Itaguaí e Piraí fazem parceria para divulgar o turismo na Serra do Matoso


Acordo deve gerar mais empregos e renda para a população local

 

O turismo na Serra do Matoso deve ficar mais atraente com a parceria firmada recentemente entre as secretarias de Eventos de Itaguaí e a de Cultura e Turismo de Piraí. As duas pastas trabalharão em conjunto para fomentar e divulgar os pontos turísticos das duas cidades. As propostas, quando implementadas, devem gerar mais emprego e renda para a população local.

 

A capacitação e a conscientização da população local e a criação de um site especializado único também foram medidas discutidas e aprovadas pelo grupo.

 

“O nosso objetivo (Itaguaí e Piraí) é trazer a Serra do Matoso para a comunidade local, além de fomentar o turismo em conjunto”, explicou o coordenador de Turismo de Itaguaí, Sérgio Felix Câmara.

 

Segundo Câmara, também ficou decidido no encontro que os dois municípios irão divulgar as trilhas, cachoeiras e outras belezas naturais da Serra do Matoso.

 

A reunião aconteceu na cidade de Piraí. Além do coordenador de Turismo de Itaguaí, participaram do encontro a chefe da Divisão de Turismo, Fernanda Lopes Pinto Silva, a secretária de Agricultura, Carla de Carli, o diretor de Projetos Especiais, Rodrigo Farias, todos de Piraí, e Eliana Guerhard, empresária e organizadora de eventos de parapente.

 

 

 

Nosso blog já havia registrado alguns pontos turísticos históricos de Itaguaí.

Igreja de Nossa Senhora Aparecida, em Raiz da Serra

Igreja de Nossa Senhora Aparecida, em Raiz da Serra

Visitar Itaguaí é uma boa oportunidade de desfrutar das belezas naturais da região e também de conhecer um pouco mais da história do Brasil. Foi pensando no  morador da cidade ou visitante, que a Secretaria Municipal de Eventos elaborou um roteiro com os pontos turísticos mais procurados por excursionistas e desportistas. Entre eles, há o Ponto dos Voadores, onde se pratica o voo livre, e a Estrada Real da Serra da Calçada, construída no século XVIII e que serviu de passagem para Dom Pedro I e sua comitiva.

O Ponto dos Voadores está situado na Serra do Matoso, a uma altitude de 420 metros. Para chegar até ele é preciso trafegar nove quilômetros pelas estradas dos Caçadores e do Nonô, duas vias de terra batida, mas em boas condições de uso. O trajeto por si só é um convite à contemplação, pois ao longo do caminho é possível observar belezas naturais, como matas nativas, lagos, animais silvestres e de criação. Lá do alto, se tem uma vista belíssima da Mata Atlântica e de boa parte da região incluindo, é claro, a cidade de Itaguaí e o bairro de Santa Cruz, no Rio de Janeiro.

É também no alto da serra que está montada a rampa para os praticantes do voo livre. A área de salto está situada no sítio de Nelson Ferreira da Rosa, o Seu Madruga, de 82 anos. É Seu Madruga quem cuida da manutenção do espaço esportivo e recebe com simpatia os amantes desse esporte radical e outros visitantes. Itaguaiense de nascença e pai de três filhos, Seu Madruga vive da venda dos salgadinhos e caldo de cana. Ele é tão apaixonado pela região que há 25 anos não vai à cidade, nem para ir ao médico.

                                                                                   Fotógrafo Rui Okada

“Nasci neste lugar. Não saio daqui para nada. A minha vida é a minha família, o meu trabalho no sítio e a rampa dos voadores”, disse, com orgulho, Seu Madruga.

 

 

 

 

A estrada do Imperador

A história do Brasil também está registrada em Itaguaí. A oito quilômetros da Rodovia Rio-Santos (BR-101), no bairro Raiz da Serra, começa talvez uma das mais antigas estradas do país: a Estrada Real da Serra da Calçada. Foi o primeiro caminho construído em 1822 pela corte portuguesa para ligar o Rio de Janeiro a São Paulo. A estreita via é revestida com pedras pé-de-moleque que foram transportadas até o local por escravos. Dom Pedro I, o primeiro Imperador do Brasil (1822-1831), a usava com frequência nas suas viagens à capital paulista. A sinuosidade da estrada é acompanhada por lindas árvores nativas e pelo ar fresco da floresta.

Antes mesmo de o turista seguir pela Estrada Real, vale a pena fazer uma visitinha na igualmente histórica Igreja de Nossa Senhora da Aparecida, que fica no entroncamento das estradas do Cacau e dos Caçadores. O prédio data do século XVIII. Ele está em excelente estado de conservação e ainda guarda a arquitetura de origem.

“Itaguaí tem maravilhas que o seu próprio povo desconhece. Além das belezas naturais, temos monumentos históricos, trilhas e esportes radicais. Todos eles são ótimas opções de lazer”, convidou o coordenador de Turismo de Itaguaí, Sérgio Felix Câmara.

 

Palmeiras imperiais. Sinal de riqueza onde era plantada na época do império.

Como chegar

Chegar a um desses dois pontos turísticos de Itaguaí é a coisa mais fácil do mundo. De ônibus ou de automóvel, a viagem é rápida e segura. Quem se decidir ir a esses lugares de transporte público, deve ir até a Rodoviária, no centro de Itaguaí, e embarcar no ônibus da Viação Expresso Recreio, que faz a linha Itaguaí-Serra do Matoso. Mas é bom ficar atento aos horários de partida dos coletivos. Há apenas dois ônibus por dia que sobem a serra: às 7h e às 15h. E também dois que descem: às 9h e às 17h.

Se o turista optar pela viagem de carro de passeio, ele pode seguir pela Rodovia Rio-Santos (BR-101) e acessar o bairro Amendoeira, em Itaguaí, pela saída 402 da via. Ou se preferir o visitante pode passar pelo centro da cidade e depois seguir pela Estrada do Teixeira até Santa Cândida. De uma forma ou de outra, o motorista deve seguir pela Estrada do Caçador, uma via de terra batida, mas em bom estado de conservação, até o entroncamento das estradas do Cacau e dos Caçadores.

 

Capa: Fotógrafo Rui Okada

Com prefeitura de Itaguaí

Anúncios

Uma ideia sobre “Itaguaí e Piraí fazem parceria para divulgar o turismo na Serra do Matoso

  1. Pingback: Itaguaí é promovido à categoria “B” no Mapa do Turismo Brasileiro | Boca no Trombone – Itaguai

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s