Bandidos têm usado grupos de desapega para vender celulares roubados


Quem compra celular roubado pode ser preso por crime de receptação e pena é de um ano de cadeia. Pode estar na caixa, em uma etiqueta, na bateria, todo celular tem um IMEI. É só digitar: *#06# e logo aparece o número com a identificação internacional de equipamento móvel.

 

Se você perceber em um grupo de Facebook um Smartphone bonito e que normalmente tem um preço alto sendo vendido por um valor pequeno já comece a desconfiar. Os bandidos entre eles os que atuam na Zona Oeste, em Itaguaí, Seropédica e Mangaratiba, locais onde aumentou e muito o número de roubos, tem usado grupos de desapego no Facebook para vender os produtos dos roubos. Os anúncios normalmente contêm além do valor baixo do produto, mensagens como “vendo pra sair rápido” ou outra que caracteriza a pressa da pessoa em vender logo a mercadoria. Além do produto roubado correr o risco de não estar funcionando, já que muitas pessoas assim que são vitimas de assalto logo vão à delegacia e ligam para sua operadora de telefonia móvel bloqueando o aparelho através do IMEI do produto. A polícia tem rastreado esses grupos em busca dos vendedores e dos compradores que adquirirem produtos oriundos de roubos.

Bandidos atraem vitimas e além de não passar o celular “comprado” pela pessoa a assaltam

Os grupos também têm servido de isca para os bandidos chamarem a atenção da pessoa que se interessa pelo baixo custo do celular. Muitas marcam um lugar com o falso dono do aparelho e depois são assaltadas, sequestradas e até mortas. Em outros a pessoa compra o aparelho barato da mão do bandido e quando chega em casa descobre que o celular não permite fazer ligações e acessar a internet, já que se o aparelho tiver o IMEI bloqueado pelo dono em uma delegacia ele jamais voltará a ter esses recursos, apenas irá ligar e se tornar inútil.

Se você comprar um celular que foi roubado você pode ser preso

Além dos diversos riscos que a pessoa corre ao comprar um celular roubado, ela pode ir parar na cadeia. Quem compra comete crime de receptação e a pena é de um ano de reclusão. No Rio de Janeiro, quem compra celular roubado está recebendo um aviso para comparecer à delegacia após uma decisão da justiça.

Pode estar na caixa, em uma etiqueta, na bateria, todo celular tem um IMEI. É só digitar: *#06# e logo aparece o número com a identificação internacional de equipamento móvel.

 

Operadoras têm um banco de dados compartilhado e sabem exatamente onde está cada aparelho nesse exato momento. A polícia usa esse e outros dados para rastrear celulares roubados. Em uma delegacia do Rio, os delegados pediram à justiça que as operadoras de celular mandassem uma mensagem para os telefones roubados durante o assalto a uma loja na Barra da Tijuca, na Zona Norte da cidade. Os bandidos levaram 130 celulares.

 

O juiz determinou que a mensagem fosse: “Compareça à delegacia e comprove a aquisição lícita do aparelho mediante apresentação de nota fiscal”.

 

Pela decisão, se as operadoras não mandarem a mensagem, vão ter que pagar uma multa diária de 10 salários mínimos. A partir de agora, para agilizar esse processo, quem receber a mensagem tem cinco dias para vir aqui até a delegacia para comprovar a procedência do aparelho. Se a pessoa não vier ou não comprovar que o celular foi comprado de forma lícita, pode até responder pelo crime de receptação.

 

“Não existe como se omitir da identificação que a polícia consegue obter, ou seja, você está usando um aparelho que é produto de crime, nós vamos saber que você está usando, vamos saber quem é você, onde você mora, ou seja, não há como se esconder”, alerta o delegado Marcos Motta.

 

As operadoras devem também bloquear o IMEI do celular, o que inutiliza o aparelho, se o dono não procurar a polícia. No Rio, o número de roubos de celulares aumentou 62% de janeiro a agosto.

 

O novo chefe de polícia do Rio diz que a estratégia das mensagens vai fazer, agora, parte do protocolo de investigação desse tipo roubo em todo o estado. “A tendência da perspectiva da apuração criminal há de acompanhar também a perspectiva de evolução tecnológica”, espera Carlos Leba, chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

 

Leia a matéria

http://http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2016/10/quem-compra-celular-roubado-no-rio-recebe-um-aviso-para-ir-delegacia.html

 

Nota fiscal é a única garantia

Contudo, também existem pessoas que queiram vender seu celular no Facebook e isto é perfeitamente legal e normal. Essas pessoas vão lhe apresentar a nota fiscal do produto. Mas, apenas vá ao encontro do vendedor caso você confie nele, o encontro seja em um local movimentado e que a nota fiscal seja exposta no anúncio. Mas mesmo assim ainda é arriscado.

 

Celular roubado ou perdido como proteger a sua segurança e privacidade?

1 ) Envie um comando de busca e destruição de dados através do aplicativo Find My Phone que você deve ter instalado em seu smartphone, conforme falamos na matéria citada acima. Isto deve ser feito mais rápido possível para que você obtenha êxito nesta ação. Este tipo de função no aplicativo Find My Phone lhe permite fazer duas coisas: a primeira delas é tocar uma sirene ou um som de chamada de maneira que se o celular estiver por perto, você poderá ouvi-lo e quem sabe recuperá-lo. A segunda opção é, no caso de dar o telefone como perdido, mandar apagar todos os dados que estiverem no celular e no cartão SD, de maneira que a pessoa que o pegar não consiga acessar os arquivos que você tem no aparelho e que podem vir a lhe causar algum dano.

2 ) Mude todas as suas senhas que porventura alguma vez foram digitadas neste smartphone, existem métodos que permitem aos bandidos rastrear informações neste aparelho e se você gravou ou mesmo digitou alguma senha de acesso a banco, e-mail, redes sociais e outras neste smartphone, pode ser que esta informação ainda seja possível de ser recuperada pelo bandido. Mude suas senhas o mais rápido possível.

3 ) Avise em diversos locais onde você possa ser identificado pelo número do seu telefone de que o seu celular foi roubado, seja para empresas, instituições ou pessoas. Alguém pode querer se passar por você e se fazer ser indentificada como você através do seu número de telefone celular, em alguns casos isto dá certo para o bandido e ele vai dar um golpe usando o seu nome.

4 ) Registre imediatamente um boletim de ocorrência na polícia, atualmente isto pode até mesmo ser feito através da internet e também pode resguardar você de qualquer uso indevido que venham a fazer do seu celular e do seu número de celular, provando na justiça que você não estava de posse do aparelho quando o problema ocorreu.

5 ) Avise imediatamente a sua operadora de telefonia móvel para que ela bloqueie o IMEI deste celular e também o seu chip para que não venha a gerar contas com valores monstruosos para você pagar.

 

COMO SABER SE VOCÊ COMPROU UM CELULAR ROUBADO?

 

 

Estas pequenas ações podem diminuir bastante a dor de cabeça que você pode ter além de ficar sem o seu smartphone.

Com informações do Jornal Hoje da Rede Globo de televisão e canais do Youtube.

Anúncios

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s