Decreto de prisão de Eike Batista foi assinado no dia 13


Treze dias antes da deflagração da operação que determinou sua prisão

O juiz Marcelo Bretas, da 7 ª Vara Criminal Federal do Rio, assinou o decreto de prisão preventiva do empresário Eike Batista no dia 13 de janeiro, 13 dias antes de a operação ter sido colocada em prática. A informação é da coluna de Ancelmo Gois.

De acordo com a nota, mesmo de férias com a família num cruzeiro marítimo pelo Caribe, Bretas acompanhou ao telefone a execução do decreto.

Veja nota

Eike viajou para Nova York antes de a operação ser deflagrada. Informações dão conta de que ele teria saído do país com passaporte alemão (ele tem dupla nacionalidade, já que a mãe é alemã). Seus advogados afirmam que ele viajou a negócios, apesar de ter reservado passagem só de ida. A Interpol já o considera foragido internacional. Sua defesa negocia com a PF e o MPF sua volta ao Brasil.

Fonte: JB

Anúncios

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s