Arquivo da categoria: Ambiente

Prefeitura de Itaguaí decreta estado de calamidade pública na cidade devido as chuvas

Até o momento, segundo a prefeitura, 82 famílias desabrigadas ou desalojadas foram cadastradas e estão recebendo apoio

A Prefeitura de Itaguaí informou que montou nove pontos de apoio, hoje reduzidos a quatro, desde as primeiras horas de domingo (01/03) para atender a população afetada pelas fortes chuvas que atingem o município. Foram disponibilizados mais de 500 profissionais das diversas áreas como Educação, Segurança, Defesa Civil, Trânsito, Assistência Social, Saúde, Meio Ambiente, Ordem Pública, Obras, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, entre outros, sem contar o número incalculável de voluntários.

Nos pontos de apoio, as equipes prestam o auxílio necessário e realizam a orientação de como proceder para as famílias. As equipes de campo enfrentam a catástrofe de frente. Também foi montado uma Central de Recebimento de Donativos no prédio das Secretarias Municipais de Educação e Cultura, Saúde e Assistência Social (Avenida Prefeito Isoldakson Cruz de Brito, nº 18.745, Vila Margarida).

Até o momento, 82 famílias desabrigadas ou desalojadas foram cadastradas e estão recebendo o apoio da Prefeitura, mas o número deve crescer. Já foram atendidas mais de 1.000 mil pessoas em toda a cidade. Nos pontos de apoio são distribuídos kits de limpeza, cesta básica, galões de água, colchões, além do material doado no Centro de Recebimento de Donativos.

Além do material fornecido pela Prefeitura, o Governo do Estado do Rio de Janeiro disponibilizou 100 kits de limpeza, 150 cestas básicas e 100 galões de água para atender a população.
A cidade registrou um volume de 235 milímetros de chuva na madrugada de sábado para domingo.

Além do absurdo índice pluviométrico que atingiu a cidade como um todo, Itaguaí sofre por sua peculiaridade topográfica. A cidade é localizada em uma baixada, cercada por Serras, com escoamento para o mar. No domingo (01/03), o alto índice pluviométrico e a maré alta, que atingiu 1,20m, impediram e impedem ainda o escoamento da água.

A Defesa Civil informa que a cidade continua em estado de alerta, pois há previsões de fortes chuvas na madrugada de segunda para terça-feira. O telefone para casos de emergência é o 3781-3519.

Fonte: Site da prefeitura de Itaguaí

O que é Calamidade Pública?

Calamidade ou catástrofe significa desgraça pública, flagelo. Podemos definir como estado de calamidade pública uma situação anormal, provocada por desastres, causando danos e prejuízos que impliquem o comprometimento substancial da capacidade de resposta do poder público do ente atingido. Com a decretação do estado de calamidade pública licitações podem deixar de ser requeridas o que pode facilitar a agilidade nos processos emergenciais, mas que nas mãos de políticos corruptos pode facilitar a contratação de empresas “apadrinhadas” e com valores abusivos. Com essa decretação as ajudas do governo do estado e do governo federal podem ser requeridas de forma mais rápida, o que de forma oficial ainda não foi solicitado pela prefeitura de Itaguaí.

Previsão é de mais chuva para Itaguaí na madrugada e toda segunda-feira

Choveu 235mm neste domingo e previsão para segunda é de 50mm

Após as fortes chuvas que atingiram a cidade na noite de sábado e durante todo o domingo ocasionando prejuízos e desespero em Itaguaí, a madrugada e toda a segunda-feira será de chuvas intensas segundo o serviço de metereologia Climatempo.

Domingo

Segunda

A recomendação é evitar sair de casa e procurar lugares seguros. Se sua casa for uma área de risco procurar os locais de acolhimento na cidade.

Em casos de emergências ligar para:


Telefones úteis em caso de emergência:

0800-0210196 – Light
192 – Samu
193 – Bombeiros

A cidade de Itaguaí foi atingida por uma chuva intensa que ocorre desde a noite de sábado e se intensificou ainda mais sem cessar na manhã e começo da tarde deste domingo.

Todos os bairros estão com fortes alagamentos e centenas de pessoas perderam tudo e muitos não conseguem voltar para suas casas.

Alguns dos locais que estão acolhendo os desabrigados

Escola Municipal Pref. Otoni Rocha no Centro.

Escola Municipal Gagliaço Prata no Teixeira.

Escola Municipal Elmira Figueira (Estrela do Céu)

CIEP 497 (Engenho)

Escola Municipal Amauri Ferreira (Somel).

Escola Municipal Severina Ramos (Coroa Grande).

Creche Municipal Aparecida Azedo.

Igreja Batista da Vila MargaridaIBPM – Vila Margarida.

Catedral São Francisco Xavier (Centro)

Capela São João Operário (Vila Margarida).

Leia a matéria completa abaixo e veja todos os detalhes e drama da população de Itaguaí

Itaguaí debaixo d’água

Cidade de Itaguaí “embaixo” d’água

Moradores de vários bairros perderam tudo e todo o município sofre com as chuvas. Veja os locais que os desabrigados estão sendo acolhidosA cidade de Itaguaí está sendo atingida por uma chuva intensa que ocorre desde a noite de sábado e se intensificou ainda mais sem cessar na manhã e começo da tarde deste domingo.Todos os bairros estão com fortes alagamentos e centenas de pessoas perderam tudo e muito não conseguem voltar para suas casas.No bairro Weda as ruas e muitas casas estão completamente alagadas. No local a escola Jorge Flores está realizando um almoço para quem está desabrigado e é o ponto de abrigo da prefeitura e da Defesa Civil da cidade.Doações estão sendo aceitas principalmente de colchonetes, roupas e artigos de higiene. Centenas de pessoas já estão no local.Alguns dos locais que estão acolhendo os desabrigadosEscola Municipal Pref. Otoni Rocha no Centro.Escola Municipal Gagliaço Prata no Teixeira.Escola Municipal Elmira Figueira (Estrela do Céu)CIEP 497 (Engenho)Escola Municipal Amauri Ferreira (Somel).Escola Municipal Severina Ramos (Coroa Grande).Creche Municipal Aparecida Azedo.Igreja Batista da Vila MargaridaIBPM – Vila Margarida.Catedral São Francisco Xavier (Centro)Capela São João Operário (Vila Margarida).Entrar em contato com a página do MUSPI no FacebookO blog estará atualizando os locais de acolhimento…Telefones úteis em caso de emergência:0800-0210196 – Light
192 – Samu
193 – BombeirosRua em frente a Rodoviária de ItaguaíWeda as ruas completamente alagadasEm Brisamar o Rio “Cação ” transbordou e invadiu as ruas e as casas do bairro.Rua da escola Eider Dantas também em Brisamar

Rio- Santos altura de Brisamar. Na pista em direção ao Rio de Janeiro a estrada está toda tomada pelas águasNo Teixeira o rio que passa pela cidade também transbordou e está castigando quem mora no bairro. Muitos perderam todos os móveis.Centro de Itaguaí ponte próxima ao Hipermercados GuanabaraBairro do Engenho mas um muito atingido.Ibirapitanga rio também transbordouAvenida BahiaPequena represa de ItingussuEscola Municipal Oscar José de Souza na Ponte Preta Ponte Preta Parque Primavera Chaperó Coroa Grande Rodoférrea Piranema Jardim América (Reta).Estrada que dá acesso ao bairro Carioca na Serra de Itaguaí próximo a Ibituporanga. O local está isolado, pois o outro caminho que dá acesso ao bairro uma ponte caiu ano passado e até o momento não houve reparos. O local é caminho para alunos e funcionários da escola Taciano Basílio. Não há mais acesso nem de um lado nem de outro. Moradores estão isolados.MazombaA estrada Chaperó já foi desobstruida pela prefeitura de Itaguaí e o tráfego na área voltou ao normal.Todos os anos os problemas com as fortes chuvas não são sequer minimizados e nenhuma ação paliativa como tem se visto de fato resolve o problema.

Vereador rebate denúncia de espalhar focos de doenças em pneus pela cidade

Segundo vereador algumas das fotos eram montagem

A equipe de assessoramento do vereador Nisan César dos Reis (PSD), desmentiu a informação que o ex secretário municipal de ordem pública, esteja disseminando pneus com possíveis focos que podem causar a proliferação de mosquitos, entre eles o mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão de várias doenças, entre elas Dengue, Chikungunya e ZiKa.

Na informação, a assessoria remete que duas das fotos são mentirosas. Segundo eles, as fotos foram tiradas de modo aleatório e de um local que não corresponde aos que o vereador tenha posto pneus.

Ainda na informação, alegaram que nunca colocaram pneus de forma deliberada, sem qualquer tipo de cuidado nos locais onde eram enormes “lixões”. “Todos eles eram pintados e sempre usamos terra para evitar acúmulo de água. Só reclama dos jardins, quem nunca teve lixo na porta de casa ou quem vai pra internet com viés político. Esta é a verdade”, diz o comunicado.

O comunicado no entanto, não explicou como pensam sobre o uso das calçadas, que com pneus prejudicam em alguns locais o acesso normal de pedestres, em especial de cadeirantes como tem flagrado de forma constante nosso blog.

Febre Maculosa pode atingir bairro em Itaguaí

Bairro Carioca/ Ibituporanga se tornou área de risco da doença. Sintomas são febre de moderada a alta, fortes dores de cabeça, dor no corpo, calafrios e edema dos olhos e conjuntiva. Doença já matou algumas pessoas na região. Nosso blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Itaguaí desde a última sexta-feira, mas sequer fomos respondidos

A Divisão de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde de Piraí alertou os moradores do Município desde 2019, principalmente aqueles que residem ou trabalham na área rural para o perigo de contágio com a Febre Maculosa, devido ao aumento da proliferação dos carrapatos. Entre eles locais vizinhos ao bairro Carioca/Ibituporanga em Itaguaí. Ao longo do Rio que passa pelos dois municípios é uma das áreas com maior grau de risco, justamente onde fica o bairro itaguaiense.

A chefe da Divisão de Vigilância em Saúde, Ana Cristina de Souza Braga, explicou que a doença é causada por uma bactéria com o nome Rickettsia transmitida por carrapatos e pulgas infectados, que tem sua proliferação aumentada consideravelmente no período de seca.“É importante que as pessoas que moram, trabalham ou tenham atividades em áreas rurais ou próximos às matas fiquem atentos. Estudos provam que o tempo é crucial para a transmissão da doença, assim o quanto mais rápido o carrapato for retirado do corpo menos risco de contágio”, destacou Ana Cristina de Souza Braga.

Em Barra do Piraí vizinho à Itaguaí houveram duas mortes no ano passado. Vítimas tinham 38 e 62 anos e moravam nos bairros Lago Azul e Santana. Em junho três pessoas foram internadas com suspeita de Febre Maculosa em Valença, após participarem de uma pescaria na área rural. Em janeiro de 2019 Piraí registrou um caso de Febre Maculosa na localidade da Cacaria. Moradores do bairro localizado em Itaguaí nos disseram que algumas mortes com esses sintomas já ocorreram no local, ou seja, em Itaguaí. Mas a secretaria de saúde como não faz nenhum trabalho sobre o assunto fica inviável o conhecimento estatístico.

Os sintomas mais característicos da Febre maculosa são febre demoderada a alta, fortes dores de cabeça, dor no corpo, calafrios e edema dos olhos e conjuntiva. A doença pode provocar paralisia, que normalmente se inicia nas pernas e pode subir pelo corpo parando outros órgãos vitais como rins e pulmões, causando a morte do paciente. Ana Cristina de Souza Braga explicou que ao manifestar esses sintomas a pessoa deve procurar imediatamente o atendimento médico e informar que foi picada pelo carrapato.

Entramos em contato com a prefeitura de Itaguaí para solicitar informações dos procedimentos que estão sendo adotados pela secretaria de saúde sobre o assunto. Mas parece que a secretaria de saúde da cidade além de não estar tomando nenhuma providência sobre o assunto sequer se importa em retornar o contato.

Conheça mais sobre a Febre Maculosa

Clique aqui

Praia de Coroa Grande, tristeza e abandono

Praia virou um esgoto à céu aberto, animais mortos são vistos aos montes e onde era água hoje é apenas lama misturada com esgoto e óleo

Socorrro – A praia de Coroa Grande localizada no município de Itaguaí, já foi cartão postal da cidade. Décadas atrás o local servia como ponto de encontro e as águas de sua praia atraiam centenas de banhistas.

Com o passar do tempo o local foi ficando cada vez pior. Em nome do “progresso” a praia cercada por empresas exploradoras e o descaso de várias gestões municipais, transformaram a praia de Coroa Grande num imenso valão de esgoto e óleo.

O cenário é horroroso e as carcaças de barcos, peixes e vários animais aquáticos desolam quem presencia essa maldade com o meio ambiente. Animais tentam sobreviver em meio ao caos ambiental e a maldade humana.

Tal situação se agrava quando você não vê por parte do poder público nenhuma iniciativa que possa minimizar essa destruição ambiental.

CEDAE irá realizar reparos na ETA Guandu na próxima quinta dia 7

Locais afetados serão Rio de Janeiro, Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Queimados, Mesquita, Nilópolis e Belford Roxo

A Cedae irá realizar, na próxima quinta-feira (07), a manutenção preventiva anual da maior estação de tratamento de água do mundo, a ETA Guandu. O serviço é fundamental para preparar o sistema para o verão período em que há maior consumo de água, segundo a empresa.  O trabalho começa às 8h e deve ser concluído até as 20h. Será necessário interromper a produção de água na unidade, que atende os municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Queimados, Mesquita, Nilópolis e Belford Roxo. A normalização do abastecimento pode levar até 72 horas em alguns locais.

A Cedae solicita que atividades que demandem grande consumo, como lavagem de carros e rega de jardins, sejam reprogramadas e que a população mantenha o consumo consciente da água. A empresa montou esquema especial para atender hospitais e outros serviços essenciais com carros-pipa no período em que a estação estiver inoperante.

A estação, reconhecida pelo Guinness Book como a maior em volume de água tratada do mundo, trata cerca de 43 mil litros de água por segundo.