Comissão de educação da Câmara realizou audiência pública com a presença de muitos pais de alunos


Temas abordados foram sobre as dificuldades que alunos e pais terão em 2018 com as mudanças no ensino de Itaguaí

A Audiência Pública realizada na Câmara Municipal e organizada pela Comissão de Educação da Câmara dos vereadores que ocorreu nesta terça – feira (22/11), contou com a presença de pais de alunos e servidores. Os motivos para a audiência foram as conturbadas mudanças que a prefeitura de Itaguaí planeja realizar no ano letivo de 2018.

O presidente da Comissão e vereador Willian Cézar (PSC), iniciou a audiência um pouco depois das nove da manhã. Ele convidou à mesa representantes dos segmentos da educação e sindicato, além dos legisladores que compõem a comissão da Casa. O presidente mencionou em sua fala inicial que convidou o Presidente do Conselho Municipal de Educação CME para participar do evento, mas que não obteve retorno. Cabe lembrar que o conselho citado foi o que deu o parecer favorável para as mudanças no ensino da cidade e fechamento de três unidades escolares.

 

O vereador André Amorim (PR) relatou em sua fala que se enxugassem os valores de adicionais de mérito e reduzissem os salários dos secretários municipais entre outros benefícios aos comissionados não haveria a necessidade de se fechar escolas.

Em sequência, foi dada a palavra aos presentes.

 

O primeiro a falar foi o professor Thiago que citou o não respeito às leis entre elas a LDB quando o governo propõe o fechamento de unidades escolares.

A servidora Kelly Serpa emocionada relatou sobre a dificuldade de ser servidora e moradora de Itaguaí nos dias de hoje. Pois todos os direitos dos servidores estão sendo retirados e alunos sem o adequado estudo na cidade, além do perigo de trajeto onde muitos irão estudar em comunidades rivais as que residem. Finalizou lembrando que o prefeito não quitou vários direitos que permanecem em atraso, como férias e décimo terceiro salário.

A mãe de aluno Cláudia representante da escola João Vicente Soares falou sobre o impedimento de entrar na secretaria de educação na última quinta-feira na reunião do CME. Falou também do medo das mudanças para o ano de 2018 onde estudantesterão que estudar em locais com facções rivais as de sua residência ameaçando assim a integridade deles. Finalizou dizendo que o prefeito e a secretária de educação não fizeram pesquisa de campo para a realização das mudanças.

 

A avó de aluno Gecilda representante da escola Wilson Pedro, em seu relato disse que em ainda em 2012 o atual prefeito visava mudanças no ensino daquela localidade. Ela e outros pais fizeram protestos na época e aí houve a desistência. Também relatou que na busca de entrar na reunião do CME na última quinta-feira foi impedida pelos guardas municipais. Um direito de acesso retirado de um cidadão. Finalizou dizendo que a atual gestão é incapaz. Disse que acabou o tempo de R$ 50 reais (compra de votos em Itaguaí).Ela foi aplaudida de pé e teve o nome gritado pela plateia

O vereador e presidente Willian Cézar (PSB) relatou sobre o perigo de alunos estudarem em locais onde há o impedimento de acesso por eles residirem em locais diferentes. Essa fala é referente à rivalidade entre comunidades.

O vereador Genildo Gandra (PDT) em sua fala mencionou que a economia citada pelo governo com o fechamento de três unidades escolares é pequena perto do prejuízo à educação de Itaguaí

O vereador Ivan Charles chamou a atual situação de “chacina da educacional “. E questionou onde está a tal educação de excelência tão citada pelo governo atual. Falou sobre a falta de mediadores nas escolas que atendem os alunos especiais. Falou também sobre a retirada  dos ônibus escolares dos universitários, dificultando a vida dos estudantes.. Ainda relatou os altos salários dos atuais secretários, que são maiores do que dos secretários da cidade de São Paulo. Falou também sobre o fim do tratamento de crianças especiais com a Equoterapia, que não gerava custos ao município, mas foi encerrada este ano. Finalizou falando sobre os cortes de todos os direitos dos servidores e o projeto de finalizar o plano de cargos da categoria.

O vereador Waldemar Ávila em sua fala disse que o que ocorre nas escolas é o reflexo da sociedade. Que está um caos. Falou também que se não houvesse o aumento em R $ 5 mil reais nos salários dos secretários mais as verbas federais dariam para manter as unidades de ensino que serão fechadas. Disse ainda que o prefeito não honrou com sua palavra de homem quando em campanha prometeu melhorias nas escolas e na vida dos servidores.

O representante do sindicato dos profissionais de educação Sepe Richard em sua fala disse que a intenção do atual governo é desestimular todos os educadores. Que a redução de gastos apenas com cortes no bolso dos servidores é um absurdo já que chegam verbas federais para este fim. Que escolas do campo recebem verbas ainda maiores por alunos e que a cidade irá perder e muito com tudo que está ocorrendo. “O CME passa por cima de leis federais com a aprovação de todas as mudanças”. Relatou também que o líder do governo na Câmara quando interpelado ontem não deu justificativas sobre todos os projetos de leis sugeridos pelo governo. Falou também da possibilidade de exonerações de servidores efetivos onde o atual prefeito pode usar a lei de responsabilidade fiscal como motivo para tais demissões.

A presidente do FUNDEB Itaguaí Anna Paula Sales relatou da audiência com a promotora de justiça da tutela coletiva de Nova Iguaçu hoje na parte da tarde. Disse que quando presidente do CME foi afrontada em diversas reuniões. Relatou ainda que no Ciep 497 no bairro Engenho os pais de alunos sequer sabiam das mudanças que o governo quer que ocorra em 2018 nas escolas da cidade. Falou sobre a necessidade de mobilização de todos em busca de conquistas.

“Se me chamam de favelada sou favelada mesmo, mas vamos lutar para que a população e que os pais de alunos tenham o respeito a seus direitos”, finalizou.

Anúncios

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s