Polícia afirma que jovem de 16 anos foi estuprada ‘em ao menos dois momentos’


Em nota divulgada neste sábado (4), a Polícia Civil do Rio concluiu que a jovem de 16 anos vítima de estupro no morro da Barão, na zona oeste do Rio, “foi abusada em, ao menos, dois momentos”.

Os crimes aconteceram depois que a adolescente saiu de um baile funk na comunidade, na manhã do sábado (21), acompanhada de uma amiga e de Raí de Souza, 22, e de Lucas Perdomo, 20. Os quatro foram a uma casa abandonada. Souza teve relação sexual com a jovem, e Perdomo, com a outra menina do grupo. 

Pela manhã, os três saíram mas a jovem continou na casa, por estar cansada. Suspeita-se que ela estivesse sob o efeito de drogas. Um grupo de criminosos da região teria encontrado a jovem desacordada e decidiu levá-la para outra casa, conhecida como “abatedouro”.

A polícia afirma que o traficante Moisés Lucena, o Canário, foi quem carregou a adolescente para o imóvel. Na segunda casa, a jovem teria sido violentada pelos criminosos que a levaram e por outros que passavam pelo local e se juntaram ao grupo. 

À noite, ela foi encontrada por Souza e pelo ex-paraquedista Raphael Belo, 41, que estavam acompanhados do traficante conhecido como Jefinho. Neste momento o vídeo divulgado na internet foi gravado. Na gravação, três homens aparecem no quarto com a adolescente desacordada e um deles toca nas partes íntimas da garota.

Anúncios

Dê a sua opinião sobre a postagem aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s