Silêncio da prefeitura e saúde agonizando em Itaguaí


Servidores sofrem assalto dentro de unidade de saúde e vereador mostra o abandono de ambulâncias do Samu

A saúde no município de Itaguaí agoniza. Há 20 dias atrás, o vereador André Amorim (PR), realizou uma vistoria e denunciou o descaso em um depósito de sucata que se transformou a base do Samu em Itaguaí.

 

             Até mato nasce no capô de uma das ambulâncias sucateada

 

 

No vídeo postado em uma rede social, o vereador mostrou dezenas de carros entre eles algumas ambulâncias em avançado estado de decomposição. Em uma delas, até um jardim de mato cresceu no capô. Enquanto há esses carros sucateados, apenas duas ambulâncias operam na cidade segundo o parlamentar.

 

 

 

Relato na integra do vereador

“Vistoria realizada na Base do SAMU 192, em Itaguaí, dia 05 de setembro de 2017.
Situação de calamidade total, seja com o serviço, em si, que só funciona, mesmo que precariamente, por conta da dedicação dos servidores, seja com o local físico em que está instalado o serviço. Local impróprio e insalubre.
Eram apenas 2 ambulâncias funcionando naquele dia. Outras tantas semi novas em estado de deterioração total.
OBSERVAÇÃO: não estou fazendo alusões a está ou àquela Administração, pois a Administração Pública é contínua e quem se propõe a administrar sabe disso. Para a população não interessa “de quem” é o governo (até porque o governo é do povo), mas sim como está sendo utilizado o dinheiro advindo de tributos pagos.
Estou realizando meu trabalho de fiscalizar e cobrar com veemência soluções. Também sou usuário do Sistema e dependo dele.
O relatório que encaminharei às autoridades municipais, estaduais e federais será publicado aqui até segunda-feira.
Bom dia e que Deus nos ajude.”

 

Assalto dentro de unidade de saúde

Para piorar, hoje (25/09), servidores do CAPSI (Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência), foram assaltados. Homens armados entraram na unidade de saúde e roubaram todos os pertences dos trabalhadores. Além das péssimas condições de trabalho, sem materiais adequados e trabalhando no improviso, os servidores agora convivem com a insegurança. Segundo os trabalhadores, não há mais vigilância no local após a retirada dos guardas patrimoniais. Eles ainda relatam que a coordenação obriga a ficar com as portas abertas, facilitando assim ações de bandidos como ocorreu hoje. As vítimas fizeram um registro de ocorrência na 50ª DP em Itaguaí.

Insegurança, aliás, que está por toda a cidade. O blog Boca no Trombone foi hoje a 50 Dp e o inspetor de plantão nos relatou que somente ontem (24/09), mais de 20 pessoas deram queixas de roubos, em especial de celulares. Os assaltos ocorrem até á luz do dia. Estudantes são assaltados na saída das escolas e as mulheres são os principais alvos dos bandidos.

Entramos em contato com a prefeitura de Itaguaí dia 14 de setembro através de email e dia 19 último via Whatsapp e não fomos respondidos sobre os problemas com o depósito de sucatas na base do Samu.

Anúncios

Uma ideia sobre “Silêncio da prefeitura e saúde agonizando em Itaguaí

  1. Pingback: Pais fazem protesto contra atendimento ruim para alunos especiais em Itaguaí | Boca no Trombone – Itaguai

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s