrl-state=brzlrvq46_1

https://d37iydjzbdkvr9.cloudfront.net/arquivos/2017/12/26/valores-venais.pdf

 

Servidores de Itaguaí passam final de ano sem salário e 13°

Itaguaí é um dos poucos municípios que continuam dando “calote” nos funcionários. Já o prefeito faz suposta viagem internacional para passar o Réveillon

Os servidores públicos de Itaguaí, mais uma vez levaram calote da prefeitura. Assim como ocorreu ano passado com o ex-prefeito Weslei Pereira, Charlinho (PMDB) seguiu os passos de quem tanto criticou no fim de 2016. O funcionalismo ativo, aposentados e pensionistas passarão a virada de ano sem um “tostão” no bolso, já que a atual administração não pagou o salário de dezembro e nem o décimo terceiro dos ativos. Além desses atrasos, a prefeitura deve também a remuneração de férias de 2016,2017 e agora 2018, já que muitos trabalhadores entrarão de férias em janeiro e também sem esse direito. Mas os débitos não param por aí. Depois de inventar duas leis inconstitucionais e congelar o aumento anual, bem como o pagamento de novos quinquênios e progressão por formação por dois anos, Charlinho deve o salário de dezembro de 2016 de muitos trabalhadores. Os únicos que receberam o salário do último mês do ano e 13° foram alguns professores. Isso porque a verba do FUNDEB só pode ser usada para este fim. Temendo receber menos verbas em 2018, o governo precisa usar todo o dinheiro em conta disponível até 31 de dezembro e somente por esse motivo 80% dos profissionais do Magistério, incluindo dirigentes escolares conseguiram receber.

Diferente de outros municípios do Estado como Seropédica, Angra dos Reis, Mangaratiba, Paracambi, Japeri, Magé, Belford Roxo, Nilopólis entre vários outros que já quitaram seus débitos com o funcionalismo, Itaguaí vive um momento de total desleixo do poder público municipal. A saúde passa pelo seu pior momento, mesmo tendo verbas federais que poderiam minimizar os problemas, mas que pelo visto não foram usadas pelo gestor atual, a situação é quase criminosa. A educação não foge a regra. O governo tentou fechar escolas e reduzir a oferta de ensino da cidade. Não obteve sucesso porque a justiça interviu. A gestão de Charlinho é desastrosa, sem dúvidas a pior que ele já conduziu, pois foi prefeito em Mangaratiba por dois mandatos assim como em Itaguaí.

Viajando para longe dos problemas

Enquanto deixa a cidade nessa situação sem dar satisfações a população, o atual prefeito pegou um suposto voo no final da noite da última quarta – feira 27. Pelo horário em que foi flagrado no aeroporto do Galeão com sua esposa que é secretária de educação, o prefeito só poderia ter dois destinos. Ou ele viajou para Miami ou para Dubai. Sem dúvidas duas cidades que passam longe da realidade dos servidores que ele deu calote e da população que sofre com o total descaso de seu governo.

Prefeito de Itaguaí e sua esposa indo em direção ao portão de viagem no Galeão no Rio

Deputado Alexandre Valle fala sobre os problemas do hospital de Itaguaí

Parlamentar fala de liberação de quase R$ 9 milhões para a saúde da cidade

O deputado federal Alexandre Valle PR, em vídeo relata que o prefeito de Itaguaí Carlo Busatto o Charlinho PMDB, não vai à Brasília buscar recursos para a cidade. “Para se receber verbas federais, por mais que eu consiga emendas e o dinheiro dependo da prefeitura de Itaguaí para que ela faça cadastramento para que os valores estejam disponíveis.” Em 2016, a prefeitura de Itaguaí devolveu R$ 2 milhões de verbas conquistadas pelo deputado.

Parece que por divergências políticas, Itaguaí tem perdido muito dinheiro. Ego alto e competência baixa.

Assista o vídeo gravado dia (19/12) na íntegra:

https://www.facebook.com/alexandrevallepr/videos/1855530924476958/