Crise política em meio ao Covid-19 em Itaguaí


Você saberia dizer quem é hoje o secretário de saúde? E o prefeito?

Enquanto se vive uma guerra política na cidade de Itaguaí entre Charlinho, Abeilardinho e a Câmara Municipal, a população de Itaguaí fica sem informações precisas de como está sendo feito dia a dia o combate ao Covid-19 (Coronavírus). Não há desde o dia 21 de março, quando o ex-prefeito que pode ser o novo prefeito de novo nas próximas horas, Rubem Vieira, postou em sua página na rede social Facebook, que haviam dois casos suspeitos e nenhum confirmado na cidade da doença.

De lá pra cá nada mais foi dito e nenhuma publicação feita nem pela prefeitura e nem pela secretaria de saúde.

Para se ter uma idéia, no dia 21 de março, haviam 170 casos no estado do Rio de Janeiro com três mortes. Hoje três dias depois, esse número subiu para 246 com quatro mortes. E enquanto isso Itaguaí parou no tempo.

Outra questão também é saber quem é o secretário de saúde. Até o dia 20 era Carlos Eduardo Carneiro Zóia. Mas que na edição 802 do Jornal Oficial do município, que é uma edição extra do 801 e que foi publicado no dia 23 de março, ele também aparecia como chefe da pasta. Já na parte da noite, após os trâmites na Câmara e da volta de Charlinho ao poder, quem assumiu foi Dalva Alves de Oliveira. Contudo, até o momento nenhum pronunciamento e/ou notícia sobre a saúde da cidade foi divulgada.

Se perguntamos na cidade para quem não acompanha a política diretamente quem é o prefeito, muitos não saberão e/ou no mínimo ficarão indecisos.

Enquanto nossa cidade parou no tempo e só se moveu nas trocas do poder, as prefeituras de Mangaratiba, Seropédica, Angra dos Reis e o município do Rio, tem informado com constância seus boletins diários e as decisões acerca dessa pandemia.

Hoje a Câmara Municipal de Itaguaí terá nova sessão que pode voltar a cassar ou não o mandato de Charlinho e Abeilardinho. Esperamos que após isso, haja uma constância e que todos realmente comecem a trabalhar para a cidade.

Para que haja a cassação dos mandatos são necessários 2/3 dos votos dos 17 vereadores, ou seja, pelo menos 12 votos favoráveis à cassação. O julgamento será do parecer da Casa por prática de Nepotismo por parte de Charlinho e Abeilardinho.

A Sessão será realizada terça-feira (24/03), às 18h, no plenário da Câmara Municipal de Itaguaí a portas fechadas por conta do Coronavírus. Apenas a imprensa terá acesso.

Leia mais:

Câmara convoca Prefeito, vice prefeito e vereadores para Sessão Especial de Julgamento

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s