Arquivo da categoria: Morte

Policial militar é morto em Itaguaí

Segundo informações do 24° BPM (Itaguaí), o PM foi morto ao se deparar com um carro cheio de traficantes, que atiraram

O policial militar José Heleno dos Reis, de 41 anos, foi morto a tiros, na noite desta quinta-feira, na Estrada dos Teixeiras, próximo a praça do Laiá, em Itaguaí. Segundo informações do 24° BPM (Itaguaí), traficantes atiraram contra o militar e um colega, que escapou sem ferimentos.

Ainda conforme os PMs, os dois estavam a caminho da rendição no Hospital São Francisco Xavier quando os bandidos avistaram a viatura e fizeram os disparos. O segundo sargento chegou a ser socorrido para a mesma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. Com a morte de Heleno, sobe para 63 o número de policiais militares mortos no Estado do Rio este ano.

Ainda não há informações sobre a data e local de enterro do policial.

Anúncios

Polícia identifica suspeito de ter cometido chacina em Mangaratiba

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que Robson Barbosa dos Reis, o Robinho, de 35 anos, é o principal suspeito pelas mortes de seis pessoas, na madrugada de terça (3), em Mangaratiba, na região metropolitana do Rio. O Portal dos Procurados do Disque Denúncia divulgou cartaz com recompensa de R$ 1 mil por informações que levem a captura de Robinho.

Na chacina, os criminosos só pouparam um bebê de sete meses. As vítimas, que seriam da mesma família e com idades variando entre 16 e 37 anos, foram assassinadas dentro de casa no bairro Parque Bela Vista. Uma adolescente de 15 anos, que não estava na casa, também escapou de ser assassinada pelo grupo. O alvo da chacina seria Bruno Souza dos Santos, de 19 anos, uma das vítimas. Os outros teriam sido mortos por “queima de arquivo”.

De acordo com a Polícia Civil, os mortos foram identificados como Bruno de Souza dos Santos, mais conhecido como Índio, de 19 anos; Michele Nunes da Silva, de 37; Rayane Nunes da Silva Garcia, de 22; Rafael da Silva da Motta, de 18; Jonathan Nunes Muniz, de 16; e Claudemir Pinto Francelino, de 33.

Crime de traficantes

Para a polícia, a hipótese mais provável é que o crime tenha sido praticado por traficantes. Segundo o delegado Rodrigo Coelho, a motivação seria o fato de Bruno estar vendendo drogas de forma independente, sem prestar contas para o chefe do tráfico local. A polícia ainda informou que a ficha criminal de Bruno tinha, entre outros crimes, indiciamento por tráfico de drogas e porte de armas.

Robinho apresenta diversos indiciamentos por tráfico de drogas e corrupção ativa. Segundo o delegado da 165ª Delegacia Policial (Mangaratiba), Anderson Ribeiro Pinto, Robinho tem um mandado de prisão pelo crime de associação para a produção e tráfico, expedido pela Vara Única da Comarca de Mangaratiba.

Quem tiver qualquer informação sobre a localização do suspeito, pode denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Agência Brasil

Após 12° corpo encontrado se encerram as buscas por vítimas do naufrágio em Itaguaí

Buscas por vítimas do naufrágio em Itaguaí são encerradas após 12º corpo ser resgatado

A Marinha informou que foi encontrado o último desaparecido do naufrágio de duas embarcações em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio. No total, 12 pessoas morreram. O corpo da última vítima que estava desaparecida foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira nas proximidades da Reserva Ecológica Sahy, na área da Baía de Sepetiba, cerca de 23 quilômetros distante da embarcação “Lucas Mar”.

Segundo a Marinha, uma embarcação que trafegava na região avistou o desaparecido na superfície do mar e informou. A DelItacuruçá imediatamente enviou duas equipes de buscas ao local.

Todos os 21 passageiros das embarcações “Lucas Mar” e “Milemar” foram resgatados, nove com vida e doze vítimas fatais. O naufrágio aconteceu na madrugada do dia 8 de junho, na região da Laminha, na Baía de Sepetiba.

Mais cedo foram resgatados duas vítimas do naufrágio. Pela manhã, o corpo de Jioão Gomes da Silva foi encontrado depois de um alerta dado por pescadores. As buscas foram retomadas às 6h30m.

A Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá foi acionada por pescadores sobre a presença de um corpo nas proximidades da Praia de Muriqui e encontraram João Gomes da Silva.

Em nota, a Marinha informou que as causas da ocorrência e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas em inquérito já instaurado pela Marinha.

Fonte: Jornal Extra

Marinha encontra 9º corpo após naufrágios em Itaguaí

Duas vítimas foram encontradas neste domingo; três pessoas ainda estão desaparecidas. Dois barcos com 21 tripulantes afundaram na madrugada de sexta-feira na Baía de Sepetiba

G1 – Mais uma vítima dos naufrágios na Baía de Sepetiba, perto do Porto de Itaguaí, foi encontrada pela Marinha. Com os dois corpos achados neste domingo (10), chega a nove o número de mortos no acidente com duas embarcações, na madrugada de sexta-feira (8).

Três pessoas ainda estão desaparecidas, segundo a Marinha. Outras nove foram resgatadas com vida e estão fora de perigo.

As buscas foram realizada com o auxílio de um aparelho sonar (Side Scan). A nova vítima foi achada a cerca 300 metros de distância da embarcação naufragada Lucas Mar, achada no sábado, com auxílio de pescadores, a uma profundidade de 8 metros na área da Baía de Sepetiba. A outra embarcação naufragada, a Milemar, foi localizada ainda na sexta-feira.

“A Marinha se solidariza com os familiares das vítimas e continua envidando esforços nas buscas dos desaparecidos, atuando com cinco embarcações, uma aeronave, mergulhadores, equipamento de busca sonar e com o navio-patrulha Guaporé”, diz nota enviada pelos militares no fim da tarde de domingo.

As causas da ocorrência e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas em inquérito já instaurado pela Marinha do Brasil.

Fonte: G1

Traficantes mandam fechar comércio após morte de chefe do tráfico em Itaguaí

Comerciantes da Avenida Itaguaí na altura do bairro do Engenho foram obrigados a fechar as portas

Após conflito com policiais do 24BPM na Comunidade do Engenho, na manhã deste sábado 09/06, que culminou com a morte do chefe do tráfico local, conhecido como “Nicolau,” comerciantes foram obrigados a fechar as portas mais cedo por ordem do tráfico.

Durante o confronto, além de Nicolau, seu comparsa conhecido como “Noventinha,” que era um dos gerentes do tráfico em Prados Verdes no km 32 em Nova Iguaçu , também morreu. Ambos haviam dado entrada no hospital Municipal São Francisco Xavier após serem baleados.

Na ação, os policiais apreenderam:

01 pistola GLOCK cal. 9mm c/ kit rajada e carregador de alongado;

– 01 granada defensiva;

– 07 rádios transmissores baofeng e 03 bases para carregar;

– 07 tabletes de maconha (aprox. 7,5 kg);

– Farto material entorpecente preparado para venda;

– Farto material para endolação.

O tiroteio causou pânico em que passava próximo ao local. Segundo a PM o chefe do tráfico assim que avistou as viaturas começou os disparos.

Bombeiros confirmam mais um morto em acidente entre embarcações em Itaguaí

Bombeiros informaram que são sete os mortos e cinco vítimas são consideradas desaparecidas. Na sexta-feira, nove pessoas foram resgatadas com vida.

 

G1 – Bombeiros confirmaram, por volta das 17h45 deste sábado (9), que foi encontrado mais um corpo de vítima do acidente entre duas embarcações na madrugada de sexta-feira (8), na Baía de Sepetiba (RJ), em frente ao Porto de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio.

 

Agora, são sete os mortos nos naufrágios e cinco pessoas permanecem desaparecidas. As buscas neste sábado foram encerradas e serão retomadas às 6h de domingo (10).

 

Ainda nesta tarde, pescadores que auxiliaram nas buscas conduzidas pelo Corpo de Bombeiros encontraram a Lucas Mar, 2ª embarcação envolvida no acidente. A Milemar foi encontrada já na sexta-feira.

Fora os mortos e desaparecidos, nove pessoas foram salvas ainda na sexta. Na tarde deste sábado (9), um grupo de pescadores que auxilia no resgate de vítimas encontrou, com uma âncora, a Lucas Mar, afundada a 6,5 km do píer.

 

O acidente

As embarcações de pescadores naufragaram por volta da 0h20 de sexta-feira. A Marinha e o Corpo de Bombeiros confirmaram, no dia, que seis pessoas morreram no acidente. Sobreviventes relataram que chovia e ventava muito no momento do desastre.

 

Pela manhã de sexta, quatro corpos haviam sido encontrados. À tarde, outros dois foram retirados do mar: um por volta das 13h45 e outro às 16h.

 

O Corpo de Bombeiros suspendeu as buscas aos desaparecidos por volta das 18h e retomou neste sábado, às 6h.

 

A Marinha informou ter reforçado as equipes e equipamentos: uma aeronave, o navio patrulha Iguaporé, quatro embarcações da delegacia de Itacuruçá e seis equipes de mergulhadores.

 

Antes, havia diferenças nos números divulgados pela Marinha e pelo Corpo de Bombeiros . Além dos seis mortos, segundo os militares, dez pessoas foram socorridas com vida e cinco seguiam desaparecidas.

 

Relatos dos familiares

Desde a madrugada, o telefone de Aldo Barbosa não para de tocar. Com 40 anos de pesca, ele descobriu que o filho Lucas Barbosa estava entre os desaparecidos depois de receber ligações de várias pessoas falando do naufrágio. A esposa de Aldo afirmou que estranhou o filho não ter passado um rádio para ela na noite de ontem.

“Ela tentou várias vezes. Quando ela me contou, senti uma pressão no peito. Eu fui para o cais e nada”, afirmou Aldo.

Parentes do ex-paraquedista do Exército Pablo Lessa Santos contaram que ele tinha o hobby de sair para pescar com o grupo que estava em um dos barcos que naufragou. Segundo a Marinha, 22 pessoas estavam nas duas embarcações no momento do naufrágio.

 

Vandendergue de Sousa Arizoa, cunhado de Pablo, chama a atenção para o fato de que ele tem uma tatuagem com um paraquedas e um brevê nas costas.

 

“Esse grupo está acostumado a fazer isso junto. Ele já pescou várias vezes à noite. A mochila foi encontrada e ele nada bem. A nossa esperança é que ele tenha tido tempo para nadar para um local”, explicou o cunhado, que mostrou os pertences encontrados.

 

Sônia Lessa dos Santos, mãe de Pablo, espera encontrar o filho bem. “Eu estava em casa e a esposa de um dos sobreviventes foi avisar de manhã.”

 

Desde o começo da manhã, Rosimeri Amaral busca informações sobre o cunhado, Neilton de Souza, de 57 anos. Segundo a família, pescar era uma rotina dele.

 

“Viemos de Nova Iguaçu, um amigo que estava junto e sobreviveu avisou para o meu filho. Ele contou que foi muito rápido, um vendaval e não deu tempo de nada, com uma chuva de granizo”, explicou Rosimeri.

Aém de Pablo, Neilton e Lucas, também está desaparecido João Gomes da Silva. Ainda não havia, até o fim das buscas de sexta, as identificações de outras pessoas perdidas no mar.

 

Lista de desaparecidos

Pablo Lessa Santos

Neilton de Souza

Lucas Barbosa

João Gomes da Silva

Fonte: G1

Buscas a desaparecidos no naufrágio em Itaguaí continuam

O Comando do 1º Distrito Naval informou que a Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá (DelItacuruçá), distrito de Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro, continua com as buscas aos seis desaparecidos no naufrágio de dois pesqueiros na madrugada desta sexta-feira (8), na Baia de Sepetiba, na Ilha da Madeira, em Itaguaí.

Segundo nota da Marinha do Brasil, até o momento, das 21 pessoas que estavam a bordo, foram encontradas 15, entre as quais, as seis vítimas do acidente. Somente a embarcação Milemar (Guto 1) foi localizada. Ainda não há informação sobre o outro pesqueiro Lucas Mar.

A Marinha se solidarizou com as famílias das vítimas e informou que permanecerá com a operação de buscas. Foram enviadas para a região do naufrágio cinco embarcações, uma aeronave, uma embarcação de desembarque de carga geral e mergulhadores. Além disso, o navio patrulha Guaporé foi deslocado para auxiliar nos resgates que contam com a participação do Corpo de Bombeiros, que também enviou embarcações para lá.

Segundo a Marinha, que instaurou um inquérito para apurar o acidente, as causas e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas.

O Corpo de Bombeiros informou que interrompeu, nesta sexta-feira, às 18h, a operação de resgate de tripulantes dos pesqueiros. As buscas serão retomadas neste sábado pela manhã.