Quem ri por último…


Vereador Zezé é condenado por crimes de desvio de verbas e perde mandato na Câmara de Itaguaí. Legislador ficou mais conhecido após debochar de servidores em sessão que cortou vários direitos dos trabalhadores

O vereador Eliezer Lage Bento ( PRTB), perdeu o mandato na Câmara de vereadores da cidade. Envolvido em denúncias de desvios de verbas (improbidade administrativa), Zezé foi condenado por utilizar recursos destinados à participação em um congresso de vereadores em Salvador na Bahia. O parlamentar não conseguiu provar a sua presença em tal congresso e recebeu da Câmara da cidade título de ajuda de custo, no valor de R$ 5.000,00, para a participação no evento.

Segundo a Justiça, além de não ir ao encontro Zezé também não devolveu à Câmara Municipal de Itaguaí (CMI) os recursos que lhe foram repassados para cumprir o compromisso. O autor da ação é o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, que o acusou de dano ao erário e improbidade administrativa.

A sentença condenando Zezé o obriga a devolver aos cofres públicos de Itaguaí a verba recebida, com a incidência de correção monetária e juros de 1% ao mês a contar da data de realização do evento e a arcar com as custas processuais e honorários advocatícios. E a punição não para por aí. O vereador está obrigado também a pagar multa no valor equivalente a cinco vezes o atual salário de um vereador de Itaguaí. Nesse aspecto o estrago poderia ser ainda maior, uma vez que ele estava inicialmente obrigado a pagar o equivalente a dez vezes o salário de um parlamentar municipal, mas teve o valor reduzido mediante recurso em segunda instância. Zezé foi ainda punido com a suspensão de seus direitos políticos por três anos.

Em sua defesa, Zezé argumentou que não participou do primeiro dia do congresso, pois tinha uma importante votação na CMI. Ele também afirmou que retornou do evento antes de seu término. Para a Justiça, no entanto, a defesa do vereador pecou ao não apresentar provas consistentes de sua participação no evento, como, por exemplo, sua assinatura na lista de presença, passagens aéreas e comprovantes de despesas de hospedagem em estabelecimento da capital baiana. “A defesa do réu se pauta em argumentos lamentáveis contidos no processo administrativo que tramitou no órgão fiscalizador da utilização adequada das verbas públicas, que, de certa forma, acabou por dizer que seria legítimo ao homem público ficar com uma verba que deveria ser utilizada para um determinado fim público que, diga-se de passagem, não foi atendido ao arrepio dos princípios constitucionais da moralidade administrativa e eficiência, transformando a verba em remuneração quase que como se concedendo um aumento salarial ao um vereador que não cumpriu o dever funcional ao qual se comprometeu com a sociedade no exercício de suas funções”, avaliou o juiz na condenação.

Zezé aos olhos de boa parte da população e dos servidores públicos de Itaguaí, é considerado pessoa não grata, por debochar dos trabalhadores públicos da cidade quando os mesmos perderam de forma covarde, vários direitos conquistados em votação ocorrida na Casa Legislativa a mando do atual prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho MDB. Com batucadas em sua mesa, Zezé na sessão debochou do desespero dos servidores que protestavam contra os vereadores que votaram à favor de Charlinho, entre eles o próprio.

Eliezer como vereador nunca apresentou nada importante em prol da cidade em anos. Por diversos mandatos o vereador sempre se omitiu de legislar para aqueles que o elegeram. Sendo historicamente um mal exemplo político na cidade. Zezé também responde na justiça por outros crimes. Entre eles participação no esquema do ex prefeito Luciano Mota em utilização de verbas públicas para pagamentos de funcionários fantasmas. Tal situação, já causou a decretação da prisão preventiva ao ex prefeito que esta foragido e Zezé em breve deverá ter uma sentença sobre o caso.

A Câmara da cidade obedecendo a justiça, cassou o mandato do legislador. Em seu lugar assumirá o suplente Reinaldo do Frigorífico.

Com jornal Atual de Itaguaí

Leia mais:

Câmara aprova suspensão de vários direitos de servidores em Itaguaí

Anúncios

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s