Globo compra direitos de Chaves e Chapolin


Eles serão exibidos pelo Multishow. Direitos de transmissão dos seriados mexicanos foram comprados pelo canal da TV por assinatura.

Chaves e Chapolin serão exibidos pelo Multishow. A assessoria do canal de TV por assinatura confirmou a compra dos direitos de transmissão. Não há ainda informações sobre exibição, estreia e detalhes do contrato.

 A Globosat convidou os fãs das séries para a sua sede, no Rio de Janeiro, e apresentou o projeto em um evento. O público, é claro, ficou surpreso com a novidade, que havia sido noticiada em primeira mão pelo Fórum Chaves. As duas séries, que fazem parte da história do SBT, foram registradas na Ancine (Agência Nacional do Cinema), norma obrigatória para exibição na TV, e o site da agência confirmou que a empresa comprou 273 episódios de Chaves e 250 de Chapolin, além de alguns inéditos no Brasil.
Foram registrados como “First Run” 117 episódios de Chaves e 127 de Chapolin.

“Chaves” foi o programa mais visto da televisão mexicana e foi dublado em 50 idiomas, segundo a Televisa. No Brasil, é exibido há mais de 33 anos pelo SBT e também já fez parte da programação do Cartoon Network, da TV paga.

Ele era um dos personagens e segmentos do programa “Chespirito” que começou a ser exibido no México em 1971. O primeiro capítulo de “El Chavo del Ocho” (como era conhecido o personagem nos outros países de língua espanhola) foi transmitido em 20 de junho de 1971.

Transmitido na China, Japão e Europa

O sucesso das histórias do menino sardento de 8 anos que vive dentro de um barril foi tanto que seu programa era transmitido para quase todos os países da América Latina já em 1973. Chaves foi transmitido também na Tailândia, China, Japão e Grécia.

A série foi produzida originalmente entre 1971 e 1980, como programa independente, e entre 1980 e 1992 como esquete do programa de variedades “Chespirito”, que Bolaños estrelou na rede de TV Televisa. Foram mais de 300 episódios, segundo a rede Televisa.

Dono de frases antológicas como “ninguém tem paciência comigo” e “não contavam com a minha astúcia”, que marcaram gerações de fãs em toda a América Latina
Roberto Gómez Bolaños, criador dos seriados “Chaves” e “Chapolin”, morreu em 2014.

Anúncios

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s