Mais um suspeito é preso e adolescente é apreendido no caso da morte de Diego Barbosa


Ao todo quatro criminosos fizeram parte do homicídio, um deles adolescente. Crime brutal chocou a cidade de Itaguaí. Irmão fala em ‘sensação de alívio’

Um suspeito de matar o professor de dança Diego Barbosa dos Santos, 28 anos, foi preso e um adolescente foi apreendido, nesta quinta-feira, em Itaguaí. O corpo do também aluno de Educação Física da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), foi encontrado na linha férrea da cidade, na manhã do dia 7 deste mês. A brutalidade do crime chocou os moradores.

De acordo com as investigações da 50ª DP (Itaguaí), Pablo Henrique Lopes da Rocha confessou a participação no crime e, em seu depoimento, disse que receberia R$ 2 mil para matar Diego de um homem identificado apenas como Aguinaldo, já preso.

Aguinaldo teria encomendado a morte do professor por ciúmes, pois Diego já tinha namorado com seu atual companheiro, Leonardo Rodrigues Castilho, também preso anteriormente por envolvimento no crime. Aos agentes, o suspeito disse que aliciou um adolescente para que o ajudasse, oferecendo R$ 500.

“Meu irmão tinha terminado com o Leonardo havia três meses por causa de traição. No entanto, ele não aceitou o término e sempre ia atrás do Diego, até mesmo nas aulas e causava constrangimento entre ele e as alunas”, contou Miro Barbosa, irmão da vítima, ao jornal O DIA.

Segundo Miro, tantos os familiares como os amigos aconselhavam Diego sobre o então companheiro, por causas das frequentes discussões, além da possessividade e ciúmes. Após a morte do professor, a família descobriu que a vítima tinha feito um boletim de ocorrência relatando uma suposta perseguição e ameças de Leonardo.

“Acho que meu irmão não contava para a gente não preocupar e, como ele era uma boa pessoa, não acreditava que alguém pudesse fazer uma maldade dessas contra ele”, afirma Miro. Segundo a Polícia Civil, Diego foi espancado de forma brutal e seu corpo foi jogado à linha férrea no momento em que um trem cruzava os trilhos.

“O companheiro do Leonardo também era professor dança aqui na região e tinha muito ciúmes do meu irmão. Juntou o ódio dos outros e deu no que deu. A gente vê em novela e não acredita que a inveja e o ódio leva alguém a matar, até a gente viver isso de perto”, diz Miro.

O irmão da vítima diz que família ainda não se conformou com a morte de Diego, mas a prisão dos suspeitos “dá uma sensação de alívio e de Justiça sendo feita”.

Família e amigos homenageam Diego neste domingo

Neste domingo, familiares e amigos do professor de dança realizarão a “Caminhada pela paz e justiça”, no Centro de Itaguaí, às 16h, em homenagem ao jovem. Os eventos em memória do estudante da UFRRJ têm sido frequentes na cidade.

No dia 13, alunos do projeto ‘Movimento é Vida”, que Diego fazia parte, realizaram uma homenagem ao professor e centenas de pessoas estiveram presentes. Os colegas do curso de Educação Física preparam uma homenagem para o universitário nas próximas semanas na UFRRJ. “Vamos fazer um aulão de Zumba na Rural, do jeito que ele gostava”, contou ao DIA Djiane Brawley, amiga do rapaz.

Fonte:  Jornal O Dia

Veja mais:

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/06/10/presos-envolvidos-na-morte-de-professor-de-educacao-fisica-em-itaguai/

https://bocanotromboneitaguai.com/2017/06/07/professor-de-zumba-e-encontrado-morto-em-itaguai/

Anúncios

Uma ideia sobre “Mais um suspeito é preso e adolescente é apreendido no caso da morte de Diego Barbosa

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s