Polícia Rodoviária Federal e Detro fazem operação na Rio-Santos em Coroa Grande


Ação visa impedir a entrada de ônibus e vans de turismo em Mangaratiba. Determinação do governo do estado proíbe circulação de ônibus e vans entre a região metropolitana e demais municípios

A Polícia Rodoviária Federal e o Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro), estão realizando uma fiscalização rigorosa na rodovia Rio-Santos, na altura de Coroa Grande em Itaguaí. A operação visa proibir a entrada de ônibus e vans tanto de transporte público coletivo ou de transporte com intenção turística.


De acordo com a portaria n° 1518 do próprio Detro publicada no Diário Oficial do estado desta terça-feira, a restrição terá validade de 15 dias consecutivos ou até a revogação do decreto assinado pelo governador Wilson Witzel na última sexta-feira, que previa medidas de combate à propagação da doença

Segundo a portaria, fica proibida a circulação das modalidades regular (linhas intermunicipais de ônibus), fretamento (ônibus executivos ou fretados por particulares) e complementar (vans). A medida foi tomada considerando que a maior parte dos casos da COVID-19 no estado está concentrada na Região Metropolitana. Os passageiros com bilhetes emitidos para os municípios com restrição, com validade posterior à data da portaria, serão ressarcidos pelas respectivas empresas.

São considerados municípios da Região Metropolitana: Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Magé, Tanguá, Rio Bonito, Guapimirim, Cachoeira de Macacu, Paracambi, Japeri, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Belford Roxo, São João de Meriti, Mesquita, Nilópolis, Queimados, Seropédica, Itaguaí e Petrópolis. Entre estas localidades, as linhas de ônibus funcionarão normalmente, mas destes municípios para outras cidades do interior não haverá ônibus.

— É uma medida que o governo do estado determinou para tentar conter o avanço do coronavírus, já que o número de casos cresce dia a dia na Região Metropolitana. É como se fosse um cordão de isolamento para a doença não se espalhar — explica o presidente do Detro, Cleber Ribeiro Afonso.

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s