Bolsonaro visita Angra causa aglomeração, abraça simpatizantes e não usa máscara


Antes presidente visitou Itaguaí. Já em Angra dos Reis, ele visitou loja de sua ex-funcionária fantasma em Angra e se queixou de derrota de Wal do Açaí na eleição. Em nenhum momento Bolsonaro usou máscara, mesmo com a grave situação que se encontra o Estado do Rio de Janeiro em crescimento do número de infectados por Covid-19

Em 11 de dezembro de 2020
Júlio Andrade – Júlio do Boca no Trombone

Angra dos Reis – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, no início da tarde desta sexta-feira (11). Ele foi a cidade para almoçar com o prefeito Fernando Jordão (MDB) no Colégio Naval, que fica no Centro. O assunto do encontro não foi divulgado.

O compromisso estava marcado para 13h e não constava na agenda oficial do presidente. A assessoria da prefeitura informou que foi um convite informal feito por Fernando Jordão. Bolsonaro chegou a Angra de helicóptero, por volta de 12h50 acompanhado de sua comitiva.

O almoço contou com a presença do Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e da deputada estadual Célia Jordão, esposa do prefeito de Angra

Após o encontro, o presidente seguiu de helicóptero até sua casa, na Vila Histórica de Mambucaba. ele apareceu na janela e acenou para moradores.

Após isso o presidente visitou a loja de Walderice da Conceição, a Wal do Açaí, investigada sob suspeita de ser funcionária fantasma de seu antigo gabinete na Câmara dos Deputados.

Na visita de cerca de 40 minutos à Vila Histórica de Mambucaba, onde tem casa de veraneio, Bolsonaro também se queixou com moradores da derrota de Wal na candidatura a uma cadeira na Câmara Municipal de Angra.

Ao ser abordado por um morador, que pedia uma obra na região, ele disse: “Pede para o vereador que vocês votaram aí”. Depois, orientou que procurassem Edenilson Nogueira, marido de Wal.

Em seguida, ele caminhou sem máscara pela rua, abraçou, cumprimentou apoiadores e pousou para fotos, causando aglomeração. Bolsonaro não usou máscaras em nenhum destes momentos. Assim como ele a grande maioria das pessoas também não usavam máscaras. A segunda onda de Covid-19 tem atingido todo o estado e 75% dos municípios estão em áreas de alto risco para a doença.

Bolsonaro deixou a região da Costa Verde de helicóptero, por volta das 15h30.

De manhã, antes de ir para o município da Costa Verde, o presidente participou de uma cerimônia em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio, em comemoração ao Dia do Marinheiro. Também estiveram presentes o governador em exercício do Estado do Rio, Cláudio Castro, e o ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.
Durante o evento, que aconteceu no Complexo Naval de Itaguaí, foi lançado ao mar um submarino convencional.

Todas as imagens e o vídeo foram extraídos das redes sociais.

Com G1

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s