Arquivo da categoria: Mobilidade

Passagem em nível na Estrada Ari Parreiras será interditada para manutenção

Interdição começa às 22 horas deste domingo

 

Quem transita pelo bairro Engenho, em Itaguaí/RJ, precisa ficar atento ao período de 15 a 19 de abril. Isto porque a passagem em nível Ary Parreiras estará interditada das 22h do Domingo (15/4) até às 10h da quinta-feira (19/4). O motivo é a manutenção da linha férrea no local para garantir as melhores condições de segurança para a comunidade que utiliza a travessia e para os trens da MRS.

 

Além da troca de dormentes e trilhos, o serviço também trará melhorias para os pedestres e motoristas, tendo em vista que haverá pavimentação asfáltica e revitalização da sinalização vertical (placas) e horizontal (pintura). Para a realização dessas melhorias, no dia 20, a passagem em nível poderá ser usada apenas no esquema pare e siga, enquanto o serviço é finalizado.

 

ORIENTAÇÕES

 

O acesso, pela passagem em nível, à Rodovia Rio-Santos será interditado. O motorista que estiver trafegando pelo local deverá utilizar as rotas alternativas, uma delas é a passagem em nível Amendoeiras, localizada na Estrada Teixeiras.

 

 

Outra opção é o viaduto conhecido como Tobogã, localizado na Avenida Prefeito Isoldackson Cruz de Brito.

 

Pedestres poderão utilizar a passagem de acordo com as orientações dos vigilantes presentes no local ou então utilizar as passagens para pedestres mais próximas.

 

Informações MRS logística e foto de capa Rui Okada Prefeitura de Itaguaí

 

Anúncios

Trânsito altera sentido de ruas no Centro de Itaguaí a partir deste sábado

Os motoristas que utilizam as ruas Léa Cabral da Cunha e Oscar Cardoso Vieira Braga, no Centro de Itaguaí, devem ficar atentos às mudanças que serão promovidas pela Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e defesa Civil a partir deste sábado (17/3). As vias terão o sentido invertido, permitindo assim uma melhor locomoção naquela área.

Além da alteração de sentido das ruas, a subsecretaria de Trânsito também fará mudanças nos pontos de ônibus da Estrada Ari Parreiras. Agentes vão orientar motoristas e passageiros nesse período de adaptação. Após 15 dias, serão aplicadas multas a quem desrespeitar a resolução.

A medida visa melhorar o fluxo nessas vias, principalmente no horário de entrada e saída de escolas.

Mudanças

Rua Léa Cabral da Cunha – Sentido invertido

Rua Oscar Cardoso Vieira Braga – Sentido invertido

Fonte: Prefeitura de Itaguaí

Motoristas farão exames e prova para renovar CNH

Novas regras determinadas pelo Contran para a renovação da habilitação passam a valer no dia 5 de junho

Os motoristas terão mais trabalho para renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) a partir do dia 5 de junho, quando passa a valer a Resolução 726 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). As novas regras, publicadas no Diário Oficial da União, determinam a realização de exames e prova para a renovação da permissão para dirigir no País.

De acordo com o texto, os motoristas com carteira de habilitação de categorias A e B, que permitem a condução de carro e moto, serão submetidos a um exame de aptidão física e mental no momento de renovação.

“Quando houver indícios de deficiência física, mental, ou de progressividade de doença que possa diminuir a capacidade para conduzir o veículo, o prazo de validade do Exame de Aptidão Física e Mental poderá ser diminuído a critério do médico perito examinador”, afirma o texto.

Para os motoristas habilitados nas categorias C, D e/ou E, passa a ser também obrigatória a realização de um exame toxicológico de larga escala de detecção.

A Resolução estabelece que o resultado positivo apresentado pelo exame toxicológico, não justificado por médico revisor, terá como consequência a suspensão do direito de dirigir pelo período de três meses.

Além dos exames, outra novidade apresentada pela resolução é a obrigatoriedade de aprovação em curso de atualização ou aperfeiçoamento no momento da renovação da CNH.

Nos exames teóricos, serão formulados com questões de múltipla escolha com quatro alternativas de respostas, sendo apenas uma correta.

Para ser aprovado na prova teórica, será necessário acertar, no mínimo, 70% das questões. Caso seja reprovado na prova, o motorista só poderá realizar um novo teste quinze dias da divulgação do resultado.

As novas regras passam a valer no dia 5 de junho, 90 dias após a publicação da resolução no Diário Oficial da União.

Fonte Portal R7

Plano Estratégico de Itaguaí pode colocar de volta o “Macaquinho” nos trilhos

Essa e outras ações planejadas visam trazer desenvolvimento econômico para o município

Há quase 40 anos o itaguaiense perdia o seu principal transporte público. Os trens que faziam o trajeto Santa Cruz a Mangaratiba, passando por Itaguaí, foram retirados dos trilhos definitivamente. Desde então, muitas tentativas foram feitas para reativar o ramal, mas tudo em vão. Mas, agora, o sonho pode se tornar realidade. A volta do “Macaquinho” – como o trem era conhecido na época – só que em edição mais moderna, fará parte do Plano Estratégico da Cidade, que está sendo elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (SECPLAN) e deverá estar concluído em 2018.

O Plano Estratégico de Itaguaí está sendo elaborado pelo governo municipal, em conjunto com empresas sediadas na região e segmentos da sociedade civil. Ele tem como objetivo traçar um planejamento de crescimento e de desenvolvimento econômico para Itaguaí, nos próximos 20 anos. O Plano terá a parceria do Governo do Estado porque algumas ações nele desenvolvidas também beneficiarão municípios vizinhos.

A reativação dos trens faz parte do item mobilidade urbana, que englobará outras iniciativas voltadas ao transporte público de massa. Mas o Plano irá prever também medidas que ampliarão os serviços de saúde, educação, habitação, saneamento básico, turismo, meio ambiente, segurança pública e turismo.

As primeiras reuniões visando à elaboração do Plano acontecerão a partir de janeiro do próximo ano. A expectativa é que o estudo esteja concluído seis meses depois de iniciado. Segundo o arquiteto e diretor de Urbanismo, da SECPLAN, Alessandro Clementino, quando as ações definidas pelo Plano começarem a se materializar, Itaguaí se transformará em uma cidade moderna, aprazível para os cidadãos e capaz de atrair investimentos econômicos de toda a parte do país e do mundo.

“Itaguaí tem tudo para se tornar em um município de destaque na região. Ele tem uma localização geográfica estratégica, com boas rodovias, um porto e possuiu uma natureza exuberante”, citou, otimista, Clementino.

Novas Estradas

Também fará parte da discussão do Plano Estratégico do município a construção de novas estradas, visando melhorar a mobilidade urbana dos motoristas que trafegam pela região. Entre as prioridades do governo estão à transformação da Estrada do Caçador em uma grande avenida. Com aproximadamente 18 quilômetros de extensão, a via ligará Itaguaí, altura de Ibituporanga, à Rodovia Presidente Dutra (BR-116), passando pelo Arco Metropolitano.

A outra proposta é a criação de uma nova avenida que fará a ligação da Rodovia Prefeito Abeilard Goulart de Souza (RJ-099), mais conhecida como Piranema, a RJ-093, em Queimados. Há também a previsão da construção de um viaduto que fará a ligação da Rio-Santos (BR-101) a Estrada da Pedra, em Santa Cruz, no Rio de Janeiro.

“A ideia é melhorar as opções de locomoção para os moradores de Itaguaí. Esse viaduto, por exemplo, melhorará o acesso à Santa Cruz, bairro que possui boas opções de transporte público, como os trens da SuperVia  e o BRT”, exemplificou Clementino.

Além dessas propostas, o Plano prevê a construção de uma Rodoviária Intermunicipal, no fim da Estrada do Caçador, divisa com o município de Piraí. E a utilização das águas do Rio Mazomba, que poderá se tornar em uma importante reserva emergencial de abastecimento de água para os moradores e empresas de Itaguaí.

“Tudo isso e mais a ampliação dos equipamentos urbanos, como creches, escolas, parques públicos e um mercado produtor rural são ações que certamente transformarão o município para melhor nos próximos anos”, disse, convicto, Clementino.

 

Fonte: Prefeitura de Itaguaí

Motorista poderá consultar a identificação do agente responsável pela multa de trânsito

Contran emitiu uma resolução que vai liberar as informações dos agentes de trânsito na internet

Quem for multado e quiser identificar o agente de trânsito que aplicou a penalidade poderá buscar essa informação na internet. Listas com os códigos e nomes dos agentes e autoridades de trânsito que atuam na fiscalização e são responsáveis pelas anotações das infrações deverão estar disponíveis online para pesquisa.

A determinação conta da Resolução 709 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicada na edição desta segunda, dia 30 de outubro, do Diário Oficial da União (DOU).

A lista deve ficar disponível no portal de cada órgão que compõe o Sistema Nacional de Trânsito. A resolução prevê também que sejam publicadas na internet cópias dos convênios de fiscalização de trânsito firmados pelos órgãos e entidades executivas de trânsito.

De acordo com o Contran, o intuito das medidas é ampliar a transparência nos processos de infração de trânsito, bem como a garantir a ampla defesa. A resolução entra em vigor a partir da publicação no DOU.

A Agência Brasil procurou o Contran para saber como será a indentificação do agente que aplicou a multa, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Regulamentação

Outra resolução publicada nesta segunda (30) regulamenta e unifica os procedimentos para que a multa seja aplicação a pessoa jurídica proprietária do veículo quando o condutor que cometeu a infração não for identificado.

A Resolução 710, que entra em vigor em 30 dias, regulamenta o parágrafo oitavo do Artigo 257 do Código Brasileiro de Trânsito e determina que a notificação da penalidade tenha registrada a identificação do órgão de trânsito que aplicou a penalidade, o nome da pessoa jurídica proprietária do veículo, descrição da penalidade e valor da multa, entre outras informações.

(com Agência Brasil)

Detran libera vistoria de veículos com até cinco anos de fabricação

Medida valerá a partir de janeiro de 2018, junto com outros projetos contra burocracia e corrupção no órgão

A partir de janeiro de 2018, veículos com até cinco anos de fabricação não serão mais obrigados a passar pela vistoria anual do Departamento de Trânsito do Rio (Detran-RJ). Também em janeiro, ou mais tardar fevereiro, o combate à corrupção no órgão vai ser intensificado: todos os postos da autarquia terão monitoramento de câmeras em tempo real, a equipe de corregedoria salta de três para 57 agentes e serão realizadas blitz de surpresa nos postos de vistoria para coibir os desvios de conduta. Até o final do ano que vem, mais oito unidades de serviços serão inauguradas em cidades que não contam com postos do órgão.

O Detran quer deixar para trás a fama de corrupto e ineficiente. As medidas, anunciadas pelo presidente do órgão, Vinicius Farah, integram uma série de projetos concebidos para desburocratizar os serviços e enfrentar o mais enraizado dos problemas: a corrupção. “Não estou tapando o sol com a peneira. A corrupção existe e a gente está criando ferramentas para inibir e punir”, garantiu Farah, que em seis meses à frente do Detran, já demitiu 90 pessoas por desvios de conduta.

“Assumi o Detran tem seis meses e meio, justamente com a missão de encurtar o caminho entre o órgão público e o dia a dia do cidadão. O Detran é um órgão que está diretamente ligado à vida de 16 milhões de pessoas, por uma característica muito clara: é o único do país que abrange o serviço de identificação civil. Nos outros estados, normalmente, é a polícia que faz isso”, argumentou o Vinicius.

Tão logo sentou na cadeira de presidente, ele e sua equipe identificaram as vulnerabilidades do órgão e as demandas que, ao longo do tempo, foram se acumulando. “Não demorou muito tempo para enxergarmos o óbvio: o Detran que deveria ser um órgão facilitador, tinha uma série de barreiras e ferramentas que dificultavam essa entrega de serviço”. Com o diagnóstico em mãos, Farah partiu para a ação. Surge, então, o primeiro, e um dos mais celebrados programas, o Detran Presente. “Esse projeto inverte a ordem natural das coisas. O cidadão levava de 10 a 15 dias para conseguir fazer o agendamento. Depois esperava de 30 a 40 dias para receber o serviço. Isso, sem contar com as reclamações de como eram atendidos. Era o maior absurdo que já vi: o cidadão quer pagar e não consegue porque não consegue agendar. O órgão que sobrevive da receita do cidadão atrapalhava quem queria pagar!”, disse, estarrecido, o presidente da autarquia.

Segundo ele, o Detran Presente leva o órgão até as pessoas. “Todo sábado, o Detran Presente visita uma cidade ou região, com mais de 150 profissionais, com toda a estrutura do órgão, de 9h às 16h”, explicou Farah. Ele garante que o Detran Presente resolve dois problemas que emperravam o órgão. “Primeiro, a gente entrega o serviço, que é o grande desejo do cidadão; e também elimina os atravessadores, que aproveitavam a burocracia do órgão para vender facilidades. E ainda melhora a receita do órgão”, garantiu. O projeto deu tão certo que foram criadas edições especiais do projeto. Amanhã, por exemplo, tem Detran Presente exclusivo para motofretistas, no posto da Barra da Tijuca.

Na luta contra os brigões no futebol

O Detran vai auxiliar a Polícia e a Justiça a combater os torcedores brigões. Segundo o presidente do Detran, Vinícius Farah, o órgão vai utilizar uma tecnologia de leitura facial, que já possui, para identificar, na multidão, membros de torcida organizada proibidos de frequentar os estádios.

”Vamos criar uma espécie de lista negra. Quem estiver nela e tentar entrar no jogo vai ser barrado na roleta. O programa é tão preciso que se o cara estiver de boné ou um falso bigode, ele consegue identificar”, afirmou Farah. O projeto está sofrendo ajustes e deve começar a operar em meados do ano que vem. Segundo Farah, a lista negra vai ser inserida no banco de dados do Detran.”Para não ter que checar todo mundo dentro do estádio, coisa de 70 mil pessoas, o programa identifica aqueles selecionados e lança um alerta ao pessoal da entrada do estádio”

Centro médico e refeitório

As boas novas do Detran não se limitam ao público. Segundo o presidente Vinícius Farah, os colaboradores da autarquia também foram lembrados. “Estamos fazendo um centro médico e odontológico para os funcionários do Detran, dentro do prédio. Também teremos um novo refeitório, para que as pessoas tenham mais conforto, além de oferecer cursos de qualificação”, adiantou. O presidente disse ainda que está revisando os métodos de meritocracia para os funcionários.

Matéria do jornal O Dia

Viação Costeira é impedida de operar linhas em Nilópolis

Por meio da Portaria Nº 1337O, do Departamento de Transportes Rodoviários – DETRO/RJ, o Governo do Estado do Rio de Janeiro, determinou a suspensão das atividades da Empresa Viação Costeira LTDA.

De acordo com a portaria, publicada na edição do Diário Oficial do Estado, desta quinta-feira (10), a empresa deixará de operar linhas intermunicipais a partir da 0h do próximo sábado, dia 12. Para operar as linhas, o órgão convocou as empresas Expresso Recreio Transporte de Passageiros LTDA., Viação Ponte Coberta LTDA. e Empresa de Transportes Flores LTDA.

Em Nilópolis, a intervenção atinge as seguintes linhas:

118T (Duque de Caxias – Mangaratiba), que será operada pela Transporte Flores;
453T (Duque de Caxias – Cabuçu), que será operada pela Transporte Flores;
456T (Duque de Caxias – Itacuruçá), que será operada pela Viação Ponte Coberta;
120T (Duque de Caxias – Itaguaí) que será operada pela Transporte Flores;
452T (Duque de Caxias – Muriqui) que será operada pela Viação Ponte Coberta;
456I (Duque de Caxias – Km 32) que será operada pela Viação Ponte Coberta;

Ainda de acordo com a portaria, a Empresa Viação Costeira LTDA foi suspensa a pedido do Ministério Público Estadual, que denunciou a precariedade dos serviços prestados pela companhia. Entre os problemas apresentados, estão irregularidades fiscais, trabalhistas e previdenciárias, além da precariedade na frota e o não cumprimento de horários, dentre outros

A intervenção na Costeira é a quinta a ser feita pelo DETRO/RJ nas linhas de Nilópolis nos últimos cinco anos. Em 2013, a Turismo Trans1000 foi impedida de operar as linhas que ligavam o município ao Centro do Rio de Janeiro e outras regiões. No ano seguinte, outra intervenção decretou o fim das atividades da empresa, que ainda mantinha uma linha em operação em Nilópolis.Em março deste ano, a Expresso Mangaratiba, empresa que pertencia aos mesmos donos da Viação Costeira, teve a operação da linha 451T (Duque de Caxias x Campo Grande) suspendida. A empresa Transportes Flores assumiu a linha. Ainda em março, o Departamento Estadual de Transportes Rodoviários (DETRO) interviu nas linhas da Expresso Cruzeiro do Sul. A Nilopolitana foi convocada e operou a 420T (Barra da Tijuca x Nilópolis). Uma decisão judicial suspendeu a medida e a Cruzeiro do Sul voltou a operar a linha. A liminar segue em validade, porém, é esperada para ainda este ano a volta da Nilopolitana.

Fonte: Nilopólis online