Arquivo da categoria: Acidente

Ponte cede e caminhão cai de 4 metros em Itaguaí

Outra ponte próxima está em estado ainda pior e também tem grande risco de desabamento

Um caminhão que transportava pedras caiu de uma ponte que desabou com seu peso na Estrada Feitoria de Ibituporanga em Itaguaí na última sexta-feira dia 29 de novembro. A ponte não suportou o peso do veículo e cedeu no momento que o caminhão passava. A queda de quatro metros de altura felizmente não causou danos ao motorista que ficou apenas tonto e com uma leve dor em um dos braços. Ele nos contou que o susto foi grande e que a queda ocorreu quando ele já estava no final da ponte, por isso o caminhão caiu de traseira no buraco que se formou. “O susto foi grande, mas graças à Deus não tive ferimentos “, disse ele.

Por questão de 5 minutos um ônibus escolar da Escola Estadual Municipalizada Taciano Basílio, escola do Munícipio de Itaguaí, não sofreu com tal queda. O caminhão que caiu na ponte deu passagem ao ônibus escolar que seguiu viagem minutos antes do acidente.

As estradas que ligam à escola citada estão em péssimo estado de conservação, sendo riscos diários para alunos e funcionários. Outro caminho usado pela serra é ainda pior e com as chuvas há riscos de deslizamentos e quedas de precipícios que são comuns na região.

O transporte e o estado de conservação dos ônibus usados é o grande desafio diário de quem deles dependem. Vans frequentemente são usadas, mas assim como os ônibus não são próprias para a travessia no local.

O local da queda da ponte continua intransitável.

Outra ponte corre riscos ainda maiores

Uma outra ponte 3 quilômetros à frente da que cedeu está em estado ainda pior. Ela está com ferregens aparecendo e tem um trecho que arames de cerca amarram o concreto para que não haja queda. A altura da ponte é de 5 metros e serve de travessia de moradores, estudantes e trabalhadores.

Ponte pode desabar a qualquer momento

Prefeitura de Seropédica adia Expo 2019

Nota informa o adiamento do início das comemorações pelo aniversário da cidade

A prefeitura Municipal de Seropédica através de nota e com pesar pelas vítimas fatais do acidente que ocorreu próximo a área destinada às festividades de comemoração por mais um ano de vida da cidade, adiou o início do evento comemorativo. Leia a nota na íntegra abaixo:

NOTA OFICIAL

O Município de Seropédica, através do Prefeito Municipal, vem a público manifestar o seu pesar pelas vítimas do grave acidente ocorrido na data de hoje na Rodovia BR 465- antiga Rio São Paulo, externando suas condolências aos familiares.
Em razão da proximidade do local do acidente com a área onde será realizada a Expo Seropédica 2019, fica adiado o inicio do evento programado para esta noite assim como a apresentação artística prevista.
As equipes da Prefeitura estão reunindo esforços, juntamente com o INEA e o Corpo de Bombeiros, visando a liberação da área.
Em respeito ao público, informamos que a Secretaria Municipal de Comunicação irá informar a nova data do show do cantor Wiliam Nascimento.

ANABAL BARBOSA DE SOUZA
Prefeito do Município de Seropédica

Acidente causa duas mortes em Seropédica

Acidente ocorreu na BR-465 via Dutra

Duas pessoas morreram num acidente envolvendo dois caminhões na Rodovia BR-465, altura de Seropédica, na Baixada Fluminense, às 10h45 desta quarta-feira. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um dos veículos transportava óleo diesel, o que provocou um incêndio.

A fumaça no local pode ser vista à distância.Por causa da batida, a estrada está interditada nos dois sentidos desde as 11h25. Equipes do Corpo de Bombeiros atuam no local. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) foi acionado, assim como a perícia da Polícia Civil. O caso será registrado na 48ª DP (Seropédica).

Estrutura da CSN desaba no Porto de Itaguaí, em Sepetiba, e deixa funcionários feridos

Acidente ocorreu com uma empilhadeira de carvão, no Terminal de Cargas e Granéis. Causas estão sendo apuradas

Uma estrutura desabou em uma estação da Companhia Siderúrgica Nacional, no Porto de Itaguaí, em Sepetiba, na noite da ultima terça-feira. Três funcionários ficaram feridos.

Por meio de nota, a CSN Mineração Tecar esclareceu que o acidente ocorreu com uma empilhadeira de carvão, no Terminal de Cargas e Granéis, e que suas causas estão sendo apuradas.

Funcionário sendo atendido após a queda

A mineradora informou também que os três funcionários feridos foram devidamente atendidos e já estão liberados.

Fonte: O Dia

Princípio de incêndio assusta pacientes do hospital Cemeru em Itaguaí

Pacientes internados foram levados para a unidade de Santa Cruz. Não houve feridos

Em 29/01 às 20:00 e atualizado dia 30/01 às 17:00

Um princípio de incêndio assustou pacientes e acompanhantes do hospital Cemeru de Itaguaí na tarde/noite desta terça-feira 29/01. Segundo o grupo Cemeru em nota nesta quarta feira , o que causou o excesso de fumaça foi uma sobrecarga em um cabo de uma das fases de um gerador usado no hospital queimou, já que a devido a falta de energia, o equipamento precisou ser utilizado.

Os bombeiros foram chamados e não tiveram maiores problemas para controlar a situação. Por precaução e devido a fumaça, os pacientes internados foram levados para a unidade da Cemeru em Santa Cruz. O prédio foi liberado e está funcionando normalmente nesta quarta-feira 30.

“O dano é irreparável”, diz diretor do Museu Nacional

Segundo ele, reserva técnica também foi atingida. Governos há tempos não investiram no local. Seguranças disseram que um clarão veio do primeiro andar no começo do incêndio que pôs fim a boa parte da história do País

O diretor de Preservação do Museu Nacional do Rio de Janeiro, João Carlos Nara, afirmou à Agência Brasil que o incêndio causa um “dano irreparável” ao acervo e às pesquisa nacionais. Ele acompanha de perto o trabalho dos bombeiros no local e disse que “pouco restará”, após o controle das chamas.

“Infelizmente a reserva técnica, que esperávamos que seria preservada, também foi atingida. Teremos de esperar o fim do trabalho dos bombeiros para verificar realmente a dimensão de tudo”, afirmou o arquiteto e historiador.

Assista no Globoplay:

http://globoplay.globo.com/v/6991208

De acordo com João Carlos Nara, a equipe de administração do Museu Nacional aguardava o fim do período eleitoral para iniciar as obras de preservação da infraestrutura do prédio.

“É tudo muito antigo. O sistema de água e o material, tudo tem muitos anos. Havia uma trinca nas laterais. Isso é ameaça constante”, disse o diretor.

Inconformado com o incêndio, João Carlos Nara lamentou que os investimentos sejam destinados a outras causas no país. “Gastam milhões em outros projetos”, reagiu.

Investimentos

Em junho, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou contrato de financiamento no valor de R$ 21,7 milhões para apoio à restauração e requalificação do Museu Nacional. Os recursos compõem a terceira fase do Plano de Investimento para a revitalização do Museu Nacional, num total de R$ 28,5 milhões.

O objetivo é aplicar os recursos na recuperação física do prédio histórico; a recuperação de acervos — de modo a garantir mais segurança às coleções e otimizar o trabalho dos pesquisadores —; a recuperação de espaços expositivos — estimulando maior atração de público e promoção de políticas educacionais vinculadas a seus acervos —; a revitalização do entorno do museu; e o fortalecimento da instituição gestora.

História

O Museu Nacional é a instituição científica mais antiga do Brasil. É um dos museus de ciência de referência no mundo. Foi fundado em 1818.

Inicialmente instalado no Campo de Santana, o Museu foi posteriormente transferido para o Palácio de São Cristóvão, monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e situado na Quinta da Boa Vista, um dos mais importantes parques urbanos do Rio. Antes de abrigar o Museu Nacional, o Palácio de São Cristóvão foi residência das famílias real portuguesa e imperial brasileira.

Agência Brasil

Marinha encontra 9º corpo após naufrágios em Itaguaí

Duas vítimas foram encontradas neste domingo; três pessoas ainda estão desaparecidas. Dois barcos com 21 tripulantes afundaram na madrugada de sexta-feira na Baía de Sepetiba

G1 – Mais uma vítima dos naufrágios na Baía de Sepetiba, perto do Porto de Itaguaí, foi encontrada pela Marinha. Com os dois corpos achados neste domingo (10), chega a nove o número de mortos no acidente com duas embarcações, na madrugada de sexta-feira (8).

Três pessoas ainda estão desaparecidas, segundo a Marinha. Outras nove foram resgatadas com vida e estão fora de perigo.

As buscas foram realizada com o auxílio de um aparelho sonar (Side Scan). A nova vítima foi achada a cerca 300 metros de distância da embarcação naufragada Lucas Mar, achada no sábado, com auxílio de pescadores, a uma profundidade de 8 metros na área da Baía de Sepetiba. A outra embarcação naufragada, a Milemar, foi localizada ainda na sexta-feira.

“A Marinha se solidariza com os familiares das vítimas e continua envidando esforços nas buscas dos desaparecidos, atuando com cinco embarcações, uma aeronave, mergulhadores, equipamento de busca sonar e com o navio-patrulha Guaporé”, diz nota enviada pelos militares no fim da tarde de domingo.

As causas da ocorrência e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas em inquérito já instaurado pela Marinha do Brasil.

Fonte: G1