Governo faz manobra para salvar Charlinho de Impeachment na Câmara


Nisan César volta a fazer papelão para ajudar Charlinho. Exoneração faz político regressar à Câmara para votar contra CPI que investiga o não uso de verbas para a saúde

O agora vereador Nisan César dos Reis, foi exonerado novamente do cargo de secretário municipal de ordem pública, para votar como o chefe mandou e tentar impedir a cassação de Carlo Busatto Júnior. Essa manobra ocorre com Nisan pela segunda vez. O citado, já se prestou em 2017 a fazer o mesmo papelão em votação que retirou diversos direitos dos servidores em Itaguaí.

Na ocasião de dois anos atrás, com o receio de algum dos vereadores da base votarem a favor do funcionalismo e contra o projeto, o prefeito Charlinho o exonerou da função de secretário de ordem pública. Ele que foi eleito vereador neste mandato e havia deixado o posto para seu suplente Carlos Eduardo Carneiro Zóia (PSD), para assumir o posto de secretário, voltou a Casa Legislativa apenas para votar conforme ordenou o prefeito. Seu comportamento evidenciou o constrangimento de alguém que havia mudado seu posicionamento em menos de um ano na época. Sem conseguir encarar a plateia que inconformada com sua postura o chamava de vendido, o Legislador / Secretário, algumas vezes chegou a ficar de costas e se limitou a levantar o dedo para aprovar a ordem do chefe e prejudicar o funcionalismo. Após a votação, o cargo de secretário municipal voltou como prêmio para Nisan. Agora em 2019, o episódio se repete e em votações que podem cassar o mandato de Charlinho e devolver os direitos dos servidores, ele se presta a novo papelão.

Com a manobra do governo, ele será fundamental para que possíveis irregularidades continuem ocorrendo. Seu agora suplente Zoia, votou pela continuidade das investigações pela Câmara de vereadores. Nisan agora fará o oposto e assim impossibilitará que as investigações tenham uma conclusão. A exoneração foi publicada no Jornal Oficial 721 em edição extra de 10 de maio.

Na Câmara duas CEPS, Comissão Especial Processante (CEP) podem cassar o mandato do atual prefeito já na próxima sessão de terça-feira 14/05 as 18 horas. Uma apura as ausências de repasse de contribuição previdenciária patronal do Prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB), para o Itaguaí Previdência (Itaprevi) e outra sobre a não utilização de verbas federais para a área da saúde. Verbas essas que ajudariam e muito a população com melhores atendimentos no hospital Municipal São Francisco Xavier. O cenário da saúde em Itaguaí é caótico, mas Charlinho deixou verbas “guardadas” .

O histórico do vereador/secretário

Nisan César dos Reis, é alvo de polêmicas na cidade desde o seu desejo de continuar vereador e posteriormente secretário. Nas eleições de 2016 ele chegou a ser preso pela justiça eleitoral por compra de votos. Como secretário é conhecido por ser o secretário das plantinhas e dos pneus. Pois planta árvores dentro de pneus em cima das calçadas, dificultando a passagem de pedestres e impossibilitando o acesso de cadeirantes. Para piorar, ele era o responsável por cuidar da coleta de lixo na cidade pelo governo municipal, que ficou devendo mais de R$ 1 milhão de reais a empresa “Líbano ” . Tal empresa notificou a prefeitura por duas vezes por conta dos débitos. Mas sem sucesso. Para evidenciar a real intenção do “secretário/vereador, ele em suas redes sociais responsabilizou a empresa por não está prestando o serviço. Mas claro, sem citar o calote da prefeitura com a Líbano que ocorre desde 2018. Sobre o caso agora ele relata que nenhuma empresa venceu a licitação para ser a colhetora de lixo em Itaguaí. Será porque as empresas não tiveram interesse na licitação hein? Isso ele também não explicou. Preferiu alegar que as empresas por questões técnicas não tiveram êxito no processo licitatório. Para finalizar ele também já foi acusado de agressão. Em 2018 ele e seus seguranças haviam supostamente agredido três pessoas no bairro Piranema. Segundo uma das denunciantes, Alessandra Severino, que é do corpo de bombeiros e também foi agredida, uma das pessoas que estavam com ela foi agredida por Coronhadas, por um dos Seguranças do Secretário. Um Fiscal da Prefeitura também foi acusado de sacar uma arma para intimidar as pessoas no local na época.

Charges nas redes sociais ironizam o papel do político

Vereador/secretário em 2017 quando votou contra o funcionalismo

Calçadas cheias de pequenas árvores plantadas pelo secretário

Acesso é quase impossível e cadeirantes nem em sonho

Secretário no meio da confusão onde foi acusado de agressão

Opinião do Boca – Nisan se torna um fantoche que é usado como coringa na cortina negra do atual governo em uma cidade que só regride.

Leia mais:

Presidente da Câmara de Itaguaí é preso por crime eleitoral

Moradora faz corpo delito após suposta agressão de seguranças de secretário

Calçadas se tornam problema em Itaguaí

Empresa coletora de lixo ameaça parar atividades em Itaguaí por falta de pagamentos

Morador põe lixo na porta da prefeitura de Itaguaí como protesto por falta de coleta

Vereador se defende após ser acusado de receber “mensalinho” em Itaguaí

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s